...

domingo, 16 de outubro de 2016

Yago: Um Amor Traído estreia no ZAP Viva


Na última quinta-feira, 13 de outubro, chegou até Angola e Moçambique, através do canal ZAP Viva, a superprodução mexicana Yago: Um Amor Traído (Yago: Un Amor Traicionado), um thriller carregado de paixão e vingança protagonizado por Iván Sánchez e Gabriela de la Garza, lançado em maio deste ano pela Televisa, em parceria com a Univision, nos Estados Unidos.

Produzida por Carmen Armendáriz, Yago é composta por 65 capítulos e tem como base a série turca Ezel (2009), uma história original da companhia Ay Yapim, escrita por Karem Deren e Pinar Bulut, com sua versão livre adaptada por Larissa Andrade.

Yago faz parte da nova linha de produtos da Televisa, filmada com tecnologia cinematográfica e também traz em seu elenco os atores Flavio Medina, Pablo Valentín, Manuel Ojeda, Ximena Romo, Patricio Castillo, Rosa María Bianchi, Juan Carlos Colombo, Adrián Alonso, Sophie Alexander-Katz, Ricardo Leguízamo, Mario Zaragoza, Jade Fraser, Enoc Leaño, Fernanda Arozqueta, Cassandra Sánchez Navarro, Karina Gidi, Ramiro Cid e Francisco Pizaña, entre outros.

Dublada em português, a exibição de Yago: Um Amor Traído acontece de segunda a sexta-feira, às 21h, em Angola, e 22h, em Moçambique.


SINOPSE

Amigos desde crianças, Omar (Francisco Pizaña), Abel (Pablo Valentín) e Lúcio (Flavio Medina) se gostavam como irmãos, apesar de serem bastante diferentes. O talento e a sorte de Omar provocam a inveja de Lúcio, que não suporta perder sempre para o seu amigo, e esconde um intenso desejo de se livrar dele, enquanto Abel prefere seguir sempre o caminho mais fácil e se unir com quem mais lhe convém.

Quando Sara (Gabriela de la Garza) chega ao bairro para morar, Omar se apaixona perdidamente, porém, ela é uma golpista manipulada por seu pai, um homem cruel, que a chantageia para que se aproveite de Omar e, assim, possam concretizar o roubo de um cassino. Quando Lúcio descobre o plano, decide ajudá-los e arrasta Abel com ele. Lúcio é o cérebro, Abel o executor e Sara o anzol na traição contra Omar.

O plano é um sucesso e Omar acaba indo para a prisão logo depois que Sara testemunha contra ele. É condenado a passar o resto de sua vida na cadeia, onde sua frustração e seu desejo de vingança crescem dia após dia.

Aí Omar conhece Fidel (Patricio Castillo), um inteligente e poderoso mafioso que se torna o seu mentor. Um incêndio provocado no presídio permite que Fidel convença a todos de que Omar morreu e, assim, lhe oferece uma alternativa para se vingar daqueles que o traíram, modificar seu rosto e sua identidade e se transformar em uma pessoa sem limites de vingança.

Assim, Omar retorna para recuperar sua vida transformado em Yago, um milionário empresário espanhol que se apresenta diante de Abel, Lúcio e Sara para que os três paguem o que fizeram com ele no passado. Porém, ao voltar a ver Sara, se dá conta de que, apesar de tudo, não deixou de amá-la.


PERSONAGENS


YAGO VILA / OMAR GUERREIRO (Iván Sánchez / Francisco Pizaña)

Omar podia ter escolhido o caminho mais fácil, como fez Abel. Podia se fazer de vítima, como fazia Lúcio, mas ele escolheu seguir em frente. Sabia que para triunfar teria que fazer um grande esforço. Aprendeu isso com o trabalho duro de seu pai, Jonas, e com o otimismo com o qual Melinda, sua mãe, enfrentava a adversidade. Quando sua mãe ficou doente, Omar se tornou um segundo pai para seu irmão. Graças a ele, Bruno concluiu os primeiros estudos e aprendeu a andar de bicicleta. Porém, Omar jamais viu isso como uma obrigação, nada o divertia mais do que passar o tempo com o pequeno Bruno.

A esses passeios também se uniam Lúcio e Abel. Apesar de serem tão diferentes, os três amigos eram inseparáveis e Omar sempre os considerou parte de sua família. Omar não pretendia acumular uma grande fortuna, nem ser um homem poderoso, ele somente queria ser arquiteto. Estava determinado a ser o melhor em sua profissão e graças ao seu esforço, tornou-se o estudante de maior destaque.

O caminho rumo ao sucesso não era fácil. Durante o dia, Omar trabalhava na oficina de carpintaria de seu pai, fazia as tarefas em seus tempos livres e corria para chegar às aulas. Isso lhe ocasionava todo tipo de problemas com Jonas, que queria uma vida mais simples para seu filho. Uma vida na qual pudesse herdar o negócio da família, uma vida na qual ele não sonhasse tão alto.

Graças a Omar, o negócio prosperou como nunca antes, em grande parte por seu talento, mas também por sua capacidade de observação. Possuía o dom de entender as pessoas, apenas olhando para um cliente podia intuir o que ele estava procurando. Porém, toda habilidade tem seu ponto cego e o de Omar era Sara. Quando a conheceu não era sua beleza que o intrigava, era o mistério que a envolvia. Por mais que tentasse, não conseguia decifrar o que havia detrás daquele olhar enigmático e melancólico. A flechada foi imediata, Omar caiu rendido, sabia que ela o amava, apesar de Sara jamais ter se atrevido a confessá-lo.

Omar deixou a cidade para cumprir o serviço militar. Durante esse período, pensava somente em voltar para os braços de Sara. Lúcio aproveitou a distância para se aproximar e quando Omar voltou, algo nela havia mudado. Ao voltar, Omar foi contratado para a reforma de um cassino. Com esse dinheiro iria pedir Sara em casamento, estava disposto a realizar cada um de seus sonhos. Porém, Sara e seus amigos tinham outros planos entre suas mãos e Omar era a peça fundamental.

Damião se apodera dos projetos que Omar tinha do casino e junto a Abel, Lúcio e Sara arma um plano para entrar no local e roubá-lo. A situação se complica e Abel acaba matando um guarda da segurança. Omar acaba sendo indiciado como o único suspeito e o condenam por um crime que ele não cometeu. Assim, passa seus dias na prisão, se perguntando o que foi que aconteceu. Rapidamente, descobre que seus amigos e a mulher que ama o colocaram numa armadilha. Tenta buscar justiça, mas as provas são contundentes e acabam por sentenciá-lo.

A vida na prisão é dura, Omar é golpeado constantemente pelos guardas. Sabe que jamais conseguirá sair dali e que sente que falhou com sua família. Constrói uma prisão dentro de si mesmo, rejeita as visitas de seu irmão e se conforma a viver isolado. Depois de um tempo, Omar se dá conta de que para sobreviver precisará de ajuda. Então, decide se aproximar de Fidel, um presidiário que praticamente tem o controle da cadeia. Omar ganha sua confiança, até formar parte de seu círculo mais próximo. A relação entre esses dois homens vai se tornando cada vez mais próxima e com poucos meses Omar se torna seu protegido.

A personalidade de Omar se dissolve com o passar dos anos e uma sede de vingança se apodera de si. Está decidido a castigar todos os que o traíram, começando por Sara. Porém, para se vingar, deve sair da prisão e tornar-se outro alguém. Por sorte, Fidel tem um plano para consegui-lo. Fidel provoca um incêndio na prisão, aproveita o caos para tirar Omar e deixar outro presidiário em seu lugar. Os guardas o dão por morto e sua família também. Porém, com a morte de Omar nasce outro homem, um homem a serviço da vingança.

Omar modifica seu rosto e adota uma nova identidade, já não é aquele carpinteiro que aspirava se tornar arquiteto, hoje é o herdeiro de uma rede de hotéis, um homem de negócios implacável: Yago Vila. Com a ajuda de Fidel, Yago constrói uma personalidade convincente. Dedica dia e noite para apagar qualquer rastro de seu passado, sabe que qualquer erro poderia entregá-lo. Reúne uma equipe de confiança, composta por Téo e Kátia. Téo se torna seus olhos, quando se infiltra no círculo de Abel. Kátia se torna sua aliada e melhor amiga.

Yago coloca em prática seu plano de vingança: Sara, Lúcio e Abel pagarão todos os anos que ele sofreu na prisão e ele os afundará um por um. Para vencê-los, deverá ganhar a confiança deles e fingir que é parte desse mundo, Fidel estará ao seu lado, coordenando cada passo. Porém, voltar ao passado trará muitas lembranças e a de Sara será impossível ignorar. Yago deverá se tornar um homem de ferro para consumar sua vingança e se esquecer de tudo o que ama, inclusive sua família. Logo se dará conta de que a luta também será contra si mesmo.



SARA MADRIGAL (Gabriela de la Garza)

Sara pode ser qualquer coisa, menos uma mulher comum. Sua personalidade camaleônica é quase tão magnética quanto sua beleza, mas se existe nela alguma característica que se destaca é sua inteligência. É uma mulher que calcula cada um de seus movimentos, nunca improvisa. É como um escorpião que, ao se sentir ameaçado, não hesita em cravar o seu ferrão.

Está acostumada a usar as pessoas com o intuito de alcançar os seus propósitos, os quais nunca são simples porque Sara sonha alto. Talvez porque saiba o que é passar fome e necessidade ou talvez porque aprendeu, desde pequena, a arte da trapaça e da mentira. Sara é várias Saras. A forte. A amável. A sedutora. A empresária. A guerreira. A implacável. A tirana… Porém, detrás destas máscaras se esconde uma mulher de carne e osso que deseja amar e ser amada.

Entendê-la é como tentar decifrar o mais complexo dos quebra-cabeças e talvez seja nisso onde também resida o seu atrativo. Seus primeiros anos foram o mais próximo de um conto de fadas, onde ela era a princesa e nada era negado por seus pais. Seu pai, Damião, um golpista sem escrúpulos, se dedicou a desperdiçar a herança de Elisa, sua mãe, uma mulher de família conservadora do interior, que confiava plenamente em seu marido e que lhe permitiu tomar conta de seu dinheiro e investi-lo em seus supostos negócios.

A princípio, Sara parecia não se dar conta dos atos ilícitos de Damião ou talvez somente tentava manter as aparências, enquanto via como sua vida se arruinava. Quando sua mãe morreu, Sara e sua irmã Âmbar, ficaram a cargo de Damião. Sara se tornou a protetora da pequena Âmbar, que sofria com a saúde muito frágil. Sara lhe prometeu que acontecesse o que acontecesse ela tomaria conta dela. Viveram durante vários anos provisoriamente, sem firmar suas raízes em nenhum local, fugindo de lugar a lugar após cada novo golpe do pai.

Damião, percebendo a inteligência e o carisma de Sara, começou a usá-la como isca para conseguir seus objetivos. Ela foi aprendendo a arte de mentir e enganar para sobreviver. Em troca, garantiu que Âmbar se mantivesse fora dos delitos de seu pai. Durante algum tempo, Sara se tornou o amuleto da sorte de Damião. Quando se saíam bem, comemoravam com grandes banquetes e ele enchia sua filha de presentes e mimos. Porém, as coisas mudaram quando Sara deixou de ser a garotinha do papai e se tornou uma jovem bela e sensual.

Damião sabia que essa beleza lhes abriria muitas portas e tratou de lhe tirar o máximo de proveito. Por isso, não hesitou em pedir a Sara que seduzisse a um homem a quem Damião planejava roubar. As coisas saíram do controle e a vítima acabou abusando de Sara. Apesar do grande amor de Sara por seu pai, ela nunca pôde lhe perdoar por não a ter resgatado da violação. Então, roubou seu dinheiro e se despediu de Âmbar, prometendo que assim que encontrasse trabalho na capital voltaria para resgatá-la.

Sara chegou à capital e se instalou no pequeno quarto de uma modesta casa de hóspedes. A dona da casa que lhe alugava o quarto lhe ajudou a conseguir um trabalho humilde, mas com o qual ela pudesse viver e economizar um pouco. Assim foi como começou a trabalhar no Cassino Paraíso como recepcionista e aí conheceu Omar.

Ao conhecer Omar sua vida deu um giro. Nunca tinha conhecido uma pessoa tão nobre e sincera como ele. Omar fica encantado por ela desde o momento em que a conhece e Sara, a princípio, se deixa levar, mas, pouco a pouco, começa a experimentar algo que nunca antes havia sentido. Começa a se apaixonar por ele. Talvez se Damião não tivesse voltado à vida de Sara, as coisas teriam sido diferentes. Talvez Omar e Sara tivessem conseguido consolidar o seu amor, porém Âmbar teve uma recaída com seu problema do coração e Damião, que estava novamente na ruína, recorreu a Sara para lhe pedir ajuda.

Assim ele acabou a convencendo sobre um plano para roubar o cassino, e ela, por sua vez, convenceu Abel e Lúcio a traírem Omar. No dia em que Sara se declarou contra Omar, esteve a ponto de confessar a verdade, mas a urgência de sua irmã Âmbar por um bom tratamento foi o que fez com que Sara, apesar de muita dor em seu coração, seguisse em frente com o plano.

Quinze anos depois, Sara está casada com Lúcio e é mãe do pequeno Matias. O dinheiro do roubo foi investido, ela se refinou, estudou idiomas e relações públicas e ambos dirigem uma importante rede de hotéis e cassinos. Porém, não há um só dia em que Sara não pense em Omar, quem ela acredita estar morto, e se lamenta por ter destruído sua vida. Vive com uma culpa imensa, tanto que, desde que ele morreu, ela nunca voltou a se apaixonar.

Dedica sua vida aos negócios e ao seu filho, mas as coisas mudam quando Yago aparece em sua vida e começa a sentir algo por ele tão forte como o que sentiu por Omar… Sara terá que lutar contra seus próprios sentimentos e os fantasmas do passado para não pôr em risco tudo o que construiu.



LÚCIO SARQUIS (Flavio Medina)

Para Lúcio, não era suficiente a amizade de Omar, seu coração sempre desejava mais. Invejava a família de seu amigo, seu carisma, a inocência com a qual enxergava a vida. Cada conquista de Omar era uma punhalada para Lúcio. Porém, a ferida se tornou mais profunda quando Sara apareceu nos braços de Omar. Talvez foram seus pais os responsáveis pelo caráter de Lúcio, não deve ter sido fácil se despedir deles quando foram morar no exterior. Tampouco deve ter sido simples ter ficado sob os cuidados de sua avó, esperando cada natal, cada aniversário sem que ninguém chegasse para cumprimentá-lo. Lúcio não se lembra, mas seus pais o rejeitaram desde que ele chegou ao mundo.

Sua mãe não suportava olhar para ele, porque era a viva imagem daquele homem mal que a maltratou e a deixou à sua sorte. Seu pai adotivo foi mais generoso, mas, quando lhe ofereceram um trabalho no exterior, não pensou duas vezes e deixou o pequeno aos cuidados de sua avó. Os anos que ele viveu ao lado da avó foram amargos. A velhinha jamais perdia a oportunidade de lhe fazer lembrar que a casa não era dele e Lúcio foi guardando rancor e ressentimento.

Melinda e Jonas o adotaram como um filho, não havia comida ou partida de futebol que não lhe condessem. Porém, o coração de Lúcio era desconfiado e ele nunca acreditou que era digno desse amor. Com frequência, pensava que tudo era um teatro, se seus pais não o amaram, por que esses senhores teriam que gostar dele? Com Omar, as coisas não eram tão diferentes. Apesar de considerá-lo como um irmão, havia sempre um sentimento de inveja, pois ele tinha tudo o que Lúcio queria.

O golpe mais forte chegou com a morte de sua avó. Lúcio encontrou entre as coisas da velhinha as cartas de seus pais. Aí descobriu que viviam no México há vários anos. Se esqueceram dele e tiveram outro filho, e esse sim o criaram. Desde esse momento, uma sombra se apoderou de Lúcio. Por isso, quando descobriu o plano sobre o roubo ao cassino, não hesitou um só momento em ser cúmplice. Além disso, era sua oportunidade de tirar de perto a sombra de Omar, também era a oportunidade de ficar com seu grande amor, Sara.

Pouco tempo depois, Lúcio se casou com Sara, mas nunca desfrutou dos prazeres desta união. A culpa o invadia, mas também os ciúmes, pois sabia que o coração de Sara pertencia a Omar. Nem a suposta morte de seu amigo fez com que ela o esquecesse. Lúcio compartilhava sua vida com a mulher que amava, mas jamais havia estado tão sozinho. Graças ao dinheiro do roubo e à sua grande inteligência, Lúcio construiu um império de hotéis e cassinos.

Carrega na palma da mão os políticos mais influentes do país, dos quais recebe concessões em troca de favores. Porém, para ele, sua fortuna não tem sido suficiente, sempre deseja mais. Quem conhece Lúcio sabe que sua ambição não tem limites. Por meio de mentiras e jogos maquiavélicos consegue tudo o que se propõe. Porém, até o homem mais vil tem uma fraqueza e a dele é sua família.

Quando está fora do cassino, Lúcio costuma passar o tempo no campo. Seu pai adotivo lhe ensinou a cuidar da terra quando era um menino e hoje ele transfere seus conhecimentos ao pequeno Matias. Lúcio descobrirá rapidamente o que é perder tudo. A chegada de Yago colocará em xeque tudo o que ele construiu, sua família e sua fortuna escorregarão de suas mãos, mas Lúcio não as deixará ir tão facilmente, não sem antes batalhar por tudo o que conquistou.



ABEL CRUCES (Pablo Valentín)

Abel cresceu sendo o favorito de seu pai, o menino forte, o filho pródigo, sempre se metendo em problemas, mas sempre saindo ileso das dificuldades: Abel é um sobrevivente. Porém, tudo mudou naquela manhã na qual perdeu o controle em uma briga, sacou uma arma e, acidentalmente, matou o pequeno filho de sua namorada. Seu pai, que estava presente, quis salvar seu filho da prisão e se culpou pela morte do menino, mas, apesar de Abel ter conseguido sair do problema, sua sorte não voltou a ser a mesma.

Sua família, que havia se estabelecido no Texas quando ele era criança, lhe deu as costas e Abel teve que retornar ao México para deixar para trás a culpa de ter mandado seu pai para a cadeia por um crime que ele próprio cometeu. No México, não tinha ninguém mais além de uma tia avó, que morreu pouco depois de sua chegada, e novamente Abel ficou sem família.

Com o pouco dinheiro que havia trazido dos Estados Unidos, Abel montou uma oficina mecânica e era tão bom com as ferramentas que ganhou o apelido de “Pinças”. Foi nesta oficina onde conheceu Omar e seu amigo Lúcio. Rapidamente se tornaram amigos, mas Abel sempre sentiu um carinho especial por Omar, a quem considera seu irmão. A família de Omar se tornou sua família e Abel acreditou que havia encontrado seu lugar no mundo. Assim, quando Sara e Lúcio lhe propuseram o plano para assaltar o cassino, lhe omitiram o fato de que culpariam Omar. Quando ele percebeu, já era tarde demais, pois seu melhor amigo estava na cadeia.

Abel demorou muito para superar a suposta morte de Omar, sentia que o dinheiro que havia ganhado traindo o amigo era maldito e tudo o que esse dinheiro tocasse seria manchado. Não tardou em desperdiçar com coisas luxuosas e fugazes e novamente foi parar na rua. Então, voltou a procurar Lúcio e Sara, com a esperança de voltar a recomeçar ao lado de seus ex-sócios no crime, e foi assim que se tornou o chefe de segurança de um dos cassinos de Lúcio.

Abel esteve a ponto de renunciar a Lúcio, pois não queria ser o seu subordinado, mas com isso conheceu Âmbar, a irmã de Sara, e ficou perdidamente apaixonado por ela. Infelizmente, o amor não é correspondido e Abel sofre de mal de amor. Abel sente uma grande culpa pelos assassinatos que tem cometido, especialmente pelas vítimas inocentes, como a morte do filho de seu amigo, ou a traição contra Omar, o que considera ser a pior coisa que já fez na vida.

Foi criado como católico e a culpa o corrói, pratica boas ações, na procura de sua redenção, mas, apesar de tentar se manter bondoso, algo sempre o leva de novo para o lado sombrio. Apesar do que fizeram contra Omar, é um bom amigo e daria a vida por eles, mas é desapiedado com seus inimigos e seu apelido “Pinças”, passou de ser um nome relacionado com a mecânica à sua mania de cortar com o alicate os dedos das pessoas as quais tortura.



DAMIÃO MADRIGAL (Manuel Ojeda)

Damião é um golpista, brilhante para planejar e manipular. Utiliza suas filhas para conseguir dinheiro. Se casou por interesse com Elisa, que lhe deu duas filhas, Sara e Âmbar. Sara, a mais velha, era muito inteligente, e Damião se dedicou a contagiá-la com sua adoração desmedida pelo dinheiro fácil e pela boa vida. Ela não somente aprendia rápido, como também trazia um talento natural para a trapaça: quase sem nenhum esforço transmitia confiança às vítimas que distraía para que seu pai as roubasse ou cometesse algum golpe.

Âmbar, sua filha mais nova, ainda era muito pequena para entender tudo o que acontecia ao seu redor. Porém, isso também era ideal para seu pai, que de vez em quando podia tirar vantagem do fato de que sua filha mais nova estava constantemente doente. Com o tempo, Sara se transformou em uma jovem atraente e ele sabia que sua filha lhe abriria as portas da riqueza e da fortuna, por isso levou um grande susto no dia em que se deu conta de que ela havia se apaixonado por um rapaz de família humilde.

Âmbar ficou gravemente doente do coração e Damião aproveitou a situação para convencer Sara de que se quisesse salvar a vida dela, teria que trair seu namorado, declarando contra ela sobre o roubo do cassino. Damião esbanjou todo o dinheiro roubado, mas quando tentou manipular novamente suas filhas para que o ajudassem a recuperá-lo, enfrentou o desprezo de Sara. Porém, ele é sábio e paciente, por isso está seguro de que sua filha nunca o abandonará.



ÂMBAR MADRIGAL (Ximena Romo)

A filha mais nova de Damião e irmã de Sara é amante da vida. É uma aventureira apaixonada, que guarda experiências em seu caminho e que registra tudo com a extensão de sua mão, que é sua inseparável câmera fotográfica. De sorriso contagiante e olhar doce, não tem como não gostar dela, pois é amável e generosa até com quem não conhece.

Sua saúde é frágil, pois desde que era criança foi diagnosticada com asma, por isso cresceu limitada a viver uma vida normal. Mais tarde, foi diagnosticada com uma estranha doença cardíaca, potencialmente mortal, chamada Síndrome de Brugada, que faz com que o coração bata muito mais rápido do que o normal. Âmbar sabe que sua doença não tem cura, por isso, vive o presente intensamente.

Âmbar sonhava em viajar pelo mundo e devorava todos os livros de viagens que encontrava em seu caminho. Sua infância não foi fácil e, devido ao seu estado de saúde, sempre foi mantida a salvo dos delitos de seu pai. Por isso, não tem ideia do que ele e sua irmã fazem para sobreviver. Âmbar morou um tempo com uma tia solteira, prima de sua falecida mãe, em Morélia, já que Damião lhe deixou claro que não podia se ocupar com ela devido ao seu trabalho, e Sara deixou a Cidade do México.

Com o dinheiro do roubo do cassino, Sara manda sua irmã a um hospital dos Estados Unidos para que seja tratada por especialistas. Assim, Âmbar decide ficar por lá e estudar fotografia. Sua forma de olhar, sua sensibilidade e sua observação aguçada a tornaram uma reconhecida fotógrafa de viagens e seu blog é um dos mais visitados e reconhecidos. Ao conhecer Yago sente uma forte atração por ele e isso acaba provocando uma forte rivalidade entre ela e Sara.



FIDEL YAMPOLSKI (Patricio Castillo)

O azar tem marcado toda sua vida desde que seus pais se transferiram para o México como exilados, após a Segunda Guerra Mundial. Por isso, é mexicano por azar, mas sua identidade está fortemente ligada ao seu país, especialmente ao bairro onde nasceu, o centro da Cidade do México, onde seus pais montaram um negócio que cresceu com o tempo. Porém, Fidel ganhou seu lugar no centro com seu próprio esforço. Construiu um império de cassinos ilegais e se tornou o rei das apostas. Agora é um homem respeitado, temido e capaz de conseguir que todos o obedeçam, pois sua palavra é lei.

Leitor apaixonado dos clássicos, Fidel encontra nos livros consolo e sabedoria, gosta de citar frases famosas e diz que tudo o que sabe deve a Dostoievski. “O jogador” é seu livro favorito e que tomou como sua filosofia de vida. Se apaixonou pela mulher de seu melhor amigo e iniciou com ele uma guerra implacável, a mesma que apenas poderá ganhar com a ajuda de um elemento surpresa, um aliado involuntário e a quem tem moldado lenta e cuidadosamente para torná-lo letal: Omar.



MELINDA DE GUERREIRO (Rosa María Bianchi)

É a esposa de Jonas, mãe de Omar e de Bruno. É uma mulher forte e batalhadora. Melinda foi diagnosticada com glaucoma avançado e o médico lhe advertiu que, em questão de meses, perderia a visão. É originária de Veracruz, onde cresceu sendo curandeira e vidente de seu povoado. Ao se casar com Jonas, deixa o passado para trás para se dedicar aos seus filhos. Sua família é tudo para ela.

Melinda não se deixa limitar por sua deficiência. Com a ajuda de seus filhos e seu marido começou a memorizar cada passo e cada objeto da casa, até tornar-se completamente autossuficiente, inclusive fora de casa, com ajuda de seu bastão, e desenvolveu um aguçado sentido do olfato. Anos depois, outro duro golpe cairia sobre a família e a capacidade de resiliência de Melinda. Omar havia sido detido, acusado por roubo e assassinato. Agora, Melinda pensa somente em ajudá-lo e descobrir a verdade, pois nunca confiou em Sara.

Convencida da inocência de seu filho, nunca deixou de visitá-lo na prisão, até o dia em que Omar foi dado por morto. A partir desse momento, algo morreu dentro dela, algo tão profundo que Melinda nunca mais voltou a ser a mesma. É a única que está convencida de que Yago e Omar são a mesma pessoa.



JONAS GUERREIRO (Juan Carlos Colombo)

É o marido de Melinda, pai de Omar e Bruno, é um bom homem. Carpinteiro de profissão, ama sua esposa e sempre tratou de ser um pai restrito com seus filhos, convencido de que é necessário um pouco de mão de ferro para criar homens de bem. Para ele, Omar era culpado e está morto desde o dia em que o condenaram por roubo e homicídio, por isso decidiu esquecê-lo e lhe dar as costas. Queimou seus móveis, doou suas roupas e proibiu Melinda e Bruno de mencionarem sequer o seu nome. Não vê em Yago ninguém especial, pois para Jonas somente lhe resta um filho e se chama Bruno.



BRUNO GUERREIRO (Adrián Alonso)

É o filho mais novo de Melinda e Jonas. Irmão de Omar, é um rapaz de bons sentimentos, que sonhava em ser igual ao seu irmão mais velho, a quem idolatra. Apesar de não acreditar nos fantasmas, Bruno sempre é perseguido por um: o fantasma de Omar. Seus pensamentos, atitudes e sentimentos estão marcados pela dúvida deixada pelo mistério da detenção e morte de seu adorado Omar. Bruno se transformou em um rapaz explosivo, capaz de quebrar a cara de qualquer um que se atrever a manchar a memória de seu irmão.

Por vários anos, isto tem provocado enfrentamentos constantes entre Bruno e Jonas, seu pai, que acredita que Omar seja o culpado pelo roubo do cassino e pelo assassinato de um homem inocente. Por isso, decide estudar jornalismo, para poder encontrar a verdade e, assim, limpar o nome de seu irmão. Suas investigações são realizadas ao lado de Alejandra, uma jovem por quem está apaixonado.



KÁTIA MACOUZET (Sophie Alexander-Katz)

Kátia se perdeu muito rápido pelo caminho, já que, aos quinze anos, era anoréxica, viciada em medicamentos e praticava sexo com desconhecidos. Sua família, ultracatólica, logo a tachou de promíscua e a internaram em uma instituição de onde ela escapou em repetidas ocasiões. Fartos de sua má conduta, seus pais lhe deram as costas quando completou os 18 anos, a deserdaram e a distanciaram de todos os vínculos familiares, deixando-a à sua sorte.

Envolta cada vez mais em uma espiral de autodestruição, Kátia acreditava que sua sorte nunca iria mudar. Então, foi quando conheceu Yago e nada mais voltou a ser igual. Yago a resgatou, a ajudou a superar seu vício e lhe deu um novo objetivo de vida ao seu lado. Kátia aceitou se unir à missão de Yago e não somente se tornou seu braço direito, como sua amiga incondicional.



TÉO (Ricardo Leguízamo)

Téo tem um terrível segredo que o detém toda vez que tenta ser uma pessoa melhor: quando era adolescente planejou e participou da simulação de um suposto sequestro de sua irmã mais nova, de 15 anos, com a má sorte de que a menina morreu no porta-malas do carro em que a transportavam. É um homem que vive secreta e profundamente atormentado, mas não é uma pessoa má. Foi isso que viram nele, primeiro Fidel, na prisão, quando Téo completou a maior idade e foi transferido da prisão de menores, e depois Yago, poucos anos depois, quando decidiu acolher o rapaz, por recomendação de Fidel, em seu restrito círculo de ajudantes de sua total confiança.



CAMILO MICHEL (Mario Zaragoza)

Aos seus 55 anos, Camilo é um empresário corrupto e elegante, com muito poder político e uma enorme fortuna. Porém, nem sempre foi assim. Camilo, de origem humilde, começou desde muito jovem seu caminho pelo mundo das apostas ilegais em seu próprio bairro, organizando, já desde os 16 anos e com a ajuda de Fidel, seu melhor amigo, partidas de pôquer e vinte-e-um que algumas vezes tinham que ser pagas com um pouco de sangue ou algumas costelas fraturadas. Pouco tempo depois, e também junto a Fidel, seu camarada de sempre, fundou um antro clandestino de jogos de azar que ambos batizaram de “Paraíso”.



JÚLIA MICHEL (Jade Fraser)

Júlia cresceu rodeada de carinho, luxos e mimos. É a única filha de Camilo Michel e a menina de seus olhos. Não tem lembranças de sua mãe, pois ela morreu quando Júlia era muito pequena, ou pelo isso foi o que lhe contou seu pai. É uma mulher forte, decidida e cheia de energia. É encantada pelo perigo, a adrenalina e as viagens. É uma defensora do meio ambiente e da sustentabilidade. Camilo brinca com ela e a chama carinhosamente de “minha hippie”. Sua existência muda ao descobrir que sua vida inteira tem sido uma mentira e terá que se reinventar e ser forte para enfrentar a verdade.



TOMÁS VARGAS CANO (Enoc Leaño)

É advogado profissão, estudou com bolsa em uma prestigiosa universidade particular, onde conseguiu se juntar com gente de “alto nível” e através dos quais conheceu Camilo Michel. É o braço direito criminoso de Camilo. Tem trabalhado de maneira especial com um grupo de empresários dedicados aos cassinos estabelecidos em uma região da cidade na qual o Grupo Michel tem lutado incansavelmente para subir a valorização e torná-la em algum momento a “Las Vegas” da América Latina. Precisam somente se apoderar de mais dois ou três cassinos para conseguirem seu objetivo. Tomás é um homem frio e inteligente, mas a personalidade e o poder de Camilo o domina. Seu ponto fraco é sua ambição.



ALEJANDRA BATISTA FLORES (Fernanda Arozqueta)

É uma apaixonada estudante de jornalismo e sempre foi a melhor da turma. É uma dependente das redes sociais e das novas tecnologias. Apesar de ter uma personalidade completamente oposta à de Bruno, Alejandra é sua melhor amiga e não perde a esperança de ser algo mais. Extrovertida, audaz e decidida, Alejandra é capaz de se meter em situações de risco a fim de conquistar seu objetivo. Utiliza seu carisma e sua ousadia para conseguir o que quer e é capaz de tirar informação de qualquer um, o que a faz brilhar como jornalista. Apesar de nem sempre estar de acordo com Bruno, é leal e está sempre disposta a ajudá-lo.



MILENA (Cassandra Sánchez Navarro)

Milena enxerga sua vida com uma tela em branco; imagina as inúmeras aventuras que a esperam com cada traço e se vê capaz de criar uma obra de arte digna do melhor museu. Nasceu em berço de ouro. Seus pais, empresários bem-sucedidos, estavam dispostos a lhe dar tudo e esperavam tornar sua filha uma princesa. No entanto, o conto de fadas durou pouco. Ao conhecer Yago, se apaixonou por ele inevitavelmente. A fim de apoiá-la em sua carreira e na vida de estudante, Yago ofereceu a Milena um emprego em seu famoso bar. Para Milena, não será fácil voltar a confiar no amor de um homem e muito menos no do misterioso Yago.


Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário: