sábado, 24 de abril de 2010

Betty, a feia



NOME ORIGINAL
Yo soy Betty, la fea

ESCRITOR
Fernando Gaitán

PAÍS DE ORIGEM
Colômbia

NÚMERO DE EPISÓDIOS
169

ANO DE GRAVAÇÃO
1999

ANO DE EXIBIÇÃO NO BRASIL
2002

EMISSORA
RedeTV!

TEMA DE ABERTURA 1
Se falam de mim

INTÉRPRETE
Sarah Regina

Se falam de mim…

Me dizem que sou feia, meu andar desengonçado,
meu nariz é engraçado, minha voz é de trovão,
que pareço desdentada, sempre estou descabelada
e por mais que eu me arrume sou mais feia que um canhão.

Só sei que a verdade é bem diferente,
só falam de mim porque incomodo muita gente.
Mas já entendi e vou confessar:
os homens estão querendo me amar…

E falam muitas coisas, mas só uma me interessa
porque perdem tanto tempo falando assim de mim?

Só sei que falam quando passo, mas suspiram,
se desmancham, se deliram se eu pedir algum favor.
E fazem tudo que eu quiser mas não me iludo,
aproveito e faço tudo, mas não peçam meu amor.

E se quiser me namorar tem que pedir, tem que aceitar,
vir de joelhos, se humilhar, vir rastejando me implorar.
E não me digam que sou má, são só os amores que vivi.

Eu sou assim!

TEMA DE ABERTURA 2
Se dice de mí

INTÉRPRETE
Yolanda Rayo

Se dice de mí…

Se dice que soy fea, que camino a lo malevo,
que soy chueca y que me muevo con un aire compadrón,
que parezco un dinosaurio, mi nariz es puntiaguda,
la figura no me ayuda y mi boca es un buzón.

Si charlo con Luis, con Pedro o con Juan, hablando de mí los hombres están,
critican si ya la línea perdí, se fijan si voy, si vengo o si fui.
Se dicen muchas cosas, mas si el bulto no interesa,
porque pierden la cabeza ocupándose de mí.

Yo sé que hay muchos que desprecian con mentiras
y suspiran y se mueren cuando piensan en mi amor.
Y más de uno se derrite si suspiro
y se quedan si los miro resoplando con temor.

Si fea soy, pongámosle, que de eso ya yo me enteré,
mas la fealdad que Dios me dio, mucha mujer me la envidió
y no dirán que me creí porque modesta siempre fui, yo soy así,
que digan lo que quieran…ye, ye, ye, como un rayo…
Y ocultan de mí…

Ocultan que yo tengo unos ojos soñadores,
además otros primores que producen sensación.
Si soy fea sé que en cambio tengo un cutis de muñeca,
los que dicen que soy chueca no me han visto en camisón.

Los hombres de mí critican la voz, el modo de andar, la pinta, la tos,
critican si ya la línea perdí, se fijan si voy, si vengo, o si fui.
Se dicen muchas cosas, mas si el bulto no interesa,
porque pierden la cabeza ocupándose de mí.

Yo sé que hay muchos que desprecian con mentiras
y suspiran y se mueren cuando piensan en mi amor.
Y más de uno se derrite si suspiro
y se quedan si los miro resoplando con temor.

Si fea soy, pongámosle, que de eso ya yo me enteré
mas la fealdad que Dios me dio, mucha mujer me la envidió.
Y no dirán que me creí porque modesta siempre fui, yo soy así…

Se dice que soy fea, que parezco un dinosaurio, fea…
Se dice que soy fea, mi nariz es puntiaguda, fea…
Se dice que soy fea, mi boca un buzón, fea…
Se dice que soy fea, la figura no me ayuda, fea…

Oye que rico, esto me gusta…

Y no me importa, a mí no me importa lo que digan, yo soy así,
podrán decir, podrán hablar y murmurar, yo soy así,
hablando de mí los hombres siempre estarán, yo soy así,
si soy fea, que critiquen, que va, yo soy así.


ELENCO

Ana María Orozco: Beatriz Aurora Pinzón Solano "Betty"

Jorge Enrique Abello: Armando Mendoza Sáenz

Natalia Ramírez: Marcela Valencia

Lorna Paz: Patricia Fernández de Brickman

Luis Mesa: Daniel Valencia

Julián Arango: Hugo Lombardi

Ricardo Vélez: Mário Calderón

Mario Duarte: Nicolás Flaminio Mora

Kepa Amuchastegui: Roberto Mendoza

Talú Quintero: Margarita Sáenz De Mendoza

Celmira Luzardo: Catalina Ángel

Jorge Herrera: Hermes Pinzón Galarza

Adriana Franco: Júlia Solano Galindo de Pinzón

Pilar Uribe: María Beatriz Valencia

Júlio César Herrera: Freddy Stewart Contreras

Dora Cadavid: Inés Peña de Gómez

Stefanía Gómez: Aura María Fuentes

Paula Peña: Sofía de Rodríguez

Luces Velásquez: Bertha Muñoz de González

Marcela Posada: Sandra Patiño

María Eugenía Arboleda: Mariana Valdéz

Martha Isabel Bolaños: Jenny García

Paulo Sanchez Neira: "Engenheiro Ortiz"


INTRODUÇÃO

Escrita por Fernando Gaitán, essa novela colombiana teve duas exibições pela RedeTV! no Brasil: originalmente em 2002 e reapresentada em 2006.

Mostra a vida de uma moça sonhadora, Beatriz Aurora Pinzón Solano, interpretada por Ana Maria Orozco, que é apaixonada por seu chefe, Armando Mendoza, interpretado por Jorge Enrique Abelló em uma organização empresarial do mundo da moda, a Ecomoda.

A personagem é caracterizada por usar óculos de lentes grossas, aparelho nos dentes e roupas estranhas e cafonas, além de ser atrapalhada para falar. Uma típica nerd solteirona que vive a suspirar por um amor.


RESUMO

Beatriz Aurora Pinzón Solano, ou somente, Betty, tem vinte e seis anos, e é uma economista que não possui nenhum atributo físico que a torne atrativa perante os olhares dos homens. A personagem, desacreditada de seu futuro, se imagina morando a vida inteira, solteira, com seus pais. Ainda por cima, introvertida e esquisita, só tem Nícolas como amigo, que não a ajuda em nada, já que vive brincando com seu jeito muito esquisito.

Sonhadora e muito inteligente, Betty foi a melhor aluna de economia, em sua turma na faculdade onde se formou. Apesar disso, sua aparência também a prejudica em sua realização profissional.

Ainda que tenha uma maestria em finanças, Betty nunca obteve uma oportunidade de entrevista de emprego, porque, segundo ela, suas fotografias arruinam seu impressionante currículo. Depois de buscar sem êxito um posto de trabalho que seja compatível com sua formação e experiência, Betty decide enviar seu currículo para o posto de secretária do presidente de Ecomoda. Ela consegue uma entrevista, mesmo enviando seu currículo sem fotografia.

Armando Mendoza, o novo presidente da Ecomoda, é o filho educado, inteligente e bonito do fundador da empresa, Roberto Mendoza, que se afastou. Armando está comprometido com Marcela Valencia, executiva da Ecomoda e filha do falecido co-fundador Valencia.

Armando que estava procurando uma nova secretária faz sua primeira entrevista com Patrícia Fernández, a melhor amiga de Marcela. Ele sente um certo receio em contratá-la, já que dada sua reputação como mulherengo, Patrícia poderia se tornar uma espiã para Marcela.

Ao entrevistar Betty, Armando se preocupa com sua feiura, mas sente que ela poderia ser uma aliada, ao invés de uma espiã. Afim de agradar Marcela, Armando contrata como suas secretárias, tanto Betty, a feia, mas brilhante economista, como Patrícia, que é atraente, mas burra.

Como a Ecomoda é uma empresa que está interessada principalmente na imagem e beleza, Patrícia fica sentada na recepção, e Betty em um depósito, detrás do escritório de Armando. Na Ecomoda, também trabalham um grupo de secretárias chamadas de "O quartel das feias e Hugo Lombardi, o estilista.

Betty é constantemente desprezada pelos seus companheiros superfificias da Ecomoda, mas, para Armando Mendoza, é considerada indispensável para a empresa. Ela se converte na cúmplice de Armando em um plano clandestino para salvar a Ecomoda da ruína financeira, mas esta cumplicidade se converte em uma relação amorosa. No entanto, Betty demonstra seu valor e começa a ganhar o respeito dos membros da empresa.

Com a cumplicidade de Betty, Armando falsifica balanços para esconder as dívidas e a situação real da empresa, para não perder a presidência. Ao ver a situação complicada, empresta capital suficiente para a criação da empresa Investimentos Terramoda, por Betty. A nova empresa será a responsável por embargar a Ecomoda e evitar que ela seja entregue e partilhada pelos bancos.


CURIOSIDADES

Em 2010, Yo soy Betty, la fea, entrou para o livro Guinness World Records como a telenovela mais exitosa da história, ao ser emitida em mais de 100 países, ao ser dublada em 15 idiomas e ao contar com umas 22 adaptações ao redor do mundo.

A versão mexicana A feia mais bela, produzida pela Televisa foi exibida no Brasil pelo SBT, em 2006.

Nos Estados Unidos a telenovela tornou-se série com Ugly Betty, de grande sucesso, exibida, originalmente pelo canal fechado Sony Entertainment Television, e também comprada pelo SBT.

Também foi feita uma série animada baseada na novela, Betty Toons, que foi transmitida para a América Latina pelo canal a cabo Cartoon Network.

A novela estreou na Colômbia com 36 pontos, os quais chegariam a 45 e posteriormente a picos de até 54, 7 pontos, quando foi transmitido o capítulo em que Armando convida Betty para sair. Betty, a feia conseguia reunir, cada noite, três milhões e meio de colombianos, sendo até 2004, o programa mais visto na história da televisão colombiana.

O êxito da novela conduziu à criação, em 2002, de uma sequência chamada Ecomoda, a qual foi uma co-produção entre o canal RCN e Univisión. Algumas cenas do primeiro capítulo foram filmadas em Buenos Aires e outras da abertura em Miami, Flórida.
Blog Widget by LinkWithin

2 comentários:

Anônimo disse...

Não sou de ver novelas ( só tinha visto uma, O Machão, na década de 1970), mas zapeando em 2002, a da Betty me chamou a atenção por uma cena divertida, percebi o enredo e gostei da feia porém competente, que esconde amar o patrão. Acabei acompanhando sem regularidade e por fim até gravava para ver depois! Merece a reprise. O autor Gaitán criou um enredo muito interessante, provado pelo fato de o total de suas versões em cerca de vinte países ser a novela mais vista da história. A versão nos Estados Unidos ganhou o Globo de Ouro

Anna Servelhere disse...

A novela fez sucesso pois além de trama excelente contou com um quartel de bambas e lindos atores. Tomara que reprisem novamente no Brasil e tragam esses maravilhoso atores para cá! E viva Armando Mendoza, lindo de viver!