terça-feira, 27 de abril de 2010

Joana, a virgem


NOME ORIGINAL
Juana, la virgen

ESCRITORA
Perla Farias

PAÍS DE ORIGEM
Venezuela

NÚMERO DE EPISÓDIOS
153

ANO DE GRAVAÇÃO
2002

ANO DE EXIBIÇÃO NO BRASIL
2002

EMISSORA
Rede Record

TEMA DE ABERTURA
Primeira vez

INTÉRPRETE
Leilah Moreno

A primeira vez que eu te vi foi tudo tão natural, você sorria pra mim e eu descobri então
que as nossas vidas se uniram para sempre, eu sei que o tempo passa e a gente fica mais forte.

Juntos podemos voar mais alto, sinto que esse é o verdadeiro amor.
Juntos pra não precisar da sorte, nossas almas já não sente dor.
Desde a primeira vez eu me apaixonei, seus olhos me diziam, tudo o que eu queria ver.
Desde a primeira vez eu me entreguei e agora eu darei, minha vida pra você.

É tão fácil amar, quando é você, destino se encaixou, segredo se revelou
e é bem real aqui, que eu encontro meu caminho e deixo estar assim,
o meu desejo é ver você e eu.

Juntos podemos voar mais alto, sinto que esse é o verdadeiro amor.
Juntos pra não precisar da sorte, nossas almas já não sente dor.
Desde a primeira vez eu me apaixonei, seus olhos me diziam, tudo o que eu queria ver.
Desde a primeira vez eu me entreguei e agora eu darei, minha vida pra você.

Nada se compara, tudo que eu vivi, ninguém mais me fez sentir laços tão intensos
e você enfim conquistou o sublime amor dentro de mim.


ELENCO

Daniela Alvorado: Joana Pérez

Ricardo Álamo: Maurício de la Vega

Roxana Díaz: Carlota Vivas de la Vega

Juan Carlos Alarcón: Manoel Ramón Pérez

Jonathan Montenegro: David

María Alejandra Martín: Ana Maria Pérez

Eduardo Serrano: Rogério Vivas

Eliana López: Enriqueta

Leonardo Marrero: Alfredo Vivas

Miguel Ferrari: Armando Salazar

Manuel Salazar: Salvador

Flor Helena González: Amparo de Vivas

Freddy Galavís: Pablo “Popeye”

Aura Rivas: Dona Açucena de Pérez

Norkis Batista: Desiré de Rojas

Verónica Cortés: Bibi

Martín Brassesco: Humberto Vivas

Julia Lima: Brandy Yuleisy

Laura Muñoz: Shiva

Gabriel López Medrano: Rafael

Miguel Ángel Sanz: Nícolas

Luis Gerardo Nuñez: Alfonso

Saul Marin: Francisco Rojas


PERFIL DAS PERSONAGENS

Joana Pérez (Daniela Alvorado) – rebelde, idealista e bela. Apaixonada por fotografia. Quando suas aulas, no último ano do colégio, permitem, se dedica a realizar trabalhos gráficos para a BBC (Bodas, Batizados e Comunhão). Sol, como a chama seu tio desde criança, é sonhadora, mas não do tipo que sonha e vive na fantasia. Apesar de sua pouca idade, ainda não completou os dezoito, sabe que as coisas se conseguem a base de esforço e da persistência. Sonha com um futuro diferente do que tiveram sua mãe e sua avó, porque ela sim será feliz, encontrará seu caminho, fará o que gosta, mas antes terá que lutar muito. Sua vida dará um giro ao conhecer Mauricio de la Vega.

Mauricio de la Veja (Ricardo Álamo) – é um comprometido homem de negócios. Principal acionista da revista Positivo, além de ser o diretor da mesma, o que não era só o sonho de seu pai, agora também é o seu. Mas seu maior sonho é ser pai. O que já não pode ser. Deu adeus a sua vida de solteiro, junto a Carlota Vivas. Lamentavelmente, um câncer superado no passado lhe deixou impossibilitado para ser pai e o fato de sua mulher ser incompatível com seu esperma faz com que sua única esperança seja uma barriga de aluguel e algumas amostras de sêmen congelado. Quando conhece Joana, começa a planejar sua estabilidade familiar e se dá conta que nunca construiu una verdadeira família, porque nunca teve a seu lado uma mulher a quem realmente amasse.

Carlota Vivas (Roxana Díaz) – sua vida gira ao redor de seu matrimônio com Maurício de la Vega. Fria, superficial e calculista, vive no mundo da alta sociedade, onde aparenta e cria uma imagem de perfeição. Acostumada a conseguir o que quer, usa de todos os métodos.

Ana Maria Pérez (María Alejandra Martín) – é a mãe de Joana. Uma mulher que criou a filha sem haver alcançado sua maturidade. Trata sua filha de igual para igual, o que às vezes faz com que Joana que tome as rédeas e se faça de mãe. É professora de ginástica no colégio onde Joana estuda o último ano. Passa a vida entre homens que não lhe convém, supostamente marcada pelo abandono de seu padre, o qual culpa sua mãe.

Rogério Vivas (Eduardo Serrano) – é um ser sem escrúpulos. Pai de Carlota. Tem outros dois filhos Alfredo, que é usado, e Humberto, que vive ignorando, isso quando não o agride. Bem-sucedido homem de negócios, dispôs de uma grande fortuna em negócios sujos, que trata de encobrir com o negócio da construção e com outras empresas. Sempre detrás da figura de seu sogro, o único que, às vezes, é capaz de freá-lo.

Dona Açucena (Aura Rivas) – Abi, como a chama Joana, é uma mulher que vive amargurada desde que seu esposo a abandonou. Vive recitando provérbios e dando lições de moral. Do seu ponto de vista, se classifica como realista, ainda que todos a chamam de pessimista. Defende sua filha Ana Maria quando descobre que está com algum homem casado, enquanto encobre a seu outro filho, Manoel, todos debaixo de sua saia.

Amparo de Vivas (Flor Helena González) – é uma colombiana que vive viajando pela Europa com seu filho Humberto, que também não sai debaixo da saia de sua mãe, para não assumir que seu casamento é um desastre. Não se fala com seu esposo, do qual não pode se separar, porque apesar de tudo o ama e porque deve respeitar as normas da sociedade na qual vive, onde um divórcio não seria bem visto. É insegura, desconfiada e amargurada.

Manoel Pérez (Juan Carlos Alarcón) – é o tio de Joana. É um garoto muito culto e instruído, apesar de não ter desfrutado de uma chance para estudar. Assumiu o papel de homem da casa quando era muito novo e teve que trabalhar. Sua maior paixão é a fotografia e isso é o que mais une ele à Joana, da qual é confidente. Leitor insaciável, escritor de poesia, amante de cozinha, é um rapaz com conselhos e soluções para tudo, menos para ele mesmo. Seus maiores fracassos estão no campo amoroso, onde não tem comprometimento.

Brandy Yuleisy (Julia Lima) – apesar de ser mais velha que Joana, é uma de suas melhores amigas, talvez pela surpreendente maturidade de Joana. Brandy é mais superficial. Gosta de se arrumar pensando em David, um companheiro da revista onde trabalha como secretária e o que lhe dá mais dor de cabeça. Trata de fazer tudo correto, mas seu nervosismo lhe provoca mais problemas aos olhos implacáveis de sua chefe, Enriqueta.

David (Jonathan Montenegro) – é um garoto prodígio, um gênio, como o descreveria Maurício, seu amigo e chefe. É um rapaz trabalhador, que desempenha muito bem o papel de jornalista. Amante da ecologia, sabe guardar distância das mulheres, até conhecer Joana, a qual, em seu primeiro encontro, a descreveu como a mulher de sua vida.

Enriqueta (Eliana López) – é a chefe de redação da revista Positivo. É uma mulher muito dura, marcada pela luta nesse mundo claramente machista, no qual está disposta a demonstrar que as mulheres podem ser iguais que os homens. Sempre autossuficiente, reta, estrita, nunca deixou que nenhum homem a dominasse, se manteve distante deles até que um acidente no elevador lhe mostrasse a realidade aos trancos e barrancos. Ainda assim, lutará contra si mesma em uma batalha perdida de antemão.

Desiré de Rojas (Norkis Batista) – é uma mulher fria e charmosa, além disso, conhece seus poderes com os homens, aproveitando disso o tempo todo. Com um passado obscuro, tem um grande secredo, ao qual atribui sua frigidez. Frigidez esta que, garante que só superaria, passando uma noite com Maurício, esposo de sua melhor amiga e grande amigo de seu marido, Francisco de Rojas, com o qual, infelizmente, vive casada. Depois da desaparição de seu marido, se unirá a Rogério Vivas, mas não ficar na mais absoluta ruína, e se instalará na casa de Carlota e Maurício, criando mais uma situação incômoda.

Armando (Miguel Ferrari) – machista sem remédio, vive metido entre seus galanteios e velhos costumes de homens. Grande amigo e confidente de Maurício, trabalha com ele na revista, onde vive um romance com Enriqueta.

Salvador (Manuel Salazar) – é chefe de brigada policial. E muito justo em seu trabalho, ainda que seja um pouco aborrecido. Está apaixonado por Ana Maria, que por sua culpa se irrita com sua superproteção. É um homem simples, não fugindo do tradicional.

Alfredo Vivas (Leonardo Marrero) – apesar de se negar, vive imitando a seu pai. Trabalha no departamento administrativo da revista Positivo. Despreza seu irmão Humberto por considerá-lo débil. É incapaz de amar a sua família e muito menos a uma mulher.

Bibi (Verónica Cortés) – ex-modelo quarentona, nunca foi capaz de assumir sua idade, que supera ajudada por um bom trago de vodka. Extremamente preocupada com seu peso, se vê incapaz de encontrar um companheiro estável, já que o somente consegue dar algumas escapadas esporádicas, entre outros, com Alfredo.

Shiva (Laura Muñoz ) – vive perdida no mundo e se converte no centro das atenções, com suas constantes mudanças e visual. Trabalha na revista como desenhadora de páginas.

Humberto (Martín Brassesco) – é como um sopro de ar fresco no meio do inferno. Esse inferno que é sua família. Jovial, sensível e feminino, vive incompreendido pelos que lhe rodeiam. Seu pai culpa sua mãe por superprotegê-lo, mas, certamente, deverá se aceitar para seguir em frente. Se passará por amigo de Joana apesar do que os separa.

Pablo (Freddy Galavís) – mais conhecido por todos como Popeye, se vende como um galã. Capaz de transformar tudo em problema. Vive situações cômicas com seu jeito particular de ver a vida e de se expressar.

Nícolas (Miguel Ángel Sanz) – um velhinho sábio no corpo de um jovem. Mesmo que não saiba, possui a sabedoria provinda das lições de vida da rua. Vende as empadas que prepara Dona Açucena. Este jovem nos mostrará como viver com pouco e desfrutar da simplicidade da vida sempre com alegria.

Rafael (Gabriel López Medrano ) – é menino órfão da paróquia do bairro de Joana que é sua grande amiga, se convertendo na pessoa mais amada por ele. Sua vida dá um giro quando Carlota o adota para recuperar seu casamento em ruínas. A partir desse dia lhe espera a felicidade de ter uma nova família, o que talvez terá que esperar mais.


INTRODUÇÃO

Joana, a virgem conta a história de Joana, uma jovem terá sua vida mudada depois de ficar grávida sem haver tido relações sexuais.

Maurício é um homem obcecado por ser pai a qualquer preço. Ambos verão unidas suas vidas, não sem antes sofrer terríveis desencontros.
Uma telenovela onde o valor de uma mulher vai além de sua virgindade.


RESUMO

Joana Pérez é uma adolescente de 17 anos, mesmo sendo um pouco rebelde, é maravilhosa e muito querida, tem boas notas no colégio, muitos sonhos e uma virgindade à prova de sedutores. Filha e neta de mãe solteira, Joana decidiu que seu destino será diferente, e não permitirá que nem o amor, nem uma gravidez não planejada interfiram no cumprimento de suas metas.

Joana tem grandes planos para seu futuro: está para se formar no colégio e quer estudar jornalismo no exterior. Ela recebeu uma bolsa de estudos de uma universidade de grande prestígio no exterior, e tudo o que ela deseja e sonha está diretamente relacionado a esta grande oportunidade. Ela sabe que sua vida irá mudar para melhor e ela lutou muito para conseguir esta chance. Apesar de ser muito jovem, Joana tem sempre demonstrado uma personalidade muito adulta a respeito de seu futuro.

Em sua vida social, Joana, apesar de ser muito cobiçada pelos homens jovens, por incrível que possa parecer, nunca teve um namorado e nem almeja ter um. Na verdade, ela tem medo do amor: ela viu o sofrimento de sua mãe por várias desilusões e acredita que o amor não traz felicidade, que o amor apenas traz dor e sofrimento. Ela se sente atraída pelo sexo oposto, mas ela acredita que os homens irão apenas desviá-la de seus objetivos.

No dia de sua partida, Joana sofre um desmaio e sua mãe, Ana Maria, marca um consulta no ginecologista. Ela vai a essa consulta. Uma das enfermeiras deixa cair uns papéis e acaba misturando a ficha de Joana com a de outra mulher, a que seria inseminada e teria o filho de Maurício de la Veja, um homem que deseja a todo custo ter um filho. Ele ficou muito doente após ter câncer e decidiu congelar seu sêmen para que pudesse ter filhos. Depois que termina o tratamento, descobre que ficou estéril. Ele é dono de uma Revista chamada Positivo, ali trabalham Rogério Vivas e seu filho Alfredo Vivas. É casado com Carlota. Rogério, o grande vilão da história, deseja a todo custo ter o controle da Revista e para isso fará de tudo para prejudicar Maurício, mesmo este sendo seu genro, já que se casou com Carlota, sua filha. Rogério ainda é pai de Humberto, de quem não gosta muito, já que acha que sua mulher Amparo o mimou demais. Rogério irá cometer um crime: matará Francisco, um dos sócios da Revista. Tudo para comandar as suas ações e ficar com Desiré, mulher de Francisco.

No consultório médico, devido à inseminação artificial cometida por engano, Joana terá de experimentar a maternidade sem ter, contudo, tido a experiência de ser mulher.

Joana nem percebe o que está se passando, mas depois de alguns dias começa a sentir enjoos e, ao consultar um médico, descobre que está grávida.

Grávida, Joana deverá suportar a desinformação e o fanatismo de quem vê nela uma espécie de reencarnação da Virgem Maria, e quando Maurício descobre que há uma mulher desconhecida que espera um filho seu, começa então uma busca desesperada, até que ambos, por motivos profissionais, terão unidas suas vidas, não sem que antes hajam muitos desencontros.


CURIOSIDADES

A trama foi produzida pela RCTV, quase no mesmo ano em que foi exibida pela Rede Record e deu ao canal venezuelano uma ótima audiência: 60% de share, liderando fácil contra sua principal concorrente, a Venevisión.

Na época em que a trama fez sua estreia marcou 6 pontos de picos no primeiro capítulo. Vale resaltar que a trama foi concorrente direta de Betty, a feia, exibida pela RedeTV!

O final da trama foi inesperado, houve uma passagem de 60 anos e via-se Joana e Maurício na Igreja aonde se casaram, relembrando o beijo em que deram no dia de seu casamento. Ali Joana diz que dona Açucena, Ana Maria, Tia Eva e Salvador haviam morrido. Foi uma emoção à parte.

O tema de abertura na Venezuela é Solo a tu lado quiero vivir, interpretado pelo grupo Jyve V. No Brasil, a música foi Primeira vez (versão remix), interpretada por Leilah Moreno, que na época era caloura do Raul Gil.

Foi substituida pela colombiana Um amor de babá, que nem chegou a ser exibida totalmente devido a Guerra do Iraque, justificativa da emissora.

Perla Farias, a autora da Novela, é fã de novelas brasileiras e busca inspiração nas tramas do Brasil para suas obras.
Blog Widget by LinkWithin

12 comentários:

Manuela disse...

Ahhh... eu assisti essa novela;)Achei a história bem criativa e olha que eu era pirralha na época que ela passou.

leilah moreno disse...

nussa... eu cantei o tema da novela... ate eu tinha esquecido... q massa

Natalia Madeira disse...

Eu adorava essa novela, bem que a record podia reprisar.

Anônimo disse...

Saudades, saudades, saudades ! Adquiri Internet, e qual não foi a surpresa quando descobri que posso assistir tudo de novo a novela que mais gostei na vida (Joana a Virgem) (tenho quase 60 anos). Tenho muita identificação com os personagens, um dia contarei. Abraços

aninhamc2009 disse...

nossa novela maravilhosa a red record tinha qe reprisar ela de novo essa novela é linda e otima voltada pra todo publico

Ana Paula disse...

otima novela,tinha que ter reprise

Anônimo disse...

Olá amo essa novela tambem, amo os atores principais, fiz um twitter para homenagear a dani alvarado e o ricardo alamo, se vcs quiserem serao bem vindas para seguir-me , o ricardo é um fofo , atencioso por demais com seus fans. beijo
@jlavirgenfans o twitter ...beijos

Anônimo disse...

Nossa eu amei essa novela , até hoje sinto saudades !!! Queria muitooooo q a record a reprisasse , podia ser no horário do "Cris" pois eles repetem milhões de vezes os mesmos epsódios . Tomara q eles considerem a possibilidade .Legal outras pessoas quererem a reprise também!

VANILDA NASCIMENTO disse...

Esta novela,marcou a minha vida! eu adoraria ter de assistir novamente seria um prazer enorme. Espero poder reve-la na record,e sei que vcs tem bom gosto, por isso tenho certeza que ela voltará!! abraços!!

Cristina Mota disse...

Amei essa novela e também gostaria que fosse reprisada. Chorei muuuuito no último capítulo.

vanny disse...

foi umas das novelas que marcaram a minha vida ,numa fase díficil,eu me inspirava na trama de Joana,uma história que fascina,um casal lindo,torcia muito para eles ficarei junto ,chorei muito e rie muito mais,mas vale apenas.Queria que a RECORD a reprisasse,não só essa emissora ,mais que o SBT ou a CNT.

Anônimo disse...

Ai não vai ser novidade dizer a todas que eu tambem amei a novela e me identifiquei muito com a Joana e o Maurício.Amei o Davi também e o tio Manuel.
Eu tinha 12 anos quando assisti a novela e foi a partir daí que eu quis ter meus filhos,me apaixonei pela idéia de ser mae kkk.

Besos
Sara