segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Os personagens de O Que a Vida me Roubou


MONSERRAT MENDONÇA GIACINTI (Angelique Boyer)

Jovem de grande nobreza e bons sentimentos; tanto, que é capaz de sacrificar-se pelo bem-estar de sua família. É frágil e inocente, já que passou parte de sua vida em um convento para realizar as vontades de sua mãe, que sempre encontra uma maneira de dominá-la. É por isso que quando se apaixona profundamente por um homem, sua mãe encontra uma forma de manipulá-la, fazendo-a aceitar a se casar com alguém que detesta. Para surpresa dela mesma, pouco a pouco irá se apaixonando sinceramente por seu marido e, para ela, será um tormento se debater entre o amor de Alessandro e José Luis. Todos os acontecimentos que sofre irão fortalecer seu caráter, até aprender a tomar suas próprias decisões e defender o que ama, a qualquer custo.



ALESSANDRO ALMONTE DOMINGUEZ (Sebastián Rulli)

Homem inteligente, bondoso, de convicções firmes e bons sentimentos. É de personalidade forte, leal a seus princípios e justo em suas decisões. É um cavalheiro que sabe tratar as pessoas com respeito, justiça e colocando cada um em seu devido lugar. Quando criança, perdeu sua mãe, uma humilde camponesa. Sua vida muda radicalmente quando seu patrão, Benjamim Almonte, lhe confessa antes de morrer que é seu pai e o nomeia herdeiro universal de sua fortuna. Este fato, longe de alterar seus valores, os reafirma. Já convertido em um homem influente, Alessandro conhece Monserrat, uma bela jovem de família, por quem se apaixona perdidamente. Sua casta de homem honorável será a arma para conquistá-la e vencer todos os obstáculos que surgirem no caminho.



JOSÉ LUIS ÁLVAREZ (Luis Roberto Guzmán)

Rapaz de baixa classe econômica, mas honrado e trabalhador. É um cabo da Marinha. Homem apaixonado e impulsivo, capaz de qualquer coisa em nome do amor. Monserrat é a mulher de sua vida e por ela e sua felicidade fará o que for necessário. Quando se dá conta que Monserrat se viu obrigada a se casar com um homem que despreza, enquanto ele foi preso injustamente, a persegue até sua fazenda e faz-se passar por outra pessoa. José Luis começa a descobrir, com grande dor, que o amor de Monserrat por ele já não é o mesmo e que Alessandro, seu marido, é um bom homem, a quem ele mesmo, José Luis, aprende a admirar e respeitar.



GRAZIELA GIACINTI DE MENDONÇA (Daniela Castro)

Mulher de moral dupla, bastante hipócrita. Diante de sua família, aparenta ser uma mulher devota, muito apegada à religião católica, mas, na realidade, é um ser sombrio, cheia de ambição e cobiça. Vive rodeada de luxos e desperdiça dinheiro em abundância. Orgulhosa de pertencer a uma das famílias mais importantes de Água Azul, considera de suma importância manter limpo o prestígio de seu sobrenome. Apesar disso, guarda um segredo, já que durante muitos anos foi a amante de Benjamim Almonte. Manipula os membros de sua família como peças de xadrez, com o único propósito de conseguir o que deseja. Por dinheiro, é capaz de vender sua própria filha a Alessandro Almonte, o filho bastardo, herdeiro de seu falecido amante Benjamim, deixando de lado seus preconceitos.



LAURO MENDONÇA SÃO ROMÃO (Rogelio Guerra)

Almirante aposentado da Marinha, de personalidade firme. Aparenta dureza, mas, no fundo é frágil. Junto a Graziela, sua Graziela esposa, teve dois filhos: Monserrat e Demétrio. É notória a predileção que Lauro sente por sua filha, a quem trata de proteger e aconselhar para que tenha uma vida feliz. Esforça-se em ser justo e inflexível diante de suas decisões, ainda que frequentemente sua esposa consiga quebrar sua integridade. Sua doença cardíaca, somada a angústia que lhe provoca estar a ponto de perder toda sua riqueza, tem consumido seu caráter nessa etapa de sua vida, a ponto de tornar-se um alvo mais fácil diante da constante dominação de sua mulher. Assim, permite que sua filha Monserrat se case com Alessandro Almonte, acreditando que esteja apaixonada por ele.



CARLOTA MENDONÇA SÃO ROMÃO (Gabriela Rivero)

É amorosa, generosa e sincera. Vive sob a influência de sua cunhada Graziela, que astutamente a manipula para alcançar seus propósitos de uma forma tão hábil, que dificilmente Carlota se sente usada por ela. É irmã de Lauro. É uma mulher encalhada, já que nunca conseguiu se casar. Vive com a família de seu irmão e ajuda na criação de seus sobrinhos Monserrat e Demétrio. Sente uma predileção especial por Monserrat, sua sobrinha mimada, a quem trata de cuidar e proteger para que a jovem consiga a felicidade que ela não teve.



DEMÉTRIO MENDONÇA GIACINTI (Osvaldo Benavides)

Filho mais novo de Lauro e Graziela. É um rapaz imaturo e irresponsável. Sua mãe lhe deu tudo em abundância, Graziela o que fez com que aprendesse a conseguir tudo quanto desejasse, sem que isso lhe requeresse esforço algum de sua parte. Não gosta de fazer nada além de se divertir com seus amigos, é um moleque em toda a extensão da palavra. Assim como sua mãe, é capaz de todas as baixarias possíveis, afim de obter dinheiro fácil, por isso, torna-se cúmplice de Graziela, para que esta alcance todos seus propósitos. Demétrio é tão egoísta que, para obter o que deseja, não se importa em pôr em risco a felicidade de Monserrat, sua própria irmã.



JOSEFINA VALVERDE (Verónica Jaspeado)

Jovem de família muito boa. É pouco agraciada, tímida e muito insegura, por isso ainda não conseguiu um casamento. É perdidamente apaixonada por Demétrio Mendonça, que se aproveita de seus sentimentos e necessidade de amor para lhe tirar todo o dinheiro que pode. Quando se casa com Demétrio, Josefina nem desconfia que se trate de um casamento falso, devido à insistência do rapaz em se casar em segredo, com o pretexto de que sua família se oporia pela diferença de idades e que, já casados, teriam que aceitá-la. Quando Tomás, o irmão de Josefina chega ao povoado e descobre a mentira, obriga Demétrio a se casar realmente com sua irmã, que sofre ao saber que o rapaz jamais irá amá-la como ela gostaria. Pouco a pouco, Josefina vai adquirindo coragem e quebra todas as correntes que existem em sua vida.



MARIA ZAMUDIO (Grettell Valdez)

Jovem do campo, humilde, mas pretensiosa. De caráter forte e impulsivo. Apaixonada e caprichosa. Afim de conseguir seus objetivos, é capaz de causar intrigas, mentir e trair. Quando não se sente satisfeita, chega a ser grosseira com as pessoas que a amam. Sente um amor obsessivo por Alessandro, a quem conhece desde criança, mas quem sempre a viu apenas como uma amiga. Isso faz com que se dedique a conquistá-lo e se vale de tudo para consegui-lo, coisa que não acontece, pois Alessandro se casa com Monserrat. O ódio de Maria contra Monserrat desperta todos seus instintos de maldade e vai à procura por todos os meios de uma maneira de separar o casal. Seu amor desmedido por Alessandro a cega e não lhe permite ver que o amor que tanto deseja está em Vítor, o melhor amigo de Alessandro, e a quem Maria ignora todo o tempo.



JOVENTINO ZAMUDIO (Alberto Estrella)

Homem violento e sombrio, de maus sentimentos e ambição desmedida. Falso e hipócrita. Chantagista e orgulhoso. Desconhece a palavra lealdade e se vale de todos os meios afim de que sua vontade seja a última palavra. Em seu coração, somente existe inveja e frustração que lhe corroem as entranhas e o levam a criar intrigas, trair e inclusive a matar, quando algo cruza seu caminho para conseguir suas pretensões. Manipula as situações e as pessoas de acordo com o que lhe convém. Seu mau caráter e amargura o levam a ser rejeitado, o que o torna solitário e melancólico. Não aceita, nem pode suportar que Alessandro, outro peão companheiro seu, seja o filho não reconhecido do patrão e termine sendo o herdeiro de toda sua fortuna. Isto aumenta sua amargura e faz com que se dedique a sabotar o rapaz em seu desejo de vingança, sem pensar que tudo isso levará a um trágico final.



PADRE ANSELMO QUIÑONES (Eric del Castillo)

Sacerdote nobre, inteligente e de grande coração. Inimigo das injustiças e das arbitrariedades. Sua mesma vocação de servir a Deus o obriga a ser discreto e calar os segredos que lhe confessam, ainda que faça todo o possível para que as coisas cheguem a um bom final, sem afetar a lealdade a suas crenças. Tem personalidade forte, mas sabe controlá-la ou trazer à tona quando as situações requerem. É muito humanitário e bondoso. Encarrega-se de educar e formar Alessandro, quando, sendo criança, ficou sem mãe e seu pai, o fazendeiro Benjamim Almonte, se negou a reconhecê-lo. Tornou-o um homem de bem e lutou para que seu pai, antes de morrer e não tendo mais família, reconhecesse Alessandro como seu filho e o nomeasse seu herdeiro, pois o sacerdote considerava que isso era o justo. Padre Anselmo será um grande apoio para que Alessandro alcance a felicidade ao lado da mulher que ama.



ROSÁRIO DOMINGUEZ (Ana Bertha Espín)

Camponesa humilde, de uma grande nobreza e bom coração. Submissa e abnegada. Discreta e sacrificada. Sendo muito jovem, foi abusada sexualmente por Benjamim Almonte, ficando grávida de Alessandro, a quem teve que deixar aos cuidados do padre Anselmo; pois Benjamim se encarregou de mantê-la presa durante quase trinta anos. Ao sair livre, introvertida e temerosa, busca ao sacerdote; que lhe informa sobre a morte de Benjamim e que este, antes de morrer, reconheceu seu filho e o nomeou herdeiro de toda sua fortuna. Isto aumenta a vontade de Rosário de buscar seu filho, mas teme que o rapaz se envergonhe dela e a rejeite, sobretudo agora, que é rico e está casado.



ADOLFO ARGUELLES (Ferdinando Valencia)

Irmão de Nádia. Não se compromete com nada. Sabe se livrar habilmente dos problemas em que se mete. Inteligente, de espírito alegre e aventureiro. Ambicioso e manipulador. Aproveita seu encanto para conseguir o que quer. É muito astuto. Aproveita-se da imaturidade de seu amigo Demétrio, com quem compartilha seu gosto pelo dinheiro fácil, para usá-lo e tirar proveito de sua amizade. É o orquestrador das trapaças de Demétrio, mas quem leva a maior vantagem disso, é ele próprio, Adolfo. É ele quem planeja que Demétrio se envolva com Josefina para lhe tirar seu dinheiro com trapaças, mas as coisas dão um giro quando Adolfo se apaixona por Josefina e se arrepende por haver conspirado para que Demétrio se casasse com ela.



NÁDIA ARGUELLES DE MEDINA (Alejandra García)

Jovem elegante, distinta, de boa posição social. Amiga de Monserrat. Cresceram juntas no convento. Nádia também larga os hábitos para se casar com quem considera o amor de sua vida. Inicia sua vida matrimonial cheia de ilusões e expectativas, mas aos poucos se dá conta que está presa em um casamento frio, já que seu marido nem sequer busca intimidade. Percebe que somente é uma “esposa de fachada”, e faz o possível para conseguir seu divórcio. Pedro, de quem não lhe convém separar-se devido a sua influência política, a mantém presa. Nádia se refugia nos braços de Vítor Hernandez e tornam-se amantes. Com a ajuda de Vítor, Nádia recupera sua liberdade tão desejada.



PEDRO MEDINA (Sergio Sendel)

Egoísta e ambicioso. De personalidade forte e maus sentimentos. Homem atraente, altivo e soberbo. É egoísta, ambicioso e manipulador. Se casa com Nádia, mais por fins políticos do que por amor, já que ambiciona tornar-se o prefeito de Água Azul e necessita uma esposa de boa reputação e bom sobrenome. Ao conseguir o posto, se dedica a perseguir Alessandro, afim de destruí-lo, já que ele ameaça com acabar com a corrupção que se vive no povoado sob seu mando.



VÍTOR HERNANDEZ (Alessandro Ávila)

Homem inteligente, honesto e leal. Trabalhador e responsável. De caráter alegre e forte. É muito confiável e discreto. Um apaixonado pela vida e pelo que ela lhe proporciona, o que o torna agradecido. É o melhor amigo de Alessandro. Sabe corresponder à confiança que ele lhe confere. É dedicado e está sempre presente quando necessário. Está apaixonado por Maria, mas sabe que a jovem ama Alessandro. Quando este se casa com Monserrat, Vítor trata de conquistá-la, mas Maria sempre o rejeita. Seu desamor e o desamor de Nádia Arguelles se encontram e, sem imaginar, se apaixonam e se tornam amantes.



ESMERALDA RAMOS (Margarita Magaña)

Jovem atraente, porém, imatura. De gênio fraco, pode ser facilmente manipulada. Possui grandes sonhos, mas precisa de vontade para realizá-los. Trabalha como dançarina em um clube de Água Azul. É amante de Demétrio por um tempo e chega a lhe prestar alguns favores, entre eles, conseguir que Monserrat se separe de José Luis. No fundo, é uma jovem nobre, que, ao se dar conta da dor que causaram suas atitudes, se arrepende e faz o possível para esclarecer a verdade. Apaixona-se profundamente por Renato, que fará o possível para que ela deixe para trás sua vida errante.



RENATO SOLARES (Carlos de la Mota)

Cabo da Marinha. Sua maior qualidade é a lealdade. É um homem rude, mas nobre e de bons sentimentos. É muito valente, pelo que não se rebaixa diante de nada, ainda que saiba manter a calma e pensar bem nas coisas antes de agir. Tem um grande conceito de amizade. É o melhor amigo de José Luis, o considera um irmão e, por isso, o ajuda a escapar da cadeia, acreditando firmemente em sua inocência. Torna-se seu aliado e cúmplice para que este recupere Monserrat. Apaixona-se por Esmeralda, uma dançarina de reputação duvidosa.



SOFIA GARCIA (Alejandra Procuna)

É uma mulher bondosa e de nobres sentimentos. Muito trabalhadora e servil. É a cozinheira da fazenda de Benjamim Almonte, a quem presta seus serviços desde muito jovem. É muito discreta e respeitosa. Tolerante, honesta e leal. É de personalidade forte, difícil de manipular. Agradecida e amorosa, mas desconfiada quando as circunstâncias exigem. Preocupa-se por Alessandro, a quem conhece desde criança, e fará tudo o que estiver ao seu alcance para que o rapaz conquiste a felicidade.



MACÁRIO PERALTA (Juan Carlos Barreto)

Camponês inteligente, honesto e confiável. Amigo de Alessandro quando este era um menino, a quem cuidava e protegia por ser dez anos mais velho que ele. Tem uma grande surpresa ao ficar sabendo que Alessandro agora é o novo dono da fazenda e que era filho não reconhecido do patrão Benjamim. Alessandro lhe oferece trabalho e Macário se torna seu braço direto. Macário está apaixonado por Sofia, a cozinheira, que lhe corresponde, mas não se atreve a lhe propor casamento, até conquistar algo digno que possa lhe oferecer.



ANGÉLICA ARECHIGA (Ilythia Manzanilla)

É uma bela jovem de bons sentimentos, porém doente. Inteligente, nobre e bondosa, com um grande coração. Apesar de sua doença incurável, é forte, o que lhe permite tomar decisões que lhe ajudam a desfrutar os últimos dias de sua vida. Somente deseja viver intensamente. Seu maior desejo é se apaixonar e desfrutar disso plenamente, antes de morrer. É valente e destemida. Não se importa em desafiar o mundo inteiro se for necessário, contanto que realize seu sonho. Ao conhecer José Luis, se apaixona perdidamente por ele, sem se importar que o rapaz ame Monserrat com loucura. Ela somente deseja desfrutar desse belo sentimento que é poder amar e, por isso, decide fugir com ele quando este precisa escapar da justiça. Procuram a ajuda de dona Prudência, sua madrinha, que os apoia para que se casem. Para Angélica, vale a pena viver se estiver junto ao homem que ama, ainda que tenha que enfrentar sua família e a sociedade.



AMÉLIA BERTRAND DE ARECHIGA (Isabella Camil)

Mulher de personalidade forte e dominante. Inteligente e orgulhosa de sua família. É muito apegada à moral e aos bons costumes de sua classe social. Não tolera as coisas que transgredem os princípios que segue desde criança, pelo que não vê com bons olhos que sua família se misture a de Alessandro, pois o considera o filho bastardo de Benjamim Almonte. Somente cede quando descobre que a esposa desse homem é Monserrat Mendonça, pois Amélia é parente distante de Graziela, mãe da jovem. Seu esquema familiar se rompe Graziela quando sua filha mais velha, Angélica, se apaixona por José Luis Álvarez e foge com ele. Amélia não descansará até recuperar sua filha doente e, com isso, a honra de sua família.



JOAQUIM ARECHIGA (Luis Xavier)

Fazendeiro milionário, de personalidade forte, mas fácil de ser manipulado. É honesto, leal e de bons sentimentos. Sua maior preocupação é a saúde de sua filha mais velha, Angélica, que padece de uma doença séria e incurável, o que lhe mantém com a mente ocupada, tanto, que não percebe as más intenções de seu suposto amigo, Loreto, que o envolve para conseguir seus propósitos sujos, sem que Joaquim se dê conta. Até certo ponto, é ingênuo e confiável. É dedicado à sua família, sua esposa e suas duas filhas, por quem faria tudo, e se torna um tirano quando se trata de defender a integridade e a honra das pessoas que ama.



EZEQUIEL BASURTO (Alexis Ayala)

Policial corrupto, ignorante e mau-caráter. É submetido às ordens de seu chefe, Loreto, com quem se comporta de modo servil e obediente, cumprindo seus trabalhos sujos. Com a morte de Loreto, Ezequiel passa a ser o chefe da polícia suplente e, após, é eleito como sucessor. Com isso, Ezequiel pensa em seguir os passos de seu ex-chefe, mas sua ambição desmedida e sua falta de astúcia o levam ao caminho errado. É lento para tomar decisões e se aflige quando não sabe sair de seus problemas.



FABÍOLA GUILLÉN (Lisset)

Bela mulher, amável e serena, mas, no fundo, é cruel e sombria. Simula uma personalidade encantadora para conseguir seus propósitos. É inteligente e bastante diplomática. Hipócrita e astuta. Aparenta ter um caráter doce, quando na realidade é forte e decidida, o que a torna desonesta e falsa. Sua ambição desmedida ao saber da morte de Benjamim Almonte, faz com que retorne do Peru e se apresente para Alessandro como a sobrinha perdida de seu pai, afim de reclamar sua herança. Ela é filha da irmã do falecido e acaba de perder seus pais, entretanto, seu tio Benjamim havia escrito há dois anos para sua mãe, informando-lhe que Fabíola seria a herdeira universal de sua fortuna. Diante das dúvidas e desconfiança de Alessandro, que não cede tão facilmente às pretensões da jovem, Fabíola conspira, secretamente, com Pedro Medina e Sandro Narváez, para apoderar-se da fortuna de Alessandro.



SANDRO NARVÁEZ (Francisco Gattorno)

Homem atraente, de personalidade firme. De caráter forte, é ambicioso e violento. Carente de escrúpulos. Não pensa duas vezes em causar danos afim de conseguir seus propósitos. Inteligente e manipulador. É obsessivo e cúmplice de Fabíola, em seu desejo de recuperar a herança de Benjamim Almonte, despojando Alessandro de tudo. Apresenta-se diante dele como protetor de Fabíola, conseguindo que o rapaz a receba em sua casa, pois o que mais necessita sua protegida é sentir o calor de um lar. Sandro, com astúcia e habilidade, falsifica assinaturas e documentos. Ao se dar conta do interesse de Fabíola por Alessandro, Sandro a ameaça em manter a cabeça fria, pois ele não irá expor sua ganância pela herança. Apesar de suas falsidades e violência, as coisas se complicam e ele acaba por aliar-se com Pedro Medina, junto com Fabíola, em sua tentativa de despojar Alessandro de sua fortuna.



BENJAMIM ALMONTE (Alfredo Adame)

Homem maduro, milionário, a ponto de morrer, com um terrível peso na consciência por todo o mal que praticou durante sua vida. De personalidade forte e dominante, é incapaz de ter um gesto de bondade. Acostumado a impor sua vontade e fazer valer seu poder. Desfruta por poder controlar as coisas e as pessoas. Trata mal seus empregados e abusa das camponesas, o que o torna um homem sozinho, odiado e sem família. Já gravemente doente e pressionado pelo padre Anselmo, Benjamim reconhece seu único filho, Alessandro, que trabalha como empregado em sua fazenda, nomeando-o herdeiro universal de sua fortuna. Antes de exalar seu último suspiro, o pobre moribundo revela isso a Alessandro, criando um grande impacto no rapaz e mudando sua vida radicalmente.

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário: