sábado, 23 de outubro de 2010

As tontas não vão ao céu


NOME ORIGINAL
Las tontas no van al cielo

ESCRITORES
Enrique Torres e Miguel Vela

PAÍS DE ORIGEM
México

NÚMERO DE EPISÓDIOS
135

ANO DE GRAVAÇÃO
2008

ANO DE EXIBIÇÃO NO BRASIL
2010

EMISSORA
SBT

TEMA DE ABERTURA
Esto es lo que soy

INTÉRPRETE
Jesse & Joy

Un segundo en esta vida puede cambiar tu rumbo,
cortar tus alas para lentamente bajar tu mundo,
mandar ese disfraz que para nada te va al limbo,
perder el miedo para nuevamente tratar juntos.

Nunca es tarde para comenzar,
no tengas miedo de volver amar…

Lo que quiero es un amor
que sepa que no soy alfombra ni escalón,
continuidad y convicción.

Quiero un amor que sepa lo que soy,
que tenga un corazón, entrañas y pudor,
eso es lo que soy…

Los corazones tontos nunca podrán llegar al cielo,
aún tengo la esperanza de volver a escuchar te quiero.

Nunca es tarde para comenzar,
no tengo miedo de volver amar…
Lo que quiero es un amor
que sepa que no soy alfombra ni escalón,
continuidad y convicción.

Quiero un amor que sepa lo que soy,
que tenga un corazón, entrañas y pudor,
eso es lo que soy…

No soy alfombra ni escalón, esto es lo que soy.


ELENCO

Jacqueline Bracamontes: Cândida Moraes Alcalde “Candy”

Jaime Camil: Santiago López Carmona

Valentino Lanús: Patrício Molina Lizárraga

Sabine Moussier: Marisa Córdova

Fabiola Campomanes: Alice Moraes Alcalde

Karla Álvarez: Paulina López Carmona

Violeta Isfel: Lúcia López Carmona

Eleazar Gómez: Charles Moraes

Robin Vega: Salvador Molina Lizárraga “Vavá”

Diego Ramírez: Alberto Molina Lizárraga “Beto”

Mariana Lodoza: Rosa López Carmona “Rosinha”

Mario Casillas: Clemente Moraes

Ana Bertha Espín: Gregória Alcalde de Moraes

Manuel Ibáñez: Manuel Moraes “Manu”

Arlette Pacheco: Laura de Moraes

Julio Alemán: Artur Molina Lizárraga

Rosangela Balbo: Margarida de Molina Lizárraga

Silvia Mariscal: Isabel de López Carmona

Mauricio Herrera: Jaime Martínez

Alejandro Ibarra: Eduardo

Jacqueline García: Sheila

Andrea Torre: Soledade

Carlos de la Mota: Raul

Luis Manuel Ávila: Samuca

Reynaldo Rossano: Antonio “Tonho”

Christina Pastor: Lourdes “Lulú”

Julio Vega: Donato

Lilí Brillanti: Tina

Raquel Garza: Hortênsia

Gabriela Platas: Bárbara

Ginny Hoffman: Cecília

Eric Guecha: Carlo

Carlos Girón: Miguel

Marco Uriel: Heitor

Rafael del Villar: Jorge

Agustín Arana: Mário

Catherine Papile: Assunção

Claudia Berninzon: Vitória

Ilean Almaguer: Aurora

Juan Peláez: Ricardo

Julian Sedgwick: Dr. Read

Milia Nader: Nora

Paco Ibáñez: Johnny

Viviana Ramos: Evangelina

Ximena Herrera: Irene

Crislainny Rios: Nyna

Juan Carlos Bonet: Gabino Lugo Estebánez

Allisson Lozz: Milagres Belmonte

Laura Flores: Luciana Arango


PERFIL DAS PERSONAGENS

Cândida / Candy (Jacqueline Bracamontes) – mulher espontânea, bela e impulsiva, o que a leva a armar grandes barracos. A traição de seu marido com sua irmã a decepcionou tanto que não confia mais nos homens e fechou seu coração para o amor. Está decidida a tomar o controle de sua vida. É uma sensível colunista, especializada em público feminino. Seus textos são publicados na coluna As tontas não vão ao céu.

Santiago (Jaime Camil) – Santiago é um cirurgião plástico de grande renome. Atraente, agradável e simpático. Desde o dia que é abandonado por sua mulher, passa a ter uma vida dupla. Por um lado, é um pai amoroso, mas por outro é um mulherengo que tem uma verdadeira lista de conquistas, porém se sente muito solitário. Está em busca de afeto, porto seguro e amor.

Patrício (Valentino Lanús) – Patrício é amável, precavido e muito arrogante com aqueles que julga inferiores. A humilhação por ter sido abandonado por Candy, a quem realmente ama, foi um duro golpe para a sua autoestima, e a notícia de sua morte o encheu de culpa. Ama seu trabalho, porém é insatisfeito.

Marisa (Sabine Moussier) - noiva de Santiago. É uma mulher vaidosa, insensível, calculista e fria. É refinada e elegante, foi educada nos melhores colégios. Sempre quer ser o centro das atenções e seu noivado com Santiago ajuda a atingir esse objetivo. Sabe que Santiago é excelente partido e quer casar o mais rápido possível com ele.

Alice (Fabiola Campomanes) – é a irmã mais velha de Candy. Sofreu um acidente que interrompeu sua carreira de bailarina. É uma mulher insensível, imoral e calculista, que usa os outros para benefício próprio, sobretudo Patrício, o mais manipulado por seus encantos. Vaidosa, como é, cuidar do corpo é muito importante para ela.

Manuel (Manuel “Flaco” Ibáñez) - é o tio de Candy, um homem simpático, maduro e muito sensível, que vive sozinho. Sua esposa e a família deram-lhe as costas quando confessou ser homossexual, por acharem que perdeu seu juízo. Gosta muito de Candy e dá a ela todo o seu apoio, recebendo dela sua confiança.

Gregória (Ana Bertha Espín) - mãe de Candy. Rancorosa e possessiva, invejosa e manipuladora. Culpa Candy pela morte do marido, que não suportou perder a filha. Alice é sua filha favorita e sua única esperança para ter netos.

Artur (Julio Alemán) - pai de Patrício. É um homem autoritário que gosta de explorar os outros, começando por sua mulher. Comanda a família como sua empresa, dá ordens e abusa do poder. É um alcoólatra sem recuperação.

Margarida (Rosangela Balbó) - mãe de Patrício. Foge da realidade e finge ser feliz para os amigos, escondendo a dor de ser casada com um alcoólatra que a despreza e é infiel. Tem medo de parecer velha e recorre à cirurgia plástica. Se importa muito com o que os outros dizem.

Raul (Carlos de la Mota) - é um bom homem. Sente-se solitário, pois a morte de sua esposa deixou-lhe com muito ressentimento. Para ele, as mulheres são objetos levianos. Não mantém uma relação por medo de voltar a perder a mulher amada. Acha que tem a obrigação de cuidar de sua irmã Marisa.

Eduardo (Alejandro Ibarra) - amigo íntimo de Santiago, de quem conhece todos os seus segredos. É seu anestesista nas cirurgias e passam juntos a maior parte do tempo. Eduardo é imaturo para compromissos sérios e um irresponsável que não pensa na consequência de seus atos. Não quer desrespeitar sua esposa Sheila, porém leva uma vida de solteiro e não abre mão de sair com outras mulheres.

Sheila (Jacqueline García) - é uma mulher sonhadora, de sorriso contagioso e alegre, que ajuda os outros sem exigir algo em troca; tem bom coração. A princípio não dúvida de Eduardo, e este dá a última palavra. Sheila não é tonta, mas está muito apaixonada. Seu contato com Candy faz com que tenha necessidade de cuidar de si mesma e descobrir quem realmente é.

Isabel (Silvia Mariscal) - mãe de Santiago. É distraída, simpática e um pouco tonta; uma hippie que resiste ao tempo. Seus ideais seguem intactos desde a década de 70. É uma mulher mágica, mais que uma mulher trágica. É viúva e ama profundamente sua família, cuidando de suas netas de uma maneira muito especial. Aos 60 anos, Isabel conhece Jaime e terá um novo encontro com o amor.

Jaime (Mauricio Herrera) - é um artista, um homem sensível e muito afetuoso, que se emociona com facilidade. É viúvo, com filhos adultos e casados. Vive bem com a renda de suas aplicações no banco, mas trabalha como pianista em um bar, no lobby de um hotel. Isabel é o seu amor da vez.


INTRODUÇÃO

Em abril de 2010, após dois anos sem exibir telenovelas da Televisa, devido ao rompimento de contrato, o SBT resolveu retomar os folhetins mexicanos com As tontas não vão céu, uma trama que foi ao ar no México em 2008, e desde o início foi um grande sucesso por lá, rompendo a barreira dos 30 pontos na faixa das 20h00. Com o decorrer dos capítulos caiu e se estabilizou nos 22 pontos, marca considerada muito boa para a Televisa. Já no Brasil, a trama oscilou entre 4 e 6 pontos de média no Ibope, brigando diretamente com a Rede Record pela vice-liderança no horário das 16h00.


RESUMO

Candy conhece Patrício, o homem de sua vida, em sua festa de quinze anos. Os dois se tornam namorados e Patrício passa a ser a razão dos pensamentos de Candy, além do patrão do pai desta. Candy, muito feliz, compartilha sua felicidade com suas irmãs: Alice e Verônica. Algum tempo depois, Alice vai morar na Capital, e Verônica morre em decorrência de um erro médico durante uma cirurgia plástica para redução de abdômen.

Em seu aniversário de dezoito anos, faltando uma semana para seu sonhado casamento, Candy se entrega a Patrício pela primeira vez. Alice chega à cidade para o casamento de Candy, que lhe pede perdão por ser sentir-se responsável pelo fato da irmã haver terminado abruptamente sua carreira de bailarina já que, quando criança, Alice gostava de ballet e Candy, querendo dançar como a irmã, lhe tomou suas sapatilhas e as colocou. Alice, ao se dar conta, as tomou de volta e, quando iam discutindo, tropeçou e caiu pela escada. Desde então nunca pôde voltar a praticar a dança. Alice a perdoa ou, pelo menos, faz com que Candy acredite em seu perdão.

Paralelamente, Patrício encontra-se profundamente apaixonado por Candy, além disso, o casamento com a filha do motorista, lhe permitirá desfrutar de uma pequena vingança; vingança esta contra seu pai, que, tomado pelo alcoolismo, maltrata sua mãe.

O dia do casamento dos apaixonados se aproxima e, na despedida de solteiro do noivo, seus amigos lhe preparam um presente, dando-lhe a chave de uma suíte do hotel. Alice, que acabara de chegar à cidade, descobre a brincadeira e manipula a situação, conseguindo passar junto de Patrício sua última noite de solteiro.

Chega o dia do casamento, no qual aparece Manuel, o querido tio de Candy, que foi banido da família por ser homossexual. Manuel, que prefere não assistir a cerimônia para evitar um escândalo, deixa para a sobrinha um envelope com dinheiro, como presente.

Candy se casa com Patrício sem imaginar que sua felicidade somente durará algumas horas. Durante a festa, Patrício e Alice se dirigem ao banheiro para falar sobre a noite anterior, e Candy, ao subir para trocar os sapatos, vê ambos em um ardente beijo. Seu pai tenta acalmá-la, dizendo que Patrício é homem e que o que viu foi uma situação comum, mas Candy, inconsolável, arma um escândalo, tira o vestido de noiva na frente dos convidados e foge.

A pobre desiludida utiliza o dinheiro que recebeu do tio para ir a Capital, onde passa a morar e trabalhar com Manuel, que a ajuda a forjar sua própria morte, dizendo aos familiares de Candy que esta morreu e que foi cremada. Alguns dias depois, Candy descobre que havia engravidado de Patrício. A maternidade a transforma numa mulher mais madura e segura, que durante os próximos anos só pensa em trabalhar para criar seu filho. E, mesmo odiando os homens, no fundo sabe que precisa de alguém a seu lado embora se recuse a admitir.

Passam-se sete anos nos quais Candy se dedica a trabalhar para dar a volta por cima e criar seu pequeno Salvador, “Vavá”, fruto de seu amor com Patrício. Ela torna-se treinadora da equipe de futebol de seu filho, onde conhece Soledade, mãe de Beto, o melhor amigo de Vavá. Patrício acaba se casando com Alice, porém esta sente-se magoada devido ao fato de seu esposo não haver esquecido sua irmã.

Candy, agora mais segura e decidida, volta a ver Santiago, um atraente cirurgião plástico que assistira o desastrado casamento anos atrás. Por um lado, Santiago é um pai amoroso que cuida de sua filha abandonada por sua mãe Paulina, que preferiu seguir uma suposta carreira profissional em Nova Iorque, e por outro, é um mulherengo insaciável.

Candy e Santiago, que tem uma noiva chamada Marisa, apostam em um romance sob uma luta interna de amor e independência. Igualmente a Santiago, Raul, o irmão de Marisa, se apaixona por Candy, que somente aceita uma relação de amizade. Raul a conheceu através de Manuel, que fez com que a revista de Raul publicasse um artigo escrito por sua sobrinha. A partir de então, Candy passou a ter sua própria coluna semanal intitulada As tontas não vão ao céu. Quando a coluna começou a ter sucesso, a possibilidade de ter um lugar para trabalhar a favor das mulheres tornou-se realidade.

Sem imaginar, Santiago torna-se sua concorrência e continua com sua clínica dedicada à beleza artificial, enquanto que Candy se dedica a seu Instituto de Beleza Interior. Os confrontos são cotidianos; ela rouba pacientes de Santiago e ele se vinga boicotando o instituto de Candy. No entanto, ambos tratam de sobreviver juntos apesar dos obstáculos.

Acontece que Beto, aquele melhor amigo de Vavá, também é filho de Patrício, que, enquanto namorava Candy, a havia enganado com Soledade. Patrício também vai morar na Capital, onde descobre que Beto é seu filho. Aí começa a se relacionar com Soledade, o que provoca que cada vez mais se aproxime de Candy e Vavá, mesmo nem imaginando. Essa aproximação não agrada Alice, que começa a tirar Soledade do caminho. Por sua parte, Candy, se dá conta da relação entre Patrício e Soledade e diz a esta que Beto é irmão de Vavá.

Patrício descobre que Candy está viva, e que, sendo assim, seu casamento com ela ainda é válido, anulando aquele celebrado com Alice. Ao se dar conta que também tem um filho com Candy, quer reatar seu casamento, mas percebe que existe outro lhe arrastando as asas. Por sua parte, Alice, que não se resigna a ficar de braços cruzados, vendo seu marido deixá-la, trata de adotar uma criança, pensado que assim conseguirá prender Patrício.

Candy, após um tempo, aceita se relacionar com Patrício novamente, mas acaba com tudo depois de descobrir que está verdadeiramente apaixonada por Santiago, com quem inicia uma relação que faz Patrício sofrer inconsolável, mas que também não agrada Vavá, que desaprova a união.

Juntos, Santiago e Candy, começam a batalhar pelo amor de Vavá, que se tornara há tempos amigo de Rosa, a filha de Santiago. Mas, quando tudo parece calmaria, reaparece Paulina, a ex-esposa de Santiago, para causar tumulto. Porém, finalmente, Vavá aceita Santiago, que se casa com Candy. Patrício se resigna a ficar sem Alice, nem sua irmã, buscando outra relação para ser feliz.


COMENTÁRIOS

Em sua estreia mexicana, As tontas não vão céu já chegou causando polêmica aparecendo com o título de Las estúpidas no van al cielo, provocando, assim, o descontentamento de muitas associações de mulheres, as quais conseguiram que se mudasse o nome da telenovela. Mesmo assim, o certo é que tampouco se esforçaram muito na mudança.

Desde seu início, a telenovela saiu do convencional e do tradicional, visto que enquanto outras terminam com um casamento, esta começou assim, com uma cerimônia nupcial, porém, não feliz. Candy se casa com Patrício e, ainda na festa, flagra o marido beijando Alice, sua irmã. Mesmo apaixonada, a protagonista não permite que o homem que supostamente a ama, use-a como bem entender. “Não tenho vocação para tapete!” Grita Candy para sua mãe após descobrir que seu marido lhe foi infiel com sua própria irmã. Em seguida, a recém-casada abandona o adúltero, finge sua própria morte e foge, tentando aprender a viver e a ser mulher.

Em As tontas não vão ao céu não somente houve um ângulo vanguardista e feminista, como também várias mensagens sociais. Candy, após seu traumático encontro com a infidelidade, passou a desconfiar dos homens e buscou ajudar as mulheres, cujas vidas foram despedaçadas pelos homens. Seus esforços culminaram na criação do Instituto de Beleza Interior, que ensinou as mulheres a quererem-se a si mesmas.

Mas essa não foi a única mensagem da história. Graças a excelente caracterização de Flaco Ibáñez, seu personagem Tio Manuel, a telenovela retratou o sofrimento de um homossexual que teve a coragem de sair do armário. Além disso, tratou de temas como a AIDS, a violência contra a mulher, a bulimia, as drogas, a beleza exterior através das cirurgias plásticas, o adultério, a adoção, entre outros.

O colorido chamou à atenção, com poucas paredes brancas e figurinos neutros, mas, sim, cenários coalhados de objetos. A extravagância foi ressaltada pelos cabelos caudalosos e pela trilha sonora que sublinhou cada clima: um piano choroso para o drama e um tema descontraído para a comédia.

A dublagem brasileira alterou alguns pontos da realidade mexicana como por exemplo, o nome do time de futebol, o América, time de Santiago e Patrício foi mantido, mas o Chivas Guadalajara, o time de Candy, virou o Quinze. Porém, em algumas cenas, como as ambientadas no quarto de Vavá, era possível ver o nome Chivas em vários pontos, como por exemplo no cobertor da cama.

Outro fato interessante foi em relação ao dinheiro, que no México é o peso mexicano, que na versão brasileira foi referido como o real. E mais: as cidades não possuíam nomes, eram simplesmente “a capital” e o “interior”, dando a entender que se tratavam de Guadalajara e Cidade do México.

A atriz Sabine Moussier teve que se ausentar do meio para o final da telenovela por problemas pessoais, por isso o sumiço de Marisa, sua personagem, que viaja para o exterior com o filho e não volta mais. Em seu posto de vilã da foi escalada a atriz Karla Álvarez, a Paulina, personagem que apenas faria uma participação nos primeiros capítulos, mas que volta repentinamente para a trama principal, para atrapalhar a vida dos protagonistas Candy e Santiago.

A telenovela teve ainda algumas participações especiais como as de Laura Flores e Allisson Lozz, como Luciana e Milagres, respectivamente, que visitaram o Instituto de Beleza interior, buscando a reabilitação espiritual de Luciana. Na verdade esta foi uma fusão com outra telenovela, Al diablo con los guapos, produzida por Angelli Nesma Medina, que também se utilizou dessas cenas.

Em síntese, As tontas não vão ao céu se tratou de uma comédia ligeira, ligeiríssima. Um defeito que não pôde ser atribuído à trama foi a monotonia. Brigas, reconciliações, traições e trapaças sucederam em ritmo frenético. O chororô, porém, foi só uma escorregadela dramática numa trama que quis divertir com seus personagens caricatos, uma dupla de mariachis atrapalhados e uma gordinha encalhada.
Blog Widget by LinkWithin

3 comentários:

Anônimo disse...

Vou sentir saudades dessa novela...

Andy disse...

Essa novela foi muito legal ,vou sentir falta. Ao contrário de muitos, não achei ruim. Valeu a pena ter acompanhado essa linda novela. Pelo menos, não foi um lixo como PAIXÃO, exibida na CNT. AS TONTAS NÃO VÃO AO CÉU vai deixar saudades e já estou sentindo falta dela. Essa sim, foi a melhor trama exibida no brasil, depois de AMANHÃ É PARA SEMPRE, que passou na CNT.
Uma grande novela romântica e divertida, sem ser cansativa.

SBT FÃ disse...

opa sou do SBT fã e já adicionei o linck do seu blog na minha lista de parceiros... adiciona ai do SBT Fã no seu: http://sbtfa.blogspot.com/

Aguardando resposta!