quarta-feira, 11 de julho de 2012

A que não podia amar estreia com dublagem brasileira




Na última terça-feira, dia 10 de julho, aconteceu o tão aguardado final da telenovela Teresa, pelo canal Zap Novelas, que transmite sua programação dublada e legendada em português em países como Moçambique e Angola.

Para ocupar o lugar de Teresa, o canal, que está prestes a celebrar seu segundo aniversário, estreia nesta quarta-feira, 11 de julho, A que não podia amar (La que no podía amar), uma produção mexicana de José Alberto Castro - o mesmo de Teresa - realizada em 2011, com história original de Delia Fiallo e adaptação de Ximena Suárez.

Protagonizada por Ana Brenda Contreras, Jorge Salinas e José Ron, com as atuações antagônicas de Susana González, Julián Gil e Mar Contreras, além da participação estelar das primeiras atrizes Ana Martín e Ana Bertha Espín, A que não podia amar é a terceira versão televisiva da radionovela La mujer que no podía amar, original de Delia Fiallo. A primeira versão exibida na televisão foi uma adaptação de Carlos Romero, produzida por Valentín Pimstein para a Televisa em 1986, protagonizada por Edith González e Arturo Peniche, com atuações antagônicas de Úrsula Prats e José Alonso. A segunda versão, Sigo te amando (Te sigo amando), exibida no Brasil no ano de 2000, foi adaptada por René Muñoz e produzida por Carla Estrada também para a Televisa em 1996, com Claudia Ramírez e Luis José Santander, nos papéis centrais e Olivia Collins e Sergio Goyri como coadjuvantes.

Dublada pelo Studio Gábia, de São Paulo, A que não podia amar é uma trama de paixão, traição, amor não correspondido e sacrifício. Ana Paula é uma jovem estudante de enfermagem que está prestes a concluir seu curso e que sonha em dar uma vida melhor à sua família. Infelizmente, o seu irmão Miguel, devido às dificuldades financeiras em que a família se encontra, acaba por se envolver numa situação que irá mudar repentinamente a vida de Ana Paula.

Enquanto Miguel está no hospital e a ponto de ser preso, Bruno o advogado de Rogelio oferece-se para ajudar, mas… qual será o seu preço? Estará Ana Paula disposta a sacrificar a sua liberdade pela família? Contratada para cuidar de Rogelio, Ana Paula descobre que por trás do temperamento difícil do seu patrão, existe um homem atormentado por um imenso desgosto de amor: após o acidente, a sua namorada abandonou-o ao perceber que iria ficar paraplégico. É então que Ana Paula decide assumir a missão de tornar Rogelio uma pessoa melhor. Contudo, a sua tarefa é complicada pelo reaparecimento de Vanesa, a ex-namorada de Rogelio, que volta decidida a reconquistá-lo.
Blog Widget by LinkWithin

2 comentários:

Blogs Record disse...

GUERRA ACIRRADA DO ANO, NO BLOG EM RECORD:
http://blogemrecord.blogspot.com.br/2012/07/bomba-forte-chuvabate-recorde-com-21-na.html

Francisco loy disse...

Gosto bué desta novela, da-nos o prazer de saber as personajens que podemos adiquerer com os demais. ESPERO QUE CONTINUEN ASSIM.