terça-feira, 5 de maio de 2015

O Meu Pecado estreia no +Novelas


Uma nova história de amor chega hoje ao canal +Novelas, transmitido em Angola e Moçambique. Em capítulos duplos, a telenovela O Meu Pecado será exibida de segunda a sábado, das 15h00 às 17h00, com reprise em horários alternativos. Produzida por Juan Osorio em 2009, a atração que originalmente se intitula Mi Pecado já foi exibida no Brasil entre junho e outubro de 2014 e agora desembarca em terras africanas levando a história de Lucrécia (Maite Perroni) e Juliano (Eugenio Siller), dois jovens que desde crianças estiveram unidos por um inocente carinho infantil que, com o passar dos anos, se transformou em um amor verdadeiro.

Dublada em português pela Rio Sound Estúdios, a telenovela destaca-se pelo elenco de peso, composto por atores de grande trajetória na televisão mexicana, como Daniela Castro, Sergio Goyri, Sabine Moussier, Francisco Gattorno, Roberto Blandón, Salvador Sánchez, Lucía Méndez e Antonio Medellín. Outros nomes como Jessica Coch, Armando Araiza, Diego Amozurrutia, Jackie Garcia, Gabriela Carrillo e Aldo Gallardo também merecem destaque no folhetim. Além deles, a primeira fase da história conta com a presença dos talentos mirins Daniela Aedo, Adriano Zendejas, Robin Vega, Alejandro Cervantes e Diego Velásquez que dão vida aos personagens principais da telenovela na infância.


SINOPSE

Paulino, Ramiro, Rodolfo e Matias são amigos desde a infância, porém, depois de adultos, suas prioridades mudam e um pecado ameaça destruir sua relação de amizade. Paulino é o proprietário da fazenda Milagre, produtora de maçãs, e esposo de Rosário, com quem tem dois filhos, César e Lucrécia. Rosário sempre demonstrou sua preferência pelo garoto e uma visível rejeição contra sua filha, que cresceu aos cuidados de Delfina, a empregada de Rosário e mãe de Manuel.

Lucrécia e Manuel se consideram irmãos de leite, porque foi Delfina quem os amamentou. O melhor amigo de Lucrécia é Juliano, com quem compartilha os mesmos gostos e uma sensibilidade que com o decorrer os anos origina um grande amor.

Ramiro é um homem astuto e ambicioso que mata sua esposa Inês, para apoderar-se de sua fortuna; além disso, manipula seus amigos e seus filhos Carmelo e Teresa. É o proprietário das melhores terras de cultivo, as quais ele arrenda a Paulino, para controlar a distribuição e a comercialização das maçãs.

Rodolfo é o professor do povoado de São Pedro. É um homem íntegro e trabalhador, casado com Justina, uma mulher sensual, que vive insatisfeita pelo pouco que seu marido lhe proporciona. São pais de Juliano e Josué. Justina é quem dá início aos graves conflitos que ameaçam destruir a relação de amizade entre Rodolfo, Paulino e Ramiro.

Matias, sacerdote do povoado, vê com angústia como seus amigos agora são inimigos e o principal obstáculo para o amor de Lucrécia e Juliano. Para desgraça de ambos, o destino faz com que se envolvam em um acidente que termina com a morte de César. E, ainda que inocentes, Rosário pensa que são os responsáveis.

A depressão toma conta de Rosário, que não suporta a presença de sua filha. O ressentimento de Rosário obriga Paulino a distanciar sua filha de sua fazenda e da família de Rodolfo, internando-a em um colégio distante. A partir daí, a má fama de Juliano corre pelo povoado e surge um apelido que terá que carregar pelo resto de sua vida.

Passados dez anos, Lucrécia deixa o internato, volta à São Pedro e se reencontra com Juliano. O amor entre os dois renasce, mas seus pais se opõem. Mesmo assim, estão dispostos a lutar por seu amor e contam com o apoio de Delfina, Modesto, seu esposo, e a solidariedade de Manuel, que, apesar de amar Lucrécia, os ajuda a serem felizes. Modesto, capataz da fazenda, é um homem do campo, tem uma pequena plantação de milho e junto de Delfina e Manuel formam uma família unida e amorosa.

Lucrécia não retorna sozinha, Renata, sua prima, vem em seguida, uma jovem invejosa, disposta a apoderar-se de tudo o que é de Lucrécia. Paulino sofre uma crise econômica e Ramiro lhe exige casar-se com Lucrécia. Porém, Carmelo se interpõe e mata seu pai. Juliano é acusado injustamente por esse crime, o que faz com que Lucrécia se veja obrigada a casar-se com Carmelo para evitar a ruina de seu pai. Juliano deixa o povoado, convencido de que Lucrécia o abandonou.

Lucrécia vive deprimida e triste como esposa de Carmelo, além disso, perdeu a fazenda de sua família. No povoado, se fala sobre a chegada de um forasteiro que comprou a fazenda. Lucrécia descobre que o estranho é Juliano. Carmelo descobre que Juliano voltou e se desata uma guerra entre ambos pelo amor de Lucrécia.


PERSONAGENS

Lucrécia Córdoba Pedrosa (Maite Perroni)

No início da história, Lucrécia é uma garota de nove anos, irmã gêmea de César e amiga de Manuel e Juliano. Foi criada por Delfina, sua babá, e após a morte de seu irmão foi internada em um colégio distante de sua família, onde passou o restante de sua adolescência. Com o passar do tempo, tornou-se uma linda mulher e os conflitos com a sua mãe lhe deram coragem para enfrentá-la. Por natureza, é extrovertida, mas a rejeição de sua mãe a tornou retraída. Desde pequena, carrega uma culpa que não sabe definir e mesmo desejando ser livre e independente, é insegura e submissa a sua mãe que a manipula à sua vontade, acusando-a pela morte de seu irmão gêmeo. Somente o amor por Juliano poderá libertá-la de seus sentimentos de culpa e da necessidade de justificar sua existência a sua mãe.
 

Juliano Horta Aldama (Eugenio Siller)

É filho de Rodolfo e Justina, irmão mais velho de Josué e melhor amigo de Lucrécia. Desde pequeno sua personalidade é forte. Sofre pela má relação de seus pais e pela inveja de seu irmão Josué. É atraente, ama a vida ao ar livre e o cultivo da terra. Juliano se dá bem com seu pai, mas não gosta que tenha uma personalidade tão fraca. Sua mãe é causadora de muitos conflitos, é frustrada, chantagista e exigente. A tragédia e a desgraça o perseguem, sendo culpado por tudo o que acontece. Essas pressões o tornam um homem forte, com o caráter suficiente para enfrentar o que seja pelo amor de Lucrécia. Para ele, o amor de Lucrécia é sua única salvação em um mundo onde somente tem passado por injustiças.


Carmelo Souza Valdivia (Armando Araiza)

É o irmão de Teresa, filho de Inês e Ramiro. Após a morte de sua mãe, cresce rodeado de privilégios, sentindo que merece tudo sem a necessidade de fazer algo para conquistá-lo, mesmo tendo que suportar as constantes humilhações de seu pai, um homem cínico e com falta de ética que cria um monstro pior que ele, mas a quem Carmelo detesta e termina matando. Carmelo não tem escrúpulos, nem é capaz de amar alguém. Trata de usar a todos e faz de Lucrécia seu grande capricho, pois esta é a melhor maneira de causar sofrimento a Juliano, de quem sente inveja e um ódio implacável.


Renata Valencia (Jessica Coch)

É prima de Lucrécia. É bonita, mas utiliza seu físico de modo imoral. É uma mulher arrogante e invejosa por natureza, ambiciona o que tem por perto, sem ser capaz de conseguir por seus próprios méritos. Deseja tudo o que é de sua prima, inclusive o amor de Juliano. Vendo que não consegue, perde o controle sobre sua inveja e passa a desejar de maneira doentia tudo o que pertence a Lucrécia, que se torna vítima de sua inveja. Renata não descansará e fará o impossível para tomar de sua rival o que considera valioso e se não puder tomar irá destruir.


Rosário Pedrosa de Córdoba (Daniela Castro)

É a esposa de Paulino, a mãe de César e Lucrécia, a quem despreza por ser mais forte que seu irmão gêmeo. Sempre viveu rodeada de comodidades, mas com um pai dominante que a fazia sentir inferior, o que agora faz com que trate sua filha da mesma maneira. Rosário acredita firmemente que os homens são os que merecem os privilégios e sua frustração é constante. Vive com um ressentimento permanente por sua condição de mulher. É muito astuta e deseja ter o controle sobre todas as coisas. Opõe-se à relação de Lucrécia com Juliano, pois o culpa pela morte de seu filho César. Vive com uma extrema necessidade de impedir que sua filha possa comprovar que é possível ser mulher conservando um valor autêntico.


Paulino Córdoba (Roberto Blandón)

É o esposo de Rosário, o pai de Lucrécia e César. É proprietário da fazenda “O milagre”, herança de seus avós paternos. Amigo de Ramiro, Rodolfo e Matias. É trabalhador, digno e próspero. Casou-se muito apaixonado por Rosário, sem saber sobre sua obsessão por ter filhos homens. Seu desprezo por sua filha Lucrécia, a quem Paulino adora, faz com que seu casamento se deteriore pouco a pouco, até que já não reste nada. Teve uma aventura adúltera com a mulher de um dos seus melhores amigos, pecado este que o faz sentir culpado e que quase o destrói. Acredita que Lucrécia não é a mais indicada para tomar conta do patrimônio da família quando ele faltar, entretanto, admira sua força de caráter e reconhece que foi injusto em não confiar nela como sua sucessora por uma mera questão de gênero.


Justina Aldama de Horta (Sabine Moussier)

É a esposa de Rodolfo, a mãe de Juliano e Josué. É uma mulher atraente e sensual, porém exigente, chantagista, ressentida e enormemente frustrada. Foi amante de Paulino e de Ramiro, mas essas relações sempre foram meramente sexuais. Justina vive amargurada por tudo o que seu marido não lhe pode dar. Nunca amou Rodolfo, mas sabe que ele e seus filhos são a única coisa decente que possui em sua vida, cheia de aventuras amorosas e pecado. Quando começa a perder seu encanto e atração para os homens, Justina sofre uma mudança drástica e trata de limpar os pecados e as culpas que a atormentam, mas não é sincera e sua frustração torna-se ainda maior, pois continua cometendo erros e provocando dor nas pessoas em seu entorno.


Rodolfo Horta (Francisco Gattorno)

É o esposo de Justina, o pai de Juliano e Josué. Amigo de Paulino, Ramiro e Matias. É um homem íntegro, de caráter tranquilo e conciliador. Filho de professores do campo, conservou a tradição e tornou-se o professor da escola do povoado. Nunca foi ambicioso, gosta do trabalho duro, é generoso e solidário; sua personalidade é doce, mas também fraca, o que o torna alvo de agressões físicas e morais por parte de sua esposa Justina. Juliano é seu orgulho e cúmplice incondicional. Com Josué, não teve o mesmo contato, porque a mãe agarrou sua atenção completamente. A vida de Rodolfo resume-se em ajudar sua família, sua comunidade e ser feliz através do trabalho.


Ramiro Souza Beltrán (Sergio Goyri)

É um homem disposto a conseguir o que quer, custe o que custar. É astuto e hipócrita. Sabe manipular os demais e necessita sentir-se superior aos amigos próximos que o viram crescer, especialmente aqueles que são homens de bem. Não é capaz de amar verdadeiramente e sustenta suas relações na paixão, no rancor e na vingança. Foi capaz de casar-se com uma mulher que não amava para matá-la, com o objetivo de herdar sua fortuna. Sabe esconder suas verdadeiras intenções. Engana o seu amigo Rodolfo e torna-se amante de Justina.


Teresa Souza Valdivia (Gabriela Carrillo)

É filha de Ramiro, irmã de Carmelo e amiga de Lucrécia. Sofre com a pouca atenção de seu pai. Com a morte de sua mãe, Assunção foi quem se encarregou de seus cuidados. Tem uma personalidade amável, mas insegura, e não reconhece sua beleza. Tem boas intenções, mas é manipulável. Apaixona-se por Juliano, mas sabe que ele não lhe corresponde, pelo que decide procurar apoiá-lo em sua relação com Lucrécia. Conhecerá o amor na pessoa que menos espera.


Matias Quiroga (Salvador Sánchez)

É o padre da paróquia de São Pedro. É tio de Branca e amigo de Paulino, Ramiro e Rodolfo.  É inteligente e de profundas convicções. As pessoas o admiram e apreciam sua força de caráter, sabedoria e misericórdia. É acusado injustamente de ter uma relação com sua sobrinha. Atormenta-se pelos pecados de seus amigos, por isso buscará a verdade e a justiça. Apoiará o amor de Lucrécia e de Juliano.


Josué Horta (Diego Amozurrutia)

É filho de Rodolfo e Justina, irmão de Juliano. Tem uma visão equivocada de si mesmo, o que o faz supor que mereça tudo sem qualquer esforço. Sente inveja de seu irmão, principalmente por sua relação com seu pai e também pelo amor de Lucrécia, o que o faz optar por uma falsa vocação após um acidente que o deixará marcado para sempre. No sacerdócio, Josué encontrará a autoridade moral e pública que em outras circunstâncias nunca chegaria a ter.


Branca Quiroga (Jacqueline García)

É sobrinha do Padre Matias. Seu tio é a única pessoa que tem na vida e a quem tem como seu principal exemplo. Carrega o estigma de sua mãe pecadora e termina repetindo o seu exemplo. Sua infância foi difícil, enfrentou um desprezo contra o qual nunca conseguiu lutar. É vítima de Carmelo, por quem se apaixona e engravida. Sua personalidade é tímida, frágil e medrosa. É a vítima fácil de qualquer agressão vinda de uma personalidade forte e decidida.


Assunção Torres (Tina Romero)

É a empregada da casa de Ramiro, babá de Carmelo e Teresa. Comadre de Delfina. Sabe desempenhar o papel de empregada submissa e eficiente. Sua proximidade com os Souza lhe permite ser testemunha de situações comprometedoras que a envolvem cada vez mais nas intimidades legais e ilegais da família. Seu amor de mãe substituta é mais forte que sua honestidade natural, por isso é comum vê-la em conflito com Carmelo, o herdeiro das tramoias de seu pai.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

+Novelas anuncia a estreia de O Meu Pecado


Novas emoções estão chegando através do Canal +Novelas, transmitido em Angola e Moçambique. A partir do dia 5 de maio, o público local poderá acompanhar a história de O Meu Pecado, uma produção de Juan Osorio, realizada em 2009 pela Televisa, no México, e protagonizada pela ex-RBD Maite Perroni (Cuidado com o Anjo) e Eugenio Siller (Paixão sem Limites).

Daniela Castro (O que a Vida me Roubou), Sergio Goyri (Coração Indomável), Sabine Moussier (A Mal Amada), Francisco Gattorno (O que a Vida me Roubou), Roberto Blandón (Um Refúgio Para o Amor), Salvador Sánchez (Quero Amar-te), Jessica Coch (Um Refúgio Para o Amor), entre outros, também integram o elenco desta poderosa história de amor, segredos e intrigas.

Ambientada em belas paisagens, O Meu Pecado gira em torno da vida de três famílias, de suas paixões e conflitos que estremecem um povoado inteiro. Lucrécia (Maite Perroni) e Juliano (Eugenio Siller) sabem que nasceram um para o outro. Desde crianças estiveram unidos por um inocente carinho infantil que, com o passar dos anos, se transformou em um amor verdadeiro.

Juliano é filho de Rodolfo (Francisco Gattorno), um professor, e de Justina (Sabine Moussier), uma mulher egoísta que pode destruir a amizade do marido com Paulino (Roberto Blandón), o pai de Lucrécia, e dono da fazenda Milagre. Rosário (Daniela Castro), mãe de Lucrécia, é uma mulher amargurada que ignora a filha e demonstra sua clara preferência por César (Diego Velázquez), seu outro filho.

Uma infelicidade tira a vida a César e, convencida de que a culpa foi de Lucrécia e Juliano, Rosário se dispõe a tudo para afastá-los. Lucrécia é enviada a um colégio interno em outra cidade, mas, anos depois, volta para o povoado e se reencontra com Juliano. Aquele amor puro que sempre sentiram um pelo outro renasce e agora estarão dispostos a lutar até a morte para defender seu amor e o direito à felicidade.

O Meu Pecado ocupará a vaga de Bonita e Azarada, exibida pelo canal +Novelas às 15h00.

Zap Novelas anuncia a estreia de Rosário


A Zap Novelas anunciou para o próximo dia 22 de maio a estreia da telenovela Rosário, uma produção da Univision Studios em parceria com a Venevision Productions, gravada em alta definição nos Estados Unidos entre 2012 e 2013. Escrita por Alex Hadad, a nova aposta do canal é protagonizada por Itahisa Machado, acompanhada pelo galã brasileiro Guy Ecker, já conhecido por sua atuação em folhetins como Coração Apaixonado (Zap Novelas) e Eva Luna (Zap Viva).

Ainda em fase de dublagem em português, a atração ocupará o lugar de Por Ela... Sou Eva, que já se encontra em suas emoções finais. Rosário conta também com a participação da atriz Lorena Rojas, falecida recentemente, Aarón Díaz, Zuleyka Rivera, Rodrigo Vidal, Natalia Ramírez, Tina Romero, Zully Montero, Sandra Itzel, Scarlett Grubber, Beatriz Monroy, Sergio Reynoso, Lupita Jones e grande elenco.

Sucesso internacional, a história do folhetim gira em torno de uma bela e inteligente jovem chamada Rosário (Itahisa Machado), que se apaixona por seu chefe Alejandro (Guy Ecker), um destacado advogado vinte e um anos mais velho que ela. Rosário não sabe que Alejandro é o mesmo homem com quem sua mãe, Madalena (Natalia Ramírez), esteve prestes a se casar. No passado, Alejandro rompeu seu compromisso com Madalena ao acreditar que ela havia ficado grávida de Marcos (Leonardo Daniel), como consequência de um abuso. Alejandro, convencido de que jamais poderia aceitar, nem amar uma criatura que foi concebida por seu pior inimigo, decide abandoná-la. Por ironia do destino, vinte e um anos depois, essa criatura, Rosário, torna-se o grande amor de sua vida.

O amor de uma jovem pelo homem por quem nunca devia ter se apaixonado; o amor de um homem pela mulher que jurou jamais poder amar e o conflito de uma mãe quando se reencontra com aquele com quem esteve a ponto de se casar e que, agora, é o namorado de sua filha, compõem a trama de Rosário, que estará em breve nas telinhas de Angola e Moçambique, através da Zap Novelas.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Não Acredito nos Homens estreia na Zap Novelas


Nesta quinta-feira, 23 de abril, estreia na Zap Novelas a aclamada telenovela Não Acredito nos Homens, uma produção mexicana assinada pela produtora Giselle González e inspirada no clássico romance Yo no Creo en los Hombres, original da escritora Caridad Bravo Adams, cuja história já serviu de base para outras versões televisivas e inclusive uma cinematográfica.

Esta versão atual, lançada no México em 2014, é liderada pela atriz Adriana Louvier e pelo galã Gabriel Soto, acompanhados de atores como Flavio Medina, Sophie Alexander, Azela Robinson, Rosa María Bianchi, Alejandro Camacho, Luz María Jerez, Macaria, Sonia Franco e Estefanía Villarreal.

Dublada em português, Não Acredito nos Homens está recheada de emoções e promete levar ao telespectador uma história focada em problemáticas de caráter social, tendo o amor como um de seus principais pilares. A atração ilustra a inter-relação de mulheres com seus respectivos parceiros e como elas, ao serem enganadas, deixam de acreditar na figura masculina, alimentando um intenso desejo de vingança.

A produção, que se tornou a mais premiada entre as telenovelas mexicanas de 2014 na última edição dos Prêmios TVyNovelas, celebrada no início do mês de março, conquistou diversos troféus, entre eles o de Melhor Atriz Protagonista (Adriana Louvier); Melhor Ator Antagonista (Flavio Medina); Melhor Atriz Coadjuvante (Fabiola Guajardo); Melhor Primeira Atriz (Rosa María Bianchi); Melhor Atriz de Elenco (Cecilia Toussaint); Melhor Elenco e Melhor Diretor de Cena.

Não Acredito nos Homens será exibida às 20h00, pelo horário de Angola, e às 21h00, em Moçambique.


SINOPSE

Maria Dolores é uma bela jovem, de poucos recursos, mas de nobres sentimentos; porém, é também uma mulher batalhadora e com a força suficiente para seguir em frente diante das adversidades. Possui um grande talento para confeccionar vestidos de alta costura, algo que herdou de sua mãe, Esperança. Quando seu pai é tragicamente assassinado em um assalto, Maria Dolores conhece Maximiliano Bustamante, um advogado atraente e honesto, que se oferece para ajudá-la.

Apesar da forte atração que surge entre eles, ambos têm compromissos amorosos. Ele está a ponto de se casar com Maleny Santibáñez, uma jovem da alta sociedade, malcriada e caprichosa, que, na realidade, não gosta dele, está interessada somente em seu dinheiro e, além disso, o engana com Ari, seu professor de tênis. E ela, Maria Dolores, é pretendida por Juliano, que apesar de sofrer com uma distrofia muscular degenerativa, enfrenta sua realidade com valentia e se encarrega moral e economicamente de sua mãe, trabalhando como contador. Mesmo assim, Maria Dolores sempre o viu como um irmão, pois cresceram juntos. Ao contrário, Maria Dolores está profundamente apaixonada por Daniel Santibáñez, um cara sem escrúpulos, que acaba enganando-a com um falso casamento e a abandona a sua sorte, estando grávida.

Daniel se casa com Ivana Duval, uma jovem pouco agraciada fisicamente, mas brilhante como empresária, que tem sabido levar adiante o império Vera Duval, empresa que herdou ao ficar órfã, dedicada à alta costura, e na qual também trabalha Maria Dolores. Ivana não pode ter filhos. Por sua parte, Maximiliano termina seu compromisso com Maleny ao descobrir que não é a mulher que ele acreditava ser, pois tem um amante.

Maria Dolores tenta seguir em frente com sua vida e a de seu filho, mas Daniel continua incomodando-a para obrigá-la a continuar com ele. Em uma dessas ocasiões, Daniel tenta abusar dela, Juliano trata de protegê-la e Daniel acaba por assassiná-lo, culpando Maria Dolores pela morte. Ivana presencia o assassinato, mas não diz nada porque acredita que Maria Dolores é uma mulher maldosa, que enganou seu marido e que, além disso, tinha Juliano como amante.

Maria Dolores dá a luz na prisão, Daniel e Ivana tomam seu filho por vias legais. Maximiliano trabalha no caso e se dedica a provar que Maria Dolores é inocente. Durante o processo, ambos se apaixonam, pois ele, diferentemente do que jamais viu em Maleny, enxergará nesta mulher todo o valor, a dignidade e a coragem com a qual conseguiu levantar-se e reconstruir-se, porém, Ivana terminará separando-os, quando aceitar denunciar Daniel como o verdadeiro assassino, em troca de que Max se case com ela.

Maria Dolores recupera sua liberdade e luta sem descanso contra sua rival, para recuperar seu filho e o homem que ama, aquele que lhe devolveu a confiança, o desejo de amar e de voltar a acreditar nos homens.


PERSONAGENS



Maria Dolores Morales Garza (Adriana Louvier)

É uma jovem bonita, sensível e muito trabalhadora. Depois da morte do pai, se encarrega de sua família. Se apaixona por Daniel, mas este a engana e a abandona grávida. É acusada injustamente pela morte de um homem e enviada à prisão. Torna-se uma mulher desconfiada, especialmente dos homens, mas, graças a Maximiliano, recupera sua liberdade e terá que enfrentar muitos desafios para recuperar seu filho e a confiança no amor ao lado de Max.



Maximiliano “Max” Bustamante Mondragón (Gabriel Soto)

É um homem muito atraente. Aprendeu com seu pai a ser justiceiro, empreendedor e maduro. Com sua mãe, a ser terno, amoroso e sensível. É um advogado extraordinário e namorado de Maleny, que o levará à beira da tristeza e da desesperação, quando ele descobrir que ela o engana com outro. Mas, ao conhecer Maria Dolores, Max fica fascinado com sua beleza e, com o tempo, se dá conta de que ela realmente é o amor de sua vida.



Daniel Santibáñez de la Vega (Flavio Medina)

É um homem elegante, seguro de si mesmo e carismático. Devido à falta da figura paterna, desenvolveu uma relação de dependência com sua mãe, ambos vivem negociando carinho e dinheiro. Irmão de Maleny, é manipulado por sua mãe para que se comprometa com Ivana, mas, sua obsessão por Maria Dolores, fará dele um assassino, enviando-a injustamente à prisão.



Maleny Santibáñez de la Vega (Sophie Alexander)

É uma bela mulher, porém cruel e arrogante. É direta e áspera em seus comentários. Devido ao seu espírito competitivo, procura sempre sobressair e ser o centro das atenções. É rebelde, não se curva diante de ninguém e carece de valores. É namorada de Max, que se torna uma obsessão, e quando se dá conta de que ele está interessado em Maria Dolores, faz uso de todo tipo de chantagens e armadilhas para separá-los e conseguir que ele se comprometa com ela, mesmo mantendo uma relação secreta com Ari, seu professor de tênis, por quem se apaixonou.



Úrsula de la Vega de Santibáñez (Rosa María Bianchi)

Mulher bonita e elegante. É classista, apesar de não ser de família nobre e, precisamente por isso, detesta àqueles que a fazem lembrar de sua origem. É mãe de Daniel e Maleny, mas ignora sua filha e professa um amor cego e desmedido por seu filho. Seu maior pesadelo é ficar na rua e voltar a enfrentar as dificuldades que sofreu durante sua infância. É por essa razão que está disposta a tudo para separar seu filho Daniel de Maria Dolores para que ele se case com Ivana.



Josefa Cabrera (Azela Robinson)

Mulher fria, implacável, chantagista e manipuladora; cheia de preconceitos contra os homens, aos quais culpa pelas desgraças que tem vivido. Nunca gostou realmente de sua filha Martha, nem de Isela, pois ambas lhe fazem lembrar de seus amores fracassados e somente as tem usado para obter um pouco de dinheiro. Planeja uma vingança contra Claudio pela morte de sua filha Martha, utilizando Isela para este fim.



Isela Ramos Cabrera (Fabiola Guajardo)

Possui uma sensualidade e um magnetismo que atrai a maioria dos homens, mesmo que no fundo de seu coração, onde não habita nem a vingança, nem o ressentimento, guarda o sonho de se apaixonar. Começará a trabalhar como assistente de Claudio e utilizará todas suas habilidades femininas para fazê-lo cair em sua armadilha e vingar a morte de sua irmã, fazendo com que se separe de sua mulher, que brigue com seu filho e fique na ruína total. O que ela não imagina é que acabará se apaixonando por sua presa.



Claudio Bustamante (Alejandro Camacho)

Pai de Maximiliano. É um juiz dedicado à sua profissão, que tem conduzido sua família com retidão e disciplina, mas sem muito carinho. É casado com Alma e ama muito sua esposa. Entretanto, será vítima das armações de Josefa, que pretende utilizar Isela para vingar-se de Claudio, a quem considera culpado pelo suicídio de Martha, sua filha que anos atrás foi parar na cadeia por uma sentença dada pelo juiz. A sedução de Isela será a arma principal para conquistar o coração de Claudio, que verá destruída sua reputação e a de sua família.



Ivana Duval (Sonia Franco)

É uma mulher pouco agraciada, que se sente solteirona e observada por todos. Cresceu rodeada de bens materiais, mas longe do afeto e da proteção de uma família. É dona de uma fábrica de alta costura, mas sua necessidade de sentir-se amada a torna uma presa vulnerável para homens sem escrúpulos como Daniel, com quem se casa, mesmo sabendo que ele não a ama e terá que sustentá-lo junto com sua mãe.

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Telemundo Africa anuncia a estreia de Rainha de Copas


No próximo dia 27 de abril a Telemundo Africa estreia Rainha de Copas, uma telenovela ambientada em Las Vegas, nos Estados Unidos, com textos de Marcela Citterio e produção executiva de Aurelio Valcárcel. Estrelada por Paola Núñez e Eugenio Siller, a atração conta, ainda, com um grande elenco cheio de talentos, como Juan Soler, Catherine Siachoque, Laura Flores, Gabriel Coronel, Sergio Mur, Pablo Azar, Paulo Quevedo, Maritza Bustamante, Jessica Mas, entre outros.

Dublada em português para Angola e Moçambique e em inglês para os demais países do continente africano, Rainha de Copas, originalmente intitulada Reina de Corazones, é uma telenovela cheia de mistérios, espionagens, conspirações, intrigas, jogos e crimes, onde o glamour dos cassinos e a vida noturna são o cenário para uma apaixonante trama de amor.

A história transcorre em Las Vegas, “A cidade do pecado”, onde um dito diz que o que acontece em Las Vegas, fica em Las Vegas. E é verdade! Reina Ortiz (Paola Núñez) é uma jovem humilde, costureira, que morre de vontade de se casar e ter uma festa tão bonita como as das noivas que ela costuma vestir. Nicolas Núñez (Eugenio Siller) é um atraente manobrista que vive a vida naturalmente, fazendo do pôquer o seu maior desafio.

Reina e Nícolas se veem pela primeira vez em um casamento. Ela acredita que ele é um influente milionário convidado para o casamento, enquanto Nícolas pensa que ela é uma rica e bela jovem amiga da noiva. Na realidade, Reina é uma simples costureira que trabalha como assistente de uma famosa designer de vestidos de noiva. Além disso, é órfã e vive com uma madrasta e uma meia-irmã que tornam sua vida impossível: uma Cinderela do século 21. É uma lutadora pela vida, já que a única coisa que Reina possui é o nome.

Por sua parte, Nícolas é um jovem mexicano que parece ter vindo dos Estados Unidos em busca de novas oportunidades. Trabalha de manobrista, enquanto espera a grande oportunidade de vencer uma partida de pôquer, pois sabe que é muito bom.

O amor entre Reina e Nícolas surge à primeira vista. Apaixonam-se loucamente, mas nenhum dos dois decide se declarar ao outro a verdade, por medo de perdê-lo. Vivem dias inesquecíveis em Las Vegas, ambos inventando mentiras para convencer um ao outro que é milionário, ao mesmo tempo em que vão se apaixonando perdidamente. Porém, quando as mentiras vêm à tona, as máscaras caem e se dão conta que os dois são pobres, então, entendem que nada mais os separam e decidem se casar.

Chega o dia do casamento, mas Nícolas não aparece à cerimônia porque o rico mafioso Víctor de Rosas (Juan Soler), que deseja vingar a morte de sua filha, ordena ferirem Nícolas após uma partida de pôquer. Reina o espera durante horas na capela, até que descobre por meio de Estefânia (Catherine Siachoque) que Nícolas está a ponto de morrer.

O que eles não sabem é que existem dois vilões que se escondem nas sombras, mas que aparecerão como furacão em meio ao deserto. Ele é Víctor de Rosas, um empresário endinheirado, com uma vida dupla. Para todos, é dono de Camille, uma sugestiva empresa de roupas íntimas. Em segredo, é um dos maiores traficantes de diamantes e ouro do mundo. Ela é Estefânia Pérez Hidalgo, uma atriz de filmes eróticos que quando se casa com um magnata e fica viúva na noite de núpcias, torna-se dona de uma das maiores fortunas de Las Vegas. Também inicia uma vida dupla. Para todos, gerencia o Casino Hotel de Las Vegas. Em segredo, é conhecida como a Rainha de Diamantes, a traficante de joias mais famosa, mas que ninguém conhece sua verdadeira identidade. O destino desta mulher, endinheirada, bonita e dona do cassino, faz com que ela acredite que Nícolas tenha morrido, mas isso é mentira.

Nícolas desperta do coma e descobre que será preso, que o culpam de tráfico de drogas e que foi Reina quem armou uma armadilha para que isso acontecesse. A mulher que faz com que ele acredite nisso e que lhe mostra provas falsas é a própria Estefânia, que sempre o amou. A partir de então, a vida de Reina e Nícolas torna-se um inferno. Ela fica sozinha, grávida dele e com uma madrasta e uma meia-irmã que tornam sua vida ainda mais difícil. Já Nícolas, na cadeia, esperando sua pena definitiva, acredita que a mulher que mais amou em sua vida foi quem o traiu.

Por sua vez, para Víctor de Rosas não há limites quando se trata de realizar seus desejos. Desde o primeiro dia que conhece Reina fica obcecado por ela e, por meio de artimanhas e aproveitando-se da necessidade dela por uma gravidez complicada e perigosa, consegue arranjar um lugar na vida de Reina, que pensa que este homem é bondoso e generoso. Meses depois, sentenciam Nícolas a quinze anos de prisão. Tempos depois, Reina dá a luz a uma menina.

Passam-se oito anos. É o dia do casamento de Víctor e Reina. Por fim, ela lhe deu o sim diante de Deus. O casamento é majestoso. Reina tornou-se uma mulher esplêndida, rica, milionária, distinta, uma verdadeira rainha. Dona do ateliê de noivas mais famoso de Las Vegas, chamado Rainha de Copas, e reconhecida internacionalmente, casa-se angustiada, pois não é uma noiva feliz.

Nícolas Núñez é recrutado pelo Serviço Secreto de Inteligência, lhe dão uma morte legal e o convertem em um agente secreto. Agora é Javier Bolívar e tem uma missão.

Quando Reina sai da igreja já sendo a mulher de Víctor, seu olhar se cruza com o de Javier, que está na porta, observando tudo. Para ela, é Nícolas, o amor de sua vida, o pai de sua filha que acreditava estar morto. Ele se vai e ela, após o choque, decide correr para alcançá-lo. Ao atravessar a rua sofre um terrível acidente. O buquê de flores voa pelo ar, o vestido branco se tinge de sangue e Reina fica estendida de frente à igreja. Javier recolhe o buquê e se vai.

Dias depois, Reina acorda, mas já nada é igual. Há um vazio de oito anos em sua vida. Oito anos que em sua mente estão em branco, com uma filha e um marido que desconhece e uma vida de luxos e poder que para ela são incompreensíveis. Não entende em que momento deixou de ser a pobre costureira para tornar-se milionária, esposa, mãe e dona de um exclusivo ateliê de noivas. Não se lembra de Nícolas, seu grande amor. Não se lembra de Víctor, seu marido. Não se lembra de Clara, sua filha. Sua mente ficou travada umas horas antes de conhecer Nícolas, oito anos atrás.

Agora, Reina terá que reconstruir seu passado, como um quebra-cabeça, em meio a segredos, armadilhas e enganos, no mundo das noivas, da empresa de roupa íntima e do tráfico de ouro e pedras preciosas, com o contraste de seu bairro humilde, dos jovens e suas motos, das brigas entre gangues e das humilhações às quais estará submetida como quando era uma Cinderela. Isso porque Reina não aceita morar na mansão, nem ser a rica dona da empresa Rainha de Copas. Retorna com a filha à sua casa humilde, ao seu bairro de antes, em busca de suas amigas e de sua origem. Claro que não será tão fácil descobrir a verdade porque seu marido se aproveitará de sua perda parcial de memória para lhe contar uma versão falsa da história, para lhe fazer acreditar, por exemplo, que é o pai biológico de sua filha.

Reina não sabe que Víctor de Rosas é capaz de tudo a fim de voltar a tê-la ao seu lado. Não sabe que Nícolas Núñez, que, agora, para todos, é Javier Bolívar, fará o impossível para cobrar os oito anos de prisão que padeceu. Deseja se vingar de Reina e de Víctor e, para isso, terá a ajuda de Estefânia, que prepara um grande plano: Javier Bolívar ganha a confiança de Víctor e termina sendo o motorista de Reina porque ele pede que seja a sombra de sua mulher. Agora, ele tem a oportunidade de se vingar e não vai perdê-la, mesmo sentindo-se atraído por Reina como a primeira vez.

Uma rainha de diamantes, a traficante de ouro e pedras preciosas mais desejadas enfrentará uma rainha de copas. A maldição do diamante vermelho, uma lenda que vem de séculos atrás, os ameaçará; um vilão capaz de matar como ninguém jamais imaginou, até mesmo com armas químicas; um ladrão de joias chamado Falcão que irá retornar; o Serviço Secreto de Inteligência; armadilhas, mentiras, enganos; um vazio que Reina terá que tratar de preencher se quiser sair viva são alguns dos obstáculos.

O amor poderá ser mais forte que as mentiras, a traição, a vingança e o esquecimento? O amor poderá triunfar no mundo dos jogos, dos casamentos e do tráfico de ouro e pedras preciosas? O que acontecerá quando Reina perder oito anos de sua vida para sempre?

segunda-feira, 30 de março de 2015

Zap Novelas anuncia a estreia de Não Acredito nos Homens


A Cor da Paixão está prestes a se despedir da Zap Novelas e para ocupar seu posto a próxima novidade do canal é Não Acredito nos Homens, a mais recente versão do romance escrito por Caridad Bravo Adams, originalmente intitulado Yo no Creo en los Hombres. Lançada no México em 2014, a telenovela é uma produção de Giselle González e tem como protagonistas a atriz Adriana Louvier e o galã Gabriel Soto, acompanhados de Flavio Medina, Sophie Alexander, Azela Robinson e Rosa María Bianchi. Alejandro Camacho, Luz María Jerez, Macaria, Sonia Franco e Estefanía Villarreal também integram o elenco desta produção, que se tornou a mais premiada entre as telenovelas mexicanas de 2014 na última edição dos Prêmios TVyNovelas, celebrada no início deste mês.

Em fase de dublagem em português no Rio de Janeiro, Não Acredito nos Homens contará a história de Maria Dolores (Adriana Louvier), uma jovem nobre e de coração aberto, mas que sofrerá grandes desilusões na vida. De origem pobre, mas com bons sentimentos, Maria Dolores possui um grande talento para confeccionar vestidos de alta costura. Após a morte de seu pai, durante um assalto, ela conhece Maximiliano (Gabriel Soto), um atraente e honesto advogado que se oferece para ajudá-la. Apesar da forte atração que surge entre ambos, ele está comprometido com uma mulher da alta sociedade, chamada Maleny (Sophie Alexander), que o engana com seu professor de tênis. Por sua parte, Maria Dolores está apaixonada por um homem sem escrúpulos, chamado Daniel (Flavio Medina), que termina abandonando-a grávida por uma mulher endinheirada.

Com previsão de estreia para o próximo dia 23 de abril, Não Acredito nos Homens será exibida às 20h00, pelo horário de Angola, e às 21h00, em Moçambique.

A Usurpadora reestreia no SBT


A partir desta segunda-feira, 30 de março, às 17h00, o SBT traz de volta a telenovela A Usurpadora, em sua sétima exibição no Brasil, onde foi exibida pela primeira vez em 1999 e, de lá pra cá, reprisada em meados de 2000, 2005, 2007 e, mais recentemente, em 2012, tendo sido também emitida pelo canal pago TLN Network, no mesmo ano de 2012. Original da escritora Inés Rodena, este clássico da teledramaturgia mexicana é uma produção de Salvador Mejía, protagonizado pela atriz venezuelana Gabriela Spanic e pelo galã mexicano Fernando Colunga. O núcleo principal também conta com as atuações de Chantal Andere, Juan Pablo Gamboa, Dominika Paleta, Mario Cimarro e Libertad Lamarque.


SINOPSE

Paulina e Paola são duas mulheres idênticas na aparência, mas com personalidade e padrão de vida completamente opostos. Paulina é uma moça pobre e honesta, que vive com a mãe numa pequena choupana no litoral e trabalha como arrumadeira num elegante clube da cidade. Paulina vive um drama pessoal com a doença da mãe, dona Paula, que está desenganada pelos médicos. Paola, por sua vez, é uma jovem senhora da alta sociedade. Mulher fria, calculista, aventureira e de muitos amantes. Apesar de ser casada com Carlos Daniel, Paola só pensa em encontrar uma maneira de se divertir longe do marido e da família.

Um dia, o destino coloca frente a frente Paulina e Paola e, ao perceber a incrível semelhança que existe entre elas, Paola tem uma ideia para se livrar do marido sem que ele perceba: transformar Paulina em sua usurpadora. Mas, a arrumadeira nega a proposta de Paola.

Os Brachos vivem outro problema, a fábrica da família está numa situação muito difícil e seu futuro preocupa Carlos Daniel. A saúde de dona Paula se agrava e Paulina se desespera pois não tem dinheiro para comprar os remédios que sua mãe necessita. Paulina pede um empréstimo ao patrão, mas diante da negativa ela só tem uma saída: pedir ajuda a Paola. Aproveitando-se da fragilidade de Paulina, que vive uma depressão aguda pela morte da mãe e por uma decepção amorosa, Paola volta a insistir na troca de identidade.

Paulina se nega terminantemente, mas é vítima da ambição de Paola que, para conseguir o que quer, é capaz de qualquer coisa, até de acusar alguém injustamente. Acusada de roubo, Paulina é obrigada a aceitar a troca para não ir para a cadeia.

Paulina se culpa por estar enganando a família Bracho e por ter se submetido ao capricho de Paola. Para reparar seu erro, Paulina se dedica a cuidar bem da família Bracho. Apoia Carlos Daniel em tudo, ajuda a salvar a fábrica da falência, é muito amorosa com seus dois filhos e trata com carinho a Vovó Piedade, que se livra do vício em álcool.

Apesar de não ter percebido a troca, Carlos Daniel sente que está mais apaixonado pela esposa. É que Paulina é mais doce, dedicada e compreensiva. Paulina também está apaixonada por Carlos Daniel, mas sabe que é um amor impossível. Um ano depois, cansada de suas aventuras, Paola decide voltar para ocupar novamente o seu lugar e Paulina é desmascarada.


PERSONAGENS


Paulina Martins (Gabriela Spanic)

É uma jovem humilde e pobre, que vive com sua mãe doente em uma pequena casa à beira da praia. Tem uma situação financeira difícil e para poder pagar os medicamentos que sua mãe necessita, trabalha em um hotel de luxo. Está apaixonada por Osvaldo, um canalha que a abandona. Manipulada por Paola, passa por uma grande transformação para ocupar o lugar dela na mansão Bracho.



Paola Bracho (Gabriela Spanic)

É a esposa de Carlos Daniel e amante de muitos outros. Bonita, elegante e decidida, porém má e manipuladora. É vaidosa, caprichosa e mentirosa. Tem muito dinheiro, gosta de se maquiar como uma modelo e de usar roupas finas e de marca. Seu nível cultural não é elevado, mas tem uma aparência distinta. Ao conhecer Paulina vê uma maneira de concluir seus planos e criar uma nova vida para si mesma.



Carlos Daniel Bracho (Fernando Colunga)

É o marido de Paola, pai de Lisete e Carlinhos, filhos que teve com sua primeira esposa, já falecida. Ama Paola e por ter uma personalidade fraca, em algumas ocasiões se deixa ser dominado por ela. Tem bom gosto e educação, porque foi criado no seio de uma família descente e honesta. Apaixona-se por Paulina, acreditando que ela seja sua esposa.



Leda Duran Bracho (Dominika Paleta)

É uma prima distante de Carlos Daniel. Bonita, jovem e libertina, chega à casa dos Bracho para ser a rival de Paulina, que enfrenta uma luta interna pelo amor de Carlos Daniel. Embora tenha problemas financeiros, Leda vive uma vida de aparências alimentando sua vaidade com valores materiais. Pode-se dizer que é “a outra”, mas quando Paola retorna à casa, Leda se afasta para não estragar seus planos.



Estephanie Bracho (Chantal Andere)

É a irmã mais nova de Carlos Daniel e esposa de Willy. Religiosa, tem muitos problemas e complexos. Seu marido é um acomodado que a engana com outras. Sua amargura a leva a fazer maldades. É descuidada na aparência, está sempre vestida de preto e de maneira antiquada. Odeia as duas irmãs, especialmente Paulina.



Willy (Juan Pablo Gamboa)

É o marido de Estephanie. É um interesseiro que não gosta de sua esposa. Está com ela por conveniência e, por isso, pratica diversas maldades. Vive um romance com Paola.



Vovó Piedade Bracho (Libertad Lamarque)

É a avó de Carlos Daniel. É alcoólatra e ajudada por Paulina para se livrar da bebida. No fundo, ainda é uma mulher de pulso firme e pronta para tomar as rédeas da família.



Adelina (Magda Guzmán)

É a fiel governanta da mansão Bracho. É a grande companheira de Vovó Piedade. Tem um carinho acima do normal por Estephanie, neta de Piedade. Na realidade, isso esconde um grande segredo: ela é a verdadeira mãe de Estephanie.



Lalinha (Paty Díaz)

É a empregada da família. Fofoqueira e cúmplice de Paola, pois ajuda a patroa a esconder seus segredos e romances.



Carlinhos (Sergio Miguel) e Lisete (María Soler)

São os filhos de Carlos Daniel. Carlinhos é problemático, muito covarde e imaturo, mas com a chegada de Paulina vai mudar o seu jeito de ser e se apegará muito a ela. Lisete é a filha menor de Carlos Daniel. Sua maior diversão é se fantasiar. Está alheia aos problemas da casa.



Verônica (Adriana Fonseca)

É a nova secretária de Carlos Daniel. Apaixona-se por ele, mas, depois, se envolve com Leandro, um dos funcionários da fábrica Bracho.



Luciano Alcântara (Mario Cimarro)

É um jovem galã que vive sem preocupações. Primo de Paola, é seu outro amante e também seu cúmplice.



Rodrigo Bracho (Marcelo Buquet)

É o irmão mais velho de Carlos Daniel, trabalha na empresa da família.



Patrícia Bracho (Jessica Jurado)

É a esposa de Rodrigo.