domingo, 31 de outubro de 2010

Biografia de Nora Salinas


INTRODUÇÃO

Alicia Nora Ortíz Salinas nasceu em Monterrey, estado de Nuevo León, México, em 07 de junho de 1976, mas desde pequena viveu em Reynosa, uma cidade de Tamaulipas, divisa com os Estados Unidos. Filha de Rodolfo Calera Anzaldúa e Nora Alicia Salinas de León, a atriz tem cinco irmãos: Rodolfo e Gisela, filhos do casamento de seu pai com María Isabel Rodríguez, ambos envolvidos no ambiente musical, além de José Luis, Natalia e Karla. Em sua adolescência namorou um garoto chamado Ismael, seu primeiro amor.


SUA HISTÓRIA

Nora e seu irmão, José Luis, sempre foram muito travessos, e suas irmãs, Natalia e Karla, também não ficaram para trás. Em sua casa havia um enorme jardim, onde costumava subir em árvores e brincar com os irmãos.

Aos doze anos, seus pais se divorciaram, e desde então, sempre teve o cuidado de seus irmãos. Seu primeiro trabalho foi como vendedora de cachorrinhos na porta de sua casa e em sua cidade participava do time municipal de basquete. Nora sempre pensou em se tornar arquiteta, mas aos dez decidiu ser atriz.

Em 1993, participa e vence o concurso de Miss Tamaulipas. Então, decide ir à capital participar do concurso La chica TV, onde obtém um grande êxito e se posiciona em terceiro lugar. Neste concurso conhece Eugenio Cobo, o diretor do Centro de Educación Artística de Televisa e lhe confessa seu sonho de ser atriz.

Finalmente, Nora consegue entrar no CEA e se muda para o Distrito Federal para estudar. Nesse mesmo ano, ganha o concurso El rostro de El Heraldo de México. Após, em 1994, Luis del Llano lhe dá sua primeira oportunidade: a telenovela Agujetas de color de rosa, onde interpreta Jessica, uma garota rebelde e roqueira. Com seu talento e beleza, Nora atrai a atenção de milhões de telespectadores no México.

Em 1996, encara um novo desafio na telenovela Confidente de secundaria, onde dá vida à caprichosa Bianca, com quase o mesmo elenco de sua telenovela anterior, nesta que foi uma trama juvenil com muita música e diversão, que tratava sobre os problemas e medos que os jovens enfrentavam, uma história que ajudava os adolescentes a buscarem ajuda e dava-lhes conselhos positivos para terem sucesso em suas vidas, nos momentos de maior vulnerabilidade e solidão.

A telenovela abriu, ainda, as portas para um sem-fim de talentos jovens da Televisa, entre eles destacam-se Irán Castillo, Karyme Lozano, Flavio César, Martha Aguayo, Francesca Guillén, Gerardo Quiroz, Sergio Mayer, Sergio Blass, Alejandra Barros, Consuelo Duval, Arleth Terán, Fey, entre outros.

É nesse mesmo ambiente que Nora conhece seu segundo amor, José Luis Melo Cordero, filho do ator Joaquín Cordero, que tem um pequeno papel na mesma telenovela. Mesmo Nora tendo vinte anos e Melo trinta e cinco, a relação dura dois anos com muita segurança e tranquilidade.

Em 1997, Nora realiza seu primeiro papel estelar no teatro com La Cenicienta e interpreta o papel de Graziela na telenovela Esmeralda, realizando uma grande interpretação. A personagem de Graziela, tão complexa e emotiva, torna-se o divisor de águas de sua carreira e a lança à internacionalização. Aqui no Brasil, a versão de Esmeralda conta Karina Barum, que dá vida a mesma personagem, também dando um show de interpretação.

Neste mesmo ano, e ao lado de Fernando Colunga, seu companheiro e galâ de Esmeralda, obtém grande destaque no teatro, com a obra El pecado no original, produzida por Ernesto Laguardia. A obra realiza uma turnê pela América do Sul e Estados Unidos. Chegado este momento, as complicações que desde a infância havia tido com o aparelho digestivo fazem com que opere o cólon.

Em 1999, interpreta o papel de Vera no melodrama Rosalinda, onde atua ao lado de Thalía, Fernando Carrillo e Angélica María, que lhe ajuda muito com seus conselhos e experiência durante as gravações. Mesmo a trama não tendo tanto sucesso no México, alcança grande destaque no exterior.

Em 2000, em DKDA Sueños de juventud, Nora encarna a personagem de Leticia, sua melhor vilã, debilitada, alcoólica e caprichosa. Somente após três dias do término de DKDA, participa em Carinha de anjo, uma telenovela infantil, interpretando a inesquecível Tia Peruca, o segundo divisor de águas de sua carreira, que lhe vale o carinho das crianças e reafirma sua projeção a nível internacional. Nesse verão, Nora termina seu namoro com José María Fernández, arquiteto e meio-irmão de Chantal Andere.

Em 2001, Nora recebe sua primeira oportunidade de protagonizar uma telenovela: Maria Belém, onde se encarrega de dar vida à Ana, uma psicóloga que descobre o amor maternal ao conhecer Maria Belém. No final do ano, a atriz volta como protagonista no especial Navidad sin fin.

Em 2002, confirma sua participação como a protagonista de Viva às crianças! - Carrossel 2, mas sua gravidez e casamento com o empresário Miguel Borbolla faz com que paralise sua carreira. O papel, então, fica nas mãos da atriz e consolidada apresentadora Andrea Legarreta. O casamento é celebrado no civil, estando Nora em seu quarto mês de gestação, e o casal se muda para Querétaro. Seu bebê, José Miguel, nasce em 1° de setembro de 2002.

Em 2004, a triz regressa aos sets com a telenovela Amy, a menina da mochila azul, no papel de Emília, uma terna doutora. Em março deste mesmo ano, anuncia a separação de seu esposo e mesmo tentando rever a situação, assina o divórcio em setembro, sem que nenhuma das partes desse declarações sobre os motivos da ruptura.

Em agosto de 2004, Nora realiza um filme pela primeira vez, protagonizando, no cinema, Cicatrices, ao lado de Rodrigo Abed. O filme retrata, cruamente, o drama causado pela violência familiar. Segundo a própria atriz, sua personagem, Clara, se tornou uma das mais difíceis de sua carreira. A produção estreou em 15 de setembro de 2006 no México, esteve em cartaz durante onze semanas e tornou-se um dos cinco filmes mais assistidos do ano. Graças ao filme, Nora recebe o prêmio Diosa de Plata, como atriz revelação, prêmio este de maior reconhecimento no mundo cinematográfico mexicano, depois do prêmio Ariel.

Em 2005, aparece em Sonhos e caramelos, exibida no Brasil pela Rede CNT, uma telenovela infantil, onde se encarrega de interpretar Lupita, um manequim com vida. Este papel lhe exige muitos recursos de atuação, sobretudo, um controle exato sobre os movimentos de seu corpo e respiração, comprovando, mais uma vez, seu carisma com o público infantil.

Em 2006, Nora participa da telenovela cômica A feia mais bela, interpretando Carolina, a fada madrinha que ajuda Lety a se tornar uma mulher bela, tanto exterior como interiormente. Papel pelo qual obtém a nomeação como Melhor atriz de elenco na edição 2007 dos prêmios TVyNovelas.

Em 2007, participa na telenovela comemorativa dos 50 anos das telenovelas mexicanas, Amor sin maquillaje e, em 2008, faz uma participação protagônica na produção de Salvador Mejía, Fuego en la sangre, junto de Adela Noriega e Elizabeth Álvarez. Em maio deste ano, seu ex-marido Miguel Borbolla, a acusa de tê-lo ameaçado de morte, e feito os segurança de seu namorado espancá-lo.

Em 2009, se integra ao elenco de Atrévete a soñar em uma participação especial em agradecimento a Luis del Llano, interpretando a ela mesma no papel de um freira fanática por hambúrgueres. Em 20 de julho de 2010, dá a luz sua filha Scarlett, fruto de romance com Mauricio Becker.


SUAS ATUAÇÕES

TELENOVELAS

2009 - Atrévete a soñar (Nora Salinas)
2008 - Fuego en la sangre (Sara)
2007 - Amor sin maquillaje (Adriana)
2006 - A feia mais bela (Carolina)
2005 - Sonhos e caramelos (Lupita)
2004 - Amy, a menina da mochila azul (Emília)
2001 - Navidad sin fin (Alejandra)
2001 - Maria Belém (Ana)
2000 - Carinha de anjo (Estefânia)
2000 - DKDA Sueños de juventud (Leticia)
1999 - Rosalinda (Vera)
1997 - Esmeralda (Graziela)
1996 - Confidente de secundaria (Bianca)
1994 - Agujetas de color de rosa (Jessica)

SÉRIE

2009 - Tiempo final (Cristina)

FILME

2005 - Cicatrices (Clara)
Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

Prih_br disse...

Adoro essa atriz, é simplesmente fantastica.
bjos