quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Acorrentada


NOME ORIGINAL
Acorralada

ESCRITOR
Alberto Gómez

PRODUTORES
Peter Tinoco e Ana Teresa Arismendi 

PAÍS DE ORIGEM
Estados Unidos

NÚMERO DE EPISÓDIOS
345

ANO DE GRAVAÇÃO
2006

ANO DE ESTREIA NO BRASIL
2010

EMISSORA
Rede CNT

TEMA DE ABERTURA
Acorralada

INTÉRPRETE
Ángel Arce

Entre tanto mal y tanta historia de mentiras que se enconden
entre sueños que se rompen como el aire,
entre ruinas de ilusiones, sobre un mar de soledades,
con el corazón tan lleno de penas.

Pero el amor nació detrás de su mirada
y se quedó posada en un rincón del alma, de su alma.

Acorralada en un amor casi imposible,
buscando una salida, alguna luz, algún camino,
volando sin alas, sufriendo callada,
tratando de sobrevivir tanto dolor
y a la misma vez luchando por una sola razón:
su amor…

Pasa el tiempo y todo se hace más difícil,
la realidad estar con ese, ese casi imposible,
y una gota de llanto cae sobre su fé.

Una montaña de preguntas sin respuesta
dudas que se estallan sobre su cabeza,
un sueño difícil para los dos.

Pero el amor nació detrás de su mirada
y se quedó posado en un rincón del alma, de su alma…

Acorralada en un amor casi imposible,
buscando una salida, alguna luz, algún camino,
volando sin alas, sufriendo callada,
tratando de sobrevivir, tanto dolor,
pero a la misma vez luchando por una razón:
su amor, su amor…
luchando por su amor…
pero a la vez luchando por una sola razón.

Acorralada en un amor (acorralada) casi imposible,
buscando una salida, alguna luz, algún camino (algún camino),
volando sin alas, sufriendo callada (tanto dolor)…

Pero a la misma vez luchando por una razón:
su amor…
su amor…


ELENCO

Alejandra Lazcano: Diana Soriano

David Zepeda: Maximiliano Irazábal

Sonya Smith: Fedora Garcês / Gaivota

Frances Ondiviela: Otávia Alarcón de Irázabal / Alicia

Maritza Rodríguez: Marion Mondragón de Irázabal / Débora Mondragón de Dávila

Mariana Torres: Gabriela Soriano “Gaby”

William Levy: Lary Irazábal

Ofelia Cano: Yolanda Alarcón

Lucero Lazo: Santa de Alarcón

Yül Burkle: André Dávila

Alicia Plaza: Bruna Pérez

Nelida Ponce: Miguelina Soriano

Elizabeth Gutiérrez: Paola Irazábal

Julián Gil: Francisco Suárez “Pancho”

Jorge Luis Pila: Diego Suárez

Griselda Noguera: Lala Suárez

Maritza Bustamante: Caramelo Vázquez

Roberto Mateos: Francisco Vázquez “Paco”

Orlando Fundichely: Inácio Montiel

Virna Flores: Camila Linares

Raúl Olivo: Emílio Linares

Mariana Huerdo: Silvinha

Juan Vidal: Kike

Diana Osorio: Pilar

Liannet Borrego: Nancy

Paulo Quevedo: René Romero

Gretel Trujillo: Isabel

Bernie Paz: Rodrigo

Valentina Bove: Sharon

Mardi  Monge: Virgínia

Gonzalo Vivanco: Eduardo

Claudia Reyes: Fiona Valente

Julio Capote: Lourenço Ferrer

Claudia Reyes: Fiona Valente

Sandra García : Samantha

Kothan: Geraldo

Andrés Mistage: Jorge

Héctor Soberón: Horácio

Eduardo Linares: Francisco Irazábal


PERFIL DAS PERSONAGENS

Diana (Alejandra Lazcano) - uma das filhas perdidas de Fedora, criada como neta de Miguelina, que nunca revelou sua verdadeira origem. Recém graduada em enfermagem, alcança sua meta e começa a trabalhar em um importante hospital. Graças a sua doçura e eficácia, Diana ganha o carinho de todos os pacientes. Entretanto, por ser muito bonita, Diana é constantemente assediada pelos homens e vai presa injustamente após agredir o doutor Inácio Montiel, em legítima defesa. Expulsa do hospital, passa a trabalhar na mansão Irazábal como acompanhante de dona Santa. Aí conhece Maximiliano, filho mais velho da família, que nessa ocasião é o namorado da ambiciosa e aproveitadora Camila. Ao conhecer Diana, Maximiliano se apaixona e tenta, de todos os modos, viver a seu lado. Após uma desilusão, ela o abandona para se casar com Diego, o eterno namorado de seu bairro. Já casada com Diego, parece impossível que algum dia possa ser feliz junto de Maximiliano, seu verdadeiro amor.

Maximiliano (David Zepeda) - filho de Otávia. É um bom rapaz. Trabalha na empresa de perfumes da família. Recém casado há três anos, Maximiliano passa pela desgraça de perder sua esposa, Marion. A dor toma conta de si e tem que lutar para seguir em frente. No entanto, retoma sua vida e se consola nos braços da ambiciosa Camila. Diana chega à mansão Irazábal para trabalhar como acompanhante e, a princípio, Maximiliano a trata com indiferença, inclusive faz umas brincadeiras de mau gosto para irritá-la. Porém, quase que imediatamente, o rapaz percebe que a doce enfermeira lhe agrada e que está se apaixonando. Diana corresponde a esse amor e juntos lutam contra vento e maré para serem felizes. No entanto, grandes segredos vêm à tona quando se descobre que Marion não está morta, mas que vive em estado vegetativo em um dos quartos da mansão. Marion recupera sua saúde e ocupa o lugar que lhe corresponde na vida de Maximiliano, distanciando-o, assim, de Diana. Vários acontecimentos afundam Maximiliano na depressão e no alcoolismo, mas este se levanta de suas próprias cinzas, recupera sua posição diante da sociedade e, sobretudo, trata de recuperar o amor de Diana.

Fedora “Gaivota” (Sonya Smith) - mulher bela e conservada. Passou vinte anos presa injustamente, sendo inocente dos delitos de que foi acusada. Sua fortuna, a fábrica de perfumes e suas filhas lhe foram tomadas. Fedora é a verdadeira mãe de Diana e Gaby. Após recuperar sua liberdade, trata de se integrar à sociedade, mas as feridas de sua alma são muito profundas. Fedora se reencontra com seu amigo espanhol Paco, que sempre esteve apaixonado por ela, e este lhe dá trabalho em seu bar, onde passa a cantar com o nome de Gaivota para que seus inimigos não saibam que já está em liberdade. Sua pior inimiga, Otávia Irazábal, mãe de Maximiliano, foi quem lhe arruinou, roubando tudo o que possuía. Fedora reencontra suas filhas por casualidade e, sem saber que são sangue de seu sangue, passa a protegê-las. Inesperadamente, ela se dá conta de que Diana e Gaby são suas filhas e decide por não lhes contar a verdade, usando-as para sua vingança. Gaivota consegue recuperar o que é seu e se vinga de Otávia. Agora é outra vez uma mulher rica e poderosa e finalmente revela à Diana e Gaby quem é ela e que vínculo as une.

Otávia/Alicia (Frances Ondiviela) - mãe de Maximiliano, Lary e Paola. Dona de uma maldade sem limites, é um ser perverso e sem escrúpulos que no passado fez com que Fedora fosse presa, acusando-a da morte de seu marido, causada por ela mesma. Ao conhecer Diana, Otávia se opõe contra a jovem, mas Maximiliano a protege e não pode despedi-la da mansão. Otávia, ao saber que Diana e Gaby são as filhas de sua pior inimiga, se dispõe a destrui-las e apoia Camila para que seja a futura segunda esposa de Maximiliano, mesmo sendo uma das poucas pessoas que sabem que Marion não morreu. É uma personagem muito forte e terrível, capaz das piores maldades, junto de Marion manda queimar a fábrica de perfumes. Tem um sombrio passado envolvendo Paco.

Marion (Maritza Rodríguez) - no início da trama a vemos recém casada com Maximiliano, mas um fato inesperado muda o que parecia ser um casamento perfeito. Após receber um tiro na cabeça, passa a viver em estado vegetativo. Todos a dão como morta, mas ela, na realidade, está escondida e muito bem cuidada em um dos principais quartos da mansão Irazábal. Após três anos estando morta-viva, Marion começa a reagir, sua cura é lenta, mas de fato se cura e volta a ser a mesma do passado, sempre acompanhada de sua fiel empregada Bruna, que não é ninguém menos que sua verdadeira mãe. Marion se alia à sua sogra, Otávia, e também une suas forças com Camila, mesmo sendo rivais pelo amor de Maximiliano.

Débora (Maritza Rodríguez) - mulher misteriosa e perigosa, uma ladra profissional. Dois anos após o acidente de Marion, retorna ao seu país com a ajuda de Bruna para tomar o lugar da irmã, fazendo-a acordar do coma, para lhe tomar o amor de Maximiliano.

Gabriela “Gaby” (Mariana Torres) -  irmã de Diana. É uma linda jovem, muito trabalhadora que usa óculos fundo de garrafa, se penteia com duas tranças laterais e é tímida, a típica patinha feia. Ganha a vida como empregada na mansão Irazábal. Em silêncio, Gaby ama Lary, o irmão de Maximiliano. Lary, despeitado pelo abandono de sua noiva Pilar, se casa com Gaby por impulso. Para a jovem, esse é o momento mais feliz de sua vida, mas essa felicidade somente dura na noite de núpcias, pois no dia seguinte, Lary a despreza e se arrepende de ter se casado. Destroçada pelo desamor de seu esposo,  Gaby foge de seu lado e, com o dinheiro de Gaivota, se transforma em uma bela e elegante jovem da sociedade, se vingando do desprezo de seu esposo. Mesmo fingindo odiar Lary, na realidade o ama com todas suas forças.

Lary (William Levy) - simpático, galã e encantador. No primeiro capítulo ganha um concurso de mister. Lary mexe com o coração de todas as mulheres porque sempre leva consigo um sorriso e uma simpatia à flor da pele. Quando Pilar o trai e foge com outro há poucos dias antes do casamento, o rapaz cai em depressão e, em um louco impulso, se casa com Gaby, sem se importar que ela seja somente a empregada da mansão. Inesperadamente, Pilar regressa para lhe pedir perdão e Lary, apaixonado, a perdoa, desprezando Gaby, que, destroçada, se manda da mansão. Lary acredita estar feliz ao se ver longe de Gaby, mas começa a sentir a falta da doce empregada. O rapaz descobre umas cartas de amor que Gaby escrevia quando sonhava com seu amor, mas que nunca chegou a enviar. Lary, através daquelas lindas cartas, descobre estar apaixonado por Gaby e mesmo buscando-a incansavelmente não pode encontrá-la. Lary termina com Pilar e deseja pedir perdão a Gaby, mas ela o despreza como vingança, mesmo amando-o com todas suas forças.

Diego (Jorge Luis Pila) - filho de Lala, a fiel empregada da mansão Irazábal, e irmão de Pancho. Diego visita a mansão diariamente para dar aulas de piano à Paola, irmã mais nova de Maximiliano. Diego é humilde e trabalhador. Ao conhecer Gaivota, a ajuda em seus planos de vingança contra os Irazábal. Graças a Diego, Gaivota recupera sua fortuna, a fábrica de perfumes e a mansão. Gaivota pensa que Diego é o melhor partido para Diana. A jovem, influenciada por sua mãe, aceita se casar com ele, sem amá-lo. O caráter de Diego torna-se amargo e sente ciúmes extremos por sua esposa. Seu grande amor por Diana, o leva a fazer maldades.

Paco (Roberto Mateos) - Francisco, mais conhecido como Paco, é um bom homem, trabalhador. É dono de um bar. Apaixonado por Gaivota há anos, é pai de duas filhas, mas apenas sabe da existência de uma delas. Dá trabalho à Gaivota e sofre ao não ter seu amor, assim como sofre ao ver que sua filha, Caramelo, é presa por haver se deixado arrastar pela delinquência do malvado Pancho. Paco consegue se casar com Gaivota e a ajuda em seus planos de vingança, também será como um pai para Diana e Gaby. Paco tem um passado sombrio com uma mulher chamada Alicia, que ninguém é outra senão Otávia Irazábal.

Yolanda (Ofelia Cano) - irmã de Otávia. Mesmo tendo ajudado sua irmã a despojar Gaivota de tudo o que possuía, é de caráter amável. Sua irmã, Otávia, a manipula a seu modo e Yolanda a obedece com as orelhas baixas. Yolanda é temerosa de Deus e do castigo divino que pode estar reservado pelo mal que fizeram no passado. Apesar desse medo, não deixa de fazer maldades contra Diana e Gaby, claro, sempre empurrada e manipulada por Otávia. Se veste de forma elegante, mas não é tão ostentosa como Otávia. Se arrepende de tudo e pede perdão, mas, igualmente, será alvo da vingança de Gaivota, a quem é a primeira a encontrar fora da prisão.

Dona Santa (Lucero Lazo) - avó de Maximiliano, Lary e Paola. É a mãe de Otávia e Yolanda e sua mente já não funciona bem. Dona Santa tem um quarto cheio de bonecas, com as quais conversa e conta segredos. Diana entra na mansão para ser sua acompanhante. Dona Santa, por ser de muita idade, perdeu a lucidez, mas há momentos em que lembra das coisas terríveis cometidas por Otávia no passado.  Dona Santa conta a Diana a história de Gaivota sem imaginar que ela é uma de suas filhas perdidas. Sempre é torturada por Bruna e atormentada por Otávia, de quem sabe todos os segredos envolvendo Fedora.

Paola (Elizabeth Gutiérrez) - irmã mais nova de Maximiliano. De caráter um pouco rebelde, mas decidido, é uma garota moderna, que quer viver ao extremo. Tem fortes enfrentamentos com sua mãe, Otávia, que trata de controlá-la. Pancho, o filho da empregada Lala, cruza seu caminho e ela se apaixona perdidamente pelo delinquente. Pancho a seduz e ela fica fascinada. Paola já experimentou drogas e pensa que são fabulosas. Emílio, o melhor amigo de Maximiliano, a ama. Ele é um bom rapaz, mas ela, lamentavelmente, se apaixona pelo homem  errado. Pancho a convence de entrar no contrabando de jóias e, na busca de novas emoções, Paola, sem se dar conta, perde o controle de sua vida. Ela dá todo tipo de desculpa para escapar das aulas de piano de Diego e fugir para balada, curtir a vida sem nada sério com homem algum.

Caramelo (Maritza Bustamante) - filha do espanhol Paco. É uma jovem bondosa, porém de pouca educação. Veste-se de modo vulgar, com muitos decotes, minissaia e salto alto. Trabalha no bar de seu pai, como garçonete. Está apaixonada por Pancho e vive pressionando-o para que se casem. Por ele, chegará ao fundo poço, caindo no mundo da delinquência. Pelo homem que ama, é capaz de tudo. Quando se dá conta que Pancho se enrosca com Paola, passa a odiar a atormentada irmã de Maximiliano. Será presa por culpa de seu amado.

Pancho (Julián Gil) - filho vagal e delinquente de Lala e irmão de Diego. Anda em meio ao contrabando de jóias e envolvido sentimentalmente com Caramelo, a quem na realidade não ama. Para ele, Caramelo é somente a mulher que lhe dá prazer e a quem usa para seus trabalhos sujos, já que é um mulherengo sem remédio. Ao conhecer Paola, a arrasta para o mundo do crime. Jura amor à desequilibrada jovem, a quem manipula. É um cara que por dinheiro é capaz de vender sua alma ao diabo. É cínico, malvado e sem-vergonha. Com seus contrabandos, garante uma vida boa, com carrões, sempre despertando desconfiança de todos. Sempre passa a perna em todos com sua pinta de bom homem.

Camila (Virna Flores) - jovem belíssima. Sua família acaba de cair na ruína e, para voltar a ser rica, sonha com casar-se com Maximiliano. Sente ódio contra Marion, mas um ódio que será maior contra Diana, quando se der conta que Maximiliano a ama. Este termina com Camila e se torna namorado de Diana. Isso a enche de ciúmes, o que a faz se propor a destruir a jovem. Se alia à Inácio e Otávia para fazer grandes maldades, inclusive se alia com Marion, apesar da rivalidade existente entre ambas, para acabar com Diana. Humilhada e sem dinheiro, passa a ser a secretária de Diana quando esta se torna milionária. Morre violentamente no incêndio da fábrica de perfumes. Esconde um grande segredo envolvendo Inácio: os dois tiveram um filho no passado, filho este que ela abandonou.

Pilar (Diana Osorio) - uma bela espanhola. É a noiva de Lary e mesmo gostando dele não está totalmente apaixonada. Mesmo com Lary planejando o casamento de ambos, a jovem não quer casar-se e foge com Kike, seu amante. Entretanto, as coisas saem mal entre Pilar e o homem com quem foge e volta arrependida, procurando Lary novamente. Ao voltar, o encontra casado com Gaby, a empregada de mansão Irazábal, o que a enche de ciúmes. Pilar decide distanciar a empregada do rapaz, pois deseja reconquistá-lo. Ainda que não seja má, é muito ambiciosa, e para recuperar Lary será capaz de algumas maldades. Anda na moda, é moderna e de corpo invejável.

Inácio (Orlando Fundichely) - médico respeitado, porém inescrupuloso, que se apaixona por Diana e fica obcecado. Tenta violá-la e quando ela o ataca para se defender lhe fere a cabeça. Inácio jura destrui-la e a acusa injustamente de ladra para arruiná-la e mandá-la à prisão. Ela consegue sair graças ao pagamento de uma fiança. Inácio fica furioso com sua liberdade, a persegue e a assedia, lhe atormentando. Inácio é um cara mau, sempre pronto para a maldade. De classe média alta, sem chegar a Otávia e Marion para destruir Diana. No passado, foi amante de Camila, com quem teve um filho que ela abandonou.

Bruna (Alicia Plaza) - empregada de confiança de Marion, mas na verdade é sua mãe, o que Marion ignora. É malvada e possui uma alma obscura. Silenciosa e rasteira como as serpentes, é um ser odioso. Bruna guarda grandes segredos e por isso continua trabalhando na mansão Irazábal, mesmo com sua patroa em coma. Se veste com uniforme e na mansão Irazábal está dedicada exclusivamente aos cuidados de Marion. Se dedica a incomodar Diana, contando fofocas contra ela para que a demitam. Quando Marion começa a se recuperar e sair de seu estado vegetativo, Bruna a alerta contra Diana. Por vergonha de sua origem humilde e ignorante, não se atreve a lhe confessar que é sua verdadeira mãe e que a entregou algum dia aos seus patrões ricos para que a cuidassem e lhe dessem uma vida melhor, a qual ela não poderia oferecer. Bruna sofre por esta rejeição, sendo esta sua forma de pagar todas suas maldades. Sempre é muito séria, seca e de cabeça erguida. Rígida e abusada, vive castigando as empregadas mais jovens com beliscões e torturando física e psicologicamente a vovó Santa.

Miguelina (Nelida Ponce) - suposta avó de Diana e Gaby. É a grande amiga e confidente de Lala. Se encarregou das duas jovens e as criou dizendo que seus pais haviam falecido, quando, na realidade, sua mãe estava viva, mas na cadeia, por um crime que não cometeu. É costureira e de idade avançada.

Lourenço (Julio Capote) - simpático barman do bar do Paco. É um bom homem, sem nada na vida. Amigo de Paco e de Gaivota. Em um dado momento da trama tem que se mudar e Miguelina aluga um quarto em seu apartamento para que possa viver. Lourenço fica deslumbrado com Miguelina e ela, com pena, diz que já estão muito velhos para namorarem. Lourenço, que tem o cabelo todo branco, o pinta de preto para lhe demonstrar que, na realidade, não está tão velho e que ainda é capaz de amar. Pouco a pouco, consegue convencê-la e tornam-se namorados.

Silvinha (Mariana Huerdo) - prima de Camila e Emilio. É uma desocupada, imatura e mimada. Só quer saber da vida fácil e é louca por perucas coloridas, tanta loucura que até as rouba dos salões e das lojas.

Emílio (Raúl Olivo) - veste-se de maneira elegante. É irmão de Camila e o melhor amigo de Maximiliano. Trabalha como administrador na fábrica de perfumes. Está apaixonado por Paola, mas ela se derrete por Pancho. Emílio é um cara nobre e trabalhador, que não está de acordo com as maldades de Camila e as trapalhadas de Silvinha, sua prima.

André  (Yül Burkle) - motorista do doutor Inácio. Malvado como é, esteve casado com Débora, que o acompanhou em vários crimes. Ela o abandonou e desde este momento André a procura para se vingar. Faz tudo por dinheiro. É cúmplice de Inácio em tudo. É sobrinho de Isabel, a enfermeira que cuida secretamente de Marion enquanto está em coma.

Isabel (Gretel Trujillo)  - tia de André, e velha amiga de Bruna. Foi testemunha do nascimento de Marion e Débora. Foi enfermeira até sua licença ser cassada. Como seu sobrinho, é capaz de qualquer coisa por dinheiro. Nem desconfia que a ex-mulher do sobrinho é gêmea de Marion.

Kike (Juan Vidal) - um cara de corpo sarado, que no primeiro capítulo compete com Lary no concurso de mister. Invejoso como é, odeia Lary, e foge com Pilar. É muito malvado e hipócrita.

Lala (Griselda Noguera) - mãe de Pancho e Diego. É uma das empregadas mais antigas da mansão Irazábal. Sempre que pode quebra o galho das amigas e consola Gabriela.

René (Paulo Quevedo) - amigo de balada de Paola. Sempre que pode a leva para o mau caminho com seus maus conselhos. É mais um riquinho que só pensa em curtir a vida.

Samantha (Sandra García) - é amiga de Inácio e chefe das enfermeiras do sanatório onde Maximiliano é internado depois de perder a razão, vítima da tortura que sofreu nas mãos de Diego. Ambiciosa, aceita dopar Max a pedido de Inácio, mas Diana, que também vai trabalhar no sanatório sempre a impede. Odeia Diana por ser mais jovem, atraente e protegida pelo diretor.

Eduardo (Gonzalo Vivanco) - primo de Inácio e marido de Fiona. Trabalha em outra cidade e volta para Miami para cumprir um contrato de dois anos. A rotina desgastou seu casamento com Fiona.

Fiona (Claudia Reyes) - mulher de Eduardo. Está cheia da indiferença do marido e aproveita a volta à Miami para procurar outro homem que a faça se sentir viva. É morta por Marion e Diego, por saber demais.

Rodrigo (Bernie Paz) - com o decorrer da história será o novo amor de Fedora, que o corresponderá depois de sofrer horrores nas mãos de sua fútil filha Sharon.

Sharon (Valentina Bove) - filha de Rodrigo. Não aceita os sentimentos do pai por Fedora. É fútil e muito má. Não medirá esforços para tirar Lary de Gaby e Pillar.

Virgínia (Mardi Monge) - mãe de Sharon. É uma humilde costureira e daí tira o sustento que vai quase todo para Sharon que gasta com futilidades. Teve um caso com Rodrigo no passado, engravidou deste e nunca contou a verdade, até os dias atuais, quando, cansada da pobreza, Sharon pergunta sobre seu pai.

Geraldo (Kothan) - no início da trama é quem atira em Marion depois de ameaçar Maximiliano. Por conta de seu crime, vai para a prisão condenado a muitos anos.

Jorge (Andrés Mistage) - jovem de boa aparência que trabalha no bar de Paco no lugar de Lourenço.

Nancy (Liannet Borrego) - melhor amiga de Gaby, também trabalha na mansão Irazábal. É apaixonada por Diego mas não é correspondida.

Francisco (Eduardo Linares) - falecido marido de Otávia e pai de Maximiliano e Lary.


INTRODUÇÃO

Acorrentada foi produzida pela Venevisión entre 2006 e 2007 e teve como protagonistas Alejandra Lazcano e David Zepeda. Foi filmada em Miami, Estados Unidos e, originalmente  durou cerca de 187 episódios. É considerada a segunda telenovela mais longa produzida pela Venevisión sem sua antiga co-produtora, a Fonovideo.


RESUMO

A trama se inicia em um cenário composto por glamour, dinheiro e poder, interligando pessoas e interesses, principalmente quando estes são os lucros e os amores nem sempre correspondidos. Assim, Camila e Geraldo, durante mais um encontro de amigos em sua mansão, lamentam terem perdido seus pares, Maximiliano e Marion, respectivamente.

Maximiliano, por sua vez, comenta com seus amigos que Marion não tem impedimentos para lhe dar filhos. Ela, precavida, se apressa para comprar anticoncepcionais sem que Max saiba. Quando, enfim, Marion pede para que comprem seus anticoncepcionais, Geraldo a ouve e a chantageia, ameaçando contar para Max. Ele tenta beijá-la, ela recusa e os dois brigam. De longe, Camila vê a cena e conta para Max que Marion está beijando Geraldo.

Ao chegar, Max vê que Geraldo a beija a força e os separa desferindo de imediato um soco. Geraldo, após ser golpeado, não fala nada, porém, traiçoeiro, se recolhe e em seguida, antes que Max e Marion deixem a mansão ele surge com uma arma em punho e aponta na direção de Max. Sem pensar nas consequências, dispara, só que Marion é atingida e cai morta na piscina.

Enquanto isso, Diana se forma em enfermagem com honras e deixa sua família orgulhosa. Fedora, após um período na prisão, recebe indulto e é posta em liberdade. Então, diz à sua companheira de cela, Carlota, que agora as coisas serão diferentes, pois, suas filhas foram roubadas por Otávia e ela deseja vingança.

Diana consegue emprego em um hospital e Inácio comenta com seu amigo que esta enfermeira será dele. Conquistador, Inácio a convida para ir até seu apartamento para discutirem detalhes de uma cirurgia na qual ela será sua auxiliar. Diana atende ao pedido de Inácio e vai até seu apartamento. Ao vê-lo servir um drink, ela percebe que suas intenções são outras. Para se livrar, Diana acaba por queimar o rosto de Inácio ao jogar uma vela acesa nele. Ele ainda tenta persegui-la quando ela sai do apartamento, mas, acidentalmente, cai pelas escadas.

Diana, apavorada, chega a casa e conta para sua avó que o doutor Montiel caiu nas escadas e acredita que a queda o matou. Rapidamente, Inácio, acompanhado pela polícia, chega a casa de Diana, que é detida e acusada de roubo seguido de tentativa de homicídio. Max e Camila, que passavam por ali, ficam chocados com a prisão de Diana. Já na cadeia, Diana é colocada na mesma cela onde se encontra Fedora, que tenta acalmar a jovem e para isto conta um pouco de sua história, relembrando de suas filhas sendo tiradas dela por Otávia, quando foi presa. Agora, juntas na mesma cela, mãe e filha trocam suas dores sem que façam a mínima ideia a respeito dessa condição.

Fedora, vendo a situação de Diana, oferece ajuda. Porém, logo é posta em liberdade e Diana se sente só, perdida naquele lugar. Movida por um sentimento inexplicável, Fedora se oferece para pagar a fiança de Diana, para que não passe a noite na prisão. Após o pagamento da fiança, Diana volta para casa e conta a todos que uma senhora, através de um conhecido, pagou sua fiança e a libertou.

Entretanto, Diana é despedida do hospital, mas Gaby, sua irmã, a convida para trabalhar na mansão da família Irazábal. Diana vai até a mansão e durante a entrevista com a senhora Otávia, é avisada que pode ser despedida caso se mostre incompetente. Max a vê e ambos se surpreendem. Ao vê-lo, Diana se lembra que ele a viu sendo presa, mas ela despista e mente, dizendo que ele deve tê-la visto em algum shopping center. Gaby revela a Diana que ama Lary, o outro filho de Otávia, mas ele não sabe nada sobre sua paixão.

Em Nova Iorque, alguém comete um roubo, mas é descoberto por um guarda que tenta a captura. O ladrão, que se defende e consegue escapar, é ninguém mais, ninguém menos que Débora, a irmã gêmea de Marion. Débora planeja chegar até a mansão Irazábal e se passar por Marion, que está no quarto misterioso, em estado vegetativo. Com o apoio de Bruna, planeja se passar pela esposa de Max e conquistá-lo. Assim, a irmã gêmea de Marion chega à mansão e Bruna a deixa entrar pela porta dos fundos do jardim, levando-a ao quarto de Marion. Seguindo os planos, Marion é levada da mansão para que, a partir de agora, alguém passe a cuidar dela.

Certo dia, Max vai até o quarto de Marion e conta que está apaixonado por Diana e que tem o direito de refazer sua vida. Porém, ele não sabe que no lugar dela está Débora, que agora conhece seu segredo. Em seguida, Débora conta para Bruna e planeja fingir o despertar e a recuperação de Marion para fazer com que Maximiliano se apaixone por ela novamente. Assim, poderá tirar Diana da mansão.

A verdadeira Marion fica aos cuidados de Isabel, a tia de André, que é marido de Débora. Marion é levada à Houston, para que possa receber tratamentos especiais. Após, regressa à Miami para reivindicar seu lugar de direito.

Diana, sem saber de nada, conta para Gaivota que está trabalhando na mansão da família Irazábal com Otávia e que cuida de uma senhora chamada dona Santa. Gaivota fica nervosa, mas não conta nada a Diana.

Bruna planeja com Débora fazer algo contra dona Santa, para que a culpa caia sobre Diana e a mandem embora. Então, Bruna vai ao quarto de dona Santa e manda Diana procurar por Gaby. Enquanto isso, Bruna coloca algo no leite e faz dona Santa bebê-lo. Em seguida, desce correndo pelas escadas, abre a porta da casa e mente que Diana está fora, que saiu. Dona Santa, tonta pelo que bebeu, sai e acaba sendo atropelada por um carro. Ela é levada ao hospital, mas, por fim, sofre apenas ferimentos leves.

Mais tarde, Bruna conta para Débora o que fez com dona Santa para prejudicar Diana. Esta, junto de Miguelina, recebe uma intimação para prestar depoimento. Em seguida, ela é despedida e humilhada por Otávia. Max vai até Diana e diz que convencerá sua mãe a devolver-lhe o emprego. Eles não resistem e acabam se beijando. Começa aí o princípio de um amor que passará por muitos altos e baixos.

O tempo passa e após descobrir que as duas jovens são suas filhas, e sabendo o quão perigosos e desalmados são os Irazábal, Gaivota aconselha Diana e Gaby a se distanciarem dessa família, mas nenhuma advertência, por mais benéfica que seja, poderá interferir no profundo amor que Diana e Maximiliano, Gaby e Lary sentem um pelo outro; amores estes que passam por diversos desafios e intrigas de pessoas pérfidas que conspiram contra os dois casais.
Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

Anônimo disse...

assisti essa novela (Acorrentada) quando passou na CNT, é boa porém muito longa, fica meio cansativo, tem q ter muita paciência para acompanhar até o fim.