quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Biografia de Gabriela Spanic


INTRODUÇÃO

Gabriela Elena Spanic Utrera nasceu em 10 de dezembro de 1973 na cidade de Ortiz, estado de Guarico, na Venezuela. Filha de Norma Utrera, venezuelana, e Casemiro Spanic, descendente de croatas, que chegou à Venezuela em 1947, a atriz, cantora e modelo tem Daniela como sua irmã gêmea, além de Antonio, irmão do meio e Patricia, a caçula.


SUA HISTÓRIA

Gabriela Spanic, desde os tempos do colégio, participava dos grupos de teatro experimental, iniciando, assim, uma carreira amadora, que precederia inúmeros sucessos anos depois. Estudou dois semestres do curso de Psicologia enquanto alternava com aulas de atuação no Centro de Investigación do Teatro Luz Columba, dirigido por Nelson Ortega, convencida de que sua praia não era a Psicologia, mas, sim, estar em frente às câmeras.

Preparou-se para o canto junto a companhia Producciones Eleonora Paolino C.A. e fez parte do Centro de Entrenamiento para Profesionales de la Comunicación da Organización Diego Cisneros, onde realizou vários cursos de aperfeiçoamento profissional, como luta e técnica para cinema e televisão, voz e articulação, expressão corporal e movimento escênico para a televisão.

Ingressou no Taller Libre para el Actor, onde realizou diferentes cursos de aperfeiçoamento profissional, como arte dramática, voz e dicção e relações humanas. No Herman Institute preparou-se como modelo profissional, onde realizou cursos de etiqueta, poses fotográficas, maquiagem profissional e superação pessoal.

Como muitas atrizes e atores famosos, Gabriela começou a aparecer na televisão, ainda adolescente, como figurante, em papéis sem falas. Após, ganhou pequenas participações em telenovelas venezuelanas como Mundo de fieras, de 1991, e Divina obsesión, La loba herida, e Rosangélica, de 1992. Sabendo que somente a perfeição física poderia lhe ajudar a participar e abrir o caminho para os papéis principais das telenovelas, decidiu fazer uma dieta alimentar, através da qual perdeu 25 quilos em um curto espaço de tempo.

Ainda em 1992, participa do concurso Miss Venezuela, representando seu estado de Guarico. Ganha na categoria Melhor corpo e consegue ser miss Venezuela Internacional, dando o primeiro passo de sua carreira. Após o título, passa a trabalhar como modelo profissional, participa em concursos a nível mundial, e também em programas como Cristina, em Miami; Giros TV, Maite, Estrenos y estrellas, Sábado sensacional e 24 horas, na Venezuela; e Señora y Bella, e Estilo, no Panamá.

Em 1993, realiza vários comerciais para a televisão entre os quais se destacam as campanhas publicitárias da Hacienda Las Maravillas, Olimpico, Gap, Kache Internacional, Tropicana, Avant Premier e Pre-Venta Venevisión. Pouco a pouco, os produtores começam a admirá-la, assim, nesse mesmo ano, é convidada para demonstrar seu talento em Morena Clara, interpretando a vilã Linda Prado.

Em 1994, atua em Maria Celeste, que estabelece seu talento e a prepara para seu primeiro papel protagônico em Como tú, ninguna, na pele da personagem Gilda Barreto. A produção alcança uma das maiores audiências já registradas na Venezuela e é considerada uma das telenovelas de maior êxito da história do país, sendo vendida para mais de 80 países e traduzida em vários idiomas. Nesta trama, Gaby volta a trabalhar com Miguel de León, seu galã da vez, quem havia conhecido em Maria Celeste, e com ele inicia um romance que ultrapassa a telinha.

Em 1996, consegue outro papel na telenovela Quirpa de tres mujeres, onde reafirma suas qualidades cômicas e se destaca com a personagem principal juvenil Emiliana. Ainda neste ano, inicia as gravações de Todo por tu amor, telenovela na qual demonstra que é uma atriz multifaces no drama e na comédia, com sua personagem Amaranta, “una cosa divina”, slogan que a identifica em todo o mundo.

Em 1997, é convidada especial do Concurso Miss Venezuela, além disso participa de diferentes shows musicais, como Mister Venezuela em La casa del artista. Participa, também, em diferentes programas beneficientes como Unidos contra el cáncer, La cruz roja e Maternidad Concepción Palacios, na Venezuela.

Em 22 de outubro de 1997, após o término das gravações de Todo por tu amor, Gabriela e Miguel de León decidem se casar e, logo após, ambos recebem um convite para trabalhar no México. Em vez de desfrutarem a lua-de-mel, após cinco dias do casamento embarcam para a Hollywood das telenovelas. Já no país, ambos sentem-se completamente estrangeiros, sem conhecer ninguém. Começam aulas de pronunciação pois deveriam deixar para trás o sotaque venezuelano.

Em 1998, o escritor Carlos Romero, com quem Gaby havia trabalhado em Como tú, ninguna, lhe propõe um novo desafio: A usurpadora. Anteriormente seria Thalía quem interpretaria o papel das irmãs gêmeas, mas, não podendo aceitá-lo, Romero decide por Gabriela Spanic, ela ou mais ninguém. Seu marido, Miguel, também consegue um papel na trama, interpretando o milionário Douglas Maldonado. A decisão de Romero é a mais acertada e a história das gêmeas Paulina e Paola rompe recordes e é vendida para mais de 120 países, sendo traduzida em diversos idiomas.

Em 1999, Gaby vive Maria do Céu ao lado de Saúl Lisazo, em Por teu amor, onde continua conquistando seu público com uma personagem diferente, uma mulher com um caráter forte e, ao mesmo tempo, muito doce.

Ainda no final de 1999, Gaby, sem maquiagem, roupa simples e cabelo preso tenta passar despercebida em sua visita pelo Brasil, mas, para sua surpresa, milhares de fãs ansiosos nas ruas à sua espera causam um tumulto geral e a imprensa logo nota sua presença. Muito espantada com o reconhecimento, dá uns poucos autógrafos e parte rumo ao hotel, deixando uma aparência de assustada com toda aquela situação.

No dia seguinte, já recuperada do susto, faz uma entrevista coletiva acompanhada por Miguel de León. Responde a milhares de perguntas, sempre muito humorada e conta sobre a sua dieta maluca que a fez emagrecer 25 quilos em aproximadamente três meses, e sobre seu sucesso em A usurpadora ao redor do mundo.

Participa de diversos programas de televisão e, sempre simpática e sorridente, arrasa nas entrevistas, demonstrando sempre ser uma pessoa simples, que não havia deixado o sucesso lhe subir a cabeça. Em todas as entrevistas, afirma o desejo de ser mãe e de ter no mínimo cinco filhos. Grava nos estúdios do SBT um comercial para o Baú da Felicidade e uma propaganda para promover os últimos capítulos de A usurpadora.

Em março de 2000, Gaby visita a Eslovênia e a Croácia, acompanhada por sua irmã Daniela e pelo coordenador de operações internacionais da Televisa, Héctor Cárdenas Saavedra. Graças ao convite da revista Gloria, da Croácia, a atriz encontra seus parentes perdidos no país e a grande família dos Spanic se reúne em Zagreb, capital croata, para um grande jantar. Após a viagem, cheia de emoções para ambas irmãs, decidem visitar a Indonésia, a Espanha e as Filipinas.

Ainda em 2000, realiza sua terceira telenovela no México, La intrusa, ao lado de Arturo Peniche. Novamente nesta trama, Gaby interpreta irmãs gêmeas, as personagens Virginia e Vanessa. A telenovela não alcança o êxito obtido pela atriz em 1998, como se esperava, e muitos julgam a produção como uma pura cópia de A usurpadora, mas, mesmo tendo títulos similares, a história é totalmente diferente. A telenovela termina em 2001 e também nesse ano finaliza o contrato exclusivo de três anos com a Televisa.

Em junho de 2002, Gaby chega à Colômbia, contratada pela Telemundo NBC, e protagoniza La venganza, onde trabalha com José Ángel Llamas, realizando dois papéis em um só corpo: Valentina Díaz, uma boxeadora, e Elena Roldán, sua mãe. O êxito se estende por alguns meses a mais que o previsto e o tempo total de gravação dura um ano e três meses.

Pouco tempo depois, a atriz assina um contrato de exclusividade por três anos com a emissora e, posteriormente, se divorcia de Miguel de León. Neste período, Gaby e Llamas mantêm um tumultuado e comentado romance que tem fim seis meses depois. A telenovela torna-se marco de entrada da Telemundo no meio produtor de telenovelas e La venganza é vendida para mais de 40 países.

Em 2005, grava Prisionera, onde protagoniza Guadalupe, ao lado de Maurício Islas. Nesse mesmo ano, Gaby realiza um sonho antigo de ser cantora, entra para o ramo empresário e lança no mercado europeu o box Gabriela 2005 Total, que inclui sua auto-biografia, intitulada Mi vida entre líneas, escrito pela atriz, traduzido em vários idiomas, e seu primeiro disco, estreando como cantora e compositora, já que dos onze temas cantados, sete são de sua autoria, além de um calendário e um DVD com receitas de cozinha revelando os segredos de sua boa forma.

Ainda neste ano, faz uma turnê promocional do box visitando a Romênia, Eslovênia, Espanha, Praga, Croácia, Sérvia e Lituânia. Após o fechamento das apresentações com grande êxito, Gaby participa, na Romênia, na telenovela Sólo el amor, junto ao ator Lucian Viziru, tornando-se a única atriz latina a participar de uma telenovela nesse país.

Também em 2005, Gaby grava um episódio da série Decisões da vida, da Telemundo, e trabalha contra a violência doméstica junto a Fundación Lideres de Paz, INC. e, durante o ano de 2006, grava um vídeo de exercícios intitulado Mejorando tu vida, distribuído pela Warner.

Ainda em 2006, grava a telenovela Tierra de pasiones, onde interpreta Valeria San Román, uma rica empresária do mundo dos vinhedos da Califórnia, de caráter forte e batalhador. Com esse papel, Gaby conquista o prêmio FAMA 2006 na categoria de Melhor atriz do ano nos Estados Unidos e é eleita pelos estadunidenses como a atriz latina mais poderosa.

Tendo uma carreira brilhante como atriz, Gabriela tem vivido distante de sua irmã gêmea Daniela Spanic, e de seu cunhado Ademar Nahum, a quem Gabriela considera o responsável pelo afastamento de Daniela de toda a família devido à uma crise desencadeada durante um problema de saúde que Daniela sofreu no México, onde esteve em coma durante vários dias após sofrer um derrame cerebral, quando estava grávida de quatro meses de sua filha Catalina. Mesmo após a recuperação de Daniela e o nascimento da sobrinha, desde então as irmãs não se falam.

Em 2007, Gaby participa novamente da série Decisões da vida, da Telemundo e, em 07 de julho de 2008, dá à luz seu filho Gabriel de Jesús, que nasce no hospital Mont Sinaí de Miami Beach, sul da Flórida. O pai da criança, o empresário venezuelano Neil Pérez, não reconhece o filho, nem registra a criança, exigindo de Gabriela teste de DNA, algo que ela prontamente se nega a fazer e somente o faria mediante a Justiça. Devido a isso ela também não tem um bom convívio com o empresário.

Logo ao final de 2009 Gabriela retorna ao México, fazendo aumentar as especulações de que poderia voltar às telenovelas mexicanas. As especulações tornam-se verdadeiras e a rede Televisa a chama para participar da telenovela Soy tu dueña, do produtor Nicandro Díaz González.

Assim, em 2010, Gabriela Spanic interpreta Ivana Dorantes, em Soy tu dueña, uma mulher sensual, egoísta e ambiciosa que inveja secretamente sua prima Valentina, interpretada pela atriz Lucero. Confabulada com Alonso, seu amante, intepretado por David Zepeda, planeja despojá-la de sua fortuna, além de roubar-lhe José Miguel, intepretado por Fernando Colunga, o verdadeiro amor de sua prima.


SUAS ATUAÇÕES

TELENOVELAS

2010 - Soy tu dueña (Ivana)
2006 - Tierra de pasiones (Valeria)
2005 - Sólo el amor
2004 - Prisionera (Gadalupe)
2002 - La venganza (Valentina)
2001 - La intrusa (Virginia/Vanessa)
1999 - Por teu amor (Aurora/Maria do Céu)
1998 - Mas allá de La usurpadora (Paulina/Paola)
1998 - A usurpadora (Paulina/Paola)
1996 - Todo por tu amor (Amaranta)
1996 - Quirpa de tres mujeres (Emiliana)
1996 - Como tú, ninguna (Gilda/Raquel)
1994 - Maria Celeste (Celina)
1993 - Morena Clara (Linda Prado)
1992 - Rosangélica (Karla)
1992 - La loba herida
1992 - Divina obsesión
1991 - Mundo de fieras

SÉRIES

2007 - Decisões da vida - A la tercera va la vencida (Daniela)
2005 - Decisões da vida - Un amor verdadero (Mariela)


SUA DISCOGRAFÍA

2005 - Total

SEUS PRÊMIOS

2009 - Festival de cinema de Beverly Hills - Prêmio de estrela latina do ano
2009 - Los 30 grandes de la televisión mexicana
2009 - Prêmios Lo nuestro - Atriz mais bem vestida
2006 - Prêmios FAMA - Estrela latina nos Estados Unidos
2005 - Prêmio Las palmas de oro
2003 - Prêmio da Indústria da televisão espanhola - Melhor atriz do ano
1998 - Prêmio Festival de la Creatividad México
1997 - Prêmio Magaly Dorta - Melhor atriz do ano
1997 - Prêmio Chaima de oro - Melhor atriz revelação do ano e Garota Chaima Bolívar
1995 - Prêmio Gaviota de oro - Melhor atriz jovem do ano
1995 - Premio Antoni's de Oro - Melhor atriz jovem do ano
1995 - Prêmio Casa del Artista - Melhor atriz jovem do ano
1995 - Prêmio Revista Páginas - Rosto televisivo do ano


OUTROS RECONHECIMENTOS

Honra ao mérito de primeira classe da prefeitura de Ortiz do estado Guarico
Honra ao mérito de segunda classe da prefeitura de San Juan de los Morros
Honra ao mérito das Forças Armadas do estado Guarico
Reconhecimento de Venezolana de Televisión
Telecaribe como Melhor atriz jovem do ano
Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

daniele disse...

amei isso pois sei que algum dia vai me ajudar muito