quinta-feira, 11 de março de 2010

Cristina Bazán

NOME ORIGINAL
Cristina Bazán

ESCRITOR
Manuel G. Piñera (Baseado na obra de Inés Rodena)

PAÍS DE ORIGEM
Porto Rico

NÚMERO DE EPISÓDIOS
100

ANO DE GRAVAÇÃO
1978

ANO DE ESTREIA NO BRASIL
1983

EMISSORA
SBT

TEMA DE ABERTURA
Silver queen

INTÉRPRETE
Malcolm Forest


ELENCO

Johanna Rosaly: Cristina Bazán

José Luis Rodríguez: Rodolfo Alcântara

Clarabella García: Laura Bazán

Gilda Haddock: Ambar Alsina

Esther Sandoval: Rosaura Alsina

Alejandra Pinedo: Teresa Alsina

Maribella García: Laura

Luis Daniel Rivera: Miguel Angel

Walter Rodríguez: German

Alba Nydia Díaz: Tainá

Michel Corbiere: Miguelito

Orville Miller: Cesar Saldoval

Elsa Roman: Madre Superiora


INTRODUÇÃO

Este foi o primeiro grande êxito das telenovelas porto-riquenhas, favorecido pela aparição de Puma Rodríguez como o galã que se divide entre duas irmãs. Comovedora atuação de Gilda Haddock como a trágica Âmbar e Esther Sandoval como una matriarca manipuladora, bruxa que destrói sua filha mais amada.


RESUMO

Esta telenovela conta a história de Cristina Bazán, uma jovem que estuda em um prestigioso internato para moças em São João, Porto Rico. Junto de Cristina estuda sua meia-irmã Âmbar Alsina que é muito frívola e malvada.

Cristina acredita que sua mãe, Laura seja viúva e que se encontra viajando atendendo seus negócios. Laura, na verdade, não é uma mulher de negócios, e sim uma cabareteira que foi apreendida por cargos falsos. Nessa ocasião, se desespera e assim, pede ao pai de Cristina que se encarregue de cuidar da menina.

Quando Cristina e Âmbar se graduam no internato vão viver na casa do pai de Cristina, que está casado com Rosaura, que é a mãe de Âmbar. Rosaura, assim como sua filha, odeia Cristina e a torna uma espécie de empregada.

Âmbar está comprometida com o respeitado jovem Rodolfo Alcântara, que não suspeita que sua noiva o engana com seu melhor amigo, Miguel Angel, que é doutor em medicina. Pouco a pouco, Rodolfo se interessa por Cristina, que o ama em silêncio.

Quando Âmbar e Rodolfo se casam, este a despreza em sua noite de núpcias por ela não ser virgem. Âmbar está grávida de Miguel Angel, que está perdido no alcoolismo. Âmbar não quer que saibam que espera um filho dele.

Rosaura inventa um plano: diante de todos, Cristina será a “mãe” do filho de Âmbar. Cristina se vê obrigada a fingir que espera um filho do motorista, sendo enviada ao campo para ter seu filho, acompanhada por Âmbar.
Blog Widget by LinkWithin

5 comentários:

Isabel Cristina Campos disse...

Eu assisti essa novela ao lado de minha avó e me lembro bem que no dia do último capítulo só pudemos ouvir pois a TV havia queimado...fiquei imaginando o encontro de Cristina e Rodolfo...que saudades!

Anônimo disse...

Os nomes no Brasil foram trocados? Se nao me engano o nome de Âmbar aqui foi Sandra e Miguel era Miguel Sampaio, estou certo?

Rene Silva disse...

Eu gostava das cenas da macumbeira que ficava chamando Exu...

sandra mara disse...

tinha um velhinho chamado lalo lembro disso

Deise Castro disse...

Para mim, o maior exemplo de paciência e perdão, por toda a vida foi de Cristina Basan.