...

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Dona Bárbara: Resumo de 17 a 21 de outubro


Capítulo 144 (17/11/2011)

Após saber que Maricela decidiu ir embora com Gonçalo, Santos se revolta e procura a jovem para dizer que ela não irá a lugar algum, que ficará ali com ele. Depois, Santos se embriaga, enfrenta e desabafa contra Bárbara e Gonçalo.

Gonçalo responde, desafia Santos e acaba levando um soco dele. Então, Gonçalo ordena a prisão de Santos até que passe a bebedeira. Antonio, por sua vez, se compromete com Cecília a voltar toda semana para ver Toninho, enquanto Celeste dá em cima de Pajarote, que, claro, diz não ter compromisso com ninguém.

Com isso, Tigre fica furioso com Celeste. Cecília, então, fica sabendo da partida de Maricela e está profundamente triste. As meninas de Melésio, depois de terem conseguido juntar Pajarote e Genoveva com seu plano, ficam felizes e comemoram. Porém, não se dão conta de que Genoveva estava por perto e escutou tudo.

Depois, Pajarote também fica sabendo que tudo foi planejado e decide ir ao encontro de Genoveva. Eles dizem que não se amam, mas, em seguida, se entregam e fazem amor. Gonçalo se prepara para ir embora e ordena que Pernalete só solte Santos quando já estiver longe.

Depois, Gonçalo orienta André a montar o jornal e a Cosme sobre algumas construções que devem ser feitas. Contudo, André e Cosme estão aborrecidos com Gonçalo, afinal, ele escolheu Antonio para ser seu secretário direto. Santos, por sua vez, também fica furioso ao saber que Antonio aceitou trabalhar para Gonçalo.

Santos recebe a visita de Bárbara e cheio de ódio diz que a odeia. Bárbara fica desolada e corre pedir perdão a Maricela por todo o mal que causou, mas, Maricela responde que jamais poderá perdoá-la.


Capítulo 145 (18/10/2011)

Depois de saber que Antonio está trabalhando para Gonçalo, Santos comenta com ele que Gonçalo não passa de um traidor e que quer levar Maricela embora. Antonio, por sua vez, se irrita com Santos, pois além de saber do ciúme que Santos nutre por Gonçalo, Santos ainda dá a entender que Antonio não tem capacidade para assumir o cargo que está ostentando.

Enquanto isso, Gonçalo tenta convencer Maricela em dividir com ele o gerenciamento de seu dinheiro, mas, ela insiste que o fará sozinha. Gonçalo sugere, agora, que ela viva na sede do governo e convide uma amiga para lhe fazer companhia. Ela fica feliz e pede a Antonio e a Lucia que vivam lá, também.

Santos quer ir atrás de Maricela, mas, é detido por Cecília. Longe dali, Pajarote e Genoveva querem manter seu romance, mas, desta vez, querem fazê-lo em segredo. Então, entram em acordo e para despistar, fazem questão de brigar na frente todos.

Santos decide e vai até a sede do governo, porém, para apresentar a Gonçalo os planos da associação de fazendeiros e pecuaristas. Ao sair da audiência, Santos se depara com Maricela, mas, a trata com indiferença. Ela fica triste e logo pensa que ele voltou para Bárbara. De repente, um homem encapuzado invade o quarto de Maricela e lhe tapa a boca, antes que ela pudesse gritar para pedir socorro.


Capítulo 146 (19/10/2011)

Depois de invadir o quarto de Maricela encapuzado, Santos se deixa revelar e ela acha muito romântica a atitude dele, apesar de terem discutido pelo susto que Santos pregou em Maricela. Depois, Santos se encontra com Bárbara e pede que ela desista, pois, ele nunca mais voltará para ela.

A reunião da associação dos fazendeiros é marcada e no dia Gonçalo decide não ir e ordena que Antonio também não compareça. Isso gera uma crise entre os membros, pois, contavam com a presença do governador.

De repente chega Bárbara e pede para se associar, colocando dinheiro na associação. Porém, Encarnação a acusa de ladra e causa uma confusão. Assim, uns ficam contra a megera e outros a favor.

Santos não vê outra solução e pede para que Bárbara se retire da sala para que possam votar sobre sua entrada na associação. Em seguida, ela consegue o que quer e é nomeada. Enquanto isso, Maricela avisa Gonçalo que não irá com ele à capital por causa do batizado das crianças.

Já na igreja, onde todos estão felizes pelo batismo, Santos se aborrece ao ver Bárbara chegar e enquanto o padre realiza o batismo, Eustáquia cai desmaiada. Mais tarde, Santos desabafa com André e Cosme e conta o que aconteceu com Gonçalo em São Fernando. Facundo, enfim, apresenta Sapo ao novo governador.


Capítulo 147 (20/10/2011)

Durante o batismo das crianças chega à igreja toda a família dos Mandragón. Leon fica indignado e incita Carmelo a partir para briga contra eles. Santos também se exalta e acusa Bárbara de trair às pessoas, pois, julga que ela só deseja acabar com a festa das pessoas.

Por fim, o padre Pernia consegue acalmar os ânimos e conclui o batizado. Na saída da igreja nova confusão, o que deixa a todos muito preocupados, afinal, se deparam com uma terrível briga entre Carmelito e Léon.

Em meio a confusão, Bárbara fica sabendo que Eustáquia passou mal e corre para casa. A notícia de que Estuáquia está cada vez pior deixa a megera completamente deprimida. Enquanto isso, a festa esquenta em Altamira e todas as mulheres, inclusive Maricela, bebem além da conta.

No dia seguinte, Santos vai até a fábrica e logo depois chega Bárbara para entregar o cheque que prometeu à cooperativa. O tom da conversa entre os dois é muito amistoso e Maricela, que chega repentinamente, fica confusa com a intimidade entre seu amado e sua mãe. Ela supõe que Santos ainda pode estar envolvido por Bárbara e, decepcionada, decide fugir de Progresso e ir em busca de Gonçalo.


Capítulo 148 (21/10/2011)

Maricela parte em busca do apoio de Gonçalo, pois, está desolada e não quer saber de Santos. Ele ainda tenta ir atrás da jovem, mas, não consegue impedir que sua amada corra para os braços de Gonçalo.

Em meio à crise amorosa de Santos e sua filha, Bárbara decide ir a São Fernando para que Eustáquia faça alguns exames, pois, a saúde dela está tirando o sono de Bárbara. A patroa, agora, com a doença de Eustáquia, se sente totalmente só no mundo, só ela e seu bebê.

Enquanto isso, as coisas começam a mudar em Progresso. Vêm as festividades, uma leiteria será inaugurada, André lança seu jornal e por uma iniciativa de Cecília é criada a primeira biblioteca pública da região.

Com isso, todos reconhecem a mão de Santos nestas mudanças e demonstram grande agradecimento a ele. Por outro lado, Gonçalo parece seduzido pelo poder e se torna, pouco a pouco, um tirano. Entorpecido pelo desejo de mais poder, vemos o governador iniciar relações escusas com Sapo.
Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário: