sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Zap Viva anuncia a estreia de Coração Esmeralda

Eva Luna já entrou em sua reta final e para ocupar seu lugar o Zap Viva prepara para o dia 20 de fevereiro, às 18h00, a estreia de Coração Esmeralda, uma produção da Venevision, realizada em 2014 e estrelada por Irene Esser, coroada Miss Venezuela 2011, e Luis Gerónimo Abreu, que se destacou com o personagem de Alejandro na telenovela A Viúva Jovem, já exibida pela Zap Novelas, em Angola e Moçambique.

Original da escritora Vivel Nouel, produzida por Sandra Rioboo e dirigida por José Luis Zuleta, Coração Esmeralda tece uma história de amor que promove o uso responsável dos recursos naturais e a conservação do ecossistema, onde uma bela e corajosa ecologista chamada Beatriz (Irene Esser), comprometida em solucionar um problema de contaminação que afeta o lugar aonde mora, irá se deparar com o advogado João (Luis Gerónimo Abreu), que está por trás de todo esse transtorno, sem imaginar que, em meio a um labirinto de intrigas, o destino unirá seus corações em um amor envolvido pela cobiça.

Ao mesmo tempo que luta para consolidar sua história de amor junto a Beatriz, João não cessa a procura da filha desaparecida de César Augusto (Jean Carlo Simancas), um homem rico, mas infeliz, frio e distante, que vive rodeado de mulheres e quatro filhos que lutam pela sua atenção. Entretanto, o seu olhar esconde uma grande tristeza e um enorme segredo. O que o move antes de morrer é encontrar uma filha desaparecida, fruto de uma relação com a única mulher a quem realmente amou. Esse desejo está nas mãos do único homem da sua total confiança: João.

Rodada em cenários naturais de diversos lugares da Venezuela, Coração Esmeralda encontra-se em fase dublagem em português, no Rio de Janeiro. No elenco da trama destacam-se as atuações de Cristóbal Lander, María Antonieta Duque, Mimí Lazo, Dora Mazzone, Juliet Lima e Jorge Reyes, entre outros.



quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Pôster, sinopse e teaser de El Dandy, a nova série de Alfonso Herrera


Baseada no aclamado filme estadunidense Donnie Brasco - estrelado por Al Pacino, Johnny Depp e Michael Madsen, em 1997 - a segunda coprodução entre a Televisa e a Sony Pictures Television, El Dandy, protagonizada por Alfonso “Poncho” Herrera e Damián Alcázar, já se encontra em produção no México e atualmente é comercializada em mercados da América Latina e da Europa.

Assim como Señorita Pólvora, a primeira das doze séries que serão produzidas a longo prazo pelas duas grandes companhias, El Dandy tem previsão para durar 70 episódios, os quais serão centrados nas ariscadas aventuras de um agente de polícia que se infiltra em uma rede de narcotráfico mexicano.

Escrita por Larissa Andrade e Rodrigo Ordoñez, a série conta com a direção de Chava Cartas e Mauricio Cruz. A produção executiva fica a cargo de Daniel Ucros e Gabriela Valentan. Sua exibição se dará em diversas plataformas, incluindo emissoras da Televisa no México e o canal UniMás, nos Estados Unidos.


SINOPSE

El Dandy conta a história de um professor de Direito, contratado pela Procuradoria para participar de um prestigioso programa de operações especiais, onde deverá se infiltrar em uma das redes de narcotráfico mais famosas da Cidade do México.

Usando o falso nome de Daniel “El Dandy”, Bracho (Alfonso Herrera) inicia a tarefa de identificar todos os membros desta rede clandestina. No entanto, ele se dá conta que sua aguda capacidade para o trabalho policial é somente comparável à emocionante sensação de perigo que experimenta vivendo a vida ao máximo.

Neste percurso, se utiliza da ajuda de um criminoso de baixa reputação, leal, ainda que corrupto, chamado El Chueco (Damián Alcázar), que rapidamente se torna amigo de Bracho e arriscadamente chega perto de descobrir sua verdadeira identidade.

Quanto mais profundamente Bracho se envolve na máfia, mais trabalho lhe custa para sair e o professor incorruptível terá que escolher entre voltar a uma vida normal, como um cidadão respetável, ou abraçar plenamente sua vida criminosa.


Confira o teaser de El Dandy:


Coração no Condomínio e A Dúvida estreiam na Netflix


A Netflix adicionou em seu catálogo mais duas telenovelas mexicanas inéditas, porém legendadas. Elas são Coração no Condomínio (Corazón en Condominio) e A Dúvida (La Duda), ambas realizadas pela Azteca. A primeira, gravada em 2013, é uma produção assinada por Rafael Gutiérrez, protagonizada por Cynthia Rodríguez e Víctor García. Sua história é baseada em Vecinos, trama original colombiana, idealizada pela Caracol Televisión. A segunda, mais antiga, foi produzida por Fides Velasco em 2002 e estrelada por Silvia Navarro e Omar Germenos.

Em 146 capítulos, Coração no Condomínio narra as peripécias de Óscar (Víctor García), um taxista que não tem outra preocupação na vida senão conseguir dinheiro para as festinhas com karaokê que todas as noites organiza em sua casa. Óscar não tem uma namorada formal, não é um homem de compromissos. A única mulher com a que sempre sonhou levar uma relação adiante é sua vizinha Jessica (Betty Monroe), a quem deseja desde que era criança, mesmo que Jessica nunca tenha lhe feito caso.

Um belo dia, Óscar ganha na loteria e sua vida dá um giro total, mas, não da forma que ele esperava. Ele decide mudar-se para um edifício de luxo, onde começam todos os conflitos e situações alucinantes. Entretanto, com sua nobreza e simplicidade, conquistará o coração de Tatiana (Cynthia Rodríguez) e de seus vizinhos arrogantes, não sem antes passar por numerosos desentendimentos provocados pelo choque de dois mundos tão distintos.

Coração no Condomínio ainda conta com as atuações de Arap Bethke, Mayra Rojas, Martha Mariana Castro, Omar Fierro, Luis Felipe Tovar, Carmen Beato, Guillermo Iván, Alberto Guerra, Alan Ciangherotti, Rykardo Hernández, Laura Palma, Gloria Stalina, María Alejandra Molina, Adianez Hernández, Nahuel, Melina Robert, Denise Marion,  Noelia Betancourt, Luis Carlos Muñoz, Cristian Wandelt, Alex Garza, Camila Rojas, Joanydka Mariel e José Juan Ayala.

Por sua vez, A Dúvida traz em 110 capítulos a história de dois jovens que, lutando por seu amor, descobrem que o pecado é se amarem e que, diante do amor, até o próprio sangue pode se tornar o pior dos inimigos. Gabriel (Omar Germenos) e Victoria (Silvia Navarro) foram batizados no mesmo dia, os pais de um foram padrinhos do outro. Assim foi como, diante de Deus, tivessem unido duas famílias que já antes estavam unidas pelo pecado. Nem ela, nem ele sabem porque suas famílias acabaram se separando, tornando-se inimigas. Muito menos, sabem porque são eles os que têm que carregar a culpa de seus pais e, menos ainda, porque devem se separar quando se amaram toda a vida.

No elenco, também se destacam atores como Víctor Gonzalez, Pedro Sicard, Saby Kamalich, Julieta Egurrola, Martín Altomaro, Alejandra Lazcano, Sergio de Bustamante, Martha Aura, Adriana Parra, Elizabeth Cervantes, María Rojo e Jesús Ochoa, entre outros.

O atual catálogo brasileiro de telenovelas da Netflix ainda contempla folhetins dublados como A Feia Mais Bela; A Tempestade; A Usurpadora; Betty, a Feia; Café, com Aroma de Mulher; Coração Apaixonado; Coração Indomável; Cuidado com o Anjo; Maria do Bairro; Miss XV; Por ela... sou Eva; Rosário; Rubi; Violetta e Zorro: A Espada e a Rosa, legendados, como A Cada Quien su Santo; El Cuerpo del Deseo; El Señor de los Cielos; El Sexo Debil; Hasta que la Plata nos Separe; La Hija del Jardinero; La Patrona; La Reina del Sur; Las Juanas; Marina; Sin Tetas no hay Paraíso; Victoria e Vivir a Destiempo, além das versões nacionais de Rebelde e Carrossel.

Duas Luas estreia no Fox Life


Após grande expectativa, chega ao Fox Life nesta quarta-feira, 28 de janeiro, às 22h45, a série mexicana Duas Luas, uma coprodução entre a Fox International Channels, a Argos Comunicación, a Lua Producciones e o canal Cadenatres, protagonizada pela atriz uruguaia Bárbara Mori e pelo ator argentino Leonardo Sbaraglia. Gravada entre 2013 e 2014, Duas Luas marca o retorno de Bárbara Mori às telinhas após quase dez anos de ausência, desde que deu vida à descarada Rubi, na telenovela homônima, produzida pela Televisa, em 2004.

Concebida pela própria atriz, juntamente com seus sócios da Lua Producciones - Sergio Guerrero e Juan Manuel Borbolla - e em aliança com Epigmenio Ibarra, da Argos Comunicación, esta história revela o dilema Soledad, uma bela mulher que sofre de um transtorno de dupla personalidade, produzido por um passado sombrio e por uma série de adversidades que deixaram sua infância marcada, e de Bruno, um homem que atravessa um momento difícil, enfrentando problemas com negócios ilegais e pessoais ao mesmo tempo em que inicia uma corrida frenética no mundo do entretenimento noturno, que parece incontrolável.

Com muito suspense, ação e drama, Duas Luas traz também em seu elenco nomes como Aldo Gallardo, Ilse Salas, Gerardo Trejoluna, Ana Paula de León, Fabiola Campomanes, Julio Casado, Arcelia Ramírez, Geraldine Zinat, María Fernanda García e Ximena Romo, entre outros.


SINOPSE

Duas Luas conta a história de Soledad, uma bela mulher que durante o dia desempenha suas funções como psicóloga, como qualquer profissional, mas que, durante a noite, torna-se uma pessoa completamente diferente, que se deixa dominar por sua outra personalidade: a de uma sensual DJ, chamada Luna, que comanda as pickups no cenário underground, onde o sexo e o tóxico mundo dos viciados em drogas são o prato cheio das festas noturnas.

Certo dia, Soledad é convocada com urgência para atender um caso em um colégio, onde uma garotinha de nove anos, chamada Ana, inicia um tiroteio e intimida a sala de aula com a arma. Por sorte, Soledad controla a situação e, posteriormente, conhece o pai da garotinha transtornada, que chega ao local dos fatos e é detido pela polícia.

O pai de Ana é um viúvo e magnata da música chamado Bruno Freeman, proprietário de um bar exclusivo que serve como fachada para seus negócios ilícitos. No entanto, após a morte de sua esposa, Bruno deseja se distanciar um pouco do ambiente tóxico que o cerca, visto que necessita cuidar dos problemas de comportamento de sua filha. E quem ajudará Bruno nesta tarefa será Soledad.

Com o passar dos dias, Soledad também se torna a terapeuta de Bruno; vínculo este que os une e propicia todo tipo de situações, começa, assim, a surgir um misto de sentimentos entre eles. Neste contexto, em outra ocasião, Bruno também conhece, em uma noite de festa, a outra metade da personalidade de Soledad, chamada Luna, com quem também se envolve sentimental e sexualmente. Notando a semelhança entre elas, Bruno acredita que sejam duas irmãs distanciadas. 

É desse modo que se inicia um curioso e interessante triângulo amoroso que conduz a história por diversas situações que os mantêm imersos em um mundo carregado de suspense, paixão e intriga.


PERSONAGENS



Soledad García (Bárbara Mori)

Soledad é uma psicoterapeuta eficiente e brilhante, mas que, sem saber, guarda um segredo maior do que o de qualquer um de seus pacientes: sofre de um transtorno de dupla personalidade. No entanto, é capaz de se submergir na vida interior das pessoas, entre elas, Bruno, que se torna seu paciente.



Luna García (Bárbara Mori)

Luna é o alter ego de Soledad, uma misteriosa e sensual DJ que frequenta o ambiente noturno da Cidade do México. O interesse profissional do produtor musical Bruno Freeman em seu talento, rapidamente se transforma em interesse passional. Porém, Luna dita suas próprias regras e faz com que Bruno viva uma montanha russa desenfreada e uma loucura que nunca imaginou.



Bruno Freeman (Leonardo Sbaraglia)

Bruno é um magnata da música, que perde sua esposa e decide se mudar para o México. Bruno se verá envolvido com o que ele acredita serem duas irmãs distanciadas, uma que o seduz, Luna, e outra que o apaixona, Soledad.

Exclusivo: Señorita Pólvora entra em fase de dublagem


Anunciada em maio do ano passado, a aliança que une a Televisa e a Sony Pictures Television em um acordo exclusivo na realização de doze séries ao longo de cinco anos, já produziu seu primeiro fruto; trata-se de Señorita Pólvora, série inspirada nos fatos reais da vida de uma rainha da beleza, cujo envolvimento familiar e romântico com um traficante a leva ao sombrio mundo do crime organizado.

Composta por 70 capítulos, esta produção que tem previsão de estreia para março deste ano através do canal por assinatura TNT de toda a América Latina, já se encontra no Brasil em fase de dublagem em português para que o público local também possa acompanhar a história que traz de volta às telinhas a atriz Camila Sodi, que teve sua estreia na televisão mexicana como a protagonista da telenovela Inocente de ti, em 2004, e que já participou em filmes como O Búfalo da Noite (2007), Garotas Rebeldes (2007) e Arranca-me a Vida (2008).

Atriz, cantora e modelo, Camila Sodi, que é conhecida por ser a sobrinha da diva mexicana Thalía e de sua irmã Laura Zapata, lidera o elenco deste projeto, que também inclui os nomes de Iván Sánchez, José María de Tavira, Saúl Lisazo, Eréndira Ibarra, Paulina Gaitán, Vicky Araico, Lizzy Auna, dentre outros, em uma história carregada de ação, romance e perigo, onde o glamour se mistura com o submundo das drogas e da violência.

Señorita Pólvora relata o drama de Valentina (Camila Sodi), uma jovem mulher, bonita e de classe alta, que se apaixona por um sicário e assim descobre que seu amor, e sua própria família, pertencem a um dos mais poderosos grupos de traficantes do México. A crônica de sua vida explosiva e sua queda gradual no mundo do crime é narrada sob a perspectiva de uma jornalista que trata de acompanhar o caso, ao mesmo tempo em que tenta resgatar Valentina da desgraça que a espera.

Señorita Pólvora é produzida pelo colombiano Daniel Ucros, conta com a direção de Mauricio Cruz e Chava Cartas e no México será transmitida através de diferentes plataformas da Televisa, enquanto que nos Estados Unidos chegará mediante o canal UniMás, da rede Univision. Além disso, os direitos para exibição por meio de vídeo sob demanda (VoD) já estão garantidos pela Clarovideo, onde os episódios estarão disponíveis na plataforma de streaming apenas alguns dias depois de sua estreia pelo TNT.

Abaixo, confira os trailers de Señorita Pólvora:



segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Amor Secreto estreia no Equador


Acontece nesta segunda-feira, 26 de janeiro, às 13h30, a estreia mundial da produção dramática Amor Secreto, uma telenovela realizada pela Venevision que será vista no Equador, através do TC Mi Canal, antes mesmo do que na Venezuela, seu país de origem. Gravada em alta definição com a mais moderna tecnologia da atualidade, Amor Secreto trata-se de uma versão renovada de Inés Duarte, Secretaria, folhetim venezuelano produzido em 1991 e protagonizado por Amanda Gutiérrez e Victor Cámara.

Com novas tramas e personagens, Amor Secreto é estrelada por Alejandra Sandoval e Miguel de León, conta com a presença de Juan Carlos García e marca a estreia da modelo e apresentadora Alexandra Braun nos melodramas. Atores como Carmen Julia Álvarez, Rosario Prieto, Juan Carlos Gardié, Antonio Delli, Karina Velásquez e Rosmery Marval, entre outros, também integram o elenco desta nova aposta da Venevision que promete conquistar o mercado internacional.

Sob a produção executiva de Manuel Federico Fraíz-Grijalba e adaptada por César Sierra, a história relata a vida de Irene Gutiérrez (Alejandra Sandoval), uma jovem sonhadora e trabalhadora, que vive com sua mãe e sua irmã mais nova. Com muito esforço, estuda Administração e Comércio, enquanto trabalha na Laboratorios Ferrándiz, empresa na qual tem subido de cargos até tornar-se não somente a Assistente Executiva do Presidente, Leonardo Ferrándiz (Miguel de León), como também a sua mão direita e protetora de sua família. Sem se dar conta, se apaixona por ele e lutará para conquistar seu amor.

Na Venezuela, Amor Secreto terá sua estreia após o término de Lo que la Vida me Robó, exibida pela Venevision, às 21h00.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Os remakes portugueses de telenovelas latino-americanas (Parte 1)

Que as telenovelas latino-americanas fazem sucesso em diversos lugares do mundo, não é novidade para ninguém, mas o que poucos sabem é que muitas delas também são adaptadas por diversos países, de acordo com a sua cultura, o seu cotidiano e conforme a realidade vivida onde se pretende adaptar a mesma história. Hoje, apresento aqui um texto dedicado aos remakes portugueses de telenovelas latino-americanas, em especial, os produzidos pelas duas principais emissoras de televisão em Portugal: a TVI e a SIC.


OS REMAKES DA TVI


ANJO SELVAGEM (2001)

Baseada em Muñeca Brava, telenovela argentina produzida pela Telefe, em 1998, e protagonizada por Natalia Oreiro e Facundo Arana, esta versão portuguesa foi uma das tramas mais longas do país, tendo começado em 2001 e encerrado em 2003, com mais de 600 episódios exibidos. Anjo Selvagem trouxe ao audiovisual português outra visão daquilo que eram os enredos que hoje dominam as televisões e conseguiu prender os portugueses ao televisor.

Constituída por um elenco de luxo, com Paula Neves e José Carlos Pereira nos papéis principais, Anjo Selvagem contou a história de Mariana de Jesus (Paula Neves), uma jovem que sempre viveu num convento até seus dezoito anos. Por trás dela estava uma história de amor que, com o decorrer da trama, ia se desvendando. O seu futuro passava pela fazenda dos Brandão Salgado, onde surpreendentemente descobria que sua mãe tinha sido empregada daquela mesma família. Assim começava a conhecer pouco a pouco o seu passado e apaixonava-se pelo filho da família, Pedro Brandão Salgado (José Carlos Pereira), com quem vivia um amor impossível, um amor entre uma empregada e um jovem da classe alta.



 NUNCA DIGAS ADEUS (2001)

Nunca Digas Adeus foi inspirada no texto de Mirada de Mujer, telenovela mexicana da Azteca, produzida em 1997, que por sua vez era a adaptação da telenovela colombiana Señora Isabel. Mirada de Mujer foi protagonizada por Angélica Aragón, Ari Telch e Fernando Luján e, no Brasil, foi transmitida pela Rede Record, em 2000, com o título Olhar de Mulher.

Nunca Digas Adeus, protagonizada pela atriz Lídia Franco, foi a história de Vera de Almeida Barreto e o relato das escolhas de uma mulher que decidiu dedicar a vida à família, que casou e abdicou de si para apoiar a carreira de advogado do marido, Lourenço (Tozé Martinho), e para se dedicar à educação dos seus três filhos: Madalena (Sofia Duarte Silva), Tiago (Alexandre da Silva) e Mónica (Bárbara Norton de Matos). Além destes, dedicava ainda uma atenção especial à sua mãe, Maria Teresa (Anna Paula), uma mulher conservadora e tradicional.

Apesar de todo esse carinho, Vera sentia que o amor havia dado lugar a uma rotineira relação com o marido, que se mantinha a seu lado mais por hábito que por outra coisa. Para piorar a situação, descobria que Lourenço tinha um caso com uma mulher mais nova e para quem reservava uma vitalidade que ela considerava perdida. Essa mulher era Daniela Lopes (Rita Salema), uma advogada de sucesso de 30 anos, que realmente amava Lourenço.

Vera, sentindo-se frustrada, repensava sua existência, seus sonhos e seu dia-a-dia, questionando o seu papel enquanto mulher. Com o apoio das amigas, decidia reconquistar o amor de Lourenço e ressuscitar a paixão que um dia os uniu, mas o tempo não volta atrás e Vera descobria que a solução não estava no passado, no amor de Lourenço, mas sim no futuro e nas surpresas que a vida ainda lhe reservava. Assim, conhecia João Dias (Nuno Homem de Sá), um jornalista separado e com um filho, com quem descobria uma nova vida.



TUDO POR AMOR (2002)

Baseada em El Amor no es Como lo Pintan, telenovela mexicana produzida pela Azteca, em 2000, protagonizada por Vanessa Acosta e Héctor Soberón, que por sua vez foi inspirada em Betty, a Feia, essa adaptação portuguesa não teve um grande público, apesar da história ter como protagonista a atriz Sofia Duarte Silva, uma das maiores estrelas da televisão portuguesa.

Neste folhetim, Alice Tavares (Sofia Duarte Silva) era uma jovem que vivia com o pai Carlos (Guilherme Filipe), a avó Helena (Irene Cruz) e o irmão João (Ricardo Raposo), e sempre se esforçava para conseguir tudo o que possuía. As suas grandes amigas eram Paula (Cláudia Oliveira) e Joana (Catarina Mil Homens) que, apesar de serem muito diferentes de Alice, eram unidas como uma espécie de três mosqueteiros.

Apesar da sua inteligência, simpatia e preparação, Alice não tinha uma vida normal, sempre era discriminada devido à sua aparência pouco estética, situação que se relevava devido ao seu bom caráter e maturidade. Como qualquer jovem da sua idade tinha fantasias e sonhos e mantinha a esperança de um dia encontrar o seu príncipe encantado.



CORAÇÃO MALANDRO (2003)

Partindo de uma adaptação livre do texto original colombiano Pedro, o Escamoso, levado à televisão em 2001, através do canal Caracol Televisión, com Miguel Varoni no papel principal, Coração Malandro foi a história de José Maria Pardal (Pepê Rapazote), também conhecido por Zé Passarinho, que se via obrigado a fugir da aldeia de Piódão para Lisboa, onde se apaixonava por várias mulheres e voava de ninho em ninho à procura do verdadeiro amor.

Mesmo com muito humor, romance e um pouco de drama, Coração Malandro foi um fracasso de audiência. Inicialmente, era transmitida às 19h00, de segunda à sexta-feira, mais tarde, passou a ser emitida somente às sextas-feiras, às 23h00, e em sua reta final ocupou a faixa das 16h30.



DOCE FUGITIVA (2006)

Adaptação da telenovela argentina Kachorra, produzida pela Telefe, em 2002, Doce Fugitiva estreou em Portugal no ano de 2006 e teve a atriz Rita Pereira em seu primeiro papel como protagonista. A história relatava a vida de Maria Estrela Santos, conhecida por Estrelinha, uma jovem de vinte e dois anos que trabalhava no café do pai, ao mesmo tempo em que fazia voluntariado num lar de acolhimento para crianças em situação de risco. A mãe havia saído de casa quando ela tinha quatro anos e foi criada, juntamente com o seu irmão Amadeu (Gonçalo Neto), por Francisco (Manuel Cavaco), o pai, que se desdobrava entre os trabalhos domésticos e o café, que continuava a ser o sustento da família. Maria Estrela via na Irmã Benedita (Luisa Cruz) a figura da irmã mais velha, da conselheira, que nunca teve na mãe.

A vida de Estrelinha mudava no dia em que era acusada de homicídio. Mas, ao ser transferida para a penitenciária onde aguardaria o julgamento em prisão preventiva, o carro da polícia sofria um violento acidente com um táxi que vinha em sentido contrário. Maria Estrela aproveitava esta oportunidade para tomar a identidade da passageira que seguia no táxi e conseguia fugir. O que ela não esperava era que Maria dos Anjos (Maria Frade) fosse uma noviça que acabava de sair de um convento. E quando tocava o celular da noviça, Maria Estrela ficava sabendo que estava atrasada para um encontro com Leonardo de Noronha (Rodrigo Menezes), o dono de uma conhecida fábrica de chocolates que se encontrava à beira da falência, e que Maria dos Anjos era uma conhecida mestre na doçaria do convento.

O risco de ser descoberta era constante, pelo que Maria Estrela tinha que tramar inúmeros planos para conseguir manter-se em liberdade e assim provar que era inocente do crime pelo qual era acusada, ao mesmo tempo em que ia ajudando todos os que cruzavam o seu caminho a serem felizes.



DEIXA-ME AMAR (2007)

Substituindo Doce Fugitiva no horário nobre, Deixa-me Amar foi adaptada do original argentino Sos mi Vida, exibida pelo Canal 13, em 2006. A história girava em torno de uma lutadora, Lara Guerra, interpretada por Paula Lobo Antunes, que conhecia e se apaixona por Martim Botelho, vivido por Paulo Pires, um empresário de sucesso, dono de um grande grupo econômico ligado ao ramo da informática.

Além dos computadores, Martim adorava automóveis e as corridas. Ex-campeão de Super Touring, deixou de correr nas pistas, mas vivia a vida em alta velocidade. Martim era viúvo há cinco anos. A tragédia entrou em sua vida quando menos esperava, quando a esposa morreu num acidente de viação. Martim nunca mais foi o mesmo, até que Lara entrava na sua vida, como um furacão.



ELE É ELA (2010)

Adaptação feita pela Casa da Criação com base na telenovela argentina Lalola, Ele é Ela foi protagonizada por Benedita Pereira e Marco D'Almeida. Composta por 28 episódios, a série contava a história de Júlio Bordal (Marco D'Almeida), um mulherengo que bebia uma poção cujo efeito o transformava em uma mulher, Julieta (Benedita Pereira).

Diretor de uma revista de sucesso, a H+7, Júlio era surpreendido através de uma poção química dada pela mulher errada em um encontro noturno, e era transformado em mulher. Nascia então Julieta, que aprendia a ser mulher em um mundo dominado por homens, apesar de continuar tendo gestos muito masculinos, que aos poucos começava a moderar.



BELMONTE (2013)

Produzida em 2013, Belmonte tratou-se da adaptação de um formato original chileno, Hijos del Monte, de 2008, que também deu origem a versão colombiana Los Herederos del Monte, produzida pela RTI para a Telemundo, em 2010 e, mais tarde, a adaptação árabe, intitulada Al Ikhwa, de 2014.

O enredo de Belmonte contava a história de cinco irmãos adotados que, de um momento para o outro, viam sua vida dar uma guinada de 180 graus com o aparecimento de uma irmã ilegítima, até então desconhecida. Paula Belmonte (Graziella Schmitt) deixava o Brasil e retornava à Europa para assumir a herança do pai biológico, Emílio (António Capelo), porém, para isso, ela teria que disputar a fortuna com seus cinco irmãos adotivos. Entretanto, acabava se apaixonando por João (Filipe Duarte), o mais velho deles, mas esse amor era visto como um empecilho para os planos da mãe dela, Sofia (Manuela Couto), que queria se apoderar de toda a herança por uma vingança pessoal.

Belmonte tornou-se uma das maiores apostas da dramaturgia da TVI dos últimos anos, inclusive não se limitou às terras portuguesas, tendo as cenas de seus primeiros capítulos produzidos no Brasil, com imagens gravadas em Corumbá e no Pantanal, no estado de Mato Grosso do Sul. A protagonista Paula, vivida pela brasileira Graziella Schmitt, foi a convidada de honra e o destaque do folhetim, que, inclusive, foi nomeado ao Emmy Internacional de Melhor Telenovela, ao lado das produções My Husband's Lover, das Filipinas; 30 Lives: Maxim Bouchard, do Canadá; e Jóia Rara, do Brasil, que foi a grande vitoriosa do ano.


MULHERES (2014)

Com base na narrativa da telenovela colombiana El Último Matrimonio Feliz, levada ao ar originalmente em 2009, pela RCN, e que, posteriormente, ganhou uma versão mexicana intitulada Para Volver a Amar, realizada pela Televisa, em 2010, Mulheres, a adaptação da TVI que ainda está no ar, mostra como sete casais lisboetas vivem diferentes momentos nas suas relações. Todos têm problemas por resolver. Os desafios que se colocam a cada casal são diferentes - uns mais graves, outros mais comuns e previsíveis. Alguns puramente egoístas.

Nesta história, somente Mariana (Sofia Alves) e Guilherme (Albano Jerónimo), casados há vinte anos, parecem ter um casamento à prova de crise. Há quem diga brincando que os dois têm o último casamento feliz de Portugal. O único problema da vida de Mariana é o excesso de trabalho. Ela é uma vendedora imobiliária de exceção, fechando negócios que todos consideram impossíveis, e o patrão não a deixa descansar.

Um dia, por um descuido com as horas, a sua filha Duda (Inês de Sá Frias) sofre um acidente e Mariana decide que é tempo de fazer mudanças. Demite-se do seu emprego, desistindo de um negócio milionário, e abre uma pequena imobiliária, a Em Sua Casa. Por sua decisão, só contrata mulheres que realmente precisam de trabalho, juntando um grupo sem nenhuma experiência no ramo, mas cheio de vontade de aprender e de dar o seu melhor. É assim que estas mulheres começam a trabalhar juntas. São todas mulheres em crise, mas determinadas a andar com as suas vidas para frente.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Candela, una Chica Real será comercializada pela Cisneros Media Distribution


A Cisneros Media Distribution (CMD), divulgou um acordo com a Ony Productions para a comercialização de Candela, una Chica Real, a nova telenovela juvenil de Patricia Maldonado. O acordo outorga a Cisneros Media Distribution os direitos mundiais para a distribuição e comercialização desta telenovela juvenil, protagonizada por Sheryl Rubio e Vadhir Derbez, composta de 80 episódios de uma hora de duração cada.
  
“Acreditamos no grande potencial desta série juvenil, já que sua história é universal, apta para qualquer mercado e voltada ao público juvenil”, enfatizou Marcello Coltro, Vice-Presidente Executivo de Distribuição de Conteúdo para Cisneros Media. “Candela é um conteúdo idôneo para o mercado hispânico dos Estados Unidos, bem como, estamos seguros de que será de grande aceitação em toda América Latina”.

Por sua parte, Othniuska Cedeño, CEO da Ony Productions, destacou: “Este acordo é de grande importância para a Ony Productions, já que permitirá que Candela chegue a mais de 100 países em mais de 20 idiomas graças a força de distribuição da Cisneros Media Distribution. Espero que este seja o início de uma longa e bem-sucedida relação entre as duas empresas”.

Esta história original da escritora Patricia Maldonado (Chiquititas, Rebelde Way, Floricienta), relata a vida de Candela, uma adolescente criada com total liberdade, mas que, repentinamente, se vê obrigada a viver com Felipe, seu pai biológico, que ela acreditava estar morto. Ele é de um nível econômico alto, onde as aparências são mais importantes que as verdades e os bens materiais mais importantes que as pessoas.

Este é o universo onde Candela deve aprender a ter um pai e a obedecer às regras, e, ainda que a princípio sua única meta seja escapar dali, com o tempo encontrará uma oportunidade de ser feliz. Nesta experiência, Candela se encontrará consigo mesma através da música e com algo que mudará sua vida para sempre: seu primeiro amor.

DeMente Criminal ganhará versão brasileira


A Cisneros Media Distribution (CMD) anunciou na última quinta-feira, 22 de janeiro, a assinatura de um acordo com a casa produtora brasileira Intro Pictures, mais conhecida como Ioiô Filmes, para o desenvolvimento do formato de “DeMente Criminal”, uma série de suspense baseada no best-seller Sangre en el Diván, da jornalista Ybéyise Pacheco.

“É muito gratificante poder anunciar pela primeira vez a oportunidade de produzir no mercado brasileiro um formato da Cisneros Media Distribution”, ressaltou Marcello Coltro, Vice-Presidente Executivo de Distribuição de Conteúdo para Cisneros Media. “Confiamos no trabalho da produtora Ioiô, que já celebra dez anos na indústria com produções de séries e curtas-metragens, e que já recebeu o prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Cannes de 2006”.

A Ioiô desenvolverá a história de DeMente Criminal para o mercado brasileiro junto com sua aliada estratégica e casa produtora argentina, Navajo Films. Simoni de Mendonça, Gerente Comercial da Ioiô, comentou: “Estamos em busca de ideias e histórias para desenvolver conteúdo original independente de alta qualidade no Brasil, que seja exportável a outras regiões”, enfatizou.

Por sua parte, Lucas Vivo, Presidente da Navajo Films, ressaltou: “No caso de DeMente Criminal, consideramos que é uma história bastante interessante para adaptá-la ao público do Brasil, já que encontramos um caso real com semelhanças que contribuirão para uma adaptação bastante atrativa para o mercado local”.

DeMente Criminal conta a arrepiante história de como um distinto psiquiatra foi exposto diante da lei por cometer abusos e um assassinato a sangue frio. Na história, Dr. Raimundo Acosta, um psiquiatra com grande reputação em sua comunidade como excelente profissional médico e educador, consegue esconder todos os atos sórdidos que comete regularmente em seu consultório.

Quando Alicia Celaya, uma de suas jovens pacientes, aparece brutalmente assassinada, Verónica, a mãe da garota, jura provar que o responsável por sua morte é o prestigioso psiquiatra. Com a ajuda de um astuto investigador da polícia, que tem levantado suspeitas do Dr. Acosta por um longo tempo, Verónica toma o caminho mais difícil de sua vida: a procura de evidências que confirmem a culpabilidade do médico na morte de sua filha.

Enfrentar este brilhante manipulador e expô-lo como o mentiroso malvado que é, se tornará uma missão realmente perigosa. Após sofrer incontáveis ataques e golpes, Verónica, junto aos detetives Gabriela Fons e Julio Villalobos, unidos à jornalista Laura Montesinos, por fim conseguem comprovar seu caso. As investigações revelam que o Dr. Acosta passou sua carreira cometendo crimes atrozes que envolvem desde o abuso sexual e a violação, até a contratação de sicários para matar testemunhas, tudo isto guardado no mais absoluto segredo... até ter cometido o erro fatal de assassinar Alicia com suas próprias mãos.

Protagonizada por Sebastián Ligarde, Lorena Rojas, Gabriel Valenzuela, María Fernanda Yépes e Marcela Mar, sob a direção de Abraham Pulido, DeMente Criminal foi produzida originalmente em Miami por Carlos Lamus para a Venevision Productions, casa produtora da Cisneros Media, em 2014, adaptada para a televisão por Rosa Clemente e Raúl Prieto, com a supervisão de Marlon Quintero e direção de arte de Mercedes Guzmán. No elenco internacional também figuram nomes como Thamara Aguilar, Carlos Yustis, Natasha Domínguez, Carlos Mata, Roberto San Martin, Isabela Santo Domingo, Fernando Carrera, Mauricio Renteria, Carolina Ayala, Lance Dos Ramos e Deive Garcés, entre outros.


Colaboração: Cisneros Media

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Cenas dubladas da telenovela A Primeira Dama

Confira a playlist:



sábado, 17 de janeiro de 2015

Ariana: A próxima produção da Telefe


Ariana, Una Historia de Venganza é o título provisório da nova ficção que a Telefe promete levar ao horário nobre da telinha argentina neste ano, tendo em vista, também, o mercado internacional. Com dois nomes de peso e de grande trajetória artística à frente do elenco, Natalia Oreiro e Benjamín Vicuña, a nova produção contará com a direção de Juan José Campanella em sua estreia neste gênero televisivo.

Reconhecido por ter sido o ganhador do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro com o longa-metragem O Segredo dos Seus Olhos, em 2010, esta será a primeira vez que o diretor irá se aventurar no comando de uma telenovela.

Pensada para ultrapassar as fronteiras do país, esta história será dublada em espanhol neutro para sua posterior comercialização em mercado latino-americano. Para isso, diversos coprodutores se associaram a este ambicioso projeto. Além da Telefe, o Canal 4 de Montevidéu, no Uruguai, e possivelmente um canal aberto da televisão chilena e um canal de TV paga internacional se unirão como investidores desta aposta que promete ser um sucesso.

A trama principal contará uma história de amor e profundo sentimento de vingança, onde Ariana, uma jovem que aos seus dezessete anos foi terrivelmente violentada por quatro homens, retornará, vinte anos depois, movida pelo desejo de revanche, para acertar contas com estes homens que tanto dano lhe causaram no passado. Entretanto, rapidamente Ariana descobrirá que um destes homens que arrancaram sua inocência é um forte candidato a tornar-se o Presidente da nação.

Por ela... sou Eva


NOME ORIGINAL
Por ella… soy Eva

ESCRITORES
Pedro Armando Rodríguez, Alejandra Romero M. e Humberto Robles (Baseados na obra de Elkim Ospina, Fernán Rivera e Juan Carlos Troncoso)

PAÍS DE ORIGEM
México

NÚMERO DE EPISÓDIOS
126

ANO DE GRAVAÇÃO
2012

ANO DE ESTREIA NO BRASIL
2013

EMISSORA
SBT

TEMA DE ABERTURA
Por ella… soy Eva

INTÉRPRETE
Jaime Camil

Como detienes un remolino y esquivas cada trampa del destino,
como conviertes en cruz las pesadillas y pones a tus miedos de rodillas,
como es que vuelas aún contra corriente y brillas única entre tanta gente,
mi amor te sigue veloz como el sonido despierta el sueño que creí perdido.

Es muy difícil de explicar, tuve que vivir en otra piel para saber que eres mi lugar.

Porque por ella soy Eva, cada paso es una prueba,
este corazón se eleva y ya no quiere aterrizar.
Porque por ella soy Eva, cruzo el límite del viento,
crees inmenso lo que siento y tengo un buen presentimiento,
sé que pronto me amarás.

Y que el pasado no es irrelevante, que la distancia es un error gigante
y dame un beso que cause un terremoto, dibuja puentes en mi cielo roto.
Quiero tatuarme tus huellas digitales, desordenar los puntos cardinales,
ganarle al tiempo seguir tus huellas, beber de golpe todas las estrellas.

Es muy difícil de explicar, tuve que vivir en otra piel para saber que eres mi lugar.

Porque por ella soy Eva, cada paso es una prueba,
este corazón se eleva y ya no quiere aterrizar.
Porque por ella soy Eva, cruzo el límite del viento,
crees inmenso lo que siento y tengo un buen presentimiento,
sé que pronto me amarás.

Sé que no lo imaginé, este amor es todo lo que soy y seré, no hay antes ni después.

Porque por ella soy Eva, cada paso es una prueba,
este corazón se eleva y ya no quiere aterrizar.
Porque por ella soy Eva, cruzo el límite del viento,
crees inmenso lo que siento y tengo un buen presentimiento,
sé que pronto me amarás…

Porque por ella soy Eva, cruzo el límite del viento,
crees inmenso lo que siento y tengo un buen presentimiento,
sé que pronto me amarás.

Yo sé que, yo sé que, yo sé que pronto me amarás…


ELENCO

Lucero: Helena Moreno Romero

Jaime Camil: João Carlos Caballero Mistral / Eva Maria León Jaramillo de Zuloaga / João Perón

Marcelo Córdoba: Plutarco Ramos Arrieta

Mariana Seoane: Rebeca Oropeza

Patricia Navidad: Mimí de la Rose / Emeteria Jaramillo

Helena Rojo: Eugenia Mistral de Caballero

Leticia Perdigón: Silvia Romero de Moreno

Manuel Ojeda: Eduardo Moreno

Carlos Bracho: Modesto Caballero

Jesús Ochoa: Adriano Reis Mendieta

Christina Pastor: Antonia Reis Mendieta de Ramos

Carlos de la Mota: Santiago Escudero

Ferdinando Valencia: Renato Camargo

Pablo Valentín: Fernando Contreras

Tiaré Scanda: Marcela Noriega

Manuela Imaz: Patricia Lorca

Ilse Zamarripa: Claudia Camargo

Luis Manuel Ávila: Onésimo Garza Cruz

Gabriela Zamora: Angélica Ortega

Dalilah Polanco: Lúcia Zárate

Fabiola Guajardo: Paola Legarreta

Geraldine Galván:  Jennifer Contrera Contreras

Daniel Díaz de León: Kevin Contreras Contreras

Nikolás Caballero: Eduardo “Dadinho” Moreno

Priscila Avellaneda: Verônica “Vero”

Ivonne Garza: Cindy

Marisol Castillo: Jaqueline

Paloma Arredondo: Lídia

Eduardo Santamarina: Diego Fonticoda

Otto Sirgo: Jesus Legarreta

Martha Julia: Samantha

Latin Lover: Maximiliano Montes / Gino

Enrique Montaño: Daniel Merino

Arturo Carmona: Mário

Luis Bayardo: Dr. Pedro Jiménez

Roberto Ballesteros: Dr. Raúl Mendonça

María Isabel Benet: Carmen Camargo

Susana Zabaleta: Eva Maria León Jaramillo de Zuloaga / Jandira Rivers

Laura Carmine: Camila

Héctor Ortega: Richard Fairbanks

Julio Bracho: Dagoberto

Adrian Uribe: Isidro Mendonça

Mario Discua: Dr. Guizar

Gustavo Negrete: Efrain

Guadalupe Bolaños: Nelly

Luis Gatica: Gustavo

Arsenio Campos: Pai de Santiago

Diana Golden: Assistente de Diego Fonticoda

Rebeca Manríquez: Diretora do Instituto de Inglês

Isabel Martínez “La Tarabilla”: Ex-presidiária

Polo Morín: Ex-namorado de Jennifer

Nuria Bages: Atriz de teatro

Marcela Páez: Recepcionista

Alessandra Rosaldo: Amante de João Carlos

Carla Cardona: Amante de João Carlos

Lourdes Munguía: Amante de João Carlos

Cynthia Klitbo: Amante de João Carlos

Andrea Torre: Amante de João Carlos

Andrea Legarreta: Ela mesma

Mía Legarreta: Ela mesma

Nina Legarreta: Ela mesma


PERSONAGENS

Helena (Lucero) - É solteira. Formada em Administração no seguimento de empresas turísticas. Inteligente, bonita, empreendedora, solidária e mãe amorosa, dedicada a trabalhar para cuidar de Dadinho, seu filho de oito anos. Há anos, Helena não tem tido outro remédio que adiar seus desejos de independência para permanecer na casa da família, obedecendo as ordens do pai, trabalhando para concluir sua carreira e atender as necessidades de Dadinho.

O amor não é sua prioridade. É valente e decidida, mas nem por isso quer sair ferida ou, ainda pior, que seu filho se apegue a alguém que não valha a pena. Essa defesa emocional a mantém a salvo até que conhece João Peron. Ele a conquista com detalhes românticos, ganha o carinho de Dadinho e a confiança de Silvia; enfrenta a oposição de Eduardo e faz com que Helena esqueça seus temores; desse modo ela se apaixona e se compromete com o homem que ela acredita ser o grande amor de sua vida.

Inesperadamente, Helena descobre que João Peron e João Carlos são a mesma pessoa: um homem que se dedicou a enganá-la, a brincar com seus sentimentos e tudo aponta que ele plagiou seu projeto da Praia Majahua para beneficiar ao Grupo Império, deixando-a com o coração em pedaços e, além disso, fora de um concurso empresarial que poderia ter dado um giro positivo em sua vida. Isso foi uma dupla traição. Após esta decepção, Helena terá que se reconstruir e tornar-se um pouco fria e dura profissionalmente para superar a dor e seguir em frente.

João Carlos (Jaime Camil) - É o vice-presidente do Grupo Império. Estudou Administração de Empresas e se especializou em Turismo. É eficiente e competitivo; chega a ser capaz de transgredir alguns valores éticos a fim de alcançar suas metas, como receber informação privilegiada, para benefício do Grupo Império, em troca de aventuras amorosas. Como amigo é fiel, leal, generoso e bondoso. Seus melhores amigos, Santiago e Fernando, são como sua família.

Possui o perfil de Don Juan: bonito, atraente, varonil, inteligente, galante, simpático, elegante e bem vestido, sedutor nato, de uma boa posição econômica e membro de um grupo social onde se move como peixe na água. Não há mulher que resista aos seus encantos.

Para apropriar-se de um projeto, decide conquistar Helena, mas ao conhecê-la melhor descobre nela uma grande mulher. Desse modo, sem se dar conta, João Carlos se apaixona irremediavelmente por Helena, que se tornará o amor de sua vida, além de começar a sentir um enorme carinho por Dadinho, seu filho.

João Carlos é acusado de uma fraude que não cometeu e é perseguido pela justiça. Após um acidente onde todos o dão por morto, vai parar na pensão de Mimi. Quando descobre que Helena, recontratada pelo Grupo Império, está à procura de uma assistente mulher, João Carlos decide transformar-se em Eva Maria León Jaramillo viúva de Zuloaga, para aproximar-se da mulher que ama, a quem de alguma maneira pensa recuperar e dessa forma conseguir as provas de sua inocência.

Eva Maria (Jaime Camil) - Personagem criada por João Carlos Caballero com o objetivo de provar sua inocência perante a lei e Adriano, o proprietário do Grupo Império, bem como recuperar o amor de Helena.

Aparentemente, Eva é uma senhora de classe trabalhadora, sem família, supostamente viúva e com grande conhecimento em Administração e Turismo. Por imitação, observando à nortenha Mimi, torna-se uma autêntica sinaloense, franca, ágil, de linguagem extravagante, faladeira e muito simpática.

Eva é robusta, alta, espontânea, com perfil de solteirona convicta, mesmo dizendo ser uma viúva fiel. Veste-se como executiva e se comporta como uma mulher inteligente, sagaz, leal, eficaz, empreendedora, boa amiga, conselheira, solidária e, no decorrer da história, torna-se uma grande mulher.

Graças ao seu conhecimento sobre o mundo do turismo e sua habilidade para conduzir um universo masculino, consegue obter o posto de assistente de Helena. Após ter sido um João Carlos mulherengo, estar sobre o salto alto de uma mulher, Eva vai descobrindo o mundo feminino com seus prós e contras, o que a torna uma fervorosa defensora dos direitos das mulheres. Seu objetivo será demonstrar a inocência de João Carlos e conseguir que ele recupere o amor de Helena.

Plutarco (Marcelo Córdoba) - Esposo de Antonia e cunhado de Adriano. Amante de Rebeca. Vice-presidente de Finanças do Grupo Império. Ambicioso, hipócrita e desonesto, esconde sua natureza desalmada sob a personalidade encantadora de um vitorioso, visto que é um homem muito atraente, formal em seu vestir e em suas maneiras, amante dos luxos e da boa vida.

Buscando tirar um maior proveito de seu casamento, ambiciona apoderar-se das ações do Grupo Império para garantir seu lugar aí antes que perda a paciência com Antonia, a quem incentiva sua obesidade, propiciando que continue comendo tudo aquilo que perpetue sua condição e que a leve à morte.

Ser Vice-presidente de Finanças do Grupo Império lhe permite administrar o dinheiro da empresa, situação da qual tem se aproveitado para realizar, por debaixo dos panos, alguns movimentos a seu favor sem que ninguém o descubra. Plutarco põe em plano uma série de intrigas para tirar João Carlos da jogada, pois teme que ele acabe conseguindo algo que Plutarco nunca pôde: ser sócio da grande corporação.

Após a suposta morte de seu rival, Plutarco contrata Helena e não consegue se controlar perante essa linda, inteligente e trabalhadora mulher, a quem está decidido a conquistar. Com João Carlos fora de seu caminho, Plutarco acredita que já não tem nenhum obstáculo para alcançar seus propósitos, até que aparece Eva.

Rebeca (Mariana Seoane) - Amante de Plutarco. Coordenadora de Relações Públicas do Grupo Império. Como boa publicitária, Rebeca tem milhares de contatos que sempre a colocam a par de tudo o que acontece em todos os níveis do universo do turismo.

É convencida, cínica, astuta, ambiciosa e luxuriosa, mas completamente divertida e simpática. É sexy e muito atraente. É profissional na arte de enganar. Conhece Plutarco e o seduz rapidamente, tornando-o seu amante, visando um futuro seguro, com alto status e luxos. Está sempre tramando para que Plutarco realize todos seus caprichos, mas há momentos em que fica em segundo plano, quando ele prioriza Antonia, sua esposa.

O objetivo de Rebeca é ter uma posição de poder dentro do Grupo Império e continuar uma vida de prazeres e cheia de luxos, ainda que isso não necessariamente tenha que ser ao lado de Plutarco.

Mimi (Patricia Navidad) - É a dona da pensão aonde João Carlos chega para refugiar-se após o acidente. É solteira, simpática, otimista, positiva, generosa, solidária, extrovertida, trabalhadora, altruísta, bastante proativa, sempre alegre. Sempre procura ver o lado bom das coisas e ajudar aos demais desinteressadamente. Seu caráter é franco e aberto: festeira, alegre, brincalhona. Nasceu em Sinaloa e continua falando como nortenha, mesmo vivendo há muito tempo na Cidade do México.

Herdou sua vocação pela maquiagem de sua mãe, que foi maquiadora e caracterizadora no cinema, teatro e televisão, o que a levou a conhecer e fazer amizade com os principais artistas de várias décadas. Atualmente ajuda a pentear, maquiar, arrumar e de vez em quando caracterizar as vizinhas, o que torna Mimi a celebridade do bairro.

Mimi tem um verdadeiro vício pelas redes sociais. Quando encontra algo interessante para compartilhar, imediatamente publica no Twitter ou Facebook, e constantemente segue aos artistas da televisão por essas mesmas vias, o que a mantém sempre atualizada com as fofocas do dia-a-dia.

Mimi ajudará João Carlos em sua transformação até torná-lo Eva Maria; os truques de Mimi servirão para converter Eva em uma mulher completamente convincente e ao longo da história será sua fiel confidente e cúmplice. Eva leva Mimi a algumas atividades no Grupo Império, onde ela conhecerá Adriano, por quem ficará apaixonada.

Adriano (Jesús Ochoa) - É irmão de Antonia e cunhado de Plutarco. Acionista majoritário e Presidente do Grupo Império. Sedutor, nobre, cavalheiro e sério no trabalho. Adora estar rodeado de belas mulheres, ainda que para ele as mulheres nunca serão capazes de se valer por si mesmas ou de ter melhores ideias que os homens, pois sempre as verá com um limite em suas capacidades intelectuais. Seu ponto de vista é uma desagradável e machista maneira de ver as mulheres que se tornaram o estilo e quase a política do Grupo Império.

Adriano sofre uma terrível decepção quando acredita que João Carlos o roubou e dissimula a grande dor que lhe provoca a morte dele. Esta situação faz com que pouco a pouco deposite sua confiança em seu cunhado, Plutarco.

Solteiro convicto e conquistador irremediável, Adriano é um mestre da sedução, admirado por todos os homens, desejado por muitas mulheres. Porém, sente-se infinitamente sozinho. Quando Eva Maria León Jaramillo viúva de Zuloaga aparece no Grupo Império, surge um forte vínculo entre ambos, pois ela é a primeira mulher com a qual pode ter uma verdadeira empatia.

A princípio, o objetivo de Adriano será salvar o Grupo Império para depois se aposentar e curtir a vida. Rapidamente tratará de conquistar Eva para formar uma família, sem suspeitar que se trata de João Carlos.

Modesto (Carlos Bracho) - Pai de João Carlos e esposo de Eugenia. Velho amigo de Adriano. É um bom homem, educado, cavalheiro, cortês, reto, reservado, extremamente honesto, um tabelião de boa posição econômica e de grande prestígio.

Por ser um homem maduro, educado à moda antiga, alimenta um machismo velado que repassou a seu filho João Carlos, por isso este sente o apoio de seu pai para tornar-se um autêntico Don Juan. Sua preocupação atual é a saúde mental de Eugenia, sua esposa, que vem sofrendo com certos episódios de demência há alguns anos.

Por sua profissão, como advogado e respeitável tabelião, as provas que incriminam João Carlos o convencem de sua culpabilidade; ao descobrir a suposta fraude de seu filho, Modesto lhe dá as costas.

Eugenia (Helena Rojo) - Esposa de Modesto e mãe de João Carlos. Começou a atuar desde muito jovem e chegou a ser uma atriz bastante reconhecida, mas, ao casar-se com Modesto, este lhe exigiu que deixasse sua carreira profissional para tornar-se esposa e mãe.

Eugenia é amável, convincente, segura, educada, fina, com alguns modos excêntricos que demonstram seu passado artístico. No entanto, sofre com recorrentes episódios similares à demência, como falta de memória a curto prazo e algumas confusões, ainda que seu diagnóstico não esteja totalmente claro.

Silvia (Leticia Perdigón) - Silvia é a mãe de Helena, esposa de Eduardo, avó de Dadinho. É dona de casa; abnegada, paciente, leal, sensível e muito solidária. Se Eduardo e Silvia estão juntos até hoje é graças ao esforço dela, que durante anos tem preservado uma atitude que se resume em ‘o casamento é para toda a vida e deve-se preservá-lo nos bons, nos ruins e nos piores momentos’.

Silvia é uma mulher serena, um pouco reservada, muito observadora, sábia e com uma grande sensibilidade para saber o que se passa no coração de seus entes queridos. Adora sua filha e seu neto. Eles são sua motivação e maior alegria.

Eduardo (Manuel Ojeda) - Eduardo é o esposo de Silvia, pai de Helena, avô de Dadinho. Intransigente, machista, severo e de olhar crítico. É de classe econômica média baixa. Militar aposentado com grau de Tenente e atualmente proprietário e encarregado de uma loja situada em um local comercial que faz parte de sua casa.

Para ele, ser mãe solteira é motivo de vergonha, por isso está convencido de que nenhum homem que se preze se interessará sinceramente por sua filha.

O único motivo de alegria que Eduardo teve nos últimos anos tem sido Dadinho, seu neto. Mas, apesar de semear dúvidas e confusões na cabeça do menino, falando mal de seus pais, Eduardo faz isso acreditando que ser duro é uma forma de ‘torná-lo homem’ e que Dadinho sofrerá menos pela ausência de seu pai. Seu objetivo inicial é controlar seus entes queridos e ser a máxima autoridade de sua casa.

Fernando (Pablo Valentín) - Esposo de Marcela, pai de Kevin e Jennifer. Amigo de João Carlos e de Santiago. É Coordenador de Operações do Grupo Império. Acomodado, descuidado e machista, ainda que hábil para fazer-se de encantador.

É um homem que vê em sua esposa a continuação da mãe que tudo resolve: desde cozinhar e passar, até lhe ajudar com os orçamentos de última hora. Por acreditar que seu papel em casa é somente o de provedor, é incapaz de ajudar nas tarefas domésticas, de dialogar com os filhos além do indispensável e de se preocupar como estão indo na escola ou na vida. Para ele, todas essas coisas são tarefas para Marcela.

Quando Marcela demonstra sua capacidade, Fernando se sente ameaçado e começa a pressioná-la para que retorne ao seu papel de dona de casa.

Marcela (Tiaré Scanda) - Esposa de Fernando, mãe de Jennifer e Kevin. Dona de casa, inicialmente recepcionista no Grupo Império. É inteligente, dedicada, carinhosa e solidária. É uma mulher bonita que tem se descuidado um pouco em seu crescimento profissional, depois de aceitar que seu lugar está em casa e com seus filhos, como seu esposo Fernando a faz acreditar.

Seu cargo no Grupo Império serviu para que ela se desenvolvesse no meio turístico que tanto lhe agrada e, também, para ajudar seu marido com as economias, já que ela mesma se encarregava dos seus gastos pessoais e colaborava com algumas coisas para a casa.

Marcela é uma mãe carinhosa, terna e muito dedicada aos seus filhos. Deixou-se levar pela ideologia de Fernando de que as mulheres devem fazer tudo e os homens nada em casa, até que a vida lhe dá a oportunidade de se desenvolver no trabalho e, apesar das chantagens de Fernando e o sentimento de culpa que a invade cada vez que não consegue preparar a comida para seus filhos, Marcela prova para si mesma que é capaz de seguir em frente em todos os campos, de fazer com que seu esposo veja que ela tem muito a contribuir com a empresa e que apesar dos erros cometidos por ele, pode contar com ela nos momentos bons e ruins.

Lúcia (Dalilah Polanco) - É a melhor amiga de Helena. De classe média baixa. É muito simpática, faladeira e inconveniente, boa amiga, solidária, generosa, empreendedora, mas completamente desorientada, distraída e sem malícia.

Sente que está ficando para titia e por isso está na busca de um namorado com quem chegue a se casar e ter filhos. É de caráter camaleônico: se anda com um budista fará ioga, se anda com um brasileiro jogará capoeira, se anda com um cubano dançará salsa, se anda com um ator lerá Hamlet; e a cada novo amor vai modificando seu look para se adaptar ao namorado da vez.

Santiago (Carlos de la Mota) - Amigo de João Carlos. Noivo de Patricia. Ex-namorado de Angélica. É Coordenador Administrativo do Grupo Império. É mais simpático do que atraente, agitado e muito leal como amigo. É um pouco inseguro, tende a ficar nervoso com facilidade, não sabe dizer mentiras e, quando uma situação o tira do sério, costuma complicar mais ainda as coisas, cometendo besteiras.

Sua admiração por João Carlos e Adriano o leva a querer ser como eles, conquistadores, sedutores, machos; mas, diferentemente deles, Santiago sempre termina se metendo em problemas com as mulheres e resulta ser o mais manipulado.

Santiago teve um relacionamento com Angélica, com quem viveu uma relação das mais apaixonadas, mas que terminou em um grande drama quando a descobriu com outro. Depois, conheceu Patricia, a namorada perfeita, a futura esposa ideal. Quando se reencontra com Angélica, no dia de seu casamento, se dá conta de que o que deseja é uma mulher fogosa, mas que queira formar um lar com ele, algo que nem Angélica, nem Patricia podem lhe proporcionar.

Antonia (Christina Pastor) - É irmã de Adriano. Esposa de Plutarco. É terna, romântica e sensível. Mesmo não tendo um cargo oficial dentro da empresa, possui 40% das ações do Grupo Império, o que a mantém com certo poder na empresa. Estudou Turismo, graduando-se com honras, mas nunca exerceu a profissão para dedicar-se a Plutarco, seu marido e sua razão de viver.

É uma mulher bonita, mas sofre de obesidade a um grau quase mórbido, o que deixa sua saúde em risco. Sua autoestima é baixa e vive complexada por sua aparência. Apesar disso, se cuida para agradar seu marido. É inteligente, mas seu amor por Plutarco a deixa cega, pois é incapaz de ver o dano que ele lhe causa.

Quando acredita que sua vida já não tem sentido, aparece Eva, que a fará revalorizar-se como mulher e que se tornará sua melhor e única amiga.

Patricia (Manuela Imaz) - É noiva de Santiago. Conservadora, manipuladora e obsessiva. De nível socioeconômico médio-alto, Patricia é linda, clássica e sóbria em seu modo de vestir, mas com grande estilo. Ao conhecer Santiago vê nele o partido perfeito para formar a família com a qual sempre sonhou, apesar do quão assanhado e instável Santiago possa chegar a ser.

Patricia usa essa fraqueza de Santiago a seu favor, conseguindo manipulá-lo muito facilmente. Mesmo sabendo que no fundo não é amor o que sente por seu noivo, está disposta a fazer tudo a fim de casar-se com ele.

Angélica (Gabriela Zamora) - Ex-namorada de Santiago. Melhor amiga de Rebeca. Impulsiva e apaixonada. De nível socioeconômico médio-baixo, Angélica é atraente e sexy, possui algo exótico que a torna muito sensual, quase vulgar. Utiliza sua sensualidade como arma de sedução, mas, às vezes, devido ao álcool, acaba tornando-se presa fácil para qualquer um.

Mesmo não sendo alguém que pense muito no futuro, no fundo sabe que com o passar dos anos, sua sensualidade deixará de surtir o mesmo efeito, por isso procura um homem que possa mantê-la. E esse homem é Santiago.

Dadinho (Nikólas Caballero) - Filho de Helena, neto de Eduardo e Silvia. Cursa a segunda série em uma escolinha particular. É travesso, alegre, inquieto e um tanto influenciado pelo machismo de seu avô, ainda que isso não o impeça de ser carinhoso com sua mãe, a quem adora. O fato de não ter pai é algo que lhe machuca. Pergunta-se por que seu pai os abandonou e por que jamais quis conhecê-lo.

Por influência do avô, Dadinho desconfia totalmente de qualquer homem que se aproxime de Helena. Quer continuar sendo filho único e que sua mãe não tenha olhos para mais ninguém além dele.

Jennifer (Geraldine Galván) - Filha de Marcela e Fernando. Irmã de Kevin. Estudante do primeiro ano do ensino médio. É bonita, esperta, inteligente e ainda bastante ingênua. É uma nerd que se encanta com a tecnologia. Está atenta a tudo o que se refere a celulares, programas de computadores, etc., mas nem por isso é uma garota retraída.

O objetivo de Jennifer será superar seu conflito de distância com a mãe, defender sua personalidade como garota moderna, apesar da pressão machista de seu pai, e encontrar uma forma de convivência que aproxime sua família no momento em que parecem estar a ponto de se separar.

Kevin (Daniel Díaz de León) - Filho de Marcela e Fernando. Irmão de Jennifer e afilhado de batismo de João Carlos. Está terminando o ensino fundamental. É um adolescente sensível, nobre, com alma de artista e com medo de aparentar-se vulnerável. Por ter sido um garoto tranquilo e mais apegado a sua mãe do que ao seu pai, rapidamente começa a distanciar-se de toda a família, a tornar-se reservado e a ter problemas na escola.

Um dia se descobre que a verdadeira paixão de Kevin e o motivo pelo qual se esconde do mundo é porque descobriu sua paixão e sua vocação pela música.

O objetivo inicial de Kevin é levar adiante seu sonho de ser músico, apesar da oposição paterna e, mais adiante, conseguir que seus pais se reconciliem e ter com eles uma versão nova e melhorada do que pode ser uma boa vida em família.


INTRODUÇÃO

Produzida por Rosy Ocampo para a Televisa, Por ela... sou Eva foi a versão mexicana da telenovela En los tacones de Eva, produzida e exibida originalmente pela RCN Televisión, da Colômbia, com as atuações principais de Mónica Lopera e Jorge Enrique Abello, conhecido no Brasil por sua atuação como o protagonista de Betty, a feia. No Brasil, Por ela... sou Eva estreou em dezembro de 2013, substituindo a também inédita Cuidado com o anjo e tornando-se a primeira telenovela mexicana em alta definição exibida pelo SBT.


RESUMO

João Carlos é um sedutor mulherengo, que usa as mulheres a seu favor e que não acredita no amor. É um executivo de destaque do Grupo Império, uma renomada empresa dedicada aos negócios turísticos. Utilizando-se de seus famosos truques de conquistador, finge ser um empresário estrangeiro e tenta roubar de Helena Moreno, uma empreendedora mãe solteira, o inovador projeto de um complexo turístico para uma praia mexicana, no entanto, algo não sai como o esperado e, ao conviver com ela, descobre que está apaixonado pela primeira vez na vida.

Quando pensa lhe revelar a verdade, é descoberto por ela, e ao mesmo tempo é acusado injustamente por uma grande fraude pelo vice-presidente financeiro da empresa em que trabalha, o perverso Plutarco Ramos, que, além disso, é, na realidade, o verdadeiro responsável pelo roubo do importante projeto de Helena que, agora, assim como a Comissão de Turismo, a acusa de plágio.

Perseguido pela polícia, João Carlos foge, enquanto no Grupo Império, Plutarco decide contratar Helena para que seja ela mesma a diretora do projeto; a jovem, desempregada e sob acusações, se vê forçada a aceitar a proposta para demonstrar que foi vítima de um engano. Assim, João Carlos, que está escondido, encontra a oportunidade de voltar para reivindicar seu nome diante de todos e recuperar o amor de Helena.

Mas como se aproximar de Helena sem que ela o descubra e como investigar quem o incriminou injustamente pela fraude? João Carlos faz um esforço e decide, por amor a Helena, caracterizar-se de Eva e dessa maneira aprenderá uma lição que mudará sua visão sobre a vida e sua opinião sobre as mulheres, para se tornar um homem íntegro e finalmente poder se entregar ao verdadeiro amor.