quarta-feira, 23 de abril de 2014

Aproxima-se a estreia de Reina de corazones através do Gala TV


A estreia da nova produção original da Telemundo, Reina de corazones, está próxima e acontecerá na próxima segunda-feira, 28 de abril, às 22h30, através do Gala TV - Canal 9, no México. Protagonizada pelas estrelas Paola Núñez, Eugenio Siller, Juan Soler, Catherine Siachoque e Laura Flores, esta é a primeira vez que a Telemundo estreia uma telenovela no México antes que nos Estados Unidos, segundo ela, graças aos positivos resultados de suas produções anteriores e a estreita aliança com sua sócia Televisa, também proprietária do Canal 9.

Ambientada em Las Vegas, a cidade do pecado, Reina de corazones é uma história de amor que deverá atravessar as barreiras da memória. O glamour dos cassinos e a vida noturna compõem um papel protagonista nesta história cheia de jogos, mistérios, espionagens, conspirações, intrigas, crimes e romances.

Reina de corazones marca a estreia de Paola Núñez na telinha da Telemundo e já com seu primeiro papel de protagonista pela emissora. Para Eugenio Siller, esta produção original representa o terceiro projeto com a Telemundo, após protagonizar a telenovela Una maid en Manhattan (Paixão sem limites, exibida atualmente pelo canal Mais Novelas, em Moçambique e Angola). Por sua parte, Juan Soler será o antagonista, após interpretar o personagem de Reinaldo Ibarra, em Marido en alquiler, a versão estadunidense do folhetim brasileiro Fina estampa; e Catherine Siachoque retorna à telinha após ter dado vida à malvada Ignacia Conde em La casa de al lado.

Por sua parte, a grande atriz Laura Flores, em sua segunda produção pela Telemundo, enfrentará um desafio em sua carreira artística ao encarnar uma personagem completamente oposta aos seus trabalhos anteriores, com uma visível mudança de imagem.

Esta telenovela é escrita por Marcela Citterio, sob a produção executiva de Aurelio Valcárcel.
 

terça-feira, 22 de abril de 2014

SBT anuncia a estreia de Meu pecado


Na tarde desta segunda-feira, 21 de abril, o SBT deu início às chamadas de estreia de Meu pecado, a nova telenovela mexicana inédita que estará em breve nas tardes do canal. Protagonizada por Maite Perroni, recentemente vista em Cuidado com o anjo, e Eugenio Siller, a nova aposta de Silvio Santos substituirá Por ela... sou Eva a partir de maio.

Meu pecado é uma produção de Juan Osorio para a Televisa, realizada em 2009, e conta, também, com as atuações de Daniela Castro, Sergio Goyri, Sabine Moussier, Armando Araiza, Jessica Coch, Altair Jarabo, Roberto Blandón, Francisco Gattorno, Salvador Sánchez, Lucía Méndez e grande elenco.

A trama central do folhetim, ambientada nas maravilhosas paisagens do estado de Chiapas, gira em torno de uma poderosa história de amor, de paixões e intrigas que mudam para sempre a vida de três famílias e estremecem um povoado inteiro.

Juliano e Lucrécia sabem que nasceram um para o outro. Desde a infância são unidos por um inocente carinho infantil que com o passar dos anos torna-se um amor verdadeiro e apaixonado. Juliano é filho de Rodolfo, o professor do povoado, e de Justina, uma mulher insatisfeita, cujo egoísmo pode destruir a amizade de Rodolfo com Paulino, o pai de Lucrécia e dono de uma importante fazenda.

A mãe de Lucrécia, Rosário, é uma mulher cheia de preconceitos, que ignora sua filha e demonstra uma clara preferência por César, o irmão gêmeo de Lucrécia. Quando César morre em um acidente, Rosário joga a culpa em Lucrécia e Juliano. Rosário trata tão mal sua filha que Paulino manda a menina para longe para protegê-la, separando-a de sua mãe, mas também de Juliano, que adota uma atitude de rebeldia.

Anos depois, quando Lucrécia retorna ao povoado acompanhada de sua prima Renata, uma jovem invejosa decidida a roubar-lhe tudo, revê Juliano e seu amor renasce, mas Gabino, um homem disposto a conseguir a qualquer custo o que deseja, também se interessa por Lucrécia e aproveita os problemas econômicos de Paulino para lhe exigir a mão de sua filha.

No entanto, Carmelo, um indivíduo sem escrúpulos que também a deseja, mata seu próprio pai e acusa Juliano pelo crime. Lucrécia se vê obrigada a casar-se com Carmelo para salvar Juliano e evitar a ruína de seu pai. Pensando que Lucrécia o traiu, Juliano se vai do povoado. Lucrécia sofre ao ver que mesmo sacrificando seu amor para salvar seu pai, perdem a fazenda para um desconhecido.

Ao lado de Carmelo, cruel e possessivo, Lucrécia se pregunta que pecado cometeu para merecer o inferno em que vive. No entanto, a esperança ressurge quando descobre que o novo dono da fazenda é Juliano e ambos estão dispostos a lutar até a morte para defender seu amor e o direito de serem felizes.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Amigas e rivais estreia no Zap Novelas


Nesta segunda-feira, 21 de abril, às 18h00, pelo horário de Angola, e às 19h00, pelo horário de Moçambique, estreia pelo canal Zap Novelas, a versão brasileira de Amigas e rivais, produzida em 2007 pelo SBT em parceria com a Televisa. Adaptada por Letícia Dornelles e dirigida por Jacques Lagôa, Lucas Bueno e Henrique Martins, o folhetim conta com as atuações de Thaís Pacholek, Lisandra Parede, Cacau Melo e Karla Tenório nos papéis centrais, acompanhadas de Olivetti Herrera, Daniel Ávila, Thierry Figueira e Joaquim Lopes como seus respectivos pares românticos.

Amigas e rivais conta a trajetória de quatro belas jovens na faixa dos vinte anos, cujos destinos se cruzam. Elas têm sonhos, desilusões, amores, dramas, alegrias, tristezas e classes sociais diferentes. Mais do que amigas, são irmãs. E também rivais em disputas amorosas e pessoais.


SINOPSE

Nicole (Cacau Melo) trabalha como empregada doméstica na mansão Delaor, e sonha com a carreira artística. Ela vai a São Paulo em busca da realização de seu sonho. Por lá conhece Raí (Thierry Figueira), que se apaixona por ela e vai atrás da jovem quando ela retorna a São Carmo. Nicole é alegre, simples, batalhadora, e dedica sua vida a dar conforto à mãe, Amanda (Nara Gomes), e ao irmão menor, Rafael (Pedro Paula Rossa).

Na volta de Nicole a São Carmo, a amizade com Laura (Lisandra Parede) fica abalada ao descobrirem que gostam do mesmo rapaz: Beto (Daniel Ávila). Mas os sentimentos de Laura ficam divididos entre pai e filho, já que ela também é assediada por Roberto Delaor (Jayme Periard), o pai de Beto.

Em casa, Laura vive o drama de conviver com Pedro (Umberto Magnani), o pai fraco e derrotado, que é humilhado pela mulher, Alma (Tania Casttello), perua vulgar e cruel. Laura vive conflitos com a irmã Andréa (Ana Paula Grande), tão fútil e irresponsável quanto a mãe. Laura é a típica garota de classe média que quer vencer na vida por meio do esforço. Séria e sensível, Laura é bolsista e cursa a Faculdade de Informática.

Na Faculdade, Laura conhece Helena Delaor (Thaís Pacholek), filha do dono de uma financeira. A troca de insultos marca o início do relacionamento entre as duas. Laura estende a bandeira branca e aproxima-se de Helena, criando um forte laço de amizade.

Helena é a pobre menina rica, que sofre calada o peso de ter perdido a mãe e de ver seu pai se casar com uma alpinista social quatro meses após ficar viúvo. Helena preenche seu tempo fazendo compras, em farras e diversões. Ele namora Armando (Raoni Carneiro), mas apaixona-se pelo boxeador Raí. Olívia (Karla Tenório), melhor amiga de Helena, é outra Barbie girl. Rica, fútil, a decisão mais importante que toma durante o dia é saber onde vai beber champanhe à noite. Em conflito com os pais, Olívia mora com a família Delaor. Trata Roberto como seu segundo pai. Olívia entra em choque quando descobre que é soropositiva. Apaixona-se pelo rapaz mais hostilizado da faculdade, Ulisses, “o feio”.

A grande vilã da trama é Rosana Delaor (Talita Castro), segunda mulher de Roberto Delaor. Por trás da máscara de mulher perfeita, Rosana esconde uma alma criminosa e sem escrúpulos. Ela envenena Patrícia (Adriana Quadros), primeira mulher de Roberto, para ficar com o caminho livre e se casar com o ricaço. Já instalada na mansão da família, descobre-se apaixonada pelo enteado, Beto. E passa a ter um envolvimento amoroso com o rapaz.

Mocho (Jandir Ferrari) e sua turma destrambelhada formam o núcleo cômico da telenovela. Cabeleireiro muito macho, ele não consegue emprego porque os maridos das clientes têm ciúmes do seu alto poder de sedução. Mara (Mika Lins), sua mulher, decide que Mocho deve “virar gay” para conseguir emprego no salão de Gardênia (Josmar Martins). É então que nasce a personagem Jacarandá, “Jackie” para os íntimos. Mocho é a raposa no galinheiro. Ataca todas as clientes. Mas não resiste ao charme da viúva Yolanda Montini (Lu Grimaldi). O fiel escudeiro de Mocho é Juca (Flávio Garnieri), aprendiz de malandro, que vira professor de etiqueta do salão.


PERSONAGENS

Helena Delaor (Thaís Pacholek) – Barbie girl, fútil, rebelde, promíscua e agressiva. Só dá valor ao dinheiro e ao poder. Massacra os empregados da família e colegas pobres. Namora Armando, sem saber que é traficante. Apaixona-se por Raí. Viciada em drogas, é internada numa clínica de reabilitação. Descobre a verdade sobre a madrasta e encontra um novo amor.

Nicole Pereira (Cacau Melo) – Romântica, sonhadora, batalha pelos seus sonhos. Não leva desaforo para casa. Começa a trama como doméstica da mansão Delaor. Vê-se envolvida na morte do marginal que tenta estuprá-la. Foge do interior para a capital. Conhece o boxeador Raí, que se apaixona por ela. Apaixonada por Beto, filho do patrão. Seu sonho é ser uma cantora de sucesso.

Olívia Villar (Karla Tenório) – Olívia tem uma energia sexual intensa. Agride antes de ser agredida. Começa a trama abandonada pela mãe e rejeitada pelo pai. Leva uma vida promíscua de sexo, drogas e muita farra. Contrai o vírus HIV. Enfrenta o preconceito. É apaixonada por Beto. Descobre o amor verdadeiro com Ulisses, o Feio, o rapaz mais hostilizado da faculdade.

Laura Gonçalves (Lisandra Parede) – Boa filha, estudiosa, quer vencer na vida pelo próprio esforço. Começa a trama com a família desabando. O pai tenta o suicídio após perder o emprego. A mãe tem caso com um garotão. Na faculdade, apaixona-se por Beto. Para sustentar a família, Laura trabalha para Roberto Delaor, inimigo de seu pai, com quem irá envolver-se.

Rosana Brito Delaor (Talita Castro) – É a vilã da trama. Vaidosa e sedutora, adora sair em colunas sociais e fotos de revista de celebridades. Mesmo coberta de luxo, mantém um pé firme na vulgaridade. De origem desconhecida, Rosana casou-se com Roberto Delaor, após envenenar a primeira mulher dele, Patrícia. Rosana vive em pé de guerra com os enteados Helena e Beto. Até o momento em que se apaixonada por Beto.

Roberto Delaor (Jayme Periard) – Pai de Helena e Beto. De origem humilde, tornou-se dono da próspera Financeira Delaor, que construiu com o próprio esforço. No passado, era um rapaz auto-destrutivo, que vivia bêbado. Apaixona-se por Laura, muito mais jovem.

Beto Delaor (Daniel Ávila) – Inteligente e de ótimo caráter, não gosta de chamar a atenção. Filho de Patrícia e Roberto Delaor. Irmão de Helena. Noivo de Alessandra, que morre assassinada por Rosana. Consolado pela madrasta, acaba envolvendo-se com ela. No fundo, porém, é apaixonado por Laura.

Armando Tavares (Raoni Carneiro) – Sedutor e bem educado, não estuda, nem trabalha. Playboy falido, não perde a pose. Seu sonho é se casar com Helena Delaor e voltar à vida farta. Vive de empréstimos e pequenos golpes. Armando nasceu em berço de ouro e conheceu a decadência.

Alessandra Tavares (Suzana Alves) – Irmã de Armando, noiva de Beto. Alessandra não concorda com as mentiras do irmão, mas o ajuda a fingir-se de rico. Alessandra descobre que Rosana matou envenenada a mãe de Beto. Rosana decide matá-la para garantir seu segredo.

Rodrigo (Beto Marden) – Primo de Armando e Alessandra. Estudante de Direito, ele tem bom coração. Apaixona-se por Andréa e fará de tudo para proteger a amada.

Ângela Moraes (Hylka Maria) – Melhor amiga de Rosana, cúmplice de muitos pecados e crimes. Sedutora, arrojada, pega carona no poder da amiga para conseguir o que deseja, incluindo homens e lucros. No fundo, tem inveja de Rosana.

Carlota Mendes (Flávia Pucci) – Governanta da família Delaor, é guardiã do importante segredo que lhe foi conferido por Patrícia Delaor em seu leito de morte. Carlota sempre cuidou de Helena e Beto como se fossem seus filhos. Leal ao patrão Roberto, não critica seu segundo casamento, embora mantenha viva na casa a memória da falecida. Educada, fina, elegante, arrepia-se com a vulgaridade latente de sua nova patroa, Rosana.

Maria Alves (Ana Olívia Seripieri) – Empregada serelepe da mansão da família Delaor. Fofoqueira, adora falar mal da patroa pelas costas, embora viva levando bronca de Carlota para que tenha um comportamento à altura da família. Tem devoção por “santos exóticos”. Desesperada para casar. Vive fazendo simpatias.

Pedro Gonçalves (Umberto Magnani) – Excelente pai e esposo. Marido de Alma, pai de Laura e Andréa. É rejeitado pela mulher e pela caçula. Só recebe afeto de Laura, que chega a levantar-se cedo para preparar o café da manhã do pai. Quando jovem, Pedro era rico e conquistador. Fazia parte de um quarteto de amigos formado ainda por Patrícia, Roberto Delaor e Alma.

Alma Gonçalves (Tania Casttello) – Casada com Pedro, mãe de Laura e Andréa. Vive em conflito com o marido e a filha mais velha, Laura. Identifica-se com a mais nova que tem o mesmo gosto pela liberdade que ela. Como uma autêntica Don Juan de saias mantém-se uma eterna conquistadora inconquistável.
Andréa Gonçalves (Ana Paula Grande) – Filha caçula de Alma e Pedro, irmã de Laura. Bonita e glamurosa, odeia estudar. Inveja a irmã. É aliada da mãe. Rejeita o pai. Vai se envolver com um playboy que faz dela gato e sapato.

Ricardo Lopes (Reinaldo Ritts) – Namorado secreto de Alma, é sustentado por ela. O relacionamento entra em crise quando Pedro é demitido e a fonte seca.

Mocho dos Anjos (Jandir Ferrari) – Casado com Mara. Mocho não consegue emprego como cabeleireiro por ser muito macho. Mara decide criar o personagem gay, Jacarandá, um cabeleireiro famoso que nunca ninguém ouviu falar, para Mocho conseguir emprego no salão de Gardênia. Mocho tem um romance com a cliente Yolanda, que, logo depois, descobre que ele e Jacarandá são a mesma pessoa.

Mara dos Anjos (Mika Lins) – Mulher de Mocho, tem a ideia de fazer o marido se passar por gay para conseguir emprego no salão de Gardênia. Nem desconfia de que colocou a raposa no galinheiro.

Yolanda Montini (Lu Grimaldi) – Tem 50 anos, mas mente que tem 35. Viúva foguenta, apaixona-se por Mocho sem saber que ele é seu fiel cabeleireiro Jacarandá. Decide virar escritora de livros de autoajuda.

Gardênia (Josmar Martins) – Gay afetadíssimo. Dono de um salão de beleza, onde Mocho vai trabalhar quando decide fingir-se de gay. Apaixona-se por Raí.

Sheyla Shirley (Marcelo Szykman) – Gay afetadíssimo, manicure do salão da Gardênia. Seu sonho é ser rainha de bateria da escola de samba da cidade.

Raí Sugar Baby (Thierry Figueira) – 25 anos, bonito, simpático, envolvente, vitorioso, batalha pelos seus sonhos. Boxeador, Raimundo Dias usa o nome profissional de Raí Sugar Baby quando sobe nos ringues, numa homenagem ao boxeador Sugar Ray Leonard. Torna-se um grande nome do esporte. Apaixona-se por Nicole, mas namora Helena.

Ulisses (Joaquim Lopes) – Começa a trama como um rapaz feio e desengonçado, motivo de chacota na faculdade. Mostra-se um excelente caráter e ótimo coração. Verdadeiro amigo de quem precisa. Solitário, casa-se com Olívia e apoia a garota na luta contra a doença. Ulisses fecha a história como ídolo das mulheres, sem perder o jeito desastrado e cômico de ser.

Marilu (Ana Fuser) – Casada com Frank, vive no interior. O marido vai tentar a sorte na capital. Como ele para de dar notícias, Marilu viaja até São Paulo e descobre que Francisco já não a ama mais. Marilu pensa que o marido a trai com Nicole.

Manoel Coimbra (Jandir Ferrari) – Irmão gêmeo de Mocho, rico, problemático, surge no meio da trama. Pede ao irmão para trocar de identidade com ele a fim de resolver questões familiares. Em troca, dá uma alta quantia ao falido irmão.

Germano Coimbra (Hermano Moreira) – Playboy, herdeiro de Manoel, vive nas colunas sociais e boates. Vai se relacionar com Andréa. Ele a violenta e a engravida.


Juca Ramos (Flávio Guarnieri) – Casado com Teodora, banca o santinho, mas quando decide soltar a franga, ninguém mais o segura. Parceiro de trapalhadas de Mocho. Quando o amigo inaugura a clínica de estética Mocho's Beauty Center, Juca vira professor de etiqueta. Mente para Maria que é fazendeiro e solteiro.

Amanda Pereira (Nara Gomes) – Mãe de Nicole e Rafael. Maltratada pela vida, desiludida, foi pai e mãe para os filhos depois que o marido a abandonou. Ex-cozinheira da família Delaor. Comadre e amiga de Mocho e Mara. Vai se apaixonar por Pedro.

Oscar (Bruno Lopes) - Playboy inconsequente, promessa de vilão. Aluno da faculdade. No passado, teve um romance com Mônica. Apronta todas, sem perdão. Sua maior vítima é Ulisses, o Feio. Oscar descobre que Olívia é soropositiva. E espalha a notícia para a faculdade inteira, para humilhar a moça. Fingido, faz-se de arrependido para conquistar a amizade de Ulisses, que já está enturmado. Oscar tenta se reaproximar de Mônica. Tem um caso com Helena.

Mônica Rossi (Renata Ricci) – Aluna da faculdade, melhor amiga de Laura. Conhece o padre Emiliano, por quem se apaixona.


Padre Emiliano (Renato Scarpin) - Ético, responsável, conselheiro de todas as personagens. Vê-se em conflito pessoal quando percebe o amor da jovem estudante Mônica por ele.




sexta-feira, 18 de abril de 2014

Os dubladores de Destilando amor


Destilando amor, remake mexicano da trama colombiana Café, com aroma de mulher, original de Fernando Gaitán, foi produzida pela Televisa em 2007. Ambientada no universo tequileiro, foi protagonizada por Angélica Rivera e Eduardo Yáñez, contou, também, com a participação de Martha Julia, Chantal Andere, Sergio Sendel, Fernanda Castillo, Ana Patricia Rojo e Ana Martín nos papéis de destaque. No Brasil, estreou pelo SBT em março do mesmo ano, mas, logo em abril e sem prévio aviso, foi retirada do ar devido ao seu baixo índice de audiência. Atualmente, é exibida em Moçambique e Angola pelo canal Mais Novelas. Destilando amor foi dublada pelos estúdios Herbert Richers, sob a direção de Miriam Ficher e Adriana Torres. Confira, a seguir, o elenco de dubladores:


Fernanda Baronne: Angélica Rivera (Teresa Fernández / Mariana Franco “Gaivota”)

José Luiz Barbeito: Eduardo Yáñez (Rodrigo Montalvo)
 
Miriam Ficher: Chantal Andere (Minerva Olmos)

Malta Junior: Sergio Sendel (Aaron Montalvo)

Fernanda Crispim: Martha Julia (Isadora Duarte)

Fabíola Martins: Joana Benedek (Pamela Torreblanca)

José Santa Cruz: Jorge Vargas (Felipe Montalvo Gil)

Mariana Torres: Ana Patricia Rojo (Sofia Montalvo)

Bia Barros: Fernanda Castillo (Daniela Montalvo)

Cláudia Martins: Martha Roth (Pilar Gil de Montalvo)

Rita Lopes: Olivia Bucio (Fidra Iturbe de Montalvo)

Jorge Lucas: Alejandro Tomassi (Bruno Montalvo Gil)

Eduardo Ribeiro: Jan (Patricio Iturbe)

Vânia Alexandre: Ana Martín (Clarinha Fernández)

Thiago Fagundes: José Luis Reséndez (Hilário Quijano)

Ruth Gonçalves: Norma Lazareno (Núria Toledo de Duarte)

Pietro Mário: Joaquín Cordero (Amador Montalvo)

Christiano Torreão: Manuel Medina (Pedro)

Marcelo Garcia: Júlio Camejo (Francisco de la Vega)

Iara Riça: Patricia Manterola (Erika)

Ronaldo Júlio: Roberto Vander (Ricardo Duarte)

Simone Benfica: Yuliana Peniche (Margarida)

Adriana Torres: Bibelot Mansur (Acácia)

José Leonardo: Carlos de la Mota (James O'Brien)

Os dubladores de Rebelde


Produzida há dez anos, Rebelde tornou-se um fenômeno mundial de audiência. Remake da telenovela argentina Rebelde Way, de 2002, original de Cris Morena, a versão mexicana foi adaptada por Pedro Damián e Pedro Armando Rodríguez, sob a direção de Juan Carlos Muñoz e Luis Pardo. Protagonizada por Anahí, Alfonso Herrera, Dulce María, Christopher Uckermann, Maite Perroni e Christian Chávez, a telenovela durou três temporadas e originou o grupo musical RBD, integrado pelos protagonistas da história, que alcançou o mesmo sucesso fora das telinhas. No Brasil, Rebelde estreou pelo SBT em agosto de 2005, permanecendo no ar até dezembro de 2006; posteriormente, entre 2007 e 2011, foi reprisada pelo canal pago Boomerang e desde setembro de 2013 vem sendo reprisada pelo SBT. Rebelde foi dublada pelos estúdios Herbert Richers, sob a direção de Ilka Pinheiro, Adriana Torres, Carmem Sheila, Duda Ribeiro e Mario Cardoso. Confira, a seguir, o elenco de dubladores:


Flávia Saddy: Anahí (Mia Colucci)

Marcos Souza: Alfonso Herrera (Miguel Arango)

Flávia Fontenelle: Dulce María (Roberta Pardo)

Caio César: Christopher Uckermann (Diego Bustamante)

Ana Lúcia Menezes: Maite Perroni (Guadalupe Fernández “Lupita”)

Márcio Chaves: Christian Chávez (Giovanni Méndez López)

Mariana Torres: Estefanía Villarreal (Celina Ferreira)

Fernanda Crispim: Angelique Boyer (Victoria Paz “Vick”)

Thiago Fagundes: Rodrigo Nehme (Nícolas Huber “Nico”)

Christiane Monteiro: Karla Cossío (Pilar Gandía)

Manolo Rey: Michel Gurfi (Joaquim Mascaró)

Iara Riça: Zoraida Gómez (Josy Luján)

Marcus Junior: Jack Duarte (Tomás Goycolea)

Luiz Sérgio Vieira: Eddy Vilard (Teodoro Ruiz Palacios “Téo”)

Rodrigo Antas: Diego Boneta (Rocco Bezaury)

Carol Crespo Simões: María Fernanda “Fuzz” Malo (Sol de la Riva)

Renan Freitas: Derrick James (Santos Fontes)

Reinaldo Buzzoni: Antonio Sainz (Isaac Urcola)

Carlos Eduardo Sangenetto: Ronald Duarte (Jacó Lizalde “Jack”)

Kaue Gofman: Jorge Ponce (George Luckirin)

Lina Mendes: Viviana Macouzet (Dolores Fernández “Lola”)

Danielle Velasco: Allisson Lozano (Bianca Delay “Abril”)

Roberta Madruga: María Fernanda de las Fuentes (Raquel Peralta Ramos Bayron)

Érika Menezes: Michelle Renault (Jaque Piñeda)

Bruno Pontes: Eleazar Gómez (Francisco Leonardo Blanco)

Felipe Drummond: Ernesto Díaz (Mauricio Garcia-Alebrija)

Clécio Souto: Miguel Ángel Biaggio (Xavier Alanis)

Roberta Nogueira: Ana Bolena (Belém Menéndez Pacheco)

Peterson Adriano: Tony Dalton (Gastão Diestro)

Mariangela Cantú: María Fernanda García (Alice Salazar)

Malta Junior: Felipe Nájera (Pascual Gandía)

Mabel César: Tiaré Scanda (Gláucia Dunoff de Gandía)

Márcio Simões: Enrique Rocha (León Bustamante)

Carla Pompilio: Cynthia Coppelli (Mabel Bustamante)

Júlio Chaves: Juan Ferrara (Franco Colucci)

Élida L’Astorina: Nailea Norvind (Marina Cáceres Colucci)

Gabriela Bicalho: Ninel Conde (Alma Rey)

Andrea Murucci / Élida L’Astorina / Izabella Bicalho: Manola Diez (Pepa)

Juliano Rosa: Rafael Inclán (Guilherme Andrés)

Juraciára Diácovo: Leticia Perdigón (Mayra Fernández)

Cláudio Galván: Patricio Borghetti (Enrique Madarriaga)

Monica Magnani: Grettell Valdéz (Renata Lizaldi)

Eduardo Ribeiro: Miguel Rodarte (Carlo Colucci)

José Santacruz: Héctor Gómez (Hilário)

Orlando Drummond: Jean Safont (Mendiola)

Philippe Maia: Lisardo (Martin Andrade/ Otávio Reverte)

Jane Kelly: Lourdes Canale (Hilda Acosta)

Maíra Góes: Lourdes Reyes (Julia Lozano)

Gilza Mello: Rocío Cardenas (Fátima)

Melise Maia: Renata Flores (Artemisa)

Jorge Lucas: Alejandro Peraza (Font)

Reginaldo Primo: Antonio Nuñez (Gonçalo Miranda)

Reginaldo Primo: Sr. Arango

Francisco Quintiliano: Aitor Iturrioz (Estevão Nolasco)

Priscila Amorim: Liuba de Lasse (Catalina “Cata”)

Mário Cardoso: Salvador Julán (Carlos Velásquez)

Fernanda Baronne: Malisha (Professora Lulu)

Marcelo Garcia: Julio Camejo (Mauro Mansilla)

Izabel Lira: Gabriela Bermúdez (Elena Cervera de Arango)

Bruna Laynes: Tessa Norvind (Dolores Arango Cervera “Loli”)

Carla Neves: Alejandra Peniche (Damiana Mitre Ferreira)

Marisa Leal / Miriam Ficher: Jacqueline Voltaire (Lissette Paz)

Alexandre Moreno: Jesús Falcón (Augusto Paz)

Ricardo Vooght / Oziel Monteiro: Francisco Avendaño (Gustavo Ruiz Palacios)

Vânia Alexandre / Ísis Koschdowski / Rosane Corrêa: Paola Lavat (Marcia Ruiz Palacios)

Sarito Rodriguez: Patricia Martínez (Luisa López de Méndez)

Marco Moreira: Roberto 'Puck' Miranda (Cosme Méndez)

Ronaldo Júlio: Fernando Morín (Antonio Pardo)

Nádia Carvalho: Xochitl Vigil (Rosa Fernández)

Érika Menezes: Siny (Dulce Fernandéz)

Luiz Carlos Persy: Abraham Stavans (Joel Huber)

Rita Lopes: Dobrina Liubomirova “Cristeva” (Yoli Huber)

Sérgio Stern: Nicolás Krinis (Jacob)

Andréia Murucci: Ariane Pellicer (Nora Goycolea)

Oscar Henriques: Alfonso Iturralde (Heitor Paz)

Márcia Morelli: María Ríos (Viviana Fernández)

Patrick de Oliveira: Marco Antonio Valdés (Dante)

Adriana Torres: Florencia de Saracho (Romina)

Carina Eiras: Georgina Salgado (Augustinha “Agus”)

Rosane Corrêa: Karen Alicia Sandoval (Veronica)

Rosane Corrêa: Karen Juantorena (Carol Rivarola)

Gustavo Nader: Itzamna Orizaga Sodi (Iker Villalobos)

Adriana Torres: Samantha López (Julieta)

Júlio César Monjardim: Sergio García (Rodrigo)

Ednaldo Lucena: Pedro Weber 'Chatanuga' (Pedro “Peter”)

Christiane Louise: Yessica Salazar (Valeria Olivier)

Luciano Monteiro: Dylan Obed (Marcelino)

André Belizar: Jorge Zamora (Maurice)

Mário Tupinambá: Agustín Arana (Dario)

Fabiana Meyreles: Ashley Ericka (Paula Rios)

Isabela Quadros: Malillany Marín (Luz Viviana)

Angélica Borges: Fernanda Polin (Karen)

Duda Espinoza: Eduardo Antonio (Sammy)

Ricardo Juarez: Luis Fernando Peña (Simon)

Guilene Conte: Claudia Schmidt (Sabrina Guzmán)

Karine Krause: Wendy Alvarez (Paloma)

Leonardo Serrano: Roberto Tello (Pato)

Jorge Vasconcellos: Miguel A. Nuñez (Rato)

Walmir Barbosa: César Bono (Atílio)

Carlos Seidl: Lucero Lander (Dr. Reyes)

Ronalth Abreu: Eugenio Siller (Luciano)

Evie Saide: Roxana Martinez (Milagres)

Gabriela Cantú: Grisel Margarita (Anita)

André Belizar: Johnny Guzmán

Marisa Leal: Verónica Gallardo

Leonel Abrantes: Presidente

Telma Costa: Professora de Química

Patrick de Oliveira: Abraão

Tereza Anquetin: Chiquis