...

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Biografia de Dominika Paleta


INTRODUÇÃO

Dominika Paleta Paciorek nasceu em 23 de outubro de 1972 na Cracóvia. Filha do reconhecido músico polonês Zbigniew Paleta, que imigrou ao México com sua família nos anos 80, e da artística plástica Bárbara Paciorek, Dominika é irmã da também atriz Ludwika Paleta, e tem como meio-irmão Facundo Paleta Stevens.


SUA HISTÓRIA

Ainda pequena, Dominika chegou ao México, vinda da Cracóvia, após seu pai ter recebido uma excelente oferta de trabalho na capital do país, pela qual resolveu se mudar com toda sua família.

Desde pequena, aparecia em comerciais e participava em uma ou outra obra de teatro, além de papéis com pouca importância em algumas telenovelas, como Vovô e eu, em 1992. Porém, sua grande oportunidade chegaria aos seus 25 anos de idade.

Em 1997, protagoniza a telenovela Amada enemiga, onde demonstra todo seu talento e caráter. Apesar de a telenovela não ter recebido grande aceitação do público, isto não a desanima e sua perseverança se vê recompensada com novas ofertas de trabalho.

Em 1998, volta à telinha como a vilã Leda Durán em A usurpadora, junto de Gaby Spanic e Fernando Colunga. Graças a seu desempenho, obtém o prêmio Eres como Melhor lançamento feminino de 1998.

Em 1999, obtém uma participação especial em Tres mujeres e, logo após, atua em Alma rebelde e grava o filme Un ángel para Pablo. No ano seguinte, em 2000, participa da telenovela Locura de amor, em um papel que demonstra sua versatilidade ao passar de vilã à boa moça e, logo após, em Por un beso. Ainda em 2000 grava um capítulo de Mujer, casos de la vida real, e se casa com o ator uruguaio Fabián Ibarra.

Em 2001, participa em La intrusa, onde interpreta uma jovem rica e esnobe, papel este que ganha reconhecimento da crítica, e com o qual atua ao lado de Arturo Peniche, Laura Zapata, Sergio Sendel e, novamente, Gabriela Spanic.

Em 2003, assina contrato com a rede Telemundo e participa da telenovela El alma herida, compartilhando créditos com Rebecca Jones e Itatí Cantoral. Neste mesmo ano grava o filme Ladies’ night. Após começa a se dedicar às peças de teatro como La prueba, junto de seu cunhado Plutarco e de sua irmã Ludwika, e grava o filme La noche de siempre, em 2004.

Em 2005, novamente pela Telemundo grava Los Plateados, remake de Los Pincheira, uma telenovela chilena de grande sucesso, onde, intepretando um papel antagônico, atua ao lado de Mauricio Islas.

Em 2007, desvenda o mundo da apresentação com o programa Crecer jugando, destinado às mamães com filhos pequenos. Ainda neste ano, grava um episódio da série 13 medos, da Televisa.

Em 2008, interpreta novamente uma vilã na telenovela El juramento, uma produção da Telemundo, baseada em A mentira, escrita por Caridad Bravo Adams; onde compartilha créditos com Natalia Streignard, Osvaldo Rios, e com os grandes atores mexicanos Susana Dosamantes e Héctor Bonilla. Ainda neste ano, atua na peça Los monólogos de la vagina.

Nesse mesmo ano, regressa à Televisa em Amanhã é para sempre, uma produção de Nicandro Díaz, dando vida à Liliana Elizalde, uma jovem que vive atormentada por passar quinze anos em uma clínica psiquiátrica acusada de ter provocado a morte da sua mãe. Nessa telenovela, ela volta a atuar com Fernando Colunga após dez anos. Ainda, na trama, divide cenas com atores como Lucero, Silvia Navarro, Fernando Colunga, Rogelio Guerra e Sergio Sendel, com quem havia contracenado em La intrusa.

Em 2009, Dominika mostra mais uma de suas facetas artísticas, narrando toda história do filme infantil de animação Tinker Bell: Uma aventura no mundo das fadas, acompanhada pelo ator argentino Kike Porcellana.

Em janeiro de 2010, após o grande sucesso em Amanhã é para sempre, o produtor Nicandro Díaz González a convida para viver a protagonista da telenovela Soy tu dueña, remake de La dueña, protagonizado por Lucero e Fernando Colunga, mas ela recusa, dizendo ter outros projetos como cinema e teatro, e ressaltando que ser protagonista para ela não é importante, já que teve essa experiência em 1997, na telenovela Amada enemiga.

Recentemente, volta à televisão a convite do produtor Pedro Torres, onde atua em um dos episódios da terceira temporada da famosa série Mulheres assassinas e, novamente, grava outro filme, Reminiscencia.


SUAS ATUAÇÕES

TELENOVELAS

2008 - Amanhã é para sempre (Liliana)
2007 - El juramento (Alma)
2005 - Los Plateados (Luciana)
2003 - El alma herida (Patricia)
2001 - La intrusa (Anabella)
2000 - Por un beso (Fernanda)
2000 - Locura de amor (Pamela)
1999 - Alma rebelde (Graciela)
1999 - Tres mujeres (Raquel)
1998 - A usurpadora (Leda)
1997 - Amada enemiga (Jessica)
1992 - Vovô e eu (Participação especial)

SÉRIES

2010 - Mulheres assassinas 3 - Maria, fanática (Maria)
2007 - 13 medos (Erika)
2000 - Mujer, casos de la vida real - Traición
1999 - Camino a casa

FILMES

2010 - Reminiscencia (Elena)
2004 - La noche de siempre (Claudia)
2003 - Ladies’ night (Lila)
1999 - Un ángel para Pablo

PEÇAS TEATRAIS

2008 - Los monólogos de la vagina
2005 - Yo estaba ocupada encontrando respuestas
2004 - La prueba
Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário: