...

domingo, 16 de maio de 2010

TV Brasil apresenta American visa

A TV Brasil exibe neste domingo, 16 de maio, às 23h00, o filme American visa, uma co-produção entre Bolívia e México, escrita por Juan de Recacoechea e dirigida por Juan Carlos Valdivia Flores.

Baseado no romance de Juan de Recacoechea e lançado em 2005, este filme de 100 minutos, inicia com a história de Mario Álvarez (Demián Bichir), um professor boliviano de inglês que separa-se de sua esposa e vê seu único filho ir estudar nos Estados Unidos. Desde então, seu único sonho é também residir nos Estados Unidos para poder melhorar seu nível de vida e, consequentemente, ver seu filho. Para isso tenta obter seu visto, o que, a princípio, parecia ir bem. Mario apresenta seus documentos na embaixada dos Estados Unidos, onde lhe dizem que está tudo em ordem e que poderia voltar dentro de uma semana para obter o visto. Ele, seguro de que tudo daria certo, compra uma passagem para Miami.

No hotel onde permanecia, Mario conhece uma stripper chamada Blanca (Kate del Castillo), a quem diz que irá para os Estados Unidos a viver com seu filho, Blanca lhe convence de que o melhor é continuar vivendo na Bolívia, já que não acredita no sonho americano.

Em uma semana, Mario retorna à embaixada, onde lhe dizem que seu visto não poderia ser concedido, para a infelicidade de Mario. Saindo da embaixada, este recebe de uma mulher o cartão de uma companhia que poderia ajudá-lo com o visto. Mario visita o escritório e constata que este exige US$ 5000 para a emissão do visto, valor que Mario não dispunha.

Mario continua se envolvendo com Blanca, enquanto pensa em possibilidades para conseguir o dinheiro. Após vender ouro à mulher de uma loja, Mario arquiteta um plano. Durante vários dias passa observando a loja e segue o negociante após o término do expediente. Ele percebe que o dono da loja possui vários negócios do mesmo tipo e a partir daquele instante decide roubá-lo para conseguir o dinheiro que precisa.

Certo dia, Mario decide entrar na casa do dono da loja para lhe roubar, ele é surpreendido e luta a golpes contra o dono da casa que cai rendido ao chão, fazendo com que Mario acredite que o havia matado. Mario regressa ao hotel lamentando o ocorrido.

No dia seguinte, Mario compra o visto no “mercado negro” e verifica que quem o vendia era o embaixador americano, um homem corrupto e sem escrúpulos. Após receber seu visto, planeja a visita a seu filho, sem saber que o homem a quem havia roubado possuía outros planos para ele.

Mario é perseguido por dois empregados do dono da loja e é interrogado. Após estes darem conta de que Mario já não dispunha do dinheiro roubado, lhe dão uma surra. Por sorte, Mario não morre e é levado ao hospital, onde se reencontra com Blanca. Após sua recuperação, Mario adia seus planos de viajem e decide visitar o povoado de sua amada.

O filme American visa é uma das obras primas do diretor boliviano Juan Carlos Valdivia. O apoio do Conselho Nacional de Cinema da Bolívia foi fundamental para a realização desta produção.

Em 2006, o filme levou o Premio Ariel de la Academia Mexicana de Artes y Ciencias Cinematograficas, como Melhor roteiro adaptado, além de concorrer ao Oscar americano de Melhor filme estrangeiro em 2007, ano em que também foi vencedor do II Festival de Cinema Brasileiro e Latino do Paraná, onde ganhou o troféu Araucária de Ouro, como Melhor filme por aclamação do público, concorrendo com outros da Argentina, Venezuela e Brasil. Ainda levou mais um troféu de Melhor atriz para Kate del Castillo.

American visa é mais um filme da série Cine Ibermedia, que é apresentada aos domingos na TV Brasil, reunindo obras de países da América Latina, Espanha e Portugal. Os longas estão sendo exibidos nos canais de televisão pública dos 17 países envolvidos no projeto.
Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário: