segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Dona Bárbara: Resumo de 19 a 24 de setembro


Capítulo 121 (19/09/2011)

Maricela enfrenta Bárbara e diz que veio fazer cumprir o documento de cessão das terras. Santos, por sua vez, encara Melquíades e pede que ele o mate, mas, o capataz responde que um dia sua patroa acabará lhe dando esta ordem.

Depois, Maricela refresca sua mente e passa a pensar apenas na festa de aniversário de Genoveva, mas, como ela não deseja uma grande festa, a jovem decide fazer apenas um churrasco.

Mesmo assim, Genoveva se alegra e se diverte, já que o assado reuniu todos os seus amigos. Na festa, Pajarote intenta embebedar Bartolo, mas, sem querer, acaba dando a bebida a Genoveva. Então, depois de embriagada, ela diz que ele tem olhos bonitos e que se sente bem ao seu lado. Pajarote, sem perder tempo, a beija.

Enquanto isso, a disputa pelas terras continua e André passa o caso da cessão da fazenda para Mojica, mas, Borrego se mostra interessado. Mais tarde, Mojica conta para Bárbara que o chefe da famosa corporação se chama Fidel Castell e que Maricela já o empossou.

Sapo, pensativo, está espantado como mãe e filha podem estar se enfrentando dessa forma por causa de uma fazenda. Cecília, de outro lado, fica envergonhada depois de ser observada por Antonio em trajes de banho, pois ainda o ama. Porém, sofre um golpe ao ouvir de Lúcia o pedido para que deixe o seu filho aos cuidados dela, assim o bebê irá se acostumando com a nova família.

Outro golpe quem sofre é Bárbara que observa Maricela cair de uma árvore justo nos braços de Santos. Longe dali, Encarnação entra em desespero, pois se dá conta de que seu gado está morrendo.


Capítulo 122 (20/09/2011)

Bárbara, enciumada por ver seu homem cada vez mais distante, estraga com a festa e deixa a todos aborrecidos. Ela acusa Santos de tramar para ficar com as duas fazendas, a dela e a que seria de Maricela.

Enfim, Encanação descobre que seu gado foi envenenado. Atentos, os Mandragón pressionam Primito para não abrir a boca caso venham a perguntar algo sobre o veneno. Santos, vendo o drama de Encarnação, se oferece para ajudar no que for preciso.

Enquanto isso, Cecília diz a Lúcia que não pretende lutar por Antonio, mas, Lúcia ainda tem medo de perdê-lo e revela isso ao seu marido. Por outro lado, Pajarote confessa a Genoveva que está apaixonado por ela e se decepciona ao ouvir que Genoveva não se lembra de nada que possa ter acontecido entre eles na noite anterior.

Finalmente, Encarnação e Antonio descobrem que os Mandragón e Primito foram os responsáveis pelo envenenamento do gado. Bárbara, temerosa, vai à delegacia e diz que seu gado também foi envenenado. Ela mente, tentando evitar que suspeitem dela, afinal está por trás de tudo. Então, Primito é preso.

Depois, Maricela encontra Santos e diz que vem pedindo a Virgem Maria para que ele saia do seu coração. Santos a encara nos olhos, diz que a ama e a beija. Desta vez ela se deixa que ele a beije.


Capítulo 123 (21/09/2011)

Maricela volta a ser arredia com Santos, que pede para ela não pensar que ele desistirá. Então, ele a beija. Enquanto isso, Antonio acusa Bárbara pela morte de seu gado, mas, ela diz que o gado dela também está morrendo, afinal, ela ordenou a Melquíades que envenenasse a água da fazenda Medo, assim, ela seria mais uma vítima e ninguém poderia acusá-la.

Antonio não está convencido e pede a Mojica que investigue Primito, contudo, Bárbara entra em acordo com ele para que não conte nada que a comprometa. Antonio, astuto, pede a Mojica que deixe Primito em liberdade.

Os Mandragón estão preocupados e avisam Bárbara que se eles caírem, ela cairá junto. Maricela segue se esquivando de Santos e diz que entre eles não pode acontecer nada, que ele foi de sua mãe antes.

Antonio, agora, presta atenção na situação de Santos e o sacode para que lute pelo amor que sente por Maricela. Os homens de Altamira vibram e torcem por Santos.

Sorrateiro, Melquíades observa a movimentação e corre contar para Bárbara que Santos estava reunido com Sandoval, os peões e alguns músicos, provavelmente iriam fazer uma serenata. Santos, então, pede a Maricela para que seja sua noiva.


Capítulo 124 (22/09/2011)

Santos, encorajado por Antonio e outros homens, faz uma serenata para Maricela e a pede em noivado, mas, a garota é dura, não dá bola para ele e se tranca em casa.

A notícia corre e Bárbara, furiosa, cobra Santos, pois ele nunca fez uma serenata para ela e nem lhe mandou flores. Mais tarde, Bárbara recebe um bilhete anônimo onde está escrito que Maricela e Santos estão juntos contra ela. Ela suspeita que Sapo enviou o bilhete.

Enquanto isso, Santos e Antonio riem do que fizeram e do ridículo que passaram. Na região, todos comentam com Maricela sobre a serenata. Eles riem e Bárbara chora de dor por ter perdido seu homem.

Então, Melquíades pede que ela ordene a morte dos que a fazem sofrer. No outro dia, Melquíades corre avisar Bárbara de que Santos está levantando uma cerca para separar as terras e Bárbara, descontrolada, pega uma trator e ameaça passar por cima de quem tentar impedi-la de derrubar a cerca, mesmo que esse alguém seja Santos.


Capítulo 125 (23/09/2011)

Com o trator Bárbara derruba a cerca que Santos e os peões estavam construindo. Santos consegue levar Bárbara dali para falar com ela a sós e a mulher demonstra todo o seu ódio. Ela jura que se vingará, porém, Santos responde que foi ela mesma que se encarregou de matar o amor que ele sentia por ela.

Os peões de Bárbara provocam os peões de Santos e uma batalha está prestes a explodir. Na escola, Maricela ensina às crianças, que perguntam se ela é noiva de Santos. Ela fica irritada e responde que não.

Santos chega decidido e diz que ela saberá dele todos os dias, ainda que não queira. Antonio comenta com Encarnação que tem certeza que foi Bárbara que envenenou o gado enquanto Carmelo, na casa de Santos, encontra uns recipientes com o veneno que matou o gado.

Bárbara vai até as últimas consequências e viaja para São Fernando para contratar um advogado que a ajude na disputa pelas terras contra Maricela. Santos, por sua vez, também segue para lá, a fim de acompanhar a jovem e lhe dar apoio na disputa judicial contra Bárbara.

Longe dali, Mojica recebe um telegrama e corre para avisar Pernalete, parece que o telegrama informa que vão começar a investigar os políticos corruptos.


Capítulo 126 (24/09/2011)

O julgamento contra Bárbara continua, mas, ela conta com um advogado muito perspicaz. André não se intimida e apresenta várias provas reveladoras sobre a crueldade da acusada.

A tensão aumenta e o advogado de Bárbara chama Maricela para prestar depoimento. Ele a põe em um beco sem saída ao dizer que foi a própria Maricela quem recusou a cessão da fazenda oferecida por sua cliente.

A jovem, então, se enche de medo, pois se lembra da ameaça feita por sua mãe sobre denunciá-la pela morte de Meléndez. Muito pressionada, Maricela não suporta mais e sai correndo da corte.

Santos, sem saber o que está acontecendo vai atrás de Maricela. Enquanto isso, Antonio e Lúcia ficam sabendo que serão pais e caem em felicidade. Mas, a alegria dura pouco, já que Encarnação se enoja com Antonio ao lembrar que Lúcia só tem um rim e, com isso, é muito arriscada para ela uma gravidez.

Santos fica frente a frente com Maricela e a questiona sobre o que se passa com ela. Maricela começa a responder e quando está prestes a revelar toda a verdade, Bárbara entra e acusa a jovem pelo assassinato de Meléndez. Santos, sem saber o que pensar, fica perplexo.
Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

JUNIOR CARDOSO disse...

ADORO...
Muito lindo o visu.,..
Bjoos