segunda-feira, 31 de maio de 2010

Laços de amor


NOME ORIGINAL
Lazos de amor

ESCRITOR
Jorge Lozano Soriano

PAÍS DE ORIGEM
México

NÚMERO DE EPISÓDIOS
70

ANO DE GRAVAÇÃO
1996

ANO DE EXIBIÇÃO NO BRASIL
2006

EMISSORA
SBT

TEMA DE ABERTURA
Laços de amor

INTÉRPRETE
Lucero

As verdades não são três,
minha história era uma vez,
coisas da vida.
Mesmo que iguais pareçam ser
lá por dentro não tem nada a ver
coisas da vida.

Os nossos passos caminharam juntos
quem sabe onde chegarão,
o que o destino mudará?

Laços de amor amarram nossos sentimentos
como acontece com quem sonha no mesmo momento
que se desfaz com o vento.
Mas se as verdades não são três
laços de amor podem mais uma vez,
parar o tempo.

As verdades não são três,
minha história era uma vez,
coisas da vida.
Mesmo que iguais pareçam ser,
lá por dentro não tem nada a ver
coisas da vida.

Os nossos passos caminharam juntos
quem sabe onde chegarão,
o que o destino mudará?

Laços de amor amarram nossos sentimentos
como acontece com quem sonha no mesmo momento
que se desfaz com o vento.

Mas se as verdades não são três
laços de amor podem mais uma vez
parar o tempo

Laços de amor…


ELENCO

Lucero: Maria Paula, Maria Fernanda e Maria Guadalupe

Luis José Santander: Nícolas Miranda

Marga López: Dona Mercedes Iturbe

Luis Bayardo: Edmundo Sandoval

Demian Bichir: Valente

Maty Huitron: Ana Salas

Felicia Mercado: Nancy

Guillermo Murray: Alexandre

Ana Luisa Peluffo: Aurora Campos

Otto Sirgo: Eduardo Rivas

Juan Manuel Bernal: Geraldo Sandoval

Barbara Corcega: Flor

Crystal: Soledade

Nerina Ferrer: Irene

Mariana Karr: Susana Ferreira

Verónica Merchant: Virgínia Altamirano

Alejandra Peniche: Julieta

Angélica Vale: Tereza

Guillermo Zarur: Professor

Orlando Miguel: Osvaldo Larrea

Erick Rubin: Carlos León

Guillermo Aguilar: Paulo Altamirano

Emma Teresa Armendariz: Elisa

Enrique Becker: Sérgio Campos

Rosenda Bernal: Sônia Altamirano

Victor Carpinteiro: Xavier

Juan Carlos Colombo: Samuel

Luis de Icaza: Gordo

Mónica Miguel: Cloe

Gastón Tuset: Nestor Miranda

Silvia Eugenia Dérbez: Olga

Rafael de Quevedo: Psiquiatra

Giovan D'angelo: Armando

Rocío Estrada: Ana

Claudia Galvez: Beatriz

José Pablo Gamboa: Aníbal

Ramiro Huerta: Jerônimo

Arturo Lorca: José

Abigaíl Martinez: Bertha

Rodrigo Montaino: Juliano

Fernando Torres Lapham: Psiquiatra

Fabián Robles: Breno

Silvia Dérbez: Milagres

Mónika Sánchez: Diana

Lucero León: Eugênia

Karla Talavera: Rose

Paty Thomas: Cecília

Raúl Velasco: Apresentador do concurso "Minha canção"


PERFIL DAS PERSONAGENS

Maria Guadalupe (Lucero) – separada de suas irmãs ao sofrer um acidente de carro, foi adotada por Ana e vive em um povoado muito distante de suas outras irmãs. Sonhadora e romântica, ela sonha em ser cantora profissional, não sabe da existência das suas outras duas irmãs gêmeas.

Maria Paula (Lucero) – uma das trigêmeas, ambiciosa e gananciosa quer toda a fortuna de seu tio Eduardo e de sua avó Dona Mercedes. Quando descobre o paradeiro de Maria Guadalupe, faz de tudo para a afastar cada vez mais de sua família.

Maria Fernanda (Lucero) – ingênua, é sempre passada para traz por sua irmã Maria Paula, que a manipula. Ela é cega, mas não deixa de ser feliz e sonha com seu casamento com Geraldo.

Dona Mercedes (Marga López) – avó das trigêmeas. Sonha em encontrar sua neta Maria Guadalupe, uma senhora muito fina e milionária, porém muito abatida pela perda da neta.

Nícolas (Luis José Santander) – vive na Cidade do México, conhece e se apaixona por Maria Guadalupe logo que ela chega na cidade. Um homem simples porém muito trabalhador.

Ana (Maty Huitron) – encontrou Maria Guadalupe quando pequena, após um acidente. Passa a cuidar dela como sua verdadeira filha, tem muito medo de perder Maria Guadalupe, pois já possui um grande amor por ela.

Eduardo (Otto Sirgo) – tio das trigêmeas. Um homem muito rico, que vai viver muitos apuros ao lado de sua sobrinha Maria Paula. Ela deseja toda sua fortuna e atenção.


INTRODUÇÃO

Esta é a dramática e trágica história das irmãs trigêmeas idênticas, mas de personalidades diferentes, que não têm absolutamente nada em comum. Maria Guadalupe, Maria Paula e Maria Fernanda só reforçam a ideia de que nem sempre a convivência entre irmãos pode ser tão fácil e tranquila.

Laços de amor é uma telenovela de 1996 da Televisa, que o SBT guardou durante anos na gaveta, e finalmente exibiu em 2006.

RESUMO

Os pais das irmãs trigêmas morreram em um fatal acidente de carro quando elas tinham apenas três anos. A pequena Maria Guadalupe estava no dia do acidente e todos pensavam que ela havia morrido afogada no rio. Porém, na realidade, ela se salvou e foi encontrada e acolhida pela humilde e bondosa Ana, que resolveu ajudá-la, já que Maria Guadalupe havia perdido a memória e não lembrava de nada, ficando sem nenhuma recordação do seu passado ou de sua origem.

Ana, que estava sofrendo muito com a morte de sua mãe, a cria como sua filha, até mesmo depois de descobrir a verdadeira identidade dela. Muitos anos se passam e as pequenas crianças se transformam em lindas jovens, cada qual com sua vida. A diferença entre elas é algo bastante visível, tanto em seu modo de se vestir e de falar como no seu jeito de ser.

Maria Fernanda perdeu a visão no acidente, mas é uma moça boa, doce, generosa e sincera. Mesmo assim, acredita que a irmã esteja viva e faz um grande esforço para encontrá-la. Sua timidez a impede de ter muitos amigos e namorados, porém o amor surge para ela quando conhece Geraldo e nota que sua felicidade está mesmo ao lado dele.

Maria Paula é muito diferente das suas irmãs. É uma mulher caprichosa, egoísta, metida e fútil, que quer estar sempre no centro das atenções, especialmente com sua avó, Dona Mercedes, e com o seu tio, Eduardo, de quem é louca para arrancar dinheiro. Por isso, todos os seus esforços se concentram em acabar com a vida da noiva dele.

Longe da família, Maria Guadalupe e Ana levam sua vida humilde, até o dia em que decidem ir embora do lugar de onde viveram, deixando tudo para trás, em busca de tentar a vida na capital, Cidade do México.

Na capital, Maria Guadalupe conhece Nícolas, o grande amor de sua vida, por quem se apaixona. Nicolas é um rapaz bom, motorista de táxi humilde que vive na grande Cidade do México com seu avô.

Com medo que alguém reconheça sua filha, Ana restringe as saídas de Maria Guadalupe. Mas a avó de Nícolas descobre o segredo de Ana. Nícolas ama Guadalupe, mas os dois terão que enfrentar grandes e perigosos obstáculos no caminho até conseguirem ficar juntos, e isso inclui principalmenta Maria Paula, a quem fará de tudo para destruir a felicidade deles.

Por fim, os laços de amor unem as três irmãs, apesar de Maria Paula ter feito de tudo para evitar o encontro. Ela não suporta a ideia de ter que dividir o dinheiro e o amor de sua família com mais uma irmã.


CURIOSIDADES

Foi feita uma versão em português da música Lazos de amor, titulada de Laços de amor ambas cantadas por Lucero.

Foi produzido um CD para a novela A feia mais bela, a música Laços de amor fazia parte da trilha sonora, mesmo a música sendo de outra novela.

A novela Laços de amor, não devia ter sido apresentada na mesma época que a novela A feia mais bela, assim Laços de amor acabou revelando a beleza da atriz Angélica Vale, que participava das duas novelas.

Os telespectadores culpam o SBT por ter demorado muito a exibi-lá: foram 10 anos, deveria ter sido exibida há menos tempo. Estreou com 7 pontos, mas devido a baixa audiência, 5 de média geral, os capítulos foram cortados bruscamente (foram reduzidos de 100 para 70 capítulos). E deveria ter sido exibida em horário nobre, já que a protagonista da novela, Lucero, ficou conhecida mundialmente na decada de 80 por ter interpretado Chispita na novela homônima.

No último capítulo, pressupõe-se que Maria Paula se suicidou após matar seu tio Eduardo, que tentava salvar suas irmãs. No entanto, algum tempo depois, Maria Guadalupe, já casada com Nícolas, está com ele vendo as fotos do casamento. A câmera pouco a pouco se aproxima do casal e, de repente, o que se vê é a heroína repetindo o gesto característico da vilã (o toque do dedo mindinho na sobrancelha), fazendo que muitos pensassem, que na verdade, foi Maria Paula quem sobreviveu, matando a irmã, de uma forma que a outra, Maria Fernada, que é cega, não percebesse.

Foi um final tão assustador, que em janeiro de 1997, a Televisa produziu o especial “Lazos de amor, el desenlace”, que atingiu 40,5 pontos por lá. Na última cena deste especial, vemos Lucero dizer que quem sobreviveu foi Maria Guadalupe, ao mesmo tempo em que faz o gesto de Maria Paula, confundindo propositalmente o telespectador.


COMENTÁRIOS

Reinventando a fórmula das novelas sobre gêmeas, Carla Estrada em 1996 proporcionou um momento de grande sucesso na Televisa: Laços de amor, mas desta vez, ao invés de duas irmãs, colocou uma mesma atriz para viver três personagens ao mesmo tempo.

Mas, apesar disso, a novela foi o folhetim tradicional, contando com uma história extremamente familiar, a novela se tornou um grande sucesso e um indiscutível marco na carreira de Carla Estrada, colocando-a definitivamente no primeiro time da Televisa. Ainda que, aqui no Brasil, a novela tenha chegado somente 10 anos depois que no México, e não tenha feito sucesso, chegando inclusive, a ser cortada.

Muitos foram os destaques do elenco: o maior deles, claro, Lucero, a protagonista. Compondo três personagens difíceis, ela realizou a tarefa com competência e dedicação, fazendo de Maria Paula (a má, com seu famoso tique na sobrancelha), Maria Guadalupe (a heroína) e Maria Fernanda (a cega) três personagens muito marcantes.

Ainda se destacaram Marga López, que viveu Mercedes, a avó das trigêmeas, Maty Huitrón, mãe de Carla Estrada, e que deu vida a sofredora Ana Salas. Verónica Merchant destacou-se como Virgínia e por conta disso, ganhou um papel de protagonista em sua novela seguinte: Luz Clarita. E Luis José Santander, o galã venezuelano lançado no México nessa novela, e que fez muito sucesso na época.

Laços de amor ainda serviu para promocionar a já bem-sucedida carreira de Lucero como cantora, visto que Maria Guadalupe tinha o sonho de se tornar uma grande cantora, motivo perfeito para praticamente a trilha sonora inteira (inclusive instrumentais) serem de músicas da cantora, entre elas, “Veleta”, “Te extraño tanto”, entre outras.

Ainda que tenha sido realizada em 1996, as cenas que envolviam Lucero contracenando consigo mesma estiveram muito bem feitas, raros eram os momentos onde o chroma-key (recurso usado para esse tipo de cena) ficava tão evidente. Aliás, a produção de Laços de amor esteve primorosa: cenários bonitos, reais, e muitas externas (coisa rara em novelas mexicanas de antigamente).

A novela apenas pecou num certo estancamento da história, sobretudo no começo, assim que quem queria ver o encontro das trigêmeas, teve que esperar quase até o final da novela. Não foi do tipo de novela marcado por muitas reviravoltas. Ainda assim, não chegou a ser uma novela lenta ou tediosa, ao contrário, foi uma novela muito agradável.

Muitos momentos marcantes: a morte de Nancy, a apresentação de Maria Guadalupe no concurso “Minha canção” (inclusive contando com a participação do apresentador Raúll Velasco), onde interpretou “Si tú llegaras a amarme”, e o emocionante reencontro das três irmãs, com uma câmera em movimento e cortes que valorizaram e muito, todo o trabalho da produção.

Impossível não recordar o final da história. Em um surpreendente golpe de marketing, após o suicídio de Maria Paula, vemos Maria Guadalupe casada com Nícolas, quando de repente, volta a fazer seu tique na sobrancelha, deixando no ar a dúvida sobre qual delas realmente sobreviveu.

Em mais de 10 anos da exibição do último capítulo, não faltam teorias para explicar esse final, mas a realidade é que não há uma solução concreta, a não ser a de que foi alcançado o objetivo: deixar todo mundo se indagando e comentando. O último capítulo bateu um recorde de audiência no México.

Laços de amor foi uma novela vitoriosa. Nos prêmios TVyNovelas daquele ano, ganhou como melhor novela, direção (Mônica Miguel e Miguel Corcega), atriz (Lucero), ator (Luis José Santander), primeira atriz (Marga Lopez), ator coadjuvante (Otto Sirgo) e atriz coadjuvante (Verônica Merchant).

Vale comentar que no Brasil, mais tarde, entrou um novo tema de abertura, com a gravação da música original em português feita por Lucero, com novo arranjo.

Laços de amor é considerada um clássico da televisão mexicana, uma novela que até hoje ainda dá o que falar, e ainda que tardia, valeu muito a pena sua exibição no Brasil.
Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário: