sábado, 28 de junho de 2014

SBT anuncia a reestreia de Esmeralda


O SBT já deu início às chamadas de reestreia de Esmeralda, telenovela produzida pelo próprio canal em 2004, baseada na história original escrita por Delia Fiallo. A trama brasileira que ocupará a vaga da colombiana Café com aroma de mulher no próximo mês é protagonizada por Bianca Castanho e Claudio Lins, e conta com a participação de Lucinha Lins, Paulo César Grande, Karina Barum, Daniel Andrade, Delano Avelar, Antônio Petrin, entre outros nomes da teledramaturgia nacional.

Dirigida por Jacques Lagoa, Luiz Antônio Piá e Henrique Martins, o melodrama tem início com a história de Branca (Lucinha Lins). Ela está prestes a dar à luz em sua fazenda “Dona Carolina“. O marido, Rodolfo (Paulo César Grande), é um homem machista que sonha em ter um herdeiro para perpetuar o sobrenome da família.

O estado de saúde de Branca se complica. Um empregado tenta ir ao povoado buscar o médico, mas, por causa de um terrível temporal, ele não consegue passar na estrada e é obrigado a voltar para a fazenda. Com isso, Rosário (Manoelita Lustosa), a parteira do vilarejo, é chamada para fazer o parto de Branca, que dá à luz uma menina considerada morta.

Momentos antes, numa choupana dentro da fazenda “Dona Carolina”, Rosário fizera o parto de uma mulher muito pobre que acabara de perder o marido, um vaqueiro da fazenda de Rodolfo. A mulher morre ao ter um menino.

Margarida, a empregada de confiança de Branca, vendo sua patroa desmaiada, decide trocar a criança dada como morta pelo menino sadio que nasceu na choupana. Ela paga a parteira Rosário pelo trabalho e pela troca das crianças com dinheiro e ainda lhe dá um par de brincos de esmeralda.

Rodolfo fica feliz e realizado ao ver seu suposto filho, que se chamará José Armando (Cláudio Lins). Rosário volta à choupana levando a menina e percebe que ela não está morta. A parteira pensa em devolver a criança para os verdadeiros pais, mas fica com medo.

Branca sente falta dos brincos de esmeralda que pertenceram à avó de Rodolfo. A empregada Margarida (Sônia Guedes) fala à patroa Branca que deu os brincos como pagamento à parteira Rosário e conta toda a verdade sobre a troca das crianças. Branca entra em pânico.

Enquanto isso, Rosário dá à menina o nome de Esmeralda, por causa das pedras que recebeu de Margarida, e percebe que a criança nasceu cega. Vinte anos depois, José Armando e Esmeralda se encontram na gruta da cachoeira e ele imediatamente se apaixona. Os dois passam a se ver com frequência no mesmo local e o amor se torna cada vez maior.

Vale lembrar que o SBT já exibiu outras duas versões desta mesma história: a venezuelana Topázio, protagonizada por Grecia Colmenares e Víctor Cámara, em 1992, e a mexicana Esmeralda, estrelada por Leticia Calderón e Fernando Colunga, em 2001. Está será a terceira exibição da adaptação brasileira, apresentada pela última vez no ano de 2011.

Confira o primeiro teaser anunciando a volta de Esmeralda às Tardes do SBT:



Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

Maria do Carmo Theophilo disse...

Prefiro a versão mexicana pois passa uma emoção que a versão brasileira não tem a atuação do Fernando Colunga foi magistral como o protetor José Armando e a Leticia Calderón foi Fera