domingo, 27 de março de 2011

Sombras do passado


NOME ORIGINAL
Cara sucia

ESCRITORES
Carlos Romero e Alberto Gómez (Baseados na obra de Inés Rodena)

PRODUTORA
Marisol Campos

PAÍS DE ORIGEM
Venezuela

NÚMERO DE EPISÓDIOS
174

ANO DE GRAVAÇÃO
1992

ANO DE ESTREIA NO BRASIL
1999

EMISSORA
Rede Bandeirantes

TEMA DE ABERTURA
Antología de caricias

INTÉRPRETE
Altamira Banda Show

Como dulce melodía esa noche
tu numbre penetró en mis sentidos
y se metió tan a dentro, tan a dentro,
que por eso salir no ha podido.

Me coloqué como si fuera acto de magia
en un espacio colorido e imaginario,
situando entre el deseo de mis ansias
y el rojo humedecido de tus tibios labios.

Esta noche descubrí mil emociones
bajo tu hechizo y tus gemidos excitantes,
que deslumbrado por aquellas sensaciones
de tanto amar casi te bebo en cada frase.

Vamos a hacer en lo adelante
una antología de caricias
de lo mejor de la primera noche,
cuando allí me diste la primicia.

Vamos a hacer en lo adelante
una antología de caricias,
en petición de los mejores actos
del amor que endulza nuestras vidas.
Aún yo guardo en mi pudor
el dolor de tu primera vez,
un dolor que supo a miel
y una piel que invita ven,
ven endúlzame otra vez.…

Vamos a hacer en lo adelante
una antología de caricias
de lo mejor de la primera noche,
cuando allí me diste la primicia.

Vamos a hacer en lo adelante
una antología de caricias,
en petición de los mejores actos
del amor que endulza nuestras vidas.

Aún yo guardo en mi pudor
el dolor de tu primera vez,
un dolor que supo a miel
y una piel que invita ven,
ven endúlzame otra vez.…

Un dolor que supo a miel
y una piel que invita ven,
ven endúlzame otra vez.


ELENCO

Sonya Smith: Estrella Montenegro Campuzano

Guillermo Dávila: Miguel Ângelo González

Gigi Zanchetta: Santa Ortigosa

Humberto García: Horácio González

Chony Fuentes: Rebecca

Elio Rubens: Leonardo Montenegro

Adolfo Cubas: Antônio González “Tony”

Solmayra Castillo: Dejanira

Marcelo Rodríguez: Augustinho

Hans Christopher: Víctor Iriarte

Hilda Moreno: Corália

Coromoto Roche: Teresa

Deyanira Hernández: Eloísa

Gonzalo Contreras: Doutor Gordillo

José Ángel Urdaneta: Chuy

Enrique Oliveros: Oscar

Joel de la Rosa: Fabiano

Eduardo Angulo: Querico

Winston Vallenilla: Freddy

Eva Blanco: Candelária Camacho

Julio Capote: Fermim

Marcelo Romo: Carmelo

Helianta Cruz: Beba Ortigoza

Rita De Gois: Carmen dos Santos

Alberto Marín: Padre Lombarito

Ana Martínez: Asunção

Simón Pestana: José Grigorio

Hilda Blanco: Moncha

Mauricio González: Fernando Guzmán

Juan Carlos Baena: Fotógrafo

Humberto Buonocuore: Pepino

Lizbeth Manrique: Loly

Manolo Manolo: Doutor

Swenn Luna: Policial



INTRODUÇÃO

Produzida por Marisol Campos, Sombras do passado, originalmente chamada Cara sucia, é uma versão livre de La gata, radionovela escrita por Inés Rodena, da qual, ao longo dos anos, se fizeram várias adaptações: La gata, telenovela de 1970; La fiera, de 1983; Sueño de amor, de 1993; Por un beso, de 2000; Muñeca de trapo, de 2000; Seus olhos, de 2004 e, mais recentemente, Pobre diabla, de 2009.


RESUMO

O amor, o ódio, a maldade e as paixões se conjugam para dar a este melodrama uma realista e bela história de amor, onde o fantasma do passado se empenha em ofuscar a felicidade de um jovem casal.

Miguel Ângelo é membro de uma das famílias mais ricas de Caracas, enquanto Estrella é uma garota pobre, porém muito bonita e trabalhadora que, para sobreviver, vende jornais em uma esquina. Ao se conhecerem, acidentalmente, ambos se apaixonam à primeira vista e assim começa um romance que pouco tempo depois conduz ao casamento.

Porém, nem tudo é felicidade para o casal, já que os apaixonados têm que suportar a oposição dos pais de Miguel Ângelo - Horácio e Rebecca -, além da paixão obsessiva que a malvada Santa Ortigosa, ex-namorada de Miguel Ângelo, sente por ele.

A família de Miguel Ângelo se opõe esta relação, não somente pelas diferenças sociais, mas, também, por um trágico passado que os envolve: o brutal assassinato, há dezoito anos, da mãe de Estrella, pelo pai de Miguel Ângelo. Obviamente, nem Estrella, nem Miguel estão a par desta verdade que, com desespero, todos tratam de ocultar.

Entretanto, a verdade vem à tona quando Leonardo Montenegro, o pai dela, consegue sair em liberdade para poder revelar que o assassino de sua esposa não foi ele. Leonardo tratará de buscar sua filha, mas quando a encontrar talvez será tarde demais, pois Estrella já haverá sido destruída pela maldade, pelo ódio e pela situação criada em torno do homem que ama.

A saúde mental de Horácio se deteriora e o torna cada vez mais perigoso, a ponto de sequestrar os filhos gêmeos de Miguel Ângelo e Estrella. Já nesta ocasião, Rebecca muda de postura e se dá conta que mantinha um conceito errôneo sobre sua nora, acusando-a de interesseira, e se dá conta que, na realidade, era Santa quem queria Miguel por puro interesse. Além disso, descobre que seu marido não era o homem que aparentava ser.

Horácio se suicida após a polícia separá-lo dos gêmeos, e Santa morre ao sofrer um acidente de carro num barranco. Miguel e Estrella recuperam seus bebês e finalmente alcançam o amor e a felicidade que tanto desejavam. Rebecca aceita sua nora e seus netos como membros de sua família.


CURIOSIDADES

A princípio, Sombras do passado, ou melhor, Cara sucia, seria protagonizada por Maite Delgado, que recusou o convite para ser animadora. Ao final, a opção foi Sonya Smith, uma jovem pouco conhecida até então, que havia feito pequenos papéis nas telenovelas da RCTV.

Esse foi o ano em que nasceram novas estrelas e ano que abriu portas para a mesma Sonya Smith, que protagonizou uma trilogia de telenovelas: a própria Cara sucia, em 1992; Rosangélica, em 1993 e Maria Celeste, em 1994.

Este foi seu primeiro papel protagônico e mesmo que a crítica venezuelana a tenha tachado como dramática ao extremo, este trabalho lhe brindou com uma projeção internacional muito sólida. A atriz tinha que dividir o tempo como podia, para continuar com seus estudos de Veterinária, as gravações e os cuidados com seus animais exóticos: uma cobra, dois cachorros, um hamster e um louro, sem contar as araras e os peixes de sua mãe.

Guillermo Dávila, mais conhecido em seu país de origem, Venezuela, como cantor, onde já havia gravado diversos discos, também teve sua estreia no mundo das telenovelas com Cara sucia.

A telenovela, que originalmente contou com 174 capítulos de uma hora cada, foi exibida na Venezuela de 05 de março a 12 de outubro de 1992, com grande popularidade. É uma das telenovelas da Venevisión com maior número de vendas a nível internacional, sendo emitida em mais de 80 países, entre eles Espanha, Itália, Rússia, Filipinas, Líbano, Síria, Egito, Jordânia, Emirados Árabes e Mongólia, país que com esta produção viu pela primeira vez uma telenovela latino-americana. Cara sucia é somente vencida em número de vendagem por Gata selvagem, da Venevisión Internacional.
Blog Widget by LinkWithin

5 comentários:

Andy disse...

Eu juro por tudo que mais amo na minha vida que essa trama não foi exibida em 1999 pela Band. Naquele ano, a emissora exibiu a norte-americana BELAS E INTRÉPIDAS, de 7/6 a 22/10/1999. Depois disso, a Band não exibiu mais nenhuma trama. Enfim...

Anônimo disse...

Eu istou confundido, sou de Colombia e quero saber quais foram a serio as novelas extranjeiras exibidas na BAND, se puderam me dizer agradecería muito, para mím Band é a melhor.

vagner disse...

a BAND passou a novela CARA SUCIA com o nome de SOMBRAS DO PASSADO em meados de 1998 depois disso passou a novela MORENA CLARA com o nome de CAMINHOS DO CORAÇÃO com Astrid carolina herrera e a Gaby spanic como a vilã da historia .logo depois eles comprarom a soap opera americana THE BOLD AND THE BEAUTIFUL já era 1999 com o nome de BELAS E INTREPIDAS sendo que em 1992 a extinta tv manchete ja tinha passado THE BOLD AND THE BEAUTIFUL com o nome de PAIXÃO E ODIO .THE BOLD AND THE BEAUTIFUL já tenhe 25 anos que esta em exibição nos estados unidos e é a soap opera americana de maior sucesso no mundo exibida em mais de 100 paises.

Bruno Ereno disse...

Noooossa, eu assisti essa novela e resolvi procurar, até que achei o blog, muito bom. A novela passou sim entre 1998 e 1999 pois me lembro pela casa onde morava nessa época. Essa novela passava no horario do almoço. Eu só não lembro direito sera antes ou depois de Belas e Intrepidas, acho que antes. Lembro que tinha uma gata que chamava de Estrelinha por causa da Cara Suja. É demais relembrar tudo isso, faz tanto tempo.

Andy Indomável disse...

Aqui no Espírito Santo, eu não via. Era por isso que sempre achei (e teimava até) que a mesma nunca tinha sido exibida por aqui. Que doideira, não é? Mas a novela realmente foi exibida no Brasil. Só que no horário das 14h, no qual a trama era exibida, a TV Capixaba (afiliada da Band no ES) exibia a programação local e só voltava a grade nacional às 15h (aliás, é assim até hoje). Eu teria curtido essa trama, se caso tivesse assistido. Mas a afiliada da Band sempre exibindo aqueles programas sem sentido que ninguém assistia. Tive que me contentar com "Belas e Intrépidas". Enfim, não faz mal.