quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Biografia de Margarita Rosa de Francisco



INTRODUÇÃO

Margarita Rosa de Francisco Baquero nasceu em 8 de agosto de 1965, em Cali, departamento de Valle del Cauca, na Colômbia. Filha de Gerardo de Francisco Cucalón, quem deixou sua profissão de arquiteto para se tornar um renomado cantor e ator, e Mercedes Baquero Román, uma importante design de modas, Margarita Rosa é atriz de televisão e cinema, compositora e apresentadora, reconhecida como umas das artistas mais versáteis e mais premiadas da Colômbia. É a segunda entre três irmãos, Adriana, mais velha que ela um ano, é filósofa e Martín, o mais novo, é um destacado apresentador de televisão. Margarita Rosa fala inglês, francês e português, além, é claro, do espanhol, sua língua materna. Praticante de esportes como equitação, tênis, natação, ginástica e esqui aquático, Margarita Rosa é, ainda, “bem família”, especialmente com sua mãe, com quem tem uma relação muito próxima, já que, além de ser sua amiga, tem desenhado para ela seus figurinos desde os concursos de beleza até o vestuário de suas personagens nas telenovelas.


SUA HISTÓRIA

Margarita herdou parte de sua veia artística de seus avós. Desde pequena, demonstrou amor pela dança, arte e atuação; sempre que podia, participava de aulas de teatro ou coreografias no colégio, também demonstrava grande paixão pela música, especialmente a brasileira.

Aos catorze anos, começa a tomar aulas de ballet junto de sua irmã, influenciada por sua mãe, no conservatório Antonio María Valencia de Cali, dirigido por Gloria Castro, onde professores russos e cubanos ostentavam uma forma de ensinar rigorosa, onde se aprendia a suportar a dor, viajando além dela para transmitir através do corpo movimentos plásticos com uma técnica impecável, transformando-os em belos instrumentos de arte. Porém, foi obrigada a se retirar das aulas algum tempo depois, sendo encaminhada a um ortopedista por problemas na coluna vertebral, detectados por sua professora, o que lhe impedia de praticar os exercícios corretamente e prejudicava seu crescimento.

Em 1981, quando cursava o ensino médio, foi convidada por Clara María Ochoa, uma amiga calenha, proprietária da Carreta Films, para rodar o filme Tacones, produzido por Clara e dirigido por Pascual Guerrero. Pouco tempo depois, quando tinha dezesseis anos, seu médico lhe informa que sofria de uma severa escoliose, sendo operada e submetida à introdução de uma haste de Harrington, que se prende às vértebras que devem permanecer fixas. Margarita esteve oito meses em recuperação, tempo em que se dedicou a pintar, a ler e estudar filosofia e letras; após a recuperação, retirou o gesso e se reabilitou praticando exercícios.

Em 1983, morou durante seis meses em Nova Iorque, onde estudou inglês no Hunter College. Aos dezenove anos, em 1984, de volta à Colômbia, participa no concurso La Modelo del Año, do qual saiu vitoriosa, e nesse mesmo ano representa o Valle del Cauca no Concurso Nacional de Belleza, em Cartagena, onde conquista o segundo lugar, posto que surpreendeu a todos já que era a favorita do público, que não estava nem aí para Sandra Borda, quem levou a coroa.

Ao final do ano 1985, viaja à Europa para participar no concurso de Miss Mundo, em Londres, cidade onde permaneceu por mais de seis meses, estudando francês e português; além disso, tentou trabalho como modelo e visitou várias agências, sem ter obtido nenhum tipo de êxito.

Em abril de 1986, é convidada a trabalhar na “Vuelta a España en bicicleta”, servindo café colombiano, popularmente chamado de tinto, a todos os participantes no decorrer das diferentes etapas.  Corria o mês de maio, quando Margarita voltou a Londres e começou a sentir falta de seu país, planejando seu ingresso na universidade para estudar Comunicação Social. No entanto, novamente recebeu uma ligação de Clara María, que lhe ofereceu o papel da menina Mencha na telenovela Gallito Ramírez, da Caracol Televisión, e imediatamente retornou à Colômbia. Sua interpretação lhe valeu o prêmio Simón Bolívar, como Melhor Atriz Revelação Feminina, em 1986; além disso, conheceu o ator Carlos Vives, com quem viveu um amor que ultrapassou as câmeras, iniciando um namoro na vida real.

Em 1987, ao terminar Gallito Ramírez, Margarita continuou na televisão como apresentadora do noticiário 24 Horas, junto ao jornalista Mauricio Gómez, que a considerou uma magnífica parceira de trabalho. Era uma apresentadora segura, confiável e bonita que elevou a audiência daquele informativo durante muitos meses em que foi exibido no horário nobre colombiano.

Em 1988, iniciou a filmagem da minissérie da RTI Los pecados de Inés de Hinojosa, onde coprotagonizava ao lado de Amparo Grisales. Baseada no romance de Próspero Morales Padilla e ambientada no século 16, contava a história de Inés de Hinojosa e de sua sobrinha Juanita de Hinojosa, papel interpretado por Margarita, um verdadeiro marco em matéria de erotismo na televisão colombiana, que escandalizou especialmente pelas cenas lésbicas entre ambas as atrizes.

Em 20 de agosto de 1988, Margarita casou-se com Carlos Vives, em Cali, cuja história de amor saltou das telinhas e tomou forma real em um matrimônio que aglomerou multidões, congestionando os arredores da igreja La Merced. Sua lua de mel foi no estado da Flórida, Estados Unidos, mais precisamente no parque Disney World. Passado um tempo, mudou-se para San Juan de Puerto Rico, onde se dedicou à música, à leitura, à ginástica, ao seu lar e ao matrimônio que duraria até 1991, quando se divorciou.

Em 1990, participa em sua segunda telenovela, Calamar, da Caracol Televisión, interpretando Claramanta e dividindo créditos com o consagrado ator colombiano Carlos Muñoz. Neste mesmo ano, publica o livro e o vídeo Margarita Físicamente, onde compartilha informações de conteúdo variado sobre nutrição, hidratação e outros temas relacionados com exercícios. No vídeo, dirigido por Sergio Cabrera, apresenta-se Margarita Rosa realizando rotinas de aquecimento, aeróbica, alongamento, etc., onde são vistos diversos cenários, músicas e vestuários desenhados por ela.  Além disso, no início deste ano, sai à venda seu calendário Sueños de 1990.

Em 1992, interpreta Marina Valdés em Brigada Central II: La Guerra Blanca, uma minissérie coproduzida entre França e Espanha, onde foi filmada, cujo papel lhe trouxe muitas críticas por se prestar a participar em uma produção onde a imagem da Colômbia se desvirtuava e aparecia vinculada unicamente com o mundo da cocaína. Em sua estada pela Espanha, realizou estudos de arte dramática na Escuela de Juan Carlos Corazza.

Em 1993, interpreta Paloma em outra minissérie, desta vez na Colômbia, para a RCN Televisión, Puerta Grande, baseada na vida do toureiro colombiano César Rincón.

Em 1994, interpreta seu papel mais reconhecido a nível mundial até a atualidade: Carolina Oliveira a “Gaivota”, em Café, com aroma de mulher, da RCN Televisión, que marcou seu retorno às telenovelas. Ademais, estreia com grande sucesso como cantora e compositora da trilha sonora desta produção, em dois volumes. Por sua atuação recebeu diversos prêmios entre os quais se encontram o Simón Bolívar, como Melhor Atriz de Televisão de 1994; o Índia Catalina de Oro, como a Melhor Atriz Protagônica de Telenovela de 1995; o Calendario Azteca de Oro, como a Melhor Atriz de Televisão de 1995, no México, e o ACCA, como Melhor Protagonista Feminina, outorgado pela Associação de Críticos e Comentaristas de Miami, em 1996, nos Estados Unidos.

Café, com aroma de mulher parece ter sido o auge de Margarita Rosa de Francisco até o momento, entre outras coisas, porque lhe mostrou que também poderia ter futuro como cantora. De fato, além de ser reconhecida por seus papéis, é constantemente homenageada por centenas de pessoas que sabem suas canções, as escutam, as cantam e até mesmo tratam de curar seus amores com suas melodias.

Entre 1994 e 1995, dedica-se a promover os discos Café con aroma de mujer Vol. 1 e Café con aroma de mujer Vol. 2. Com o volume 1, alcançou a venda de 500.000 cópias somente na Colômbia e o tema Gaviota foi um sucesso tanto em seu país como a nível internacional, conquistando o disco de platina duplo. O volume 2 não foi exceção, conquistou disco de platina. Com a versão internacional de Café con Aroma de Mujer, produzida pela Polygram Latino EUA, também alcançou disco de platina. Além disso, foi reconhecida com o prêmio TVyNovelas como Melhor Cantora Revelação na Colômbia e com o prêmio  ACCA, como Melhor Intérprete de Tema Musical, entregue pela Associação de Críticos e Comentaristas de Miami, em 1996, nos Estados Unidos, assim como o disco de platina Polygram Latino, também nos Estados Unidos, pela recopilação de ambos os volumes.

Em 1996, estreia Ilona llega con la lluvia, onde interpreta Ilona Grabowska, filme dirigido pelo diretor colombiano Sergio Cabrera, baseado no romance homônimo de Álvaro Mutis. Obteve o prêmio Sol de Oro, como a Melhor Atriz, no Festival Internacional de Cinema de Biarritz, na França, em 1996, e o prêmio Kikito, como Melhor Atriz no Festival Ibero-americano de Cinema de Gramado, em 1997, no Brasil.

Em 1997, participa na série da RCN Televisión Hombres - onde seu irmão também atuou - no papel de Antonia Miranda, com o qual obteve os prêmios Simón Bolívar, como a Melhor Atriz de Televisão de 1996, e o ACPE, em Nova Iorque, como Melhor Atriz de 1997. Neste mesmo ano, estreia seu disco Margarita Rosa, onde também atua como compositora. Ainda que algum tempo depois tenha manifestado certa insegurança com o que havia feito, por não estar suficientemente bem preparada com suas composições, alcançou com este trabalho o disco de ouro por suas vendas.

Em 1998, interpreta o papel de uma mulher mais adulta, Maria Luisa Caicedo, em La madre, da RCN Televisión, onde também participa na produção de sua trilha sonora.  Com este trabalho, obteve o prêmio Simón Bolívar, como a Melhor Atriz de Televisão de 1998. Em 1999, contribui com a Cruz Vermelha Colombiana e colabora nas campanhas de ajuda às vítimas do terremoto na região cafeeira da Colômbia, ocorrido em 25 de janeiro daquele ano, deixando 1.230 pessoas mortas, cerca de 5 mil feridas e 250 mil desabrigadas, sendo considerada a pior tragédia natural da história recente do país.

Em 2000, participa na telenovela da Caracol Televisión, La caponera, como Bernarda Cutiño, onde também atua como cantora e compositora da trilha sonora. Em maio deste ano, vincula-se à UNICEF como Embaixadora, um reconhecimento por sua ajuda na proteção e no respeito pelos direitos das crianças do país colombiano, e é nomeada como a primeira Embaixadora Nacional da Organização, adquirindo um compromisso com as crianças e adolescentes da Colômbia.

Em 21 de maio de 2001, Margarita Rosa desembarca no Brasil para divulgar seu trabalho em Café, com aroma de mulher, telenovela gravada em 1994 e exibida pelo SBT pela primeira vez nessa ocasião. Essa não foi sua primeira viagem ao Brasil, a atriz já conhecia Salvador e Rio de Janeiro, mas desta vez foi diferente: Margarita passou de turista a artista famosa. Aliás, virar uma estrela por aqui era seu sonho, pois é apaixonada pelo Brasil e aqui se sente em casa. E de fato ficou surpresa ao pisar na rua e se deparar com fãs que a homenageavam com faixas. Margarita deu autógrafos, posou para fotos e continuou em solo paulistano, onde participou de quase todos os programas de auditório do SBT, esbanjando simpatia e bom humor, entre eles o programa da Hebe, Domingo Legal, Programa Livre e Programa do Ratinho, onde foi homenageada com a paródia “Mulher com aroma de cachaça”.

Ainda em 2001, Margarita apresenta o reality show Expedición Robinson, programa que viria a inspirar a criação de Desafío, atração que se tornou o reality show de maior êxito na Colômbia, alcançando o top 10 dos programas mais vistos na história da televisão do país, rendendo temporadas anuais até o dia de hoje.

Em 2002, participa como Naty Revuelta, no filme Fidel, uma biografia de Fidel Castro, do diretor David Attwood, onde divide créditos com Víctor Hugo Martín, Cecilia Suárez, Gael García Bernal e Mario Iván Martínez. Além disso, é jurada do Festival Internacional de Cinema de Cartagena, edição 42, na companhia do diretor chileno Silvio Caiozzi, da produtora mexicana María Novaro e do roteirista mexicano Guillermo Arriaga.

Em junho de 2003, casa-se com Daniel Castello Mallarino, mediante cerimônia civil. Daniel havia sido seu namorado dez anos antes e, no ano de 2002, depois de se reencontrarem, retomaram sua relação. Nascido em Bogotá e, na ocasião, com 51 anos de idade, Daniel esteve casado com María Pía Duque, quem disputou com Margarita Rosa, em 1984, a coroa da beleza nacional. No entanto, a união durou apenas dois anos, visto que em 2004 se divorciaram. Mais adiante, em 2010, Daniel veio a falecer. Ainda em 2003, Margarita Rosa retorna à Pontificia Universidad Javeriana de Bogotá para continuar seus estudos profissionais, onde cursa Música na Faculdade de Bellas Artes, em una época que ela define a mais feliz e onde se conectou ainda mais com sua própria essência.

Em 2004, as mechas douradas de Margarita Rosa de Francisco adornaram a imagem do shampoo Pantene, em um importante contrato publicitário com esta marca. Durante o Concurso Nacional de Belleza deste mesmo ano, a atriz não concedeu entrevistas aos meios de comunicação, já que não queria falar sobre a separação de seu segundo casamento, nem de seu romance com o irmão da atriz Marcela Carvajal, conhecida pelas telenovelas Hasta que la plata nos separe e ¿Por qué Diablos?

Em 2006, participa no filme Paraíso travel, do diretor colombiano Simón Brand. Aí, com a ajuda de um especialista em maquiagem, caracterizou Raquel, uma mulher judiada pela vida, alcoólica, em decadência total, que abandonou sua família, radicada em Medellín, para realizar o sonho americano. Este filme estreou em meados de janeiro de 2008, na Colômbia, alcançando grande audiência nos cinemas nacionais, ainda que a participação de Margarita Rosa seja curta, sua intervenção é fundamental na história.

Em 2007, estreia a telenovela Mientras haya vida, da Azteca, que protagonizou junto ao argentino Saúl Lisazo, encarnando María Montero, uma mãe solteira que tem que seguir adiante com suas três filhas, após ser abandonada por seu esposo que ia viver ilegalmente nos Estados Unidos. Para completar, canta o tema principal desta telenovela, chamado Ven a morir, com influência colombiana, cubana e um pouco de bossa nova, o qual compôs junto a Marcela Cárdenas. Margarita Rosa manifestou sua satisfação em trabalhar no México, graças ao produtor Epigmenio Ibarra, após sete anos de ausência das telenovelas. Por este papel, carregado de muita denúncia social, a atriz recebeu excelentes críticas da imprensa mexicana pelo bom desempenho de sua atuação.

Em 2008, grava Capadocia, uma série original da HBO Latin America, cuja produção recria a realidade de uma penitenciária de mulheres, assim como a realidade fora dela, mostrando as semelhanças entre ambas, muitas vezes diferenciadas somente por suas grades. Margarita dá vida à Mercedes Mejía, uma contrabandista de esmeraldas, fatal e sedutora, que consegue entrar na penitenciária de mulheres para vingar a morte de seu irmão narcotraficante, no último episódio da temporada.

Também em 2008, lança seu disco Margarita Rosa, o qual apresenta a mesma influência musical do anterior “Margarita Rosa”, ainda que com uma sonoridade própria, uma fusão de bossa nova, salsa e música andina, com composições autobiográficas e fábulas que tratam de amor, despedidas e reflexões sobre a existência. Uma de suas canções, chamada El cuadro, fala de uma mulher pintada que se apaixona por quem vai comprá-la.

Em 2009, sai em cartaz o longa-metragem Cartagena (L'homme de Chevet), filme francês dirigido por Alain Monne e protagonizado por Sophie Marceau e seu esposo Christopher Lambert. O filme foi rodado em locações colombianas da cidade de Cartagena, como La Boquilla, Turbaco e nas praias de Santa Marta. Nesta produção, Margarita encarna Lucía, a fiel, mas receosa empregada de Muriel, uma francesa que chegou à cidade com a ilusão de se casar, sem êxito, devido a um acontecimento do destino. Leo, um ex-boxeador de Cartagena, de origem francesa, agora sem dinheiro e praticamente no olho da rua, deve encontrar trabalho e, desse modo, se apresenta na casa de Muriel. Sua função será cuidá-la, com a surpresa de que esta mulher mudará sua vida, permitindo-lhe descobrir o amor.

Também em 2009, Margarita participa na produção Kdabra, série sobre magia protagonizada pelo mexicano Christopher Von Uckermann. Baseada em uma ideia original de Andrés Gelós e dirigida pelo colombiano Felipe Martínez, a atração conta uma história cheia de suspense e magia, que reúne elementos do mundo real e sobrenatural. Aqui, Margarita interpreta Ana, uma mulher tímida, calada, muito religiosa, devota de sua casa e obediente a seu esposo. Seu grande amor é Luca, seu filho, por quem vive preocupada.

Ainda em 2009, é lançado Del amor y otros demonios, um filme de Hilda Hidalgo, que deu vida própria à versão cinematográfica da obra literária homônima de Gabriel García Márquez. A bela cidade de Cartagena foi o epicentro das filmagens. Nesta produção, Margarita vive na pele de Bernarda, a mãe da personagem principal, Sierva María, interpretada por Eliza Triana.

Em setembro de 2010, apresenta sua peça de teatro A solas, obtendo um extraordinário reconhecimento. Em cena, a artista realizou apresentações que incluíam canto, dança, atuação e um bate-papo, onde contava histórias de sua carreira e revivia algumas personagens lendárias. Sob a direção de Sandro Romero e com a produção executiva de Susana Silva, A solas contou também com a presença dos músicos Néstor Vanegas, Nelson Amarillo, Diego Mendoza, Guillermo Díaz, Andrés Cruz, Carlos Taboada, e com a participação especial de Gerardo de Francisco, que cantou ao lado de sua filha.

Em 2011, retorna à cena musical e às telinhas, desta vez compondo o tema de abertura da telenovela que também protagonizou: Correo de inocentes, do canal RCN Televisión. Dirigido por Klych López, documentarista, diretor de cinema e roteirista calenho, o folhetim mostra a realidade do tráfico de drogas e das “mulas humanas” que cumprem pena em diferentes presídios do mundo, longe de suas famílias e de seu país. A história de Ana María Londoño e Rafael Noguera foi gravada em locações de Bogotá, Cali, Tumaco e Tolima e demorou um ano para ser concluída.

Em 2012, Margarita lança Bailarina, um disco totalmente diferente de seus anteriores, explorando novos géneros e em cujo encarte aparece nua, com o corpo sob a água; cena que pode ser vista no clipe de Canción para las cosas, vídeo em que se pode ver claramente a cantora nua, o que causou furor em seu lançamento no YouTube, com pelo menos 16 mil visitas em seus primeiros dias. O projeto, segundo ela, nasceu de uma sessão de fotos que realizou para seu atual namorado Will van der Vlugt, um fotógrafo e diretor holandês. A cantora descreve o disco como algo sem disfarces, autêntico, cheio de magia e com muito realismo sobre nossa existência.

Também em 2012, lança Ranga, um curta-metragem dirigido por Will van der Vlugt, apresentado no Festival Internacional de Cinema de Cartagena e inspirado na personagem que a atriz interpretou em Paraíso travel, um de seus filmes mais aclamados do cinema colombiano. Trata-se de um monólogo, de poucos minutos, nos quais o espectador se vê submerso na vida de uma mulher alcoólica e decadente, que se encontra em um delírio constante.

Em 2013, Margarita viaja a África para trazer ao público colombiano as melhores emoções do reality Desafío 2013: África, el origen, onde documenta de maneira divertida todas as aventuras de sua viagem.

Em 2014, continua em terras africanas, agora em Marrocos, gravando mais uma temporada do reality Desafío, que, até o momento se conhece por Desafío Marruecos, Las mil y una noches, buscando, dessa maneira, garantir a audiência que obteve a versão 2013, considerada a de maior sucesso ao longo dos dez anos que o formato está no ar.


SUAS ATUAÇÕES

TELENOVELAS

2011 - Correo de inocentes - RCN (Pilar Carrasco)
2007 - Mientras haya vida - Azteca (María)
2000 - La caponera - Caracol (Bernarda)
1998 - La madre - RCN (María Luisa)
1994 - Café com aroma de mulher - RCN (Teresa “Gaivota”)
1989 - Calamar - Caracol (Claramanta)
1986 - Gallito Ramírez - Caracol (Mencha)

SÉRIES

2009 - Kdabra – Fox (Ana)
2008 - Capadocia – Fox (Mercedes)
1997 - Hombres - RCN (Antonia)
1993 - Puerta grande - RCN (Paloma)
1992 - Brigada central 2: La guerra blanca - TVE (Marina)
1988 - Los pecados de Inés de Hinojosa - RTI (Juanita)

FILMES

2012 - Ranga (Ranga)
2010 - García (Amalia)
2009 - L'homme de chevet (Lucía)
2009 - Del amor y otros demonios (Bernarda)
2008 - Paraíso Travel (Raquel)
2006 - Adiós (Ana Elisa)
2002 - ¡Fidel! (Naty)
1996 - Ilona llega con la lluvia (Ilona)
1981 - Tacones

REALITIES

Desafío 2014: Marruecos, Las mil y una noches
Desafío 2013: África, el origen
Desafío 2012: El fin del mundo
Desafío 2011: La Lucha de las Regiones: La Piedra Sagrada
Desafío 2008: La Lucha de las Regiones
Desafío 2006: La guerra de los estratos
Desafío 2005: Cabo Tiburón, Colombia
Desafío 2004: La Aventura
Expedición Robinson - 2001

TEATRO

2010 - A solas


SUAS PUBLICAÇÕES

1990 - Vídeo e livro “Margarita Rosa Físicamente”


SEUS PRÊMIOS

PRÊMIOS SIMÓN BOLÍVAR

1998 - Melhor atriz de televisão (La madre)
1996 - Melhor atriz de televisão (Hombres)
1994 - Melhor atriz de televisão (Café, com aroma de mulher)
1987 - Melhor atriz revelação feminina (Gallito Ramírez)

PRÊMIOS INDIA CATALINA DE ORO

2012 - Melhor atriz protagônica de série ou minissérie (Correo de inocentes)
2000 - Melhor atriz do século do Festival Internacional de Cinema de Cartagena
1995 - Melhor atriz protagônica de telenovela (Café, com aroma de mulher)

PRÊMIOS TVYNOVELAS

2000 - Melhor artista integral do século
1995 - Melhor cantora revelação
1995 - Melhor atriz protagônica (Café, com aroma de mulher)

PRÊMIOS ACCA

1996 - Melhor intérprete de tema musical (Café, com aroma de mulher)
1996 - Melhor protagonista feminina (Café, com aroma de mulher)

PRÊMIOS MACONDO

2012 - Melhor atriz principal (García)
2010 - Melhor atriz de elenco (Del amor y otros demonios)

PRÊMIO CALENDARIO AZTECA DE ORO

1995 - Melhor atriz de televisão (Café, com aroma de mulher)

PRÊMIO SOL DE ORO

1996 - Melhor atriz do Festival de Cinema de Biarritiz, França (Ilona llega con la lluvia)

PRÊMIO KIKITO

1997 - Melhor atriz do Festival Ibero-americano de Cinema de Gramado, Brasil ((Ilona llega con la lluvia)

PRÊMIO ACPE

1997 - Melhor atriz de abril

PRÊMIO ACE

1998 - Reconhecimento pelo trabalho


SUA DISCOGRAFIA

2012 - Bailarina
2011 - A solas – En vivo
2008 - Margarita Rosa
2000 - La caponera vol. 2
2000 - La caponera vol. 1
1998 - La madre
1997 - Margarita Rosa
1995 - Café con aroma de mujer (Versão internacional)
1994 - Café con aroma de mujer vol. 2
1994 - Café con aroma de mujer vol. 1

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Esmeralda Pimentel é confirmada como protagonista de Pasión de amor

Após várias provas e castings, ontem foi confirmada a participação de Esmeralda Pimentel (foto) como a protagonista de Pasión de amor, título provisório da nova telenovela de Roberto Gómez Fernández para o Canal de las estrellas, no México, substituindo De que te quiero, te quiero, onde a atriz também atuou.

O nome de Esmeralda havia sido mencionado para compor o elenco de La malquerida, telenovela na qual fez audição para uma personagem secundária. Vale lembrar que Esmeralda iria protagonizar Madre sustituta, um projeto cancelado pela empresa devido sua temática.

Seu namorado, o também ator, Osvaldo de León, a felicitou ao ficar sabendo da notícia de que Pimentel será a protagonista deste melodrama original de Cuauhtémoc Blanco e María del Carmen Peña, dueto que escreveu Cadenas de amargura e adaptou Canavial de paixões:



Dirigida por Francisco Franco e Juan Pablo Blanco, Pasión de amor, integra em seu elenco talentos como Erick Elías, Danna García e Patricia Reyes Spíndola. Já atores como Helena Rojo, África Zavala, Danny Perea, Roberto Blandon, Lisardo, Alfonso Dosal e Isaura Espinoza, entre outros, ainda estão em testes para este novo projeto.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Avenida Brasil estreia em breve no México

Que Avenida Brasil é um fenômeno das telenovelas e tem cativado todo o mundo com sua história de vingança todos sabem. Agora, o melodrama chegará muito em breve às telinhas mexicanas através da emissora Azteca 13, a parceira da Rede Globo nesse país, e comenta-se que entrará no horário nobre, isso mesmo, no horário nobre, juntamente com outras produções mexicanas.

Com Avenida Brasil, a concorrente do Canal de las estrelas, da Televisa, pretende recuperar a audiência de suas telenovelas, que não andam figurando entre as mais vistas no país há algum tempo. Será que a produção brasileira vai conseguir superar a audiência do canal líder? Enquanto isso, a Azteca 13 vem promovendo a divulgação desta nova história que promete conquistas os mexicanos.

Vendida para 124 países e traduzida em 17 idiomas, Avenida Brasil começa sua história no ano de 1999, quando Genésio (Tony Ramos), um homem viúvo e solitário se casa com Carmina (Adriana Esteves), uma mulher aparentemente simples e humilde, mas que esconde uma ambição desmedida e que somente pensa em se aproveitar de Genésio, planejando um golpe para roubar o pobre homem. O plano teria sido um sucesso, mas a pequena Rita (Mel Maia), a filha de Genésio descobre tudo e tenta prevenir seu pai contra Carmina. Porém, é tarde demais e o pior acontece, Genésio morre na Avenida Brasil, atropelado pela estrela do futebol Jorge Tifón (Murilo Benício), que acaba de ganhar o campeonato nacional. Este, cheio de culpa pela morte de Genésio, decide aproximar-se de Carmina, recém-enviuvada para consolá-la e oferecer-lhe apoio, é nesta ocasião que Carmina enxerga a oportunidade perfeita para se casar com Tifón e finalmente chegar a ser rica e poderosa.

Além disso, após levar todo o dinheiro de Genésio, Carmina, com a ajuda de seu amante e cúmplice Max (Marcello Novaes), abandona Rita em um lixão, onde a pequena conhece aquele que será o amor de sua vida. O inocente amor dessas crianças é abalado quando cada uma delas é adotada por diferentes famílias, de quem recebem novos nomes. O que nunca imaginaram é que o destino conseguirá uni-los quando adultos, quando Rita (Débora Falabella), agora chamando Nina, torna-se a empregada de sua inimiga, cumprindo todo seu plano de vingança.

Avenida Brasil reúne em seu elenco nomes como Débora Falabella, Cauã Reymond, Ísis Valverde, Vera Holtz, Heloísa Perissé, Alexandre Borges, Débora Bloch, Camila Morgado, Carolina Ferraz e grandes nomes da teledramaturgia brasileira, além da participação especial de três atores argentinos: Jean Pierre Noher e Marina Glezer, que interpretaram os pais adotivos argentinos de Rita (Débora Falabella), e Daniel Kuzniecka, seu namorado.

domingo, 26 de janeiro de 2014

El amor lo manejo yo... A versão chilena de Dulce amor


El amor lo manejo yo… Un romance sobre ruedas é a nova aposta do canal estatal chileno TVN para conquistar a audiência no horário das 20h00, a partir de março. María Elena Swett e Jorge Zabaleta (foto) serão os encarregados de protagonizar a versão local da história argentina Dulce amor, produzida pela Telefe em 2012, cujo formato também foi utilizado para a adaptação colombiana homônima, realizada pela Caracol Televisión no ano passado, e também para a versão mexicana que está sendo produzida por Nicandro Díaz para a Televisa, intitulada Sangre de guerreras.

Na trama, Victoria (María Elena Swett), a mais velha das irmãs Duque, ignora as traições que a rodeiam na empresa da família - uma fábrica de doces, da qual passou a tomar conta após a morte de seu pai - enquanto que Marcos (Jorge Zabaleta) aparecerá em sua vida como seu motorista particular, conduzindo-a a uma nova forma de ver a vida e levando-a a se tornar a heroína de uma história de amor que une classes sociais.

De caráter frio, Victoria começará a mudar após conhecer Marcos e o mesmo acontecerá com sua irmã Natalia (María Gracia Omegna), que terá como motorista Julián (Diego Muñoz), o melhor amigo de Marcos.

Luz Valdivieso, Julio Jung Jr., Ariel Mateluna, Rodrigo Muñoz, Coca Guazzini, Loreto Valenzuela, Ignacio Achurra, María Elena Duvauchelle, Margarita Hardessen, Sol Cruz, Patricio Achurra, Antonia Santa María e Carmen Gloria Bresky também fazem parte do elenco da telenovela que substituirá Somos los Carmona.

Trailer de La virgen de la calle, com María Gabriela de Faría


O que acontece quando uma jovem, mesmo sendo virgem, descobre estar grávida? Esse é o tema principal de La virgen de la calle, a nova coprodução da Televisa com a RTI, protagonizada por María Gabriela de Faría (Isa TKM) e Juan Pablo Llano.

Baseada na história venezuelana da escritora Perla Farias - Joana, a virgem - produzida em 2002 pela RCTV e exibida no Brasil pela Rede Record no mesmo ano, a nova versão tem como protagonista uma garota humilde que sonha em ser fotógrafa. Certo dia, Juana (María Gabriela de Faría) vai a uma consulta com o ginecologista e por descuido seu prontuário é trocado pelo de uma mulher que seria submetida a uma inseminação artificial. A partir daí, a vida de Juana dá um giro inesperado e seu sonho de ir estudar nos Estados Unidos graças a uma bolsa, fica comprometido. Além disso, surge uma grande história de amor entre ela e Mauricio (Juan Pablo Llano), o homem que havia encomendado a inseminação, cujo maior sonho é ser pai.

Esta produção conta também com as atuações de Miguel de León, Eileen Abad, Caridad Canelon, Raúl Olivo, Juan Carlos García, Daniel Alvarado, Rosanna Zanetti, Christian McGaffney, Marjorie Magri, Arán de las Casas, Laura Chimaras, Gioia Arismendi, Francisco León, Stephanie Cardone, Moisés González, Fernando da Silva, Carlos Manuel Moreno, entre outros.

A seguir, veja o trailer da telenovela:


Os dubladores de Zorro: A espada e a rosa


Zorro: A espada e a rosa é uma telenovela colombiana produzida em 2007 pela Telemundo, em parceria com a RTI e a Sony Pictures Entertainment. No Brasil, estreou pela Rede Record em maio de 2007 e, posteriormente, foi reprisada pela Rede NGT, em março de 2009. Atualmente, é exibida no Brasil pelo canal pago Sony Spin, diariamente, às 05h15, 8h30 e 16h00, e também em Angola e Moçambique, através do canal + Novelas, às 16h00 e 17h00, em cada país respectivamente. Está disponível, ainda, para assistir online na íntegra, com opção de dublagem ou legendas, pelo serviço de streaming Netflix. A dublagem de Zorro: A espada e a rosa foi realizada pelo estúdio Dublavídeo, em São Paulo, sob a direção de Vanessa Alves. Segue a lista com o elenco de dublagem:


Alexandre Marconato: Christian Meier (Diego de la Vega/Zorro)

Eleonora Prado: Marlene Favela (Esmeralda Sánchez de Moncada)

Armando Tiraboschi: Arturo Peniche (Governador Fernando Sánchez de Moncada)

Marco Antônio Abreu: Osvaldo Ríos (Dom Alejandro de la Vega)

Letícia Quinto: Andrea López (Mariángel Sánchez de Moncada)

Hélio Vaccari: Jorge Cao (Padre Tomás Villarte)

César Marchetti: Harry Geithner (Comandante Ricardo Montero)

Fátima Noya: Andrea Montenegro (Maria Pia de la Vega)

Márcia Regina: Marilyn Patiño (Catalina)

Silvio Navas: César Mora (Sargento Garcia)

Alessandra Araújo: Luly Bossa (Almudena Sánchez de Moncada)

Leonardo Camilo: Raúl Gutierrez (Olmos Berroterran de la Guardia)

Francisco Bretas: Luigi Ayacardi (Tobias del Valle e Campos)

Angélica Santos: Natasha Klauss (Ana Camila Suplícios)

Marcelo Pissardini: Héctor Suárez Gomiz (Capitão Aníbal Pizarro)

Cássius Romero: Orlando Valenzuela (Miguel)

Raquel Marinho: Adriana Campos (Yumalay / Guadalupe / Toypurnia / Regina)

Luiz Antônio Lobue: Germán Rojas (Jonas)

Marli Bortoletto: Ana Bolena Meza (Sara Kali / Mercedes Mayorga de Aragón)

Helena Samara: Teresa Gutiérrez (Marquesa Carmen Santillana de la Roquette)

Alfredo Rollo: Erick Elías (Renzo)

Affonso Amajones: Víctor Rodríguez (Agapito)

Agda: Carmen Marina Torres (Dolores)

Patrícia Scalvi: Margarita Giraldo (Açucena)

Cecília Lemes: Ivelin Giro (Maria Luísa Burgos de Castilla)

Wellington Lima: Didier Van Der Hove (Santiago Michelena)

Gilberto Baroli: Miguel Murillo (Hermes)

Carlos Silveira: Julio Sastoque (Cardeal Olivieri)

Gileno Santoro: Rey Vásquez (Isidoro)

Fábio Villalonga: Frank Beltran (Geraldo)

Isaura Gomes: Alba Medina (Búfala Branca)

Mauro Eduardo Lima: Diego Vásquez (Leroy)

Paulo Porto: Alexander Garibello (Rafael)

Fábio Moura: Javier Delgiudice (Alfonso Díaz de Vergara)

Samira Fernandes: Valentina Acosta (Selênia)

Araken Saldanha: Julio Medina (Mestre Abelardo Samaniego de Villarte)

Luiz Carlos de Moraes: Fernando Corredor (Juiz Quintana)

Marcelo Campos: Gabriel Valenzuela (Alejandro de la Veja)

Gabriel Noya: Carlos Hernández (Anão Tarcísio)

Paulo Celestino: Luis Fernando Montoya (Exorcista Aaron)

Guilherme Lopes: Sigifredo Vega (Matias)

Fernando Peron: Alejandro Tamayo (Tenente Messias)

Marta Volpiani: Costureira

Nestor Chiesse: Caçador de recompensa

Eudes Carvalho: Rei do México

Fábio Moura: Índio, amigo de Yumalai

Márcio Araújo: Soldado do Montero 1

Wendel Bezerra: Soldado do Montero 2

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Fogo no sangue estreia em breve pelo canal TLN Network



O canal de televisão TLN Network, com programação em português e pertencente ao grupo Televisa, anunciou recentemente que neste ano de 2014 trará produções inéditas em sua grade, além de reprises de diversos títulos mexicanos já exibidos no Brasil. Uma das atrações inéditas é Fogo no sangue (Fuego en la sangre), uma produção de Salvador Mejía, realizada em 2007, que traz em seu elenco diversos atores consagrados, como Adela Noriega e Eduardo Yáñez, os protagonistas, além de figuras como Jorge Salinas, Elizabeth Álvarez, Nora Salinas, Pablo Montero, Guillermo García Cantú, Diana Bracho, María Sorté, Joaquín Cordero, René Casados, Ninel Conde, Eduardo Capetillo, entre outros.

Fogo no sangue é a versão mexicana de Paixões ardentes (Pasión de gavilanes), folhetim colombiano coproduzido pela RTI, Caracol Televisión e Telemundo, que foi exibido no Brasil, pela RedeTV!, em 2004, saindo do ar antes de seu término. Paixões ardentes, por sua vez, é remake de Las aguas mansas, de 1994, cuja história também foi produzida na Espanha, em 2010, com o título Gavilanes.

A trama de Fogo no sangue conta a vida dos três irmãos, João (Eduardo Yáñez), Oscar (Jorge Salinas) e Franco (Pablo Montero), que planejam se vingar da arrogante Gabriela Azevedo (Diana Bracho) por considerá-la responsável pelo suicídio de sua irmã, a doce Lídia (Sherlyn). Para isso, entram para trabalhar de capatazes na fazenda de Gabriela, dispostos a seduzir as três filhas dela, Sofia (Adela Noriega), Sara (Nora Salinas) e Helena (Elizabeth Álvarez), para depois humilhá-las como aconteceu com Lídia. Acabam, porém, os três apaixonados por elas: João por Sofia, Oscar por Helena, e Franco por Sara.

Além da inédita Fogo no sangue, o TLN Network promete para este ano as reprises de Amor Real; Poucas, poucas pulgas; Rubi e Sonhos e caramelos, todas já exibidas no Brasil por emissoras abertas.

Além do Brasil, onde está disponível apenas através da operadora Costa do Sol TV, estabelecida na cidade de Cabo Frio, Rio de Janeiro, e em sinal aberto pela parabólica digital através do satélite Intelsat 11, Banda C, o canal TLN Network está presente em outros países de língua portuguesa, como Angola e Moçambique, através das operadoras Zap e DStv.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Por teu amor reestreia em fevereiro pelo SBT



Ela está de volta! A partir de fevereiro, Por teu amor fará parte das telenovelas exibidas nas tardes do SBT. Com as atuações protagônicas de Gabriela Spanic e Saúl Lisazo, e a participação antagônica de Katie Barberi, Por teu amor é uma produção de Angelli Nesma, de 1999, baseada na telenovela El otro, realizada pela Televisa em 1960, por Ernesto Alonso. No Brasil, Por teu amor foi exibida pela primeira vez em 2001, na sessão Tarde de amor.

A história gira em torno de Maria do Céu Monteiro, uma jovem bela e feliz que vive no povoado de São Carlos, no litoral, e está prestes a se casar com Sérgio Zambrano, o médico da cidade. Sequer passa pela cabeça de Maria do Céu que essa união atormenta sua irmã mais nova, Bruna, que é secretamente apaixonada por seu noivo.

Nesse meio tempo, chega a São Carlos o misterioso Marco Durán, um empresário rico e bem-sucedido, que se apaixona por Maria do Céu assim que a vê. Ele logo começa a cortejá-la, o que a irrita profundamente. Marco Durán oferece uma festa para que os moradores de São Carlos o conheçam. Bruna vai à festa escondida da família, já que Maria do Céu não suporta Marco e não quer nenhum envolvimento com ele.

Sérgio vai buscar Bruna na festa e ela se insinua para o médico. Ele não resiste à tentação e os dois fazem amor. Sérgio se atormenta por sua culpa, pois, apesar da traição, quem ele ama verdadeiramente ainda é Maria do Céu, mas Bruna não aguenta e confessa tudo à irmã.

Extremamente decepcionada, Maria do Céu rompe com Sérgio e exige que ele se case com Bruna. Assim acontece. Esse casamento é motivo da ira de Adelaide, mãe de Sérgio, que odeia Bruna e fará de tudo para prejudicá-la.

Mas, Sérgio continua a perseguir Maria do Céu. Para colocar uma barreira entre os dois, ela aceita a proposta de casamento de Marco, mas com uma condição: essa união durará apenas um ano e não haverá nenhum contato físico entre os dois. Marco aceita, pois se apaixona de verdade pela jovem.

O casamento dos dois alegra toda a família. Na festa, Marco flagra Sérgio beijando Maria do Céu e sente-se traído. O relacionamento dos dois torna-se insuportável, já que Maria do Céu o contraria o tempo todo, e Marco está disposto a se vingar pelo que aconteceu na festa. Assim, os dois tornam-se verdadeiros rivais. Ainda por cima, há a presença da ardilosa Miranda Novaes, a sedutora ex-amante de Marco que não desistiu dele e está disposta a atrapalhar mais ainda esse casamento.

Apesar de tantos conflitos e diferenças, Marco e Maria do Céu acabam não resistindo à atração que sentem um pelo outro e, com o tempo, a moça percebe que seu marido é um grande homem e que se apaixonou de verdade por ele. Em meio a amor, ódio, engano, ciúme e intriga, Marco e Maria do Céu percebem que são dois corações opostos que se uniram pela força do destino.

Por teu amor tem previsão de estreia para a segunda quinzena de fevereiro, em substituição a O privilégio de amar, no horário das 17h30.

Os dubladores de O privilégio de amar


Produzida pela Televisa em 1998, O privilégio de amar é uma telenovela mexicana baseada na história original de Delia Fiallo, Cristal, que foi levada à televisão venezuelana pela primeira vez em 1985, através da RCTV. Em 2006, a versão brasileira produzida pelo SBT retomou o título original Cristal e foi realizada em parceria com a Televisa. No ano de 2010, outra versão mexicana foi produzida pela Televisa, agora intitulada Triunfo del amor, também já dublada para o português. A seguir, confira o elenco de atores que deram vozes aos personagens de O privilégio de amar – atualmente, na reta final de sua terceira reprise pelo SBT – dublada pelos estúdios Herbert Richers, em 1999, sob a direção de Peterson Adriano.


Fernanda Baronne: Adela Noriega (Cristina Miranda)

Marco Antônio Costa: René Strickler (Vítor Manuel Duval Rivera)

Miriam Ficher: Edith Márquez (Luciana Duval - 1ª fase)

Cláudia Martins: Helena Rojo (Luciana Duval - 2ª fase)

Alexandre Moreno: Andrés Gutiérrez (João da Cruz Velarde - 1ª fase)

Roberto Macedo: César Évora (João da Cruz Velarde - 2ª fase)

Juraciára Diácovo: Diana Bracho (Ana Joaquina Velarde - 1ª fase)

Selma Lopes: Marga Lopéz (Ana Joaquina Velarde - 2ª fase)

Nair Amorim: Nuria Bages (Miriam Arango)

Hélio Ribeiro: Toño Mauri (Alonso dos Anjos)

Lina Rossana: María Sorté (Vivian dos Anjos)

Lauro Fabiano: Andrés García (André Duval)

Gabriella Bicalho: Adriana Nieto (Elizabeth Duval)

Marlene Costa: Maty Huitrón (Bárbara Rivera)

Márcio Simões: Enrique Rocha (Nicólas Obregón)

Carla Pompilio: Sabine Moussier (Lourença Torres)

Iara Riça: Isadora González (Magnólia)

Carmem Sheila: María Luisa Alcalá (Remédios Ramos)

José Luiz Barbeito: Ramón Abascal (José Mario Ramos Lopes “Zé Mar”)

Silvia Goiabeira: Yadhira Carillo (Maria José)

Márcia Morelli: Cynthia Klithbo (Tamara Colina)

Nádia Carvalho: Lorena Velázquez (Rebeca Colina)

Hamilton Ricardo: Ramón Menéndez (Erasmo Colina)

Domício Costa: Mario Casillas (Miguel Beltrán)

Sheila Dorfman: Lourdes Munguía (Ofélia Beltrán)

Christiane Monteiro: Katie Barberi (Paula)

Izabel Lira: Isabel Salazar (Gisele)

Zoraia Corrêa: Andrea Torre (Alejandra)

Carlos Seidl: Héctor Ortega (Valentin Fonseca)

Mariangela Cantú: Marisol Del Olmo (Antônia Fonseca)

Mário Monjardim: Mauricio Herrera (Franco)

Sérgio Stern: Gabriel de Cervantes (Ramiro)

Marisa Leal: Jacqueline Voltaire (Jakie)

Vânia Alexandre: Ana María Aguirre (Irmã Regina)

Jomeri Pozzoli: Tito Guízar (Augusto Garcia)

Ednaldo Lucena: Pedro Weber (Pedro Trajano)

Peterson Adriano: Rafael Mercadante (Mauricio Trajano)

Hermes Baroli: Rodrigo Vidal (Artemio Salazar)

Dolores Machado: Aurora Alonso (Imara Salazar)

Marisa Leal: Silvia Manríquez (Maria - 1ª voz)

Sarito Rodrigues: Silvia Manríquez (Maria - 2ª voz)

Jussanam Dejah: Silvia Manríquez (Maria - 3ª voz)

Guilene Conte: Consuelo Duval (Rosário Sánchez)

Sérgio Muniz: Raúl Buenfil (Mário)

Ádel Mercadante: Arturo Vázquez (Macário Jiménez)

Sônia Ferreira: Beatriz Moreno (Dona Clara)

Paulo Flores: Arturo Lorca (Dom Isaías)

Francisco Quintiliano: Miguel Ángel Biaggio (Chico)

Marcelo Sandryni: Alfredo Palacios (Alfredo)

Beatriz Loureiro: Virginia Gutiérrez (Madre Bernardina)

Waldir Fiori: Julio Monterde (Padre Tenório)

Marly Ribeiro: Marta Aura (Empregada Sheila)

Jane Kelly: Verónika Con K (Empregada Caridade)

Ronaldo Júlio: Jean Duverger (Exposimetro)

Caio César: Ricky Mergold (Tobias “Tobi”)

Luiz Carlos PersyCarlos Amador Jr. (Fidêncio)

Miriam FicherDalilah Polanco (Cacilda)

Leonel AbrantesFrancisco Avedaño (Dr. Jaime D'Avila)

Jorge LucasEduardo Liñán (Dr. Valadares)

Melise MaiaPatricia Navidad (Ela Mesma)

Christiano TorreãoRené Casados (Ele Mesmo)

Alexandre Moreno: Dr. Guizar

Marcelo Garcia: Ricardo

Ruth GonçalvesRosa

Gilza Mello: Empregada Penha

Sarito Rodrigues: Empregada Lúcia

Amigas e rivais pode ganhar versão colombiana


O Canal RCN está interessado em realizar a versão colombiana da telenovela juvenil Amigas e rivais, produzida pela Televisa no ano de 2001, com as atuações de Michelle Vieth, Ludwika Paleta, Angelica Vale e Adamari López.

O vice-presidente de produções do Canal RCN, Fernando Gaitán comentou que existe a possibilidade de o canal adaptar para a Colômbia a trama mexicana que foi exibida com grande sucesso neste país em 2008, e em outros da América Latina, inclusive no Brasil, em 2002.

A história gira em torno de quatro belas jovens de 21 anos que vêm de classes sociais diferentes. A primeira delas, Laura, é uma garota de classe média, séria, sensível e estudiosa, que consegue estudar informática em uma universidade privada porque ganhou uma bolsa. Aí conhece Jimena de la O, a típica garota rica, libertina e irresponsável para quem o sexo é somente  outra maneira de se divertir. Ofelia é a melhor amiga de Jimena. Como ela, é rica e leva um estilo de vida de diversão e prazeres. A quarta protagonista é uma jovem de origem humilde, chamada Nayeli, que trabalha como empregada na casa de Jimena. O sonho de Nayeli é se tornar uma estrela de Hollywood. Este sonho a levará a entrar nos Estados Unidos ilegalmente e viver experiências muito amargas.

Atualmente, este projeto está em fase de análise de viabilidade na Colômbia e, se confirmado, a adaptação seria realizada ainda para este ano.

Vale lembrar que Amigas e rivais já teve sua versão brasileira, produzida e exibida pelo SBT com 140 capítulos em 2007, com Cacau Melo, Lisandra Parede, Karla Tenório e Thaís Pacholeck nos papéis principais.

Itatí Cantoral protagonizará remake de A madrasta


Ao que tudo indica, a atriz mexicana Itatí Cantoral (foto) será a nova encarregada de protagonizar ¿Quién mató a Patricia Soler?, a versão colombiana da telenovela de origem chilena A madrasta, que a produtora RTI está preparando para o Canal RCN, com início das gravações a partir do final deste mês.

A madrasta, melodrama que teve suas origens no Chile, onde foi ao ar pela primeira vez em 1981, através do Canal 13, foi escrita por Arturo Moya Grau e durante sua exibição alcançou índices de sintonia jamais vistos na televisão chilena da época.

A trama gira em torno da misteriosa morte de Patricia Soler, o que faz com que uma de suas melhores amigas vá para a prisão e vinte anos depois volte com sede de vingança para descobrir o verdadeiro assassino.

Há algumas semanas, se havia confirmado que a atriz Ana María Orozco, recordada por seu papel na famosa telenovela Betty, a feia, seria a responsável por protagonizar este novo projeto. No entanto, as negociações não se concretizaram já que atualmente a atriz está gravando a trama argentina Somos familia, o que lhe impediu de retornar ao país.

No último final de semana, o programa La Red, do Canal Caracol, confirmou que a atriz mexicana Itatí Cantoral virá à Colômbia para gravar o remake, aproximadamente por sete meses. Itatí é lembrada por seu papel antagônico na telenovela mexicana Maria do bairro, onde interpretou Soraya Montenegro.

Atualmente, a versão mais recente de A madrasta, produzida no México em 2005 e protagonizada por Victoria Ruffo e César Évora, está sendo reprisada no Brasil pelo SBT.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Café, com aroma de mulher reestreia no SBT



Nesta segunda-feira, 20 de janeiro, às 14h15, estreia pelo SBT a segunda reprise de Café, com aroma de mulher, telenovela colombiana produzida pela RCN Televisión, em 1994. Criada por Fernando Gaitán e protagonizada por Margarita Rosa de Francisco e Guy Ecker, a trama chegou ao Brasil somente em 2001, quando foi exibida entre 5 de março e 3 de setembro. Sua primeira reprise foi entre 8 de agosto de 2005 e 31 de março de 2006, quando foi substituída pela inédita, porém, antiga, Laços de amor.

Confira o resumo da primeira semana de Café, com aroma de mulher:


Capítulo 01 - Segunda-feira, 20/01/2014

Gaivota é uma moça simples que trabalha como coletora em várias fazendas da região. Ela e sua mãe, Carmela, todos os anos no mês de outubro, vão até a fazenda Casa Branca trabalhar na colheita de café. Seu Otávio Vallejo é o dono da Casa Branca e uns dos maiores exportadores de café do país. Com idade avançada e a saúde debilitada ele diz a Cecília, sua esposa, que sente que seu fim está próximo. Cecília conversa com Rafael, uns dos filhos do casal, e pede a ele que aconselhe o pai a voltar para a capital e cuidar de sua saúde. Mas Otávio não ouve o conselho do filho e continua na fazenda.

Gaivota e Carmela se instalam em um dos quartos do alojamento da fazenda Casa Branca. Ela fala com a mãe sobre seus planos e que pretende estudar para mudar de vida. No dia seguinte, Otávio amanhece bem pior e pede para Cecília chamar um padre em vez de um médico. Horas depois Otávio Vallejo falece. Rafael trata de avisar a família sobre a morte de seu pai. Francisco, seu irmão, está em Nova Iorque e cuida da fábrica de exportação de café. Seus filhos e sobrinhos estão vivendo em várias partes do mundo.

No outro dia, os parentes mais próximos de Otávio começam a chegar à fazenda. Gaivota e sua mãe estão no portão vendo a família entrar para o velório. Gaivota fica impressionada com Sebastião, neto do Sr. Otávio, que acaba de chegar de Londres. Durante a cerimônia fúnebre, Gaivota entra na igreja para colocar uma rosa sobre o caixão do Sr. Otávio. Sebastião a vê e fica encantado com sua beleza. Ele comenta com Ivan, que o esnoba, pois sabe que o primo não consegue ter relações íntimas com nenhuma mulher. Depois do enterro, todos vão para a fazenda Casa Branca. Gaivota começa a cantar enquanto colhe café. Dona Cecília fica irritada com a canção e Sebastião vai conversar com ela. Sebastião e Gaivota se encontram pela primeira vez.

Em seu testamento, Otávio Vallejo deixa a Café Export para seu filho Francisco, e Rafael, pai de Sebastião, cuidará da fazenda Casa Branca e de todas as terras que pertencem à família Vallejo. Otávio também determina que o neto que primeiro tiver um filho será o herdeiro de tudo no futuro. Ivan percebendo que seu pai, Francisco, ficou com a melhor fatia do testamento e certo que seu irmão, Bernardo, não se casará e de que seu primo, Sebastião nunca conseguirá superar seu trauma e ter relações com uma mulher, ele planeja casar-se imediatamente com Lucrécia, e ter um filho, pois assim, ficará com a melhor parte da herança. Todos os Vallejo vão embora da fazenda, menos Sebastião sua irmã e seus pais.

À noite, Gaivota e sua mãe ficam na porta da sala da fazenda para assistir a novela e sem querer Gaivota derruba um vaso. Sebastião sai para ver o que está acontecendo e Gaivota explica que queria assistir a novela por isso estava lá. Sebastião pede a elas que se retirem, pois sua avó não as quer por perto. Logo depois, Sebastião leva uma televisão para que Gaivota e sua mãe possam ver a novela. Ela fica muito agradecida com a surpresa e promete devolvê-la quando for embora. No dia seguinte fica furiosa ao descobrir que roubaram a televisão que estava no seu quarto e bate no suposto ladrão. Sebastião separa a briga, tenta acalmá-la e a convida para beber alguma coisa.


Capítulo 02 - Terça-feira, 21/01/2014

Depois de separar a briga, Sebastião e Gaivota vão até o povoado para beber alguma coisa. Os dois conversam e Sebastião fala sobre sua vida em Londres e diz que logo terá que voltar para lá. Gaivota, que é uma garota muito simples, não consegue entender quase nada dos comentários que Sebastião faz sobre a cidade onde mora, mas ela está mesmo impressionada com o charme do rapaz e olha para ele com admiração.

Artur é o noivo de Paula, irmã de Sebastião. Ele é inglês e um grande degustador de café na Europa. Sebastião e Gaivota se perdem no tempo e voltam para a fazenda somente à noite. O rapaz está encantado com Gaivota e, quando vai levá-la para casa, os dois não conseguem conter a atração que sentem um pelo outro e se beijam. Sebastião tenta passar dos limites, mas Gaivota não deixa e vai embora. Completamente envolvido, ele sonha com a beleza e a ternura de Gaivota.

No dia seguinte, Sebastião leva Arthur para conhecer a fazenda Casa Branca e a noite o leva para conhecer os bares onde os trabalhadores se divertem. Em um dos bares, Sebastião encontra Gaivota e Carmela e se senta na mesma mesa que elas. Carmela vai embora. Gaivota e Sebastião começam a beber e dançam a noite inteira. Arthur também se retira os deixando sozinhos. Sebastião leva Gaivota para casa e os dois se beijam apaixonadamente.

No dia seguinte, Gaivota acorda muito alegre e não para de cantar. Carmela desconfia que aconteceu algo entre ela e Sebastião. Gaivota confessa que está apaixonada por ele. Carmela tenta abrir os olhos da filha, dizendo que Sebastião jamais ficaria com ela por que pertencem a mundos diferentes e também por que ele está de partida para Londres.

Sebastião sonha novamente com os momentos que passou ao lado de Gaivota. Ele acorda e, sem dizer nada a ninguém, vai procurá-la. Artur comenta com Paula que Sebastião está apaixonado por uma trabalhadora. Ela fica indignada e afirma que seu irmão jamais poderá se envolver com uma empregada. Sebastião procura Gaivota e, ao ser informado de que ela foi para o povoado, decide ir atrás. Ele chega ao povoado e logo encontra a moça. Os dois saem juntos e trocam juras de amor eterno. Sebastião, como prova de amor, dá seu relógio de presente para Gaivota. Apaixonado, ele diz que decidiu ficar na fazenda, mas Gaivota pede a ele que volta para Londres e termine seus estudos, para só depois marcarem a data do casamento.

Sebastião concorda e promete que dentro de um ano voltará para que se casem. Ao voltarem para a fazenda, Sebastião e Gaivota não conseguem controlar a forte paixão que sentem um pelo outro e acabam vivendo um lindo momento de amor. Sebastião, pela primeira vez, consegue fazer amor com uma mulher e percebe que Gaivota é o grande amor de sua vida. No dia seguinte, Sebastião e sua irmã, Paula, estão prontos para viajar. Antes de ir para o aeroporto ele passa na casa de Gaivota e eles reforçam as juras de amor.


Capítulo 03, Quarta-feira, 22/01/2014

Gaivota não consegue esconder a tristeza ao se despedir de Sebastião que está de partida para Londres. Carmela tenta consolar a filha e pede a ela que tente esquecê-lo, pois talvez ele nunca volte para a fazenda. A colheita de café termina e todos os trabalhadores, inclusive Gaivota e a mãe, partem em busca de outro trabalho. Durante a viagem Carmela percebe que sua filha não está se sentindo bem. Os enjoos de Gaivota a deixam muito desconfiada e ela pergunta à filha se houve alguma coisa mais séria entre ela e Sebastião. Ela não mente para a sua mãe e confessa que se entregou para ele. Carmela critica a atitude da filha, pois sabe que os dois pertencem a mundos completamente diferentes e a família Vallejo nunca permitiria um romance entre eles. Gaivota não concorda com a mãe e diz que não se arrepende do que fez. Em Londres, Sebastião não consegue parar de pensar em Gaivota.

Ivan tenta distrair o primo trazendo mulheres para uma noite repleta de diversão, mas Sebastião se desculpa dizendo que tem muito que estudar e não fica para a festa. Gaivota continua sentindo enjoos e Carmela leva a filha ao médico. Depois dos exames, o médico informa que Gaivota está grávida. Feliz com a notícia, Gaivota não vê a hora de contar a Sebastião que espera um filho dele. Carmela tenta prevenir a filha para o fato de que, talvez, Sebastião não aceite a criança. Gaivota começa a se sentir muito insegura e já não tem certeza de que seu romance com Sebastião terá um final feliz.

Depois de alguns dias, elas voltam para a fazenda Casa Branca com a intenção de conseguir o endereço do Sebastião em Londres. Aurélio se propõe a ajudá-las e liga para a capital, mas Rafael Vallejo, pai de Sebastião, não dá nenhuma informação sobre o paradeiro do filho. Gaivota se desespera, pois não sabe o que fazer para se comunicar com seu grande amor. Grávida, sem emprego e sem dinheiro, ela é vítima de um fotógrafo oportunista. Dizendo-se encantado com a beleza dela, se propõe a fotografá-la com a promessa de que, talvez, consiga um contrato para trabalhar como modelo em Paris. Gaivota se entusiasma com as promessas do dele, pois acha que essa é a única maneira de conseguir se encontrar com Sebastião antes de outubro, mês que ele prometeu voltar para se casarem. Carmela não concorda com a decisão da filha e acha uma loucura viajar sozinha para um país desconhecido.

Mesmo assim, Gaivota decide fazer as fotos. Depois da sessão, Gaivota vai embora esperando para a próxima semana a resposta do teste. Assim que ela sai, o fotógrafo liga para o sócio para avisar que conseguiu uma jovem muito bonita com quem poderão ganhar muito dinheiro. Uma semana depois, Gaivota recebe a notícia de que foi aprovada e que será contratada para trabalhar como modelo. A jovem entrega os documentos para o fotógrafo. Ele comenta que será complicado conseguir o visto, pois ela só tem o sobrenome da mãe, mas garante que tudo será resolvido.

No aeroporto, ela recebe um passaporte falso com o nome de Carolina de Oliveira e ele explica que essa foi a única forma de conseguir o visto. O homem apresenta Gaivota a um amigo como se fosse o dono da agência de modelos onde ela vai trabalhar. Depois de três meses, Carmela volta para a fazenda Casa Branca em busca de notícias da filha, mas lá ninguém sabe nada sobre ela. A falta de notícias se deve à desonestidade do carteiro que rouba o dinheiro que Gaivota manda para a mãe e depois joga fora a carta. Carmela, desesperada pela falta de notícias, decide procurar o fotógrafo, mas ao chegar lá fica sabendo que já não mora mais naquela casa e o que é pior, descobre que ele se dedicava a mandar jovens para se prostituírem na Europa.


Capítulo 04 - Quinta-feira, 23/01/2014

Uma tragédia volta a reunir a família Vallejo. Sebastião, acompanhado pelo primo, Ivan, e sua noiva, Lucrécia, voltam ao país para o enterro de seus pais que morreram num acidente aéreo. Ainda no aeroporto, Sebastião comunica ao tio, Francisco, que não voltará para Londres, pois precisa cuidar da fazenda Casa Branca, o patrimônio que seu pai deixou para ele e suas irmãs. Ivan comenta com o pai que pretende ficar na capital e diz que gostaria de ser o gerente da Café Export. Lucrécia tenta aproximar Sebastião de Lúcia, sua melhor amiga, na tentativa de arranjar uma namorada para o cunhado. A briga pelo controle dos negócios da família Vallejo fica cada vez mais acirrada. Ivan e o pai discutem por causa da Café Export. Francisco acha que ele não tem competência para ser o gerente da empresa e deixa claro que prefere Bernardo, seu outro filho. Ivan não concorda com a decisão do pai e sugere que Bernardo fique responsável pela logística enquanto ele cuidará das exportações.

Pressionado pelo filho e pela esposa, Francisco acaba aceitando que Ivan assuma a gerência da Café Export. Lucrécia insiste em aproximar Lúcia e Sebastião e propõe a Ivan que convidem os dois para padrinhos de seu casamento. À noite, Ivan convida Sebastião para sair. No carro também está Lúcia. Ivan convida o primo para ser seu padrinho de casamento ao lado de Lúcia. Eles saem juntos e começam a se conhecer melhor. Sebastião e Lúcia continuam se encontrando, mas nada de mais íntimo acontece entre eles.

Na Café Export, Ivan faz uma aposta com o pai: se perder aceita ser subgerente como o pai quer, mas se ganhar ele assume a gerência da capital. Ivan e Lucrécia se casam. Depois da cerimônia, Sebastião comenta com o primo que acabará tudo com a Lúcia, pois ela está começando a se iludir com ele. A moça por sua vez reclama com a amiga, Lucrécia, e diz que Sebastião é muito frio com ela. Depois da festa, Sebastião leva Lúcia para casa e ela o convida para subir.

Lúcia tenta seduzi-lo, mas não consegue por que Sebastião continua impossibilitado de manter relações com qualquer mulher. Para ele sexo está diretamente relacionado com amor, por isso só consegue fazer amor com Gaivota. Sebastião se desculpa com Lúcia. Ela demonstra ter entendido a situação e pede a ele que ligue quando quiser. Eles se despedem e Sebastião volta para a fazenda. Ao chegar à fazenda Sebastião encontra Aurélio, o capataz da fazenda, e a primeira coisa que faz é perguntar por Gaivota. O capataz conta que a Gaivota foi para a Europa à sua procura e que sua mãe não veio mais para a fazenda.

Sebastião entra em desespero e vai até a casa onde Gaivota morava. No povoado, Sebastião encontra Arthur e João juntos e fica sabendo que os dois acabam de abrir uma sociedade. Sebastião pergunta se eles sabem do paradeiro de Gaivota e recebe a notícia de que ela foi para a França trabalhar como prostituta. Sebastião a princípio se recusa a acreditar, mas João diz que muitas pessoas podem confirmar a informação.

De volta à fazenda, Sebastião entra em depressão e decide esquecer Gaivota para sempre. Na mesma noite ele liga para Lúcia e a pede em casamento. Apaixonada, ela aceita. Sebastião pede ao Aurélio que não comente com ninguém o que aconteceu com Gaivota. Lúcia, eufórica, conta para Lucrécia que na próxima semana vai se casar com Sebastião Vallejo. Lucrécia pergunta se houve alguma intimidade entre eles. Lúcia responde que não e diz que Sebastião colocou como condição para o casamento que não haja intimidade entre eles. Gaivota volta da Europa deportada. Na delegacia do aeroporto, ela é obrigada a prestar depoimento sobre sua vida no exterior. As coisas se complicam para Gaivota, pois ela perdeu o passaporte e não tem em seu poder nenhum documento de identidade.


Capítulo 05 - Sexta-feira, 24/01/2014

Gaivota tenta explicar aos policiais que não tem nenhum problema com a polícia, mas como está sem documentos que possam comprovar sua identidade, fica detida até que tudo fique esclarecido. Ela entra em desespero e oferece dinheiro ao policial em troca de sua liberdade, mas ele não aceita o suborno. Lúcia chega à fazenda Casa Branca e Sebastião deixa bem claro para a futura esposa que entre eles não haverá nada de intimidade. Lúcia aceita e diz ter esperança de que no futuro ele se apaixone por ela.

Os convidados começam a chegar para o casamento deles. Ivan pergunta ao primo quando virá o herdeiro. Ele não responde, pois o primo sabe melhor do que ninguém do bloqueio que ele tem em relação ao sexo. Paula diz a Sebastião que estranhou muito sua decisão repentina de se casar com Lúcia. Sebastião diz que sente uma profunda admiração por ela e pergunta o porquê da desconfiança. Paula comenta que Lúcia sempre foi muito amiga de Lucrécia e que isso não é um bom sinal.

No aeroporto, um policial recebe autorização para liberar “Carolina Oliveira” antes do prazo determinado, pois sua documentação está em ordem perante a justiça. Mas o policial se aproveita de sua autoridade e tenta abusar dela. Gaivota reage e agride o policial que, em represália, faz com ela passe mais uma noite presa. Chega o dia do casamento de Sebastião e Lúcia. O delegado estranha ao ver que Gaivota ainda está detida. Ela explica o que houve e imediatamente é libertada.

Na primeira noite de núpcias nada acontece entre Lúcia e Sebastião. No dia seguinte Gaivota chega à fazenda Casa Branca. Aurélio fica sabendo que Gaivota está de volta e vai ao seu encontro. Ela diz que, apesar de estar um pouco atrasada, veio para trabalhar na colheita de outubro. Gaivota pergunta o que aconteceu na casa, pois está tudo muito bagunçado. Aurélio, sem jeito, diz que Sebastião acaba de se casar.

Gaivota fica chocada com a notícia, mas sua maior preocupação no momento é encontrar sua mãe. Aurélio diz que Carmela não veio para a colheita, pois está trabalhando em outra fazenda. Gaivota se desespera, pois não tem dinheiro para ir de encontro da mãe. Lúcia leva café na cama para o marido e tenta agradá-lo ao máximo. Mas, Sebastião não dá a mínima para a dedicação da esposa e a esnoba.

Gaivota se tranca no quarto e tenta encontrar uma solução para conseguir o dinheiro que precisa para ir atrás de sua mãe. Aurélio conta para o Sebastião que Gaivota está de volta. A notícia surpreende Sebastião, mas, apesar de estar ansioso para reencontrá-la, ele tem que se controlar por que está de saída para sua viagem de lua de mel.

Sebastião e Lúcia partem rumo ao aeroporto. Mas, no meio do caminho, ele muda de ideia, pede desculpas à esposa e diz que precisa voltar à fazenda para resolver alguns problemas. Sebastião vai ao encontro de Gaivota e se surpreende ao ver o quanto ela está mudada. Gaivota diz que não é mais aquela menina ingênua que ele conheceu há um ano. Sebastião pergunta o que ela foi fazer na Europa, mas Gaivota se nega a responder e ele vai embora com a certeza de que não conseguirá reconquistá-la. Sebastião comenta com Aurélio que já não existe nenhuma chance de reatar seu romance com Gaivota, mas confessa que ela mexeu novamente com os seus sentimentos. Gaivota passa a noite pensando em Sebastião e ele pensando nela.