sábado, 14 de abril de 2018

Os dubladores de Amanhã é Para Sempre (SBT)


Folhetim produzido por Nicandro Díaz González para a Televisa, em 2008, Mañana es Para Siempre foi inspirada em Pura Sangre, história colombiana que serviu de base para a livre adaptação da escritora Kary Fajer, que em sua versão mexicana foi estrelada por Silvia Navarro, em sua estreia na Televisa depois de uma década trabalhando com exclusividade para a Azteca, além de atores renomados como Fernando Colunga, Lucero, Rogelio Guerra, Sergio Sendel, Erika Buenfil, Dominika Paleta, María Rojo, Guillermo Capetillo, Roberto Palazuelos, Carlos de la Mota, Ariadne Díaz, Arleth Terán, Fabián Robles, Marisol del Olmo, Alejandro Ruiz e muitos outros. No Brasil, Amanhã é Para Sempre chegou um ano após sua estreia e foi exibida pela Rede CNT em 2009, dublada em português pelo estúdio paulista BKS. Dez anos se passaram desde o seu lançamento e a novela retornou ao Brasil, desta vez, através do canal SBT, que atualmente exibe a trama redublada em uma versão carioca, produzida pela Rio Sound Estúdios, sob a direção de Isis Koschdoski. Conheça, a seguir, o elenco de dubladores que dá voz aos personagens de Amanhã é Para Sempre.


Priscila Amorim: Silvia Navarro (Fernanda Elizalde Rivera de Galhardo)

Ricardo Schnetzer: Fernando Colunga (Eduardo Juarez Cruz / Franco Santoro)

Izabel Lira: Lucero (Bárbara Greco de Elizalde / Rebeca Sanchez Frutos)

Malta Júnior: Sergio Sendel (Adriano Galhardo Roa)

Márcio Dondi: Rogelio Guerra (Artêmio Bravo)

Reinaldo Pimenta: Rogelio Guerra (Gonçalo Elizalde Linares)

Márcia Coutinho: Erika Buenfil (Montserrat Rivera de Elizalde)

Isis Koschdoski: Dominika Paleta (Liliana Elizalde Rivera)

Marco Moreira: Guillermo Capetillo (Aníbal Elizalde Rivera / Jerônimo Elizalde)

Renan Freitas: Roberto Palazuelos (Camilo Elizalde Rivera)

José Leonardo: Carlos de la Mota (Santiago Elizalde Rivera)

Gabriela Medeiros: Ariadne Díaz (Aurora Sanchez Bravo de Elizalde)

Ângela Bonatti: María Rojo (Soledade Cruz de Juarez)

Larissa de Lara: Arleth Terán (Priscila Avelar de Elizalde)

Duio Botta: Fabián Robles (Vladimir Pinheiro)

Gabriella Bicalho: Marisol del Olmo (Érika Astorga)

Cláudio Galvan: Mario Iván Martínez (Steve Norton)

Clécio Souto: Alejandro Ruiz (Jacinto Cordeiro)

Fernanda Baronne: Dacia Arcaráz (Margarida Campello de Cordeiro)

Aline Guezzi: Aleida Núñez (Gardênia Campello)

Regina Maria Maia: Claudia Ortega (Flor “Florzinha” Campello)

Fernanda Crispim: Tania Vázquez (Vênus Garcia / Lovely Norton)

Vânia Alexandre: María Prado (Dominga Oliveira Chaves)

Oscar Henriques: Jaime Garza (Silvestre Tinoco)

Evie Saide: Mariana Ríos (Marina Tinoco)

Sérgio Stern: Ricardo Silva (Dr. Plutarco Obregon)

Rita Lopes: Janet Ruiz (Adolfina Guerreiro)

Waldyr Sant'Anna: Luis Bayardo (Ciro Palafox)

Marcia Morelli: Hilda Aguirre (Graziela Palafox)

Wesley Santana: Rafael del Villar (Simão Palafox)

Marize Motta: Yolanda Ciani (Úrsula Roa de Galhardo)

Luiz Carlos Persy: Carlos Cámara Jr. (Jacobo Roa)

Alfredo Martins
: Humberto Elizondo (Augusto Astorga)

Telma da Costa: Lourdes Munguía  (Dolores “Dolly” de Astorga #1)

Telma da Costa: Ofelia Cano (Dolores “Dolly” de Astorga #2)

Ednaldo Lucena: Pedro Weber “Chatanuga” (Tobias)

Marcelo Sandryni: Benjamín Rivero (Lúcio Bernardes)

Ricardo Vooght: Jaime Lozano (Jairo Rocha)

Júlio Chaves: Adalberto Parra (René Manzanares)

Márcio Simões: Juan Carlos Casasola (Graciano)

Filipe Albuquerque: Rafael Novoa (Miguel Lazcurain)

Luísa Viotti: Adanely Núñez (Ana Gregória Bravo)

Pietro Mário
: Luis Gimeno (Padre Bosco)

Paulo Bernardo: Gustavo Rojo (Bispo Terrasanta)

Maria Helena Pader: Adriana Rojo (Madre Superiora)

Mônica Magnani: María Morena (Irmã Fidélia)

Daniel Müller: Enrique Borja Jr. (Rubiel Villasana)

Rita Ávila
: Jacqueline Arroyo (Tomásia)

Leonel Abrantes: Ignacio Lopez Tarso (Isaac Newton)

Renato Rosenberg: Jean Sanfont (Brandão)

Duda Espinoza: Esteban Franco (Osvaldo)

Dário de Castro: Eugenio Cobo (Dr. Eusébio)

Lina Rossana: Mariana Seoane (Chelsy)

Jéssica Marina: Nancy Patiño (Liliana - Jovem)

Vítor Mayer
: Alberich Bormann (Aníbal - Jovem)

Bia Menezes: Violeta Puga (Fernanda - Criança)

Eduardo Drummond: Omar Yubeili (Eduardo - Criança)

João Victor Granja: Brayam Alejandro (Jacinto - Criança)

Ana Elena Bittencourt: Gardênia - Criança

Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

Ana Paula Cordeiro disse...

Na minha opinião a primeira dublagem se saiu melhor pois a versão que está sendo exibida pelo SBT deixa um pouco a desejar pois alguns personagens não encaixam com a voz que foi colocada um exemplo é a Fernanda elizalde que na primeira versão possuía uma dublagem com a voz mais fina e agora veio com uma dublagem com a voz mais grave e isto para quem já assistiu a primeira versão exibida pela CNT em 2009 é um pouco estranho mas meus parabéns Pois todos os dubladores sem sombra de dúvida desempenharam um excelente trabalho Abraços para todos valeu